BCRI11 – Banestes Recebíveis Imobiliários – FII

BCRI11

O Banestes Recebíveis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário – FII tem como objetivo a aquisição de ativos financeiros de base imobiliária, como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), Letra de Crédito Imobiliário (LCI), Letras Hipotecárias (LH), quotas de FII, quotas de FIDC, quotas de FI Renda Fixa e Debêntures. O Benchmark do Fundo é IGP-M + 6% a.a.

Principais Características

Administrador: Banco Fator S.A.
Gestor: Banestes DTVM S.A.
Consultor de Investimentos: Fator Administração de Recursos Ltda. (FAR)
Escriturador: Itaú Corretora de Valores
Custodiante: Banco Itaú S.A.
Prazo de Duração: Indeterminado

Taxa de Administração: 1,0% a.a. sobre o patrimônio líquido do Fundo
Rendimentos: Mensal
Benchmark: IGP-M + 6,0% a.a.

Valor Inicial da Cota: R$ 100,00
Cotas Emitidas: 500.000
PL na Emissão: R$ 50.000.000,00

Código de Negociação: BCRI11
Ofertas Concluídas 1 emissão de cotas realizada (Julho/2015)
Número de Cotistas: 668 (Pessoas Físicas: 663; Pessoas Jurídicas: 5)

RI: fundosimobiliarios@fator.com.br

Tutor do FII: Wakabayashi

304 comentários sobre “BCRI11 – Banestes Recebíveis Imobiliários – FII

  1. Em Dezembro, + 4 ativos p/carteira:
    1)R$ 240.000 :CRI com risco Petrobrás,
    2)R$ 4,5 milhões :CRI Diálogo, lastreado em residenciais/apartamentos;
    3)R$ 5,5 milhões:CRI Montanini, lastreado em loteamento.
    4)R$ 4 milhões:CRI Urbamais, (braço loteador da MRV),portanto com aval MRV.

    Composição da carteira por índice atual:
    CDI 34%
    IPCA 31%
    IGP-M 23%
    IGP-DI 9%
    Pre: 3%

    Curtido por 3 pessoas

  2. Analisei o “Relatório Gerencial” do BCRI11. (que mais parece um trabalho de 1o. anista de faculdade).

    No sopé da 4a. página, é informada a composição de índices da carteira do fundo qual seja:

    52% CDI
    26% IPCA
    10% IGP-M
    9% IGP-DI
    2% PRE

    Ora, não é preciso se deter muito sobre esta questão, para percebermos que o DY deste fundo será impactado em grande medida pelas quedas da taxa de juros vindouras. 45% da carteira está atrelada à índices de inflação e só 2% são pré fixados.

    Conforme eu disse em postagem anterior, é necessário cuidado, sim, pois ainda haverá o impacto indireto da alta de juros nos EUA, retirando recursos da renda variável aqui no Brasil. E não se enganem. Haverá altas sucessivas de taxa de juros nos EUA com correções significativas lá e aqui.

    Curtido por 3 pessoas

    • Nosssaaaa vou vender tudo e correr para as montanhasss é o fim do mundo isto ne???

      Impressionante este gosto por girar patrimonio … Selic vai cair, inflacao vai abaixar, juros dos Eua vai subir, tudo com uma unica justificativa: Girar e girar, pagar impostos e impedir que a força mais forte que sao os juros compostos tenham ação sobre o patrimonio.

      Curtido por 2 pessoas

      • vdc

        Ninguém aconselhou o desmonte de posição. Somente a cautela.

        Eu queria deixar claro também que quando alguém resolve desmontar uma posição, o dinheiro do imposto não vai pra minha conta, ok.

        Mas você parece estar meio pressionado, meio inseguro. Toma um whisky, solta o pescocinho.

        Tá tudo bem. Vai dar tudo certo. Keep Walking.

        Curtido por 1 pessoa

      • Nao estou nao meu amigo, estou tranquilo, durmo tranquilo (obrigado pela preocupação), mas estou aqui justamente questionando comentarios como o seu, que podem acarretar erros aos investidores mais novos.

        Nota: Nao recomende alcool, eu te recomendo fazer esportes e acabar com a neura.

        Curtir

      • vdc

        O comentário é de cunho informativo. A informação pode ser usada como bem aprouver ao leitor atencioso, inclusive gerando o contraditório, algo interessante para um debate de bom nível. Mas não no caso de um interlocutor como você.

        A minha suposta “neura” parece ter tocado na sua insegurança (ou quem sabe incompetência). Afinal de contas o único inconformado com a minha OPINIÃO aqui é você.

        E o blog proporciona justamente um espaço para a interação dos colegas, não para o aconselhamento (até por razões legais), mas sim para a troca de informações e opiniões, coisa que pretendo continuar fazendo, independentemente da interpretação que os inseguros como você darão aos comentários.

        Aliás, para gente como você, que carece de acumen na hora de investir, é que o blog está aqui, com uma profusão de boas informações de forma a evitar eventos infantis como este que você proporcionou, exacerbando uma simples análise opinativa.

