ABCP11 – Grand Plaza Shopping

ABCP11

Fruto de uma cisão entre o Fundo de Investimento Imobiliário ABC Plaza Shopping e o Fundo JK de Investimento Imobiliário, o Fundo atualmente é proprietário do edifício comercial Grand Plaza, do Grand Plaza Shopping e do antigo JK Shopping (incorporado pelo Grand Plaza). Todos os imóveis estão situados na cidade de Santo André (SP), compartilhando da área comum e do estacionamento.

Dados técnicos do Imóvel:
69.317,56 m² de área bruta locável
308 lojas
10 salas de cinemas Cinemark (1 sala 3D)
Parque Temático Playland
24 Pistas de Boliche
estacionamento com 2.849 vagas

O Imóvel:
Grand Plaza Shopping
Av. Industrial, 600 – Santo André – SP

É o principal centro de compras do Grande ABC e figura entre os maiores do país em ABL (Área Bruta Locável), com 72 mil metros quadrados.

Está estrategicamente localizado próximo as principais vias: Anchieta, Av. D. Pedro II, Av. dos Estados, Av. Lions, Av. Prestes Maia e Av. Industrial. O acesso é favorecido também pela proximidade do terminal rodoferroviário que reúne linhas dos mais diversos pontos de SP e Grande ABC.

Inaugurado em 23 de setembro de 1997, em Santo André, reúne parte das marcas mais sólidas do varejo nacional, Academia Smart Fit, Extra Hipermercados, C&C Casa e Construção, C&A, Arezzo, Renner, Riachuelo, Centauro, Fast Shop, Casas Bahia, Pernambucanas, Ponto Frio, Marisa, Kalunga, Johnny Rockets.

O ABL do prédio administrativo é de 5.735 m², com 3 andares (térreo, 1º e 2º andar), composto por 9 salas comerciais, sendo que no fechamento de março, duas constavam como vagas. Os principais locatários são Caixa Econômica Federal (superintendência regional), CVC Administração e Cartório.

O Grand Plaza recebe mensalmente mais de 1,5 milhão de visitantes. Um dos fatores responsáveis pelo fluxo crescente é a boa localização do empreendimento, servido pelos terminais rodoviários e ferroviários que ligam a cidade a vários municípios da região, como São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e São Paulo.

Além da facilidade de acesso e do mix de lojas diversificado, o Grand Plaza destaca-se pela oferta de lazer. Numa área superior a sete mil metros quadrados, o cliente encontra 24 pistas de boliche, 10 salas de cinema Cinemark (incluindo uma com tecnologia 3D), parque de diversões Playland, e outras atrações.

Taxas:
Administração: R$ 42.402,00 mensais corrigidos pelo IGPM.
Administrador: Rio Bravo
Quantidade de Cotas: 61.019.165

Observações:
Inadimplência: Percentual não recebido do aluguel vencido trimestralmente.
Inadimplência Bruta é a somatória do valor que não foi pago dividido pelo valor total que deveria ter sido recebido.
Inadimplência Liquida é a somatória do valor que não foi pago menos a recuperação de outros períodos, dividido pelo valor total que deveria ter sido recebido. A inadimplência liquida pode ser negativa, ou seja, pode existir uma recuperação no mês maior do que o saldo em aberto no mesmo mês.

RI: fi@riobravo.com.br

Tutor do FII: Northeasteconomy

Anúncios

1.803 comentários sobre “ABCP11 – Grand Plaza Shopping

  1. No mês de Setembro de 2018 as vendas somaram R$ 68.144.000, um aumento de 5,5% se comparadas ao mesmo período de 2017.

    Em relação aos Aluguéis, o shopping recebeu R$ 4.920.000 em locações, um aumento de 2,8% se comparadas ao mesmo período do último ano.

    O Resultado Operacional do Estacionamento resultou em R$ 985.144, um aumento de 44,6% se comparadas ao mesmo período de 2017. Já o Fluxo de Veículos foi de 270 mil ,um aumento de 1,5% se comparadas ao mesmo período do último ano.

    No mês de Setembro de 2018 o shopping ficou com 1,2% de sua ABL vaga, e apresentou um nível de inadimplência bruta ⁶ de 4,9%, com relação aos aluguéis faturados no mês anterior.

    Giro no mês:
    Giro (% de cotas negociadas) 0,50%

    Resultado Realizado por cota = R$ 0,0879
    Resultado Orçado por cota = R$ 0,0837
    Rendimento por cota = R$ 0,0850

    Curtido por 4 pessoas

    • O Fundo obteve sua 3ª melhor variação do anual de vendas em setembro/18 e a 2ª melhor variação de aluguéis se comparado ao ano anterior, no acumulado destes 9 (nove) meses temos o saldo positivo de 2% e 1% respectivamente. O Fundo também demonstrou um crescimento no fluxo de veículos de 1,8%, porém no acumulado do ano apresentou uma queda de 0,6%, este resultado foi afetado pelos meses de Abril a Julho (principalmente por Maio e Junho devido à Greve dos Caminhoneiros).Houve uma nova queda na inadimplência bruta do mês, superando Agosto, resultando novamente em uma inadimplência líquida negativa. No acumulado do ano, a inadimplência liquida está em 1,7%.Em termos de NOI (Resultado Operacional do Shopping), o Fundo apresentou um crescimento de 1% em linha com o projetado no orçamento acumulado do ano e 6,4% de crescimento em relação a 2017.A vacância voltou ao menor patamar do ano, fechando em 1,2%.

      Curtido por 2 pessoas

  2. está bem fiel ao “orçado x realizado ” e a distribuição também

    “Em agosto, o empreendimento voltou a superar o orçamento em 0,7% em termos vendas, e em linha no fluxo de veículos, crescendo assim 6,8% e 3,7% respectivamente em relação ao mesmo período do ano anterior, notícias positivas frente aos desafios de crescimento econômico do país e a queda de fluxo de veículos em estacionamentos de shoppings observadas no mercado.

    Importante lembrar que esse é o primeiro mês comparativo ao mesmo período do ano anterior depois de finda a possibilidade de resgate do FGTS inativo, que ocorreu em 31 de julho de 2017”

    Curtido por 4 pessoas

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s