CNES11B – BM CENESP

O Fundo possui um conjunto de lajes que corresponde a 25% do empreendimento denominado Centro Empresarial São Paulo (CENESP), localizado na Rua Maria Coelho de Aguiar, nº 215, São Paulo; administrado pela BTG Pactual, em regime de condomínio fechado e tem prazo de duração indeterminado.

 

Infraestrutura do Complexo
Shopping de Conveniência com 70 lojas, 30 restaurantes, 10 agências bancárias, Rodoviária própria (até 72 ônibus fretados), 290 vagas de estacionamento (rotativas), Docas para carga e descarga de 800 veículos/dia, Centro de Eventos com 2 auditórios, Heliporto,
185.000 m2 de área verde e 3.750 árvores

cnes11b

 

Taxas:
Administração: 0,30%a.a. sobre valor total dos ativos do fundo (mínimo R$ 30.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).

 

RI: SH-contato-fundoimobiliario@btgpactual.com

Anúncios

100 comentários sobre “CNES11B – BM CENESP

  1. Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    22/05/2017
    Data do pagamento
    29/05/2017
    Valor do provento por cota (R$)
    0,364440125075952
    Período de referência
    Abril/2017

    Curtir

  2. FATO RELEVANTE
    A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DTVM, com sede na Cidade do Rio
    de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Praia de Botafogo, nº 501 – 5º andar parte, inscrita no
    CNPJ/MF sob o nº 59.281.253/0001-23, na qualidade de administradora do FUNDO DE
    INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CENESP inscrito no CNPJ/MF sob o nº
    13.551.286/0001-45, código CVM nº 186-4, informa aos seus cotistas e ao mercado que a
    Fidelity Processadora S.A. (atual denominação da Fidelity Processadora e Serviços S.A.),
    locatária de parte do 1º andar, Bloco D, e do 4º andar, Bloco D, do Centro Empresarial de São
    Paulo, imóvel localizado na Rua Maria Coelho Aguiar, nº 215, São Paulo/SP, Brasil, enviou
    notificação nesta data informando sua intenção em rescindir antecipadamente a locação
    referente a parte do 1º andar, Bloco D, que deverá ocorrer até 05 de Setembro de 2017.
    Na hipótese de ser concretizada a rescisão parcial descrita acima, a vacância do imóvel será de
    aproximadamente 42%.
    São Paulo, 08 de maio de 2017

    Curtir

  3. Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    20/04/2017
    Data do pagamento
    28/04/2017
    Valor do provento por cota (R$)
    0,36350612088234
    Período de referência
    Março/2017

    Curtir

  4. Pensando em me desfazer desse fundo já que a renda está muito baixa e aproveitar que obtive algum lucro… No entanto, olhando as avaliações, vejo muitas opiniões positivas, principalmente (e aparentemente) de trabalhadores do local. Considerando os comentários mais recentes :
    +++ grande variedade de opções como banco, lotérica, restaurante, shopping, comércio, correios, academia, escolas de idiomas
    +++ organização, limpeza, beleza, “ar puro”
    — longe do centro, transito ruim

    Alguém poderia opiniar se é realmente melhor se livrar dele agora e talvez voltar no futuro? O que me incomoda é a renda tão baixa com outras opções ainda pagando em torno de 0.7%… Porém como o valor alocado nele é baixo, essa diferença de DY por si só talvez não justifique giro de “patrimônio”.

    Curtido por 1 pessoa

      • Tetzner, qual a sua opinião sobre este fundo?
        Voce comentou sobre corrida para zera-zera renda, mas a renda deste fundo faz muito tempo que não chega nem próximo de razoável, e o papel nunca valorizou.
        Hoje não vejo nenhum ponto forte, fiquei muitos anos acreditando que ia melhorar, e nada. O rendimento sempre foi mais baixo que outros FII, e a cota que desde minha entrada não se valorizou. zerei e seguindo alguns comentários aqui do blog estou buscando FIIs que não sejam administrados pelo BTG

        Curtir

      • Paulo

        o custo alto de carregamento do ativo que vai sendo consumido pela vacância forçou o BRCR a correr atrás dos Anos perdidos, conseguiram uma redução de custos de condomínio tardia e a esta altura com efeito marginal

        no ritmo atual de evasão de inquilinos e com a concorrência de prédios mais novos e melhor localizados, com carências, etc as reformas feitas não terão tanto apelo na atração

        em resumo: fizeram as coisas certas mas num tempo muito, muito atrasado…

        Curtido por 1 pessoa

      • Foi um dos meus primeiros fundos, trouxe muitos bons resultados, talvez por isso, quando chegou na bacia das almas em 2015 e 2016, comprei bastante, mas hoje em dia praticamente zerei posição, já representou quase 20% da carteira, hoje não chega a 1%.

        Pode ser que eu retome posição, caso ocorram novas e boas locações, ou na pior das hipóteses, se zerar a renda e o preço da cota despencar uns 50% abaixo da minha última venda (R$ 98,00 mês passado).