        Curtido por 1 pessoa

      • Pão, andei analisando o relatório nesse fim de semana, mas minha conclusão é exatamente oposta a sua.
        Veja bem: 30% do dinheiro do fundo está na renda fixa, é a grana da captação que ocorreu mês passado. Eles ainda não tiveram tempo de alocar esse dinheiro nos CRIs.
        Mas, estando esse dinheiro na renda fixa, imagine se as taxas do tesouro caem, o que acontece é que o valor do PU vai pras alturas. Ou seja, eese fundo está no melhor dos mundos: se a inflaçao não cair, os juros vão continuar bem altos. Se a inflaçaõ cair, os juros do TD caem e o fundo vai ganhar muito na marcação a mercado.
        Pra mim, esse fundo é mais compra nesse preço.

        Curtido por 1 pessoa

      • PaocomBife
        Pare de mimimi amigo.

        Vamos investir com tranquilidade, sem apelar com os amigos do forum.

        Um abraço e pare com esta neura do gira gira.

        Se investir assim vai ter que mudar o nick para PaocomOvo, pois vai deixar de aportar no que é bom por causa desta neura de notícias.

        Leia as analises do Wakabayashi, um cara de tirar o chapeu daqui pra ver se corta este medo bobo de noticias.

        Curtir

    • PãoComBife, concordo plenamente com tigo, aliás em relação a esse tal de vadc, esse rapaz tá meio perdido mesmo, tenso tenso o coitado, só vale o q ele pensa não aceita nenhuma opinião q seja oposta à dele, não admite de maneira alguma q pode estar errado, criticando todos do blog, até os mais experientes, mostrando se claramente um erro fatal, q não condiz com um bom investidor, e aí sim vir a influenciar de maneira perigosa o investimento de pessoas mais novatas, o melhor a fazer é desligar essa figura ignorando seus comentários, hoje vendi parte desse fii também justamente pra não correr tanto esse possível risco q vc mencionou, valeu pão abraço

      Curtir

      • Na verdade nao.

        Critico as suas analises sem pe nem cabeça InterceptorFii e deste outro cara acima.

        Tem muita gente que entende aqui.

        Voce é um que estava criticando os FIIs do Banco do Brasil, pela noticia dada. Depois vi que seu desespero era por ser cotista do BBFI.

        FII nao é time de futebol nao.

        E lembre que nao fui eu que te chamei de Interchatador de FIIs rs.

        Voce e o PaocomOvo podem dar as maos e ficar discutindo noticias, falou de gira gira por noticias dos FIIs que eu invisto, eu vou questionar sim! Nao vai ter gira gira!!!

        Abraço amigo

        Curtido por 1 pessoa

    • Sério mesmo que você fez um Furacão todo por causa que a inflação caiu?

      Vejamos os seguintes cenários:

      Ano 2015 SELIC de 14,25% e IPCA de 10,5%
      Ano 2016 SELIC 14% e IPCA estimado de 6,5% ou 6,8%

      Como vocês podem ver só melhorou os juros de um ano para o outro, pra quem é rentista.

      E vou deixar um clássico do rock pra reflexão:
      Run to the Hills, Run for your life(Iron Maiden)

      Curtido por 2 pessoas

      • PãoComBife,

        Sempre faço uma analise gráfica, mesmo acreditando nos fundamentos.

        BCRI não me mostra canal de baixa, mas sim o teste do canal de alta e causando um certo calor, mas parou o movimento na mma 21 e não testou a retração de 61,8% de Fibonacci. Portanto não me abalo com o movimento. O papel pode testar os 101,89, 96,81 e 91,72, o que seria o movimento natural de correção do movimento.

        Vejo que o papel teve a segunda emissão a 100/cota e subiu rapidamente quase 20% o que chegou a representar variação a.a. de quase 400%. Pensei em realizar um pouco de lucro, mas não diminui posição porque percebi que apenas uma corretora estava realizando e o mercado absorvendo até chegar no suporte. Movimento semelhante foi constatado no VRTA e no KNCR, este segundo em menor escala.

        Se o papel subir e não romper a máxima e voltar a perder o fundo deste movimento, podemos imaginar que a tendencia vai mudar.

        Quanto aos fundamentos, calote é o risco do papel. Mesmo assim existem garantias a serem executadas. Algumas com vantagem maior e outras menores.

        Inflação em queda, taxa de juros em queda, certamente reduzirá o rendimento, mas mesmo assim, renderá sempre acima do tesouro, do CDB e da LCI/LCA, devido as taxas negociadas, mesmo que diminua o spread.

        Ainda acho que vale a pena ter papelada para equilibrar a carteira, sem esquecer que devemos manter a segurança na RF.

        Waka, se minha visão de fundamentos estiver errada, pode me corrigir.

        Mas isso é apenas a maneira como identifico as vantagens e desvantagens.

        Bons investimentos.

        Curtir

    • O fundo está com altíssima exposição ao CDI porquê está com muito dinheiro em RF, por conta da recente captação. Conforme for adquirindo CRIs, esta exposição ao CDI vai diminuindo naturalmente.

      Sobre o aumento de juros nos EUA, se isso realmente ocorrer, é possível que a Selic pare de cair, já que teremos de manter juros elevados para captação de capital estrangeiro, e portanto a parte indexada ao CDI não seria afetada. De qualquer forma, acredito que a Selic continuará com sua trajetória de queda mesmo com juros maiores nos EUA, vamos ver.

