EDGA11B – BM Edifício Galeria

Seu objetivo foi a aquisição de 100% do empreendimento denominado Galeria, edifício classe A, no centro do Rio de Janeiro; administrado pela BTG Pactual, em regime de condomínio fechado, com prazo indeterminado de duração.

edga11b211

O Fundo é proprietário de 100% do Edifício Galeria, localizado na Rua da Quitanda, nº 86, Centro, Rio de Janeiro/ RJ.
O empreendimento é composto por 8 pavimentos, somando 22.026 m² e mais um Shopping localizado no térreo e subsolo de 2.808 m²; classificado como sendo um fundo do tipo Tijolo e enquadra-se na segmentação Escritórios.

O Imóvel-Alvo data de 1940 e foi recentemente reformado e modernizado.

edga11b

Taxas:
Administração: 0,20%a.a. sobre valor total dos ativos do fundo (mínimo R$ 30.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).
Consultoria imobiliária: 0,20%a.a. sobre valor total dos ativos do fundo.

Unidade Área BOMA (m²): Lojas: 101 610,83  /  102 486,25  /  103 460,94  /  104 63,47  /  105 192,82  /  106 825,16  /  107 169,10
Salas: 201 1.083,00  /   202 962,85  /  203 946,52  /  301 2.992,37  /  401 2.992,37  /  501 3.049,70  /  601 2.598,86  /  701 2.598,86  /   801 2.694,60
901 2.108,37

RI: sh-contato-fundoimobiliario@btgpactual.com

Anúncios

771 comentários sobre “EDGA11B – BM Edifício Galeria

  1. Processos Judiciais
    LOJA 103 – Ação de Procedimento Comum
    8º ANDAR – Ação de Cobrança de Aluguéis e Encargos
    SALA 301 – Ação de Execução
    SALA 401B – Ação Despejo

    Reserva de Contingência: No final de julho/2017, a reserva de contingência do fundo possuía o saldo de R$ 2.269.887,66.

    Curtir

  2. FII GALERIA (EDGA) Comunicado nao Fato Relevante

    FII EDIFÍCIO GALERIA, inscrito no
    CNPJ/MF sob o nº 15.333.306/0001-37, código CVM nº 231-3 (“Fundo”), proprietário de 100% do
    Edifício Galeria, localizado à Rua da Quitanda, nº 86, Rio de Janeiro, RJ (“Imóvel”), em complemento
    ao último Fato Relevante datado de 20/01/2017 esclarece aos cotistas e ao mercado em geral, que
    ocorreu a reversão da saída da SAPHYR ADMINISTRADORA DE CENTROS COMERCIAIS
    LTDA. – EPP (“Locatário”) locatário de parte da sala 401 correspondente à área de 820m² do Imóvel.

    Curtir

    • A administradora com o objetivo de manter o nível de ocupação do imóvel de 65,2%, adequou o valor
      de locação, concedendo carência, mas mantendo a vigência do contrato até 31/12/2020, gerando uma
      redução na receita do Fundo de 4,9% com base no mês de julho/17.

      Curtido por 1 pessoa

    • Encerrei minha participação no EDGA, vendendo todas as cotas com um bom prejuízo, mesmo considerando os dividendos durante cerca de 2 anos e meio. Chegou a ser 6% da minha carteira de FII (a qual prudentemente é apenas 20% do meu total de investimentos em renda fixa e TD), caiu para para menos de 4%, devido a desvalorização. O prejuízo de cabeça foi de -20% ao longo do período. Era um entusiasta do prédio, mas a gestão, somado ao quadro econômico do RJ, me levou a sair aliviado. O produto da venda será investido em outros FIIs. talvez na emissão do KNRI ou do MFII, ou talvez seja mais conservador e jogue tudo no KNRI, aumentando ele para 10% da minha carteira.

      Curtido por 1 pessoa

      • Metade dos funcionários do Rio não recebeu salário de maio; Estado pode ter linha de R$ 3,5 bi

        Com mais de dois meses de atraso, os servidores da Secretaria de Estado de Cultura, entre eles, os funcionários do Theatro Municipal do Rio, receberam integralmente os salários de maio.

        Os valores foram depositados na última sexta-feira (21). Os servidores ainda estão sem receber os vencimentos de junho e o 13º salário de 2016.

        Neste fim de semana, o Theatro Municipal voltou a apresentar o espetáculo Carmina Burana, com coro, orquestra e balé.

