ABCP11 – Grand Plaza Shopping

ABCP11

Fruto de uma cisão entre o Fundo de Investimento Imobiliário ABC Plaza Shopping e o Fundo JK de Investimento Imobiliário, o Fundo atualmente é proprietário do edifício comercial Grand Plaza, do Grand Plaza Shopping e do antigo JK Shopping (incorporado pelo Grand Plaza). Todos os imóveis estão situados na cidade de Santo André (SP), compartilhando da área comum e do estacionamento.

Dados técnicos do Imóvel:
69.317,56 m² de área bruta locável
308 lojas
10 salas de cinemas Cinemark (1 sala 3D)
Parque Temático Playland
24 Pistas de Boliche
estacionamento com 2.849 vagas

O Imóvel:
Grand Plaza Shopping
Av. Industrial, 600 – Santo André – SP

É o principal centro de compras do Grande ABC e figura entre os maiores do país em ABL (Área Bruta Locável), com 72 mil metros quadrados.

Está estrategicamente localizado próximo as principais vias: Anchieta, Av. D. Pedro II, Av. dos Estados, Av. Lions, Av. Prestes Maia e Av. Industrial. O acesso é favorecido também pela proximidade do terminal rodoferroviário que reúne linhas dos mais diversos pontos de SP e Grande ABC.

Inaugurado em 23 de setembro de 1997, em Santo André, reúne parte das marcas mais sólidas do varejo nacional, Academia Smart Fit, Extra Hipermercados, C&C Casa e Construção, C&A, Arezzo, Renner, Riachuelo, Centauro, Fast Shop, Casas Bahia, Pernambucanas, Ponto Frio, Marisa, Kalunga, Johnny Rockets.

O ABL do prédio administrativo é de 5.735 m², com 3 andares (térreo, 1º e 2º andar), composto por 9 salas comerciais, sendo que no fechamento de março, duas constavam como vagas. Os principais locatários são Caixa Econômica Federal (superintendência regional), CVC Administração e Cartório.

O Grand Plaza recebe mensalmente mais de 1,5 milhão de visitantes. Um dos fatores responsáveis pelo fluxo crescente é a boa localização do empreendimento, servido pelos terminais rodoviários e ferroviários que ligam a cidade a vários municípios da região, como São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e São Paulo.

Além da facilidade de acesso e do mix de lojas diversificado, o Grand Plaza destaca-se pela oferta de lazer. Numa área superior a sete mil metros quadrados, o cliente encontra 24 pistas de boliche, 10 salas de cinema Cinemark (incluindo uma com tecnologia 3D), parque de diversões Playland, e outras atrações.

Taxas:
Administração: R$ 42.402,00 mensais corrigidos pelo IGPM.
Administrador: Rio Bravo
Quantidade de Cotas: 61.019.165

Observações:
Inadimplência: Percentual não recebido do aluguel vencido trimestralmente.
Inadimplência Bruta é a somatória do valor que não foi pago dividido pelo valor total que deveria ter sido recebido.
Inadimplência Liquida é a somatória do valor que não foi pago menos a recuperação de outros períodos, dividido pelo valor total que deveria ter sido recebido. A inadimplência liquida pode ser negativa, ou seja, pode existir uma recuperação no mês maior do que o saldo em aberto no mesmo mês.

RI: fi@riobravo.com.br

Tutor do FII: Northeasteconomy

Anúncios

1.196 comentários sobre “ABCP11 – Grand Plaza Shopping

  1. Alguém lembra um ano e pouco atrás quando foi discutido aqui no fórum o porquê de as receitas de estacionamento do abcp estarem tão baixas frente a outros pares?

    “Investidor de Fiis disse:
    terça-feira, 18 outubro, 2016 às 23:55
    Alguém sabe explicar por que esse Shopping tem o valor repassado a título de estacionamento tão baixo? Alguém conhece o empreendimento e pode explicar? O valor tem girado em torno de 600 mil reais/mês. Tem Shoppings bem menores que tem receitas de estacionamento superiores a um milhão, ou próximo disso.”

    Um ano e pouco depois, acho que o pessoal do shopping leu aqui o blog, pois faz meses que as receitas com estacionamento sobem que nem foguete 😀

    Curtido por 1 pessoa

  2. No informe anual 2017 , tinha como cotistas : 1 PJ (+/-60%) e +-2700 PF com 40% das cotas.
    Nos informes mensais de janeiro e fev. : 0 PJ e PF subindo.
    No informe mensal de março : 12 PJ + 4 não residente + 5076 PF.
    Em janeiro, certamente , não houve uma festa com 60% das cotas da Cyrella….
    Dá pra confiar?

    Curtir

  3. Olá, boa tarde.

    Dos Fatos:

    Operação de compra realizada em ABCP11 no dia 27/03/2018, hoje 02/04/18, dia da liquidez, apareceu em meu extrato o estorno de parte de compra de 1.473 cotas com este dizer: (* prov * compra não liquidada s/ abcp11 quant. 1.473 pr 27/03.) Entrei em contacto com a Corretora e me informaram que o vendedor não entregou o Ativo, mas que a bolsa garante a entrega do Ativo em nove dias úteis. Só que tive um estorno em HCRI11 e isso não se confirmou.

    A pergunta é:

    Algum dos amigos saberiam me dizer exatamente como funciona esses procedimentos?

    Curtido por 1 pessoa

    • Nunca ouvi falar disso em Fiis. Até porque não se pode fazer aluguéis destes papéis. Depois fala para nós o que aconteceu?E seus proventos também receberá? Aguardando cenas do próximo capítulo.
      Boa sorte e grande abraço

      Curtido por 1 pessoa

    • Nunca vi isso em FII. Isso seria venda a descoberto. Eu abriria reclamação na CVM e BACEN.
      Normalmente as corretoras que deixam colocar ordens com problemas tomam multas por coisas como essa. Tanto que elas costumam bancar a ordem para não ter pertubação com os órgãos reguladores.

      Curtir

      • Nosso caso:
        -num dia 30 tínhamos uma ordem de venda para liquidar a posição num fi;
        -no dia 1 a ordem sumiu (dia ex), mas no hb não constava que tivesse sido vendida;
        – colocamos outra ordem (que foi aceita) com valor maior que a primeira;
        – foi vendida a segunda ordem;
        – apareceu a indicação que a primeira ordem fora vendida dia 30!
        – aí ficamos negativos , porque a corretora comprou,mais caro ainda, a mesma quantidade para honrar a venda , na nossa conta; prometeram repor as diferenças;
        – fizeram isso , em parte (98%), e ainda estão nos devendo, faz 3 meses.
        Já reclamamos na cvm, sem resposta.

        Curtir

      • Padre, foi isso que aconteceu comigo também. A corretora sempre corrigiu esse tipo de situação e assumiu a bronca. Há diversas punições para quem não cumpre a ordem executada. Só que comigo a corretora cumpriu tudo. Eles estavam cobrando até ordem pela mesa, que era um percentual sobre a movimentação. Reclamei disso também e não cobraram nem as ordens pelo HB. Só fiquei com medo da Receita, pois a movimentação financeira foi totalmente atipica. Sugiro que acione o Bacen também.

        Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s