      Sobre queda na cotação e correção, se os juros futuros voltarem a subir, é possível que ocorra sim uma queda nas cotações, mas se este fato for consumado o fundo terá opções mais rentáveis para aplicar, o que será positivo ao fundo. Ademais, a atual rentabilidade em torno de 1,10% ao mês dá uma boa margem de segurança ao investidor, já que mesmo com juros futuros avançando a rentabilidade do fundo ainda seguirá bastante atrativa.

      Quanto a queda da inflação impactar os rendimentos, o que importa é o rendimento real. Se a inflação ficar em 6% e a renda do fundo for de 13% a.a, teremos uma renda real de 7%. Com a inflação em 10% e o fundo com rentabilidade de 15%, a renda real será de 5%, portanto, menor inflação é positivo para o fundo.

      Amplexos.

      Curtido por 9 pessoas

      • Muito bom Wakabayashi !

        O que importa é o rendimento real.
        Somente o rendimento nominal é afetado pela inflação.

        Muitos interpretam erroneamente a perda de atratividade dos fundos de papéis devido a queda da inflação.
        A queda da inflação é bom para todo mundo.
        Desejar inflação alta para ter um rendimento nominal alto é uma tolice.

        Curtido por 1 pessoa

      • 1 – O aumento de juros nos EUA é dado como certo até pelo Federal Reserve. E serão vários aumentos que trarão impactos mundiais.

        2 -A Selic não vai parar de cair, porque o perfil da dívida pública tem que ser alterado em caráter de urgência. O Brasil está quebrado. Novos projetos só se viabilizam com taxa de juros mais baixa, incluindo os projetos que lastreiam as CRI´s.

        3- Novos dados de desemprego mostram que a massa salarial continua encolhendo, o que deve se agudizar no ano que vem. Ou seja, a queda da inflação está acelerando, a economia continua encolhendo, o que nos remete à um componente de risco inerente aos CRI´s: O CALOTE.

        Pergunto: num cenário em que a inflação está caindo e as taxas de juros também estão caindo, um fundo cuja carteira tem 45% de exposição aos índices de inflação não sofrerá absolutamente nenhum impacto na rentabilidade?

        Com relação à sua suposição de que o fundo continuará rendendo 13% ao ano com uma inflação de 6%, eu só posso discordar. E me perdoe, mas é uma projeção grosseiramente errada considerar que mesmo após quase 2 pontos de queda na inflação a rentabilidade do fundo permanecerá praticamente inalterada. Não tem mágica.

        Saindo um pouco dos fundamentos, observo também que graficamente tanto VRTA como BCRI estão num certo limbo. Aliás, BCRI está dentro de um canal de baixa. Mas por que? As perspectivas não seriam tão espetaculares? O que o mercado está esperando para investir nessas minas de ouro inesgotáveis?

        Aguardemos.

        Curtido por 1 pessoa

      • Na minha opinião pessoal tá iludido com dy falsa da papelada, tijolo é tijolo fico quieto, agora o resto parece ter um rendimento maior mas tem risco sim embutido, e o calote vem aí, tô partindo pra segurança maior possível nessa tempestade q se aproxima sem nenhum problema em baixar a renda da carteira, prezo segurança mais nada, dinheiro e muito difícil de ganhar mas p perder é coisa mais fácil q existe.

        Curtir

      • PaocomOvo e Interchatador,

        Voces parecem que tem a bola de cristal. Olha a afirmacao do pao com ovo “A selic vai cair”. Voce é do Copom agora? Voce é o Temer? Voce é presidente do BC? Como afirma isto amigo rsrs

        Vou falar de novo, leiam a excelente explicacao dos colegas acima, pois voces nao entenderam o basico da inflacao e ganhos reais, e justificam o giro de patrimonio com estas noticias.

        O Interchatador vendeu BCRI ontem, jesus …

        Eu ate diria que torço para a cota cair, mas olho fundamentos e nao faria sentido dizer isto.

        Estudem amigos, estudem! Noticias nao levam a nada, ou melhor, somente a prejuizo, pois o mercado nao é bobo.

        Abraço

        Curtido por 4 pessoas

      • Sim, os 13% a.a nominais foram apenas uma suposição, não sendo possível estimar com convicção a rentabilidade que o fundo irá obter, porém se nos basearmos no estudo de viabilidade e considerarmos que o fundo atingirá apenas 90% da renda esperada no estudo, então o fundo deverá ter uma média de rentabilidade de 1,06% a.m (já não considero mais muito atrativo) o que daria cerca de 13% a.a em juros compostos, já considerando uma inflação e CDI menores. Pode não ocorrer e a renda final ficar menor ainda? É possível, mas não acredito, visto que hoje o fundo mesmo com quase 50% em caixa (RF gerando rentabilidade baixa) consegue pagar R$ 1,17, então é provável que a renda aumente (mesmo que pouco) quando o fundo estiver 100% alocado em CRIs.

        Sobre gráficos, bom, eu não me baseio em gráficos para comprar FIIs, mas sei que a cotação disparou de R$ 85,00 no inicio do ano para cerca de R$ 117,00 recentemente, normal que ocorra alguma correção. ”Tendência de baixa”, operar fii por conta de LTB te faz ter GRANDÍSSIMAS chances de tomar fumo.

