EDFO11B – Edifício Ourinvest

Seu objetivo foi a aquisição e gestão de 8 dos 14 andares e mais a sobreloja do imóvel comercial, localizado na Avenida Paulista em São Paulo; administrado pela Oliveira Trust, em regime de condomínio fechado, com prazo indeterminado de duração.

edfo11b

Trata-se portanto de um FII de Tijolo – Imóveis Comerciais – Escritórios, onde o conjunto de andares, a sobreloja e garagens totalizam uma Área Bruta Locável de 7.357 m² aproximadamente, distribuídos em 5 locatários, sendo o Banco OurInvest o principal deles.

Os contratos possuem reajuste anual pelo IGP-M em datas diversas.

Taxas:

Administração: maior entre 0,30%a.a. sobre patrimônio liquido ou 2,0% da receita bruta mensal (mínimo R$ 5.600,00 mensais corrigido pelo IGPM-FGV).

RI: ger2.fundos@oliveiratrust.com.br

Tutor do FII: TDKZÉ

Autor: Tetzner

Engenheiro, Investidor há mais de20 anos, autor de 2 livros e pioneiro em Fundos Imobiliários :)

158 comentários em “EDFO11B – Edifício Ourinvest”

  1. Acabou a carência do 3°andar

    Ato societário de aprovação (se houver)
    REGULAMENTO
    Data da informação
    28/02/2020
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    28/02/2020
    Data do pagamento
    10/03/2020
    Valor do provento por cota (R$)
    1,5227445211
    Período de referência
    FEVEREIRO
    Ano
    2020
    Rendimento isento de IR*

    Curtido por 1 pessoa

    1. Aeeee
      Só alegria agora, esperar o corona passar, torrar umas cotas extras compradas para trade, e armazenar o restante em carteira. Povo da renda quando vê esse rendimento e já tiver passando a febre do corona, vão me pagar acima de trezentinhos nessa belezura

      Curtir

  2. Putz…

    A OLIVEIRA TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., na qualidade
    de administradora e gestora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EDIFÍCIO OURINVEST
    (“Fundo”), vem, pelo presente, comunicar aos cotistas do Fundo e ao mercado, que foi firmado com o Banco
    Ourinvest S.A. um novo Contrato de Locação Para Fins Não Residenciais, tendo como objeto o 3º andar e 06
    (seis) vagas de garagem do Edifício Ourinvest, pelo prazo de 05 (cinco) anos, a contar de 01 de outubro de 2019,
    com carência inicial nos 03 (três) primeiros meses de vigência de locação, quais sejam, de outubro a dezembro
    de 2019, sem prejuízo do pagamento dos demais encargos locatícios pelo inquilino em tal período. Vale ressaltar
    que o Fundo não incorreu em qualquer despesa com corretagem do referido imóvel, já que a negociação ocorreu
    diretamente entre o Locatário e a administração do Fundo.
    Adicionalmente, informamos que os contratos dos 1º, 2º e 11º andares e da Sobreloja foram objeto de
    renegociação, por iniciativa dos respectivos inquilinos, objetivando a atualização do valor das locações com o
    atualmente praticado para as lajes corporativas na região do Edifício Ourinvest em empreendimentos similares;
    em contrapartida, os referidos contratos tiveram os prazos de locação prorrogados para um novo período de 05
    (cinco) anos contados da assinatura dos respectivos aditivos, passando o termo final para setembro/2024.
    Ressalta-se que as renegociações foram embasadas em laudo de avaliação, elaborado por empresa especializada.
    Em decorrência das negociações realizadas, conforme acima descritas, estimamos que o rendimento mensal
    distribuído por cota sofrerá um decréscimo de aproximadamente 24,95% (vinte e quatro vírgula noventa e cinco
    por cento), quando comparado ao rendimento apurado referente ao mês de setembro/2019. A partir de
    janeiro/2020, com o término da carência do 3º andar, é estimado um acréscimo na distribuição mensal por cota
    de aproximadamente 10,25% (dez vírgula vinte e cinco por cento).
    Destacamos que tais projeções consideram de maneira conjunta (i) a redução da receita imobiliária do Fundo em
    função da renegociação dos alugueis dos 1º, 2º e 11º andares e da Sobreloja do empreendimento; (ii) o aumento
    da receita imobiliária do Fundo pela celebração do contrato de locação do 3° andar, que passa a produzir efeitos
    a partir de janeiro/2020, findo o período de carência; e (iii) da redução da despesa com a área vacante, com efeito
    imediato.
    Por fim, ressaltamos que os impactos projetados ora informados poderão ser alterados por eventuais
    modificações imprevisíveis nas receitas e despesas do Fundo durante períodos futuros.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Deveriam convocar uma AGO pra debater conflito de interesse por parte da Ourinvest, igual quando locou para a Supliecard (mesmo grupo).
      Aos poucos a Ourinvest vai tomando tudo a preço de banana e o fundo se tornando mono-mono

      Curtir

    1. Por isso q sempre digo, vigilância tem q ser implacável, aquilo q parecia um dos menos intocáveis, com a BTG no comando torna se totalmente vulnerável, esse pessoal são predadores, agem com um único propósito, benefícios próprios

      Curtir

    2. Vejam pelo lado positivo: grupo poderoso e competentíssimo por trás (Better Than Goldmann). Vai usar todo o poder e competência para trazer inquilinos para o imóvel. Vacância zero em 1 mês. Já se esqueceram upgrade do BRCR11?

