CPTS11B – Capitânia Securities II FII

capitania

Buscar, no longo prazo, rentabilidade proveniente de títulos e valores mobiliários geradores de renda, ligados ao setor imobiliário e indicados como ativos-alvo, observados os fatores de risco inerentes ao fundo.

Montante Distribuído na 1ª Oferta de Cotas: R$ 50 milhões
Cotas Emitidas: 500.000
Valor Inicial da Cota (R$): 100,00
Início do Fundo: 05/08/2014
Prazo de Duração do Fundo: Indeterminado
Frequência de Distribuição dos Rendimentos: Mensal
Taxa de Administração e Gestão 1.05% a.a.
Taxa de Performance: Não há
Público Alvo do Fundo Investidores qualificados

Administrador: BNY Mellon Serviços Financeiros DTVM S.A.
Gestor: Capitânia S/A

CarteiraCPTSFev15

Anúncios

121 comentários sobre “CPTS11B – Capitânia Securities II FII

      • Vitor, não consegui responder seu comentário. Acabei escrevendo aqui mesmo.

        Salvo engano os CRIs Esser Habitasec 41S 1E e PDG Sec 25S 1E estão em default – ou seja, não estão pagando.
        O CPTS11B tem particição em dois FIIs: Multi Shoppings e Multi Properties. Eles foram criados para que todos os credores dos CRIs (que tb estão em default) lá contidos atuassem de forma centralizada.

        O destaque para esses fatos não quer dizer que o fundo é ou ou ruim. É só para destacar que ele apresenta um grau de risco maior que outros.

        Curtir

      • Nada muito diferente da grande maioria dos FII de papel. E um FII que performa bem e a atual subscrição deve mitigar bastante o risco do fundo em relação a carteira atual de CRIs.

        Curtir

      • Carllos, espero que sim. Tomara que a próxima emissão vá bem. Diluir riscos seria bem interessante pro fundo. Meus ultimos aportes em fundos de recebiveis tem sido em fii de cri high grade.

        Curtir

    • Segue respostas do RI:
      — Essa nova emissão será de qual valor da cota?
      RI: R$ 98.60
      — Qual será o Custo (vi que até 3% do valor da cota)?
      RI: O Custo será de até 3% do valor da emissão.
      — Quem já é cotista vai ter valor diferenciado para subscrição?
      RI: Não, os cotistas atuais terão preferencia no direito de subscrição, mas o preço será o mesmo.
      — Vocês tem saldo líquido para manter esse DY enquanto a emissão acontece e novos cotistas entram, até os novos CRIs entrarem em vigor e a renda entrar?
      RI: O nosso cenário é alocar o fundo em até 6 meses com CRIs de mesmo risco/retorno da carteira atual. Para isso já temos um pipeline robusto de ativos a desembolsar.
      — Posso então dizer ou supor que o DY mensal irá cair dentre esses 6 meses, certo?? Pois os CRIs atuais não suportaria manter o mesmo patamar de DY com muito mais cota no mercado, certo? Ou o DY das cotas atuais não seriam afetados e só as cotas da nova emissão seriam afetadas e teriam um DY menor?
      RI: Entendemos o seu levantamento, porém não é possível saber visto que boa parte dos CRIs que compõem a carteira do fundo hoje é indexada a índice de preços. Estes índices impactam diretamente na atualização monetária dos CRIs e em suas distribuições, sendo que este impacto pode mais que compensar o “alto” nível de caixa temporário.
      — O número de cotista nos relatórios é o mesmo já tem alguns meses, mas vejo que tem compra e venda de cotas diariamente, vocês poderiam atualizar estes números ou ao menos me mandar esses número que variam todo mês desde janeiro de 2017?
      RI: Ainda estamos verificando o seu apontamento.
      Informo que o relatório de cotistas é enviado do Bradesco à Mellon, que faz o Informe mensal do Fundo na CVM. Conseguimos o último numero, referente a abril/2018 que é de 2.168 cotistas. Aparentemente a Mellon não esta atualizando corretamente esta informação no Relatório e estamos em contato com eles para verificar isso. Assim que tivermos novidades, informaremos.

      Curtido por 1 pessoa

      • hahahaah eu tb comprei um pouco, mas de defiz com 0,42 centavos de lucro HAHAHAHA pq eu fiz essa conta depois….agora vc me deixou na duvida, eu acho q tanto faz no edital não diz que é para subscrição ou preferencial para quem já é cotista.

        Curtir

      • Meu FII, Minha Vida!

        Acho que sim, para quem já é cotista, mas pelo o que eu andei estudando, tem que acrescentar um valor de custos da emissão e pelo o que eu li no edital, seria de até 3% os custos sobre o valor da cota, se não me engano, se pensar assim, seria, 98,60 + 3% = R$ 101,56 para a subscrição…..se eu estiver correto, melhor comprar agora rssss O que me preocupa é, o tempo que irá demorar para se comprar mais CRIs ou o que for, alocar e começar a receber, eu não sei se o DY será prejudicado nesse meio tempo, pois com muito mais cotistas e a renda sendo a mesma, não tem o que segura o DY no mesmo patamar….e se pegarmos alguns desavisados, querendo vender as cotas mais barato, dá até pra pensar em tentar pescar algo, o que acha? Talvez separar um capital, comprar 50% agora e 50% depois da emissão? E ficou confuso pra mim, não parece quem tem preferência pela subscrição terá preço menor, ao menos não fala….confuso… acho que vou mandar e-mail pro RI.

        Curtido por 1 pessoa

  1. Data da informação: 30/04/2018
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento): 29/03/2018
    Data do pagamento: 15/05/2018
    Valor do provento por cota (R$): 0,80
    Período de referência: Abril/2018
    Fechamento: R$ 99,49

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s