        Curtido por 6 pessoas

      • Fumo toma quem não conhece. Mas, já que você demonstrou esse medo, deve ser por algum motivo, ou experiência pregressa mal sucedida. De repente você não foi muito hábil no manuseio da estratégia da linha de tendência de baixa, ainda que essa seja apenas uma de inúmeras formas de análise que se complementam com outras. Incluindo os fundamentos.

        Mas tudo bem. Para quem venera fundo de investimento imobiliário em CRI deve ser uma ousadia grande interpretar um gráfico.

        Quer dizer então que você, mesmo não tendo convicção plena sobre o desempenho do fundo, faz uma “aposta” (isso não é projeção) de atingimento de rentabilidade alvo de 90% da renda esperada num cenário de deflação e queda de juros, num fundo que atrela 45% da carteira a índices de inflação?

        “I Believe I Can Fly”…

        Curtir

      • É muita inocência pra não dizer desonestidade falar que um ativo “está em tendência de baixa” depois de ter subido de 85 pra 117. Ora, é ÓBVIO que em algum momento ele vai corrigir, ainda mais com o monte de cota nova que entrou no mercado, tanto que foi a corretora a maior vendedora nesse período, cotistas que não tem o perfil do FII que muitas vezes entraram no investimento por conta de indicação de gerentes, etc.

        Sobre o cenário de deflação, bom, não estamos em deflação, tivemos apenas um mês de deflação, a inflação acumulada nos últimos 12 meses em IGP-M está acima de 8%, isso é deflação?

        Ademais, eu comprei esse ativo desde os R$ 85,00, depois comprei forte na emissão e comprei mais na faixa de R$ 105-106, no meu preço médio mesmo que ele pague R$ 1,05 ainda será um ótimo retorno, já que será de cerca de 1,10% ao mês. Pra quem entrar agora a R$ 112,00 já não acho mais vantagem.

        De qualquer forma você parece desconhecer o método de distribuições deste fii que SUAVIZA a inflação dos últimos 12 meses pra tornar as distribuições o mais lineares e menos voláteis possíveis, portanto, mesmo com estes números baixos do IGP-M nos últimos meses a renda pouco é atingida. Além do mais, inflação menor NÃO É RUIM, você não sabe o que é retorno real? Deverias estudar, coisa básica. Afinal, se eu recebo 11% com uma inflação de 5% não é melhor que receber 15% com uma inflação de 10%? Falar que a rentabilidade do fundo é afetada por conta de inflação baixa beira o hilário.

        Ademais, se você não gosta do fundo, fique de fora, simples. Garanto que há muitas outras opções que preenchem seus critérios no mercado. Enquanto isso eu vou obtendo uma TIR de mais de 20% a.a neste investimento. Pergunta se tô insatisfeito?

        Curtido por 9 pessoas

      • Pãocombife, o Waka expôs os números, baseados nas expectativas e simulações feitas por ele. Todos tem direito de discordar, mas acho que existem melhores formas de expor uma opinião contrária. Que tal fazer uma simulação por exemplo para o mês x de 2017, levando em conta diversos cenários inflacionários e de juros, porém levando em consideração as datas de vencimentos de cada um dos CRIs até lá. Dizer que a simulação é grosseiramente errada, acho um pouco inadequado.
        Porém, não quero gerar mais polêmica, só acho que esse blog é muito especial e na grande maioria das vezes, os comentários são sempre construtivos e não acho que valha a pena mudar isso.

        Curtido por 5 pessoas

      • Pão, pegue a carteira anterior do fundo (ex nova emissão), considere para a segunda emissao o pipeline de aquisições demonstrado no prospecto definitivo e determine a média ponderada do cupom de juros.

        Após este exercício, elabore cenários de inflação. Recomendo utilizar o cenário da Focus.

        Some o cupom de juros à inflação do cenário. O comentário do Wakabayashi talvez possa ser melhor entendido desta forma.

        Não entro no mérito da precificação do FII face à marcação de mercado em ambiente de queda de taxa de juros. Isto seria outro racional…

        Curtido por 2 pessoas

      • Interessante…

        Quer dizer que conhece até o perfil de quem tá vendendo cota do fundo?? Puxa vida.

        A trajetória dos índices de inflação, tanto IPCA quanto IGP-M vem mostrando desaceleração, sendo isso mais evidente pela correlação com o aumento do desemprego, por redução da massa salarial. Aliás, já comentei isso.

        O IGPM em junho estava em 12,21% no acumulado em 12 meses. Em outubro, também no acumulado estava em 8,8%.

        Em 5 meses tivemos uma nítida mudança na trajetória da inflação.

        A tua “fórmula” de ganho real considera que a rentabilidade do fundo é fixada em uma proporção e não vinculada às variações da inflação. Isso com 45% da carteira atrelada à índices de inflação e sem considerar outras externalidades, como por exemplo CALOTES. Na tua análise esse fundo se beneficia da inflação alta, da inflação baixa, da queda da txa de juros, do aumento da txa de juros, da chuva de meteoritos… É um fenômeno raro!!