        Os ingressos para todas as sessões foram esgotados. De acordo com a Secretaria de Estado da Cultura, o valor arrecadado na bilheteria será usado para pagar os salários dos funcionários.

        Curtido por 1 pessoa

    • sabemos que o RJ ta morto. É como Detroit nos EUA, vai demorar muitos anos para se recuperar. O problema é que todos aqui compraram no topo, como eu. Mas nao me preocupo, duvido que o RJ se manterá assim por muito tempo. RJ é onde todo mundo gostaria de morar. Tem uma atratividade natural. Mas com certeza a referencia de R$/m2 já nao é mais aquela de 3 anos atrás. Mercado se ajustando. Manter a calma e comprar galinha morta aos poucos.

      Curtido por 1 pessoa

      • Tenho dúvida dessa informação “é onde todo mundo..” Ao menos não conheço ninguém que foi no Rio e quis ficar. Um local bom de visitar, nem sempre é bom de morar.

        Curtido por 1 pessoa

      • exatamente tetzner, vai demorar e vai demorar bastante tempo. Estou disposto a esperar. Mas claro, nao estou disposto a aumentar a aposta, ainda. Mas em algum momento de panico que derrubem mais ainda as cotas, pode ser que eu aumente a mao.

        Curtido por 1 pessoa

      • Todo dia repito em frente ao espelho: não tente pegar faca caindo, não tente ser o primeiro a embarcar no ônibus, por mais tentador que pareça o destino…não compre EDGA enquanto não melhorar minimamente a situação imobiliária carioca e a operacional do prédio…antes de melhorar precisa parar de piorar.

        Curtido por 1 pessoa

      • Morei 7 anos no Rio, 5 deles na Gávea, bairro que era relativamente tranquilo para os padrões da cidade. Diziam as más línguas que havia um acordo entre traficantes e Estado para manter as ruas seguras naquela parte da cidade, mas parece que o acordo acabou. Mesmo assim, nesses tempos teve gente assassinada na rua de trás da minha casa, uma mulher dona de um restaurante famoso no bairro também morta em pleno dia em frente ao meu prédio. Muita gente que conheço já presenciou assassinatos, já foi assaltada à mão armada lá. Eu não tinha mais tranquilidade para sair de casa, e não acho que essa seja uma forma aceitável de se viver. Não tenho vontade nenhuma de voltar a morar lá.

        Curtido por 1 pessoa

      • Abrahao, é possível que você seja carioca, o que leva a uma compreensão maior da frase “é onde todo mundo gostaria de morar”. Os atrativos naturais da cidade são muitos, é verdade, mas tirando isso o Rio de Janeiro é um lugar absolutamente inóspito para quem vem de fora. Sou de MG e tive o desprazer de morar no Rio durante 5 anos a trabalho. Peguei a fartura ufanista do óleo e gás, já que fui em 2011, quando o Rio era a “MELHOR CIDADE DO MUNDO”. Policiamento extensivo, euforia da Copa e depois das Olímpiadas… Enquanto isso, o que via na cidade era uma classe média absolutamente focada em se dar bem com a menor quantidade de trabalho possível, diversas pessoas vivendo de bicos e rolos, um ou outro iluminado pela natureza que teve a sorte do pai deixar um apartamento velho e ridículo na Zona Sul alugando a preço de ouro e que não precisaria (teoricamente) nunca mais trabalhar na vida, qualidade de atendimento absolutamente sofrível, absolutamente nenhum respeito pelo bem estar do próximo, e tudo isto circundado pelo “jeitinho carioca”. Vi isto se desfazer progressivamente enquanto a realidade alcançava os contornos do sonho. Consegui escapar em Setembro de 2016, vendo o Rio entregue ao caos, colhendo os frutos das sementes da violência e ineptitude que plantou durante tanto tempo. Hoje, largaria meu emprego mas não voltaria – não aceito submeter minha família à este lugar, em que o MENOR dos problemas é o financeiro.

        O rant não é direcionado necessariamente à você, mas esta noção de que o Rio tem absolutamente qualquer atrativo diferente das belezas é parte do problema, e com certeza parte da razão pela ruína sistêmica da cidade e do estado. Empresas não apreciam a vista; elas ganham dinheiro. E o Rio não é nem será nem no médio prazo um lugar que fomenta isso (de maneira lícita), a não ser que algo muito significativo aconteça (e dificilmente virá do óleo e gás).

        Curtido por 1 pessoa

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s