CNES11 – BM CENESP

O Fundo possui um conjunto de lajes que corresponde a 25% do empreendimento denominado Centro Empresarial São Paulo (CENESP), localizado na Rua Maria Coelho de Aguiar, nº 215, São Paulo; administrado pela BTG Pactual, em regime de condomínio fechado e tem prazo de duração indeterminado.

Infraestrutura do Complexo
Shopping de Conveniência com 70 lojas, 30 restaurantes, 10 agências bancárias, Rodoviária própria (até 72 ônibus fretados), 290 vagas de estacionamento (rotativas), Docas para carga e descarga de 800 veículos/dia, Centro de Eventos com 2 auditórios, Heliporto,
185.000 m2 de área verde e 3.750 árvores

cnes11b

Taxas:
Administração: 0,30%a.a. sobre valor total dos ativos do fundo (mínimo R$ 30.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).

RI: SH-contato-fundoimobiliario@btgpactual.com

Anúncios

191 comentários sobre “CNES11 – BM CENESP

  1. Sempre pode ficar pior.
    FATO RELEVANTE

    A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DTVM, inscrita n CNPJ/MF sob o nº 59.281.253/0001-23 (“Administradora”), na qualidade de administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CENESP , inscrito no CNPJ/MF n.º 13.551.286/0001-45, código CVM nº 31102-1 (“Fundo”), proprietário de 31% do imóvel localizado à Av. Maria Coelho Aguiar, nº 215 São Paulo/SP (“Imóvel”), vem comunicar aos cotistas e ao mercado em geral que:

    O Fundo recebeu da SITEL DO BRASIL LTDA. (“Locatária”), notificação da Locatária referente à intenção de rescindir parcialmente o Contrato de Locação referente ao 1º andar do bloco C, totalizando 1.422,02 m2. A saída da Locatária está prevista para 23/01/2020. Considerando a saída parcial da locatária, a vacância do Imóvel, irá para 36,10%.

    Se concretizada a saída, a receita do Fundo será impactada negativamente em 8,73% em comparação às receitas do mês de Agosto de 2019, gerando um impacto na distribuição de rendimentos de aproximadamente -11,73%, com base na distribuição de rendimentos divulgada no dia 20/09/2019.

    A nossa equipe comercial já se encontra em contato com a Locatária e caso não seja possível a reversão, o Fundo fará jus a multa e os encargos devidos, conforme previsto no Contrato de Locação; e após o recebimento do devido valor, o mesmo será distribuído aos cotistas do Fundo, nos termos da Instrução CVM nº 472, de 31 de outubro de 2008, conforme alterada.

    Ademais, a Administradora está trabalhando ativamente em conjunto com a Gestora com o intuito de reduzir a vacância do Imóvel e, consequentemente, gerar valor para o Fundo e seus cotistas.

    Permanecemos à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos adicionais que se façam necessários.

    Atenciosamente,

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s