        Escreva um livro: “como fiquei bilionário investindo em fundos de recebíveis”

        Calcular taxa interna de retorno de um fundo cuja gestão, por dever de ofício, já calcula e fornece a informação pro cotista, é bem produtivo. Eu diria até entusiástico. Aliás, se eu não me engano, até os fundos pão e água da Votorantim fornecem essa informação no prospecto.

        Não preciso fazer análise de project finance nem usar HP12C pra tomar uma decisão de investimento tão rudimentar e num contexto tão simples. Ou você é deslumbrado ou tem um tesão sádico em replicar coisas pelas quais vc paga para que o gestor faça.

        O problema não é fundo. O problema é que, quem supostamente deveria saber das limitações do fundo, finge que não sabe. E ainda alardeia bobagens.

        *AC Felipe Mendes

        Felipe, eu entendo seu ponto de vista e até acho que o debate poderia ser mais construtivo.

        Vamos aguardar a cota do BCRI11 bater nos R$300,00, aí eu me rendo ao sonho nipônico.

        “I Believe I Can Fly”…

        Curtir

      • Pão com Bife,

        perceba que hoje o fundo anunciou uma distribuição de R$ 1,17, idêntica a distribuição do mês passado, sendo que a do mês passado considerava um IGP-M de 12 meses em 11% e a deste mês já considera algo em torno de 8,60%, ué, a renda não ia desabar com a queda da inflação?Você tá precisando entender melhor a coisa antes de sair opinando.

        O fundo está com posição “pesada” em caixa, na renda fixa, onde o retorno é pífio, conforme o fundo adquiriu novos CRIs neste último mês a posição de renda fixa (que deve render em torno de 80% do CDI líquido) foi reduzida e a parcela de CRIs cresceu, o que fez com que o fundo mesmo com uma inflação menor, conseguisse manter sua distribuição inalterada. Este mês provavelmente fizeram novas aquisições de CRIs, considerando que os CRIs continuem adimplentes e olhando para o IGP-M de Novembro que foi uma deflação de 0,03%, é possível que a distribuição do fundo continue nos mesmos patamares (talvez levemente abaixo ou levemente acima).

        Ademais, volto a repetir, queda de inflação não é problema para o fundo, já que o rendimento real tende a continuar o mesmo ou até aumentar (ocorrerá uma diluição das despesas do fundo com esta nova emissão, o que tende a aumentar o retorno do fundo). Os rendimentos do fundo caem com uma inflação menor? Naturalmente. Mas como inflação menor também deve levar a juros menores, o mercado que não é bobo precifica o fundo de maneira que fique com um yield similar a renda fixa em geral, portanto, o sujeito que compra hoje o fundo recebendo uma renda de R$ 1,17, mesmo que a renda venha a cair a R$ 1,10 ou um pouco menos é provável que a cotação pouco se altere ou talvez até SUBA (Atualmente está subindo.), caso a Selic e os juros futuros sofram quedas, para alinhamento de retorno. Não espere ver este fundo com Yield mensal de 1% enquanto uma LTN paga 0,80% bruto ao mês.

        Sobre o calculo de TIR, eu acho que definitivamente tu não sabes ler, já que a TIR que eu calculo é com base no MEU PREÇO MÉDIO e com base no MEU RETORNO, independente da TIR histórica do fundo. Será que se eu pedir o gestor calcula pra mim a minha TIR, se baseando no meu retorno, meu preço médio e meus rendimentos recebidos? Essa é nova, hein?

        Por fim, eu já disse, se você acha que a renda desse fundo tá inflada e vai cair, e que a cota vai cair, apenas fique longe dele, com certeza devem haver outros investimentos que são adequados ao seu perfil. Mas por favor, pense duas vezes antes de falar bobagens do tipo que o fundo vai ser fortemente afetado pela queda na Selic pq está com 50% atrelado ao CDI. (Claro, aonde tu querias que ele colocasse o dinheiro recém captado pela emissão? Debaixo do colchão?)

        Curtido por 8 pessoas

      • Wakabayashi,

        Suas analises sempre sao muito tecnicas e pertinentes, parabens.

        As vezes tentamos ajudar, mas alguns foristas nao entendem, e inventam coisas ruins onde nao existem.

        PaocomOvo, desisto. Eu nao tenho XTED, por exemplo, e nem comento na pagina dele. Se voce nao tem BCRI, seria legal voce buscar um FII que atenda aos seu perfil, ao inves de afirmar erroneamente baseado em ‘achismo’ e causar confusao para investidores inexperientes.

        Curtido por 5 pessoas

      • Eu acho que vc tá comendo muito sushi estragado.

        A colocação das cotas já terminou. O fundo já alocou mais de 30% do que estava em renda fixa, e a cotação não decola. Qual desculpa vc vai inventar dessa vez?? Na última queda, diziam que era venda de lote de corretora. Vc escreve um monte de baboseira e não explica!

        Tua última desculpa esfarrapada é apostar no volume maior de CRI´s pra impactar positivamente o DY.

        O fundo par do BCRI11, VRTA11, já vem caindo pregão, após pregão. E levou uma chumbada no DY. Tá tudo bem??

        Tem que ter mais responsabilidade! Vc faz a tutoria do fundo e enrola o pessoal!

        O Satan Goss tá pronto pra te pegar, hein…

        Curtir

      • E vc pelo jeito comendo pão com bife estragado.

