ABCP11 – Grand Plaza Shopping

ABCP11

Fruto de uma cisão entre o Fundo de Investimento Imobiliário ABC Plaza Shopping e o Fundo JK de Investimento Imobiliário, o Fundo atualmente é proprietário do edifício comercial Grand Plaza, do Grand Plaza Shopping e do antigo JK Shopping (incorporado pelo Grand Plaza). Todos os imóveis estão situados na cidade de Santo André (SP), compartilhando da área comum e do estacionamento.

Dados técnicos do Imóvel:
69.317,56 m² de área bruta locável
308 lojas
10 salas de cinemas Cinemark (1 sala 3D)
Parque Temático Playland
24 Pistas de Boliche
estacionamento com 2.849 vagas

O Imóvel:
Grand Plaza Shopping
Av. Industrial, 600 – Santo André – SP

É o principal centro de compras do Grande ABC e figura entre os maiores do país em ABL (Área Bruta Locável), com 72 mil metros quadrados.

Está estrategicamente localizado próximo as principais vias: Anchieta, Av. D. Pedro II, Av. dos Estados, Av. Lions, Av. Prestes Maia e Av. Industrial. O acesso é favorecido também pela proximidade do terminal rodoferroviário que reúne linhas dos mais diversos pontos de SP e Grande ABC.

Inaugurado em 23 de setembro de 1997, em Santo André, reúne parte das marcas mais sólidas do varejo nacional, Academia Smart Fit, Extra Hipermercados, C&C Casa e Construção, C&A, Arezzo, Renner, Riachuelo, Centauro, Fast Shop, Casas Bahia, Pernambucanas, Ponto Frio, Marisa, Kalunga, Johnny Rockets.

O ABL do prédio administrativo é de 5.735 m², com 3 andares (térreo, 1º e 2º andar), composto por 9 salas comerciais, sendo que no fechamento de março, duas constavam como vagas. Os principais locatários são Caixa Econômica Federal (superintendência regional), CVC Administração e Cartório.

O Grand Plaza recebe mensalmente mais de 1,5 milhão de visitantes. Um dos fatores responsáveis pelo fluxo crescente é a boa localização do empreendimento, servido pelos terminais rodoviários e ferroviários que ligam a cidade a vários municípios da região, como São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e São Paulo.

Além da facilidade de acesso e do mix de lojas diversificado, o Grand Plaza destaca-se pela oferta de lazer. Numa área superior a sete mil metros quadrados, o cliente encontra 24 pistas de boliche, 10 salas de cinema Cinemark (incluindo uma com tecnologia 3D), parque de diversões Playland, e outras atrações.

Taxas:
Administração: R$ 42.402,00 mensais corrigidos pelo IGPM.
Administrador: Rio Bravo
Quantidade de Cotas: 61.019.165

Observações:
Inadimplência: Percentual não recebido do aluguel vencido trimestralmente.
Inadimplência Bruta é a somatória do valor que não foi pago dividido pelo valor total que deveria ter sido recebido.
Inadimplência Liquida é a somatória do valor que não foi pago menos a recuperação de outros períodos, dividido pelo valor total que deveria ter sido recebido. A inadimplência liquida pode ser negativa, ou seja, pode existir uma recuperação no mês maior do que o saldo em aberto no mesmo mês.

RI: fi@riobravo.com.br

Tutor do FII: Northeasteconomy

Anúncios

1.694 comentários sobre “ABCP11 – Grand Plaza Shopping

  1. Pessoal,
    Vejo que o pessoal daqui gosta muito de FIs de shopping. Confesso que tenho dificuldade de aplicar neste segmento, pois o DY é abaixo dos demais setores. Neste FI, por exemplo, no semestre ele pagou R$ 0,53 / cota, o que dá 0,00833 / mes.
    DY= 0,6%a.m VISC da a mesma coisa.
    Quais os pontos positivos deste segmento?

    Curtido por 1 pessoa

    • Gustavo, no meu caso, invisto em ABCP pois é um dos poucos FIIs que poderá proporcionar aumento real de renda e por consequência, proteção pro valor da cota ao longo do tempo. E pq os FIIs de shoppings são talvez os únicos a proporcionar isso? O aluguel das lojas possui uma parte váriável de acordo com as vendas (que costumam subir de acordo com o PIB), fora a parte corrigida pelos índices de inflação.
      Dentre as opções de shoppings, acho que o ABCP é o que proporciona melhor risco-retorno nos preços atuais.
      Sobre a renda, meu cálculo pros próximos 12 meses: (11×0,09+0,125)/ 12= R$0,093 por cota ou 0,63% numa cotação de R$14,70.
      “O pulo do gato é ao invés de correr atrás da bola, se posicionar aonde a bola tende a ir” como o Romário bem fazia…rs

      Curtido por 8 pessoas

    • Gustavo, seu palpite está correto. O mercado sempre precificará um ativo baseado em quão bom eles acreditam que é, com seu potencial futuro em se fazer renda. No caso do ABCP, as pessoas acreditam que ele tem muito mais a entregar do que ele entrega hoje, o que faz obviamente mais gente comprá-lo com uma prospecção futura de lucros. Um ativo em outro lugar, como o Rio, teria o efeito reverso: DY pode até ser alto(difícil, com toda essa vacancia), mas é por o mercado não ver tão bem o futuro desse ativo.

      Para terminar, o DY tem uma correlação grande com o preço, que tem uma correlação grande com o quanto os investidores namoram com o ativo… se você quer um DY maior, provavelmente virá com um custo risco ou futuro incerto embutido…

      Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s