      Curtir

    1. Fiquei triste também!!! Sqn…

      Quem saiba não apareça uma nova janela de oportunidade, uma vez que desde meu último aporte, o valor da cota valorizou mais de 50%.

      Adoro esse fundo, já representou mais de 1/4 da minha carteira de Fii’s, hoje represente uns 4%.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Tdkze, em linha com seu pensamento, e digo mais, esse fii só com esses eventos se pode ter um leve arrefecimento na cotação, vejo como oportunidade única quando isso ocorre pois localização é ainda a mais privilegiadas do país locando fácil fácil diferente do que acontece com a maioria dos outros imóveis de fiis

        Curtido por 1 pessoa

    1. E claro, a cereja do Bolo!
      A OLIVEIRA TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., na qualidade de administradora e gestora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EDIFÍCIO OURINVEST (“Fundo”), vem pelo presente comunicar aos cotistas do Fundo e ao mercado, conforme aprovado na Assembleia Geral Extraordinária de Cotistas, realizada em 06 de setembro de 2018, que foi firmado com a SUPPLIERCARD ADMINISTRADORA DE CARTÕES DE CRÉDITO S.A. (“Locatária”), Contrato de Locação Para Fins Não Residenciais pelo período de 05 (cinco) anos contados a partir de 01/10/2018, tendo como objeto o 12o andar e 06 vagas de garagem do Edifício Ourinvest. Vale ressaltar que o Fundo não teve qualquer despesa com corretagem do referido imóvel, já que a negociação ocorreu diretamente entre a Locatária e o Fundo.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Perfeito, Tetzner!!!

        A empresa é ligada ao Grupo Ourinvest…

        Aumenta-se a concentração (Ourinvest), o aluguel vai ser menor (mas em linha com o mercado) indicando que o fundo poderá ser impactado com revisionais futuras para os outros andares.

        Teremos redução nas despesas e aumento nos rendimentos distribuídos, mas devido a carência de 12 meses (melhorias (troca do ar condicionado) por conta do novo locatário) somente no final de 2019 começarão os pagamentos do novo contrato de aluguel.

        Curtir

    1. e o velhinho não nega fogo

      … “realizará Assembleia Geral Extraordinária de Quotistas do Fundo, no dia 06 de setembro de 2018, às 10:00h na Av. Paulista, nº 1.728, sobreloja, Bela Vista, São Paulo/SP, CEP: 01310-919, e proporá a aprovação da proposta formal recebida de um dos atuais locatários do Fundo para locar o 12º andar do Edifício Ourinvest.
      Caso aprovada a proposta de locação para o 12º andar, estimamos que, a partir da entrega das chaves da referida unidades e desde que mantidos os demais contratos de locação vigentes, o Fundo deverá apresentar redução das despesas e incremento das receitas…”

      “A Assembleia Geral Extraordinária de Quotistas se instalará com a presença de qualquer número de quotistas, nos termos do Art. 19 da Instrução CVM nº 472 c/c o Art. 70 da Instrução CVM n.º 555, de 17 de dezembro de 2014 e dependerá de aprovação por maioria de votos dos quotistas presentes, nos termos do Artigo 20, caput, da Instrução CVM nº 472.”

      Curtido por 2 pessoas

      1. ADG, a oferta está bem grande na região, e se alugarem a qualquer preço, com certeza isso impactará nos demais andares do fundo, sem contar a concorrência interna, pois se não me engano tem outros 2 andares do prédio vagos também.

        Curtir

      1. Tá fraco…

        Muito provavelmente aumento dos custos operacionais e das taxas de condomínio.

        Esse é um de meus melhores Fii’s, e as vezes chego a torcer pra aumentar a vacância, só pra poder comprar mais.

        Curtir

  3. Distribuição do resultado acumulado no trimestre/semestre* Valor(R$)

    F = ∑E Resultado financeiro líquido acumulado no trimestre/semestre corrente 2.595.381,93

    G = 0,95 x F 95% do resultado financeiro líquido acumulado (art. 10, p.u., da Lei 8.668/93) 2.465.612,8335

    H Não possui informação apresentada.

    I (+) Lucro contábil passível de distribuição que excede ao total do resultado financeiroâ µ / resultado financeiro que excede o mínimo de 95%â ·. 64.884,56

    J = G – ∑H + I Rendimentos declarados 2.530.497,3935

    K (-) Rendimentos pagos antecipadamente durante o trimestre/semestre -2.132.521,7

    L = J – K Rendimento líquido a pagar remanescente no encerramento do trimestre/semestre 397.975,6935

    M = J/F % do resultado financeiro líquido declarado no trimestre/semestre 97,5000%

    Curtir

NOVOS COMENTÁRIOS AQUI: (sem links, emails ou telefones)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s