        Cotação “não decola”? Quem disse que iria decolar? E “não decola”, bom, ela simplesmente veio de 85 pra 112 ontem, isso dá mais de 30%, fora todos os rendimentos recebidos é claro. Se isso não é decolar, eu não sei.

        E uau, como VRTA tá desabando mesmo, caiu de 128 pra 125, vai acabar o mundo!!1!1

        Curtido por 6 pessoas

      • MADMAX, cri cri cri cri cri muito bom trocadilho. hehehe

        Nesse aqui está todo mundo na moita aproveitando o presente de natal que a Spinelli vem dando.

        Ativo vem movimentando na casa dos milhões todo dia e só 1 corretora vende. Muito parecido com VRTA11 quando após a oferta publica a XP vendeu horrores próximo a 110,00 quando os lotes acabaram foi pra casa dos 128,00 – 130,00 num tapa e ficou por la mesmo. Alías a carteira de BCRI11 é bem parecida com a do VRTA11.

        Abração!

        Curtido por 3 pessoas

      • Jonas,

        Dei uma olhada nas vendas da S e a coisa é pesada mesmo.

        Nas últimas 17 semanas a S só não foi a maior vendedora em 1 semana. Já venderam quase 200.000 cotas sendo cerca de 100.000 só este mês. Hoje até umas 15h já haviam vendido mais de 15.000 cotas. Total vendido nessas 17 semanas passa dos R$ 20 milhões…..

        Curtido por 1 pessoa

      • Estão falando em uma queda maior nos juros na próxima reunião do comitê semana q vem, falam em corte de 0,50 devido à deteriorização generalizada da economia e índices q vem saindo ultimamente, eu não acredito nisso mas se acontecer, esquece o oba oba q a coisa pega para os papéis e aí cai rápido, do contrário pode se segurar por mais um tempo assim até q juros caem mais significativamente

        Curtir

      • interceptorfii19,

        Quanta besteira! Até a torcida do Flamengo já sabe qual seu interesse, mas se controle meu caro. Que papelzinho frajuto. hehehe

        Além de chato, repetitivo, pessimista, simplesmente, não sabe nada.

        Uma sugestão comece a párar de torcer pra que tudo caia ou induzir ao erro qualquer outro investidor e vamos estudar juntos fera, evolui aí!!! Senão vai ficar difícil demais.

        Mesmo assim, mas sem muita vontade, vou te responder, ou melhor, vou me limitar a te dar uma dica, pois tenho quase a certeza que não está nem aí para uma análise ou discussão que gere valor.

        Dá uma olhada nos gráficos do google (que não são ajustados pelos rendimentos) que vai ter uma noção do que acontece com Fii de papel com juros a 8% ou a 14%. Não acontece Nada demais! hehehe

        Viu VRTA11 desde 2012 até hoje, ou até melhor KNCR11 que é mais sensível a variação da Selic. Se atentou ao baixo risco de mercado da papelada quando selic está menos de 8% como em 2013 e 14% agora. Sabe o que é risco de mercado? Quer saber porque isso acontece? Então, oportunidade de a partir dessa dica, estudar e voltar com algo pra somar aqui.

        De Trump, selic todo mundo já sabe, ng é criança ou idiota e a maioria tem TV em casa.

        Desde já desculpe a franqueza, mas chega uma hora que enche o saco!

        Abração!

        Curtido por 10 pessoas

      • Meninos, vocês têm muito a nos ensinar, vamos ser tolerantes.

        Mercado variável se sustenta pelos tubarões, mas sem as sardinhas aqueles morreriam de fome, eh eh.

        Eu sempre estou bicando uma informação nova com vocês, portanto falem mas não briguem….

        Tolerância deveria ser a palavra do século.

        Curtido por 8 pessoas

      • PãoComBife, Pode ser que sim, mas o passado mostra que não.

        Pega o gráfico que não considera os rendimentos distribuídos do KNCR11 que é o mais sensível por variações da Selic.

        Em 2013 quando selic estava abaixo de 8% era cotado a 105,00 – 107,00 com picos a 110,00.

        Em 2016 com selic a 14% 110,00 com picos de 113,00.

        Qual a conclusão: O rendimento pode cair, mas o valor em bolsa dos Fiis de papel tende a se manter em patamares de cotação bem próximos dos de sempre. A perda de atratividade de outros investimentos com a queda Selic, mantém a cotação Fiis de papéis mesmo com com rendimento menor.

        Em relação aos seus pares, principalmente, VRTA11; Digo que BCRI11 está sendo ofertado de bandeja para uma bela ceia e acredito que antes do natal acabe esse fluxo vendendor. rs

        Então pra mim todo CUIDADO se deve pra isso! Vai que a Spnelli amanhã zere seus lotes, um dia acaba. hehehe

        Curtido por 1 pessoa

    • PãocomBife,

      os juros caem mas as taxas pré dos CRIs da carteira do BCRI continuam intactas, e ele não tem tanta exposição ao CDI, será pouco impactado. O que impacta mais os rendimentos brutos aqui é a queda da inflação. Outro ponto é que com Selic maior o mercado tende a valorizar a cota para alinhamento de Yields do mercado, ou seja, o mercado não vai deixar o BCRI pagar 1% ao mês enquanto a renda fixa em geral, a LFT e as LTN estão dando 8,50% líquido…

      Curtido por 3 pessoas

      • Wakabayashi, o que você quis dizer no final desse post acima é que: o mercado tende a valorizar a cotação até que o DY fique compatível com o da renda fixa? Isto é, não se importa em pagar um valor acima do VP se estiver com um bom DY?