        Curtir

    • Pra quem não tem estas informações,acho q vale a pena levar em conta, ao analisar as quedas nas distribuições recentes:
      1)A vacância ,em todo o semestre passado e ate novembro , permaneceu em 34,8%.
      2)Houve emissão de 231.857 novas cotas, em novembro/16(cerca de 8% das cotas previas) e todo o montante colocado(proximo de $20 milhoes) estao em fundos de renda fixa,com objetivo de financiar obras pra modernizar as fachadas através de recuperação estrutural, pintura e implantação da fachada unitizada e reformar os interiores dos andares, via retirada dos caixilhos/vidros
      existentes e aumento do beiral inferior.
      Objetivos:
      1)Resolver infiltrações/acúmulo de água e ar nas junções de vidros das fachadas e evitar soluções improvisadas para o
      problema;
      2)Reparar características que contribuem para deterioração da estrutura;
      3)Recuperar estruturas desgastadas;
      4)Uniformizar e melhorar fachadas.

      Curtido por 1 pessoa

  5. Cenesp termina modernização de R$ 93 mi para melhorar atratividade e inquilinos

    O Centro Empresarial de São Paulo (Cenesp), na Zona Sul da capital paulista, chegará em dezembro ao fim das suas obras de revitalização, que levaram dois anos e consumiram R$ 93 milhões, um dos investimentos mais altos já aplicados em retrofit de edifícios comerciais no País. Com a modernização, os proprietários esperam aumentar a atratividade do empreendimento e atrair novos inquilinos, mesmo diante da recessão econômica nacional e da concorrência de outros edifícios mais jovens na região. O investimento na revitalização foi encabeçado pelos sócios majoritários do Cenesp: o Grupo Panamby, dono de uma fatia de 33,6%, e o BTG Pactual, dono de 30,9%. O restante da sociedade está pulverizada entre fundos com participação inferior a 6,0%, pertencentes a Mapfre Seguros, Bunge, Fundação Petros, Fundação Cesp, entre outros. “O objetivo do aporte é manter o ambiente competitivo. Esperamos colher os frutos ao longo dos próximos anos”, afirmou o presidente do Grupo Panamby, Duilio Calciolari, em entrevista ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado). “Esse é um dos maiores investimentos em revitalização já feitos no Brasil. Ele ocorreu justamente em um momento delicado da economia. Mas conseguimos concluir, sem desacelerar as obras”, ressaltou. O Cenesp reúne um conjunto de edifícios corporativos, com lajes de 2.880 metros quadrados e pé direito de 3 metros, estruturas amplas para os padrões atuais. Ali estão instaladas empresas como Fidelity e Tivit, dois grandes call centers; e uma unidade da americana GE. Ao todo, o complexo possui área bruta locável (ABL) de 144 mil metros quadrados, o que o coloca entre os maiores complexos empresariais do País. O espaço também abriga um mini shopping center com ABL de 12 mil metros quadrados. Atualmente, o Cenesp tem 30% da área corporativa vaga, e ocupação integral da área do shopping. A vacância média da cidade de São Paulo é de 23%, segundo dados da consultoria imobiliária Engebanc. Segundo Calciolari, a vacância no Cenesp era próxima de zero há quatro anos, mas aumentou em decorrência de áreas devolvidas por empresas que demitiram funcionários, diminuíram de tamanho e/ou se mudaram para prédios menores em meio à crise. Na opinião de Calciolari, que também é ex-presidente da Gafisa, a melhora do mercado imobiliário comercial deverá ser lenta, em paralelo à recuperação da economia brasileira. Ele estima que a vacância voltará ao patamar de equilíbrio, de 10% a 12%, só por volta de 2019. Diante desse cenário, o Cenesp está praticando preços médios de locação de R$ 48,00 por metro quadrado. O valor pode ser considerado competitivo para a região. Também na Zona Sul, boa parte dos edifícios corporativos têm aluguéis acima dos R$ 70,00, ainda que ofereçam instalações mais novas e localização em região mais nobre da Marginal Pinheiros, voltada para o bairro de Santo Amaro. “Houve uma queda generalizada dos preços de locação do mercado, com a oferta de contratos bastante competitivos para ocupar áreas hoje vazias. E nós tivemos que acompanhar o preço”, comentou Calciolari.

    Curtido por 3 pessoas

  6. Vamos investir um pouco deste caixa restante,BRCR?

    BTG ,administradora do FII CENESP informa a seus cotistas e ao mercado que, a partir de 20 de outubro de 2016 será iniciado o prazo para exercício do Direito de Preferência, que se encerra em 3 de novembro de 2016 (“Período de Preferência”), para os cotistas cujas cotas estão integralizadas na data de publicação deste Fato Relevante, qual seja, 14/10/2016, no âmbito da oferta com esforços restritos de colocação da 4ª (Quarta) Emissão, Série Única, do Fundo (respectivamente, “Cotas” e “Oferta Restrita”).
    O valor total da Oferta Restrita é de R$ 19.999.984,82 (“Volume Total da Oferta”), correspondente à 231.857 (duzentas e trinta e uma mil oitocentas e cinquenta e sete) Cotas, pelo valor unitário de R$ 86,26 (oitenta e seis reais, vinte e seis centavos) (“Valor da Cota”), e se encontra no site, acessar “FII Cenesp” – “Documentos” – “Ata Geral de Assembleia Geral Extraordinária – 13/10/2016”) (“Ata de Assembleia” ou “Assembleia Geral”).

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s