        Curtir

      • É isso mesmo Filipe. O mercado não é burro e corrige essas distorções, por isso, se na cota de hoje o BCRI11 conseguir pagar 13% a.a, se a Selic cair mais e os juros futuros tb, o mercado valoriza a cota pra alinhar os retornos.

        Por isso que se olhar em 2012-2013 tinha fundo de papel custando bem acima do valor atual.

        Leo, eu acho que o mais desconto é o XPGA, mas ele é mais complexo, dos mais seguros e tranquilos, acho o BCRI o mais em conta sim

        Curtido por 2 pessoas

  3. COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA
    No mês de Outubro foram adquiridos seis ativos: mais R$1,15 milhão de CRI Nova Colorado 2; mais R$2,54 milhões
    de CRI Mega Moda; R$2,98 milhões em outra operação clean corporativa de MRV; R$0,57 milhão de uma operação
    corporativa da Aliansce com Alienação Fiduciária do Shopping Bangu no Rio de Janeiro/RJ; R$1,1 milhão de uma operação
    da rede de hospitais Rede R’Or, com Alienação Fiduciária de hospital em Caxias do Sul/RJ; e R$5 milhões em LCI do Banco
    ABC.
    Ao todo, foram alocados 32,5% do total arrecadado na segunda emissão de cotas.

    Diferente do fundo de papel fexc, esse fundo tem menor concentração de ativos. COm exposição máxima de 5% por ativo, o que dilui bastante o risco, além do rating ser de A+ pra melhor com taxas até que bem interessantes pra segurança dos cris.

    Com a seguinte alocação
    21% cdi 26% ipca 10% igpm 9% igp di 33% pre.
    Ou seja, bem equilibrado a meu ver.

    abçs e bons investimentos

    Curtido por 2 pessoas

  4. Pessoal, como vocês vêem esses fundos de papeis, se a economia começar a melhorar mesmo?
    Falo considerando que a taxa SELIC caia e inflação seja controlada, vocês acham que mesmo num cenário assim, fundos como esse podem ser interessantes?

    Obrigado,

    Curtido por 1 pessoa

    • Icaro, a tendência é renda acompanhar.
      Mesma coisa quando voce tem um fundo atrelado ao cdi.
      Enquanto a selic tá rendendo 14,25 tá uma beleza.
      Mas e quando for a 8%?

      Claro que falta mt pra chegar nesse nível, ainda mais se tratando de brazil, mas os fundos de papeis surfam na onda da inflação.
      qnd a mesma estiver descontrolada, os papeis dão uma boa resposta.

      Quando a mesma estiver sob controle, o rendimento tende a ser menor, mas tem que dar uma olhad ano relat´roio pra saber a que taxas o fundo também tem de pre fixado, que podem segurar as pontas também

      abçs e bons investimentos

      Curtir

    • Ícaro
      Vai aqui minha intrepretação do futuro.
      Quando a economia melhora temos.
      Pontos positivos:
      1. Reduz risco de inadimplência.
      2. Sobe o valor da parte investida (emprestada) em juros pré-fixados.
      Pontos negativos:
      1. Reduz taxa de juros real que é a taxa nominal menos a inflação.
      2. Taxas de gestão passam a ter peso relativo maior quando taxas caem. Exemplo: 1%aa de adm sobre rendimento de 10%aa é diferente de 1%aa de adm sobre renda de 5%aa.

      Estamos num momento em que os juros ainda são elevados e a inflação já caiu, levando a uma das maiores taxas de juros reais da história.

      Curtir

      • Adendo que isso é insustentável da atual dívida pib que pode chegar na casa dos 80% já nos próximo 2 anos.
        Se não passar estas reformas a Grécia vem ai ou descamba para calote infracionário e confisco via tributos.

        Curtir

      • Sr. FII
        Seu comentário corrobora algo que me pergunto quase todos os dias:
        1. Emprestar para o Governo Central (Tesouro Direto, etc.) é mais seguro do do que FII?
        2. Qual deve pagar menos juros reais?

        Mais Mises, Menos Marx!

        Curtido por 1 pessoa

      • Dark na atual conjuntura das contas públicas não vejo tesouro com toda esta segurança , mas até lá nosso governo pode recorrer para FMI ou calote inflacionário, vai depende muito da reformas conterem endividamento no curto prazo.
        Com aquela condição básica de sempre ou faz ajuste ou não recebe dinheiro aporte, obviamente que aumenta dívida externa.

        A coisa anda complicada recentemente com fluxo de capital deixando país piorou tudo!

        Para quem viveu tanto planos economicos e tungadas omericas na renda fixa dos anos 80, não espero nada vindo de políticos .
        Por sim um por não um tijolinho não faz mal a ninguém e um estouro direto é bem vindo , desde que vá monitorando os indicadores nos próximos dois anos.

        Curtir

      • Sr. FII
        Gostei do “estouro direto” que você digitou.
        Num determinado momento – não sabemos quando – todas moedas fiduciárias entrarão em colapso. Não temos saída com políticos ao redor do mundo fazendo guerra, pagando benesses para funcionários estatais e cobrindo o rombo imprimindo dívida soberana. Vai sobrar ouro e bitcoin(?).

        Curtir

      • O banco da China já esta comprando ouro para mais de metro será que este pessoal não anda ligado no movimento?

        Neste cenário apocalíptico vale a pena ter terras agrícolas e ouro.
        Ouro só serve se for físico porque este que é vendido no mercado por papel não confio muito.

        Tenho conhecimento de alguns traders e investidores nos EUA que vivem comprando ouro em barra faz muitos anos, ouro chega por correio lá.
        Eles fazem estoque para crises, outro tem terra agrícolas e moedas digitais como bitcoin , apesar que num colapso deste magnitude jogaria investimentos por ordem de prioridade: Terra agrícola , ouro , imóvel e bitcoin.

        Curtir

      • Senhor dos fiis tá vendo muito Walkin dead…

        Agora voltando a realidade enquanto o Armageddon não chega…
        … Destaco as seguintes aquisições do BCRI:

        – Mais R$ 1,15M do CRI Nova Colorado 2 a uma taxa de IPCA + 10,20% aa

        – Mais R$ 2,54M do CRI Mega Moda a uma taxa de 9,32% + IPCA.

        – R$2,98M numa operação clean corporativa da MRV com taxa de CDI + 2%

        – R$ 570 mil em uma operação corporativa da Aliansce com alienação fiduciaria do Shopping Bangu no RJ. Taxa de 6,54% + IPCA

        – R$ 1,1M de uma operação lastreada em um hospital da Rede D’or. A taxa é de 7,04% + IPCA.

        – R$ 5M em LCI do Banco ABC a uma taxa de 95% do CDI.(So tendo muito $ pra conseguir uma LCI dessas nos tempos atuais)

        Enfim, FII muito bem gerido e sem caixas pretas como MXRF e xpga

        Curtir

      • Quem viveu os anos 1980 sabe o que o SrFII está falando porque ISTO JÁ ACONTECEU ANTES. Nosso país tem 500 anos e há 20 anos não dá calote ou faz confisco excessivo. Agora, divida os números acima por 10 e veja esse comentário:

        – Pode emprestar para esse cliente. É seguro! Ele tem 50 anos e há 2 anos não dá prejuízo a ninguém.

        Curtido por 1 pessoa

  5. A maior, Mais bem Informada e Ativa comunidade 100% FIIs informa:

    FII BEES CRI (BCRI) Comunicado ao Mercado – 13/10/2016

    comunica que foi distribuída a totalidade das cotas da 2ª (segunda) oferta pública de distribuição do BANESTES RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII, fundo de investimento imobiliário inscrito no CNPJ/MF sob o nº 22.219.335/0001-38 (“Cotas” e “Fundo”, respectivamente), correspondente a 416.419 (quatrocentas e dezesseis mil, quatrocentas e dezenove) cotas, representando um montante total de (“Oferta”):

    R$ 41.641.900,00
    (quarenta e um milhões, seiscentos e quarenta e um mil e novecentos reais)

    Curtido por 1 pessoa

    • agora esse sistema da bovespa é uma vergonha… o mesmo fato teve de ser feito comunicado 3 vezes: anuncia, cancela, reapresenta

      Anuncio Encerramento Distribuicao de Cotas

      em dia de rendas é coisa de louco, mais de 100 rendas, todas reapresentadas como N, alguns cancelam e outros postam um informe da distribuição

      o que eram 100 avisos viram 300 fácil

      Bovespa dificultando a vida do cotista sempre

      Curtir

      • Os proventos geralmente passam a contar do momento que vc integraliza. Pelas datas que eu vi rapidamente já deve ser anunciado proporcional as datas uma fração da renda de competência do mês. Mas de uma confirmada com o RI

        Curtir

      • Leonardo , é exatamente isso que o Tetz colocou. Em novembro o rendimento será rateado entre os detentores de cotas e os que adquiriram novas cotas, e para quem adquiriu as cotas, o rendimento será pro-rata die.
        De qualquer forma, por causa do rateio, o rendimento deve diminuir até o momento que os novos papeis começarem a dar rendimentos.

        Curtir

      • Ri me respondeu:

        Prezado senhor.

        O senhor recebeu no dia 11 os recibos das cotas adquiridas, elas se tornarão BCRI11 no primeiro dia de novembro.

        Quanto aos dividendos, o senhor terá direito aos dividendos de outubro na proporção dos dias entre dia 11 e o final do mês de outubro.

        Att
        RI Fator

        Curtido por 1 pessoa

      • Pessoal, participei via Oferta Pública no dia 06/10.

        E só hoje vi que tenho BCRI12 sem cotação e somente um montante do lado. Vocês acham que tenho que solicitar que quero subscrever ainda ou agora BCRI12 vira BCRI11 automaticamente? Agora fiquei um pouco ansioso.

        Liguei pra minha corretora agora pouco, mas estava maior auê em final de pregão e acho que por isso não conseguiram me passar a confirmação.

        Desde já agradeço! Abração!

        Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s