BBPO11 – BB Progressivo II

Objetivo: Obtenção de renda por meio de aquisição e posterior locação dos imóveis ao Banco do Brasil. Um total de 64 imóveis entre agências e prédios administrativos foram adquiridos, divididos por 14 Estados.

bbpo11

Rentabilidade esperada de 8,5% a.a. atualizados pelo IPCA
ABL total: 395.892,76 m²

BBPO11_contratos

Objetivo:

No primeiro ano os contratos firmados darão uma renda de 8,5%a.a. e serão reajustados anualmente pelo IPCA; deste modo, supondo uma inflação de 5,5%a.a., teríamos uma rentabilidade de 8,96% no segundo ano, 9,46% para o terceiro e 9,98% para o quarto.

Taxas:
Administração de 0,277%a.a sobre valor de mercado pela média diária do valor de fechamento
Custódia: 0,006%a.a. sobre patrimônio liquido na data de emissão corrigido pelo IPCA.

A vacância do fundo provavelmente será zero durante todo o período dos contratos. A taxa histórica dos últimos cinco anos foi de 0%. Além disso os imóveis já se encontram 100% ocupados pelos seus locatários. Caso o BB quebre o contrato o mesmo terá que pagar todo o valor de aluguel devido até o final do acordo.

Todos os imóveis do FII possuem seguro contra danos. Está previsto nos contratos que quaisquer pendencias judiciais existentes nos 64 imóveis serão assumidas inteiramente pelo BB.

Os contratos de locação assinados com o Banco do Brasil S.A. (Locatário) possuem as seguintes características:
(i) Prazo de duração de 120 meses (até novembro/2022).
(ii) Reajuste anual com base na variação do IPCA/IBGE (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
(iii) Para cada imóvel há um valor previsto para Investimentos a serem realizados no período de 10 anos.
(iv) Os valores de alugues são pagos no último dia útil do mês.
(v) O valor mensal de locação de todos os imóveis soma R$ 12.000.000,00.
(vi) Ao término do contrato vigente, existe a possibilidade de renovação da locação, por novo prazo de 120 meses, desde que seja recebida a notificação com 240 dias de antecedência do término da locação atual.

Data Base do Reajuste: agosto/2013
Os imóveis do FII:
 1. Ag. Manaus Rua Guilherme Moreira, 315 Manaus - AM
 2. Ag. Aldeota Av. Santos Dumont, 2889 Fortaleza - CE
 3. Ag. Asa Norte 504 Av. W-3 Qd 504 Asa Norte Brasília - DF
 4. Ag. Asa Sul 507 Av. W-3 Qd.7 Lt.7, 8 e 9 - Asa Sul 507 Brasília - DF
 5. Ag. Conjunto Nacional SDN Conj. A Lj.C-03 - 2º pavto. Brasília - DF
 6. Ed. Sede III Qd 01 Bloco G Lote 32-SBS Brasília - DF
 7. CSL Brasília Av. Goiás, 980 - QD. 14 Goiânia - GO
 8. Ag. Uberlândia Av. Afonso Pena, 745 Uberlândia - MG
 9. Ag. Tamoios Rua Tamoios, 731 Belo Horizonte - MG
 10. Ag. Carijós Rua Espírito Santo, 571 Belo Horizonte - MG
 11. CSL Belo Horizonte Rua da Bahia, 2.500 Belo Horizonte - MG
 12. Ag. Juiz de Fora Rua Halfeld, 770 Juiz Fora - MG
 13. Ag. Belo Horizonte Rua Rio de Janeiro, 750 Belo Horizonte - MG
 14. Ag. Afonso Pena Av. Afonso Pena, 2202 Campo Grande - MS
 15. Super VAR e GOV MT Rua Felinto Muller, 2104 Cuiabá - MT
 16. Ag. Belém Centro Av. Pres. Vargas, 248 Belém - PA
 17. CSL Curitiba Pça. Tiradentes, 410 Curitiba - PR
 18. Ag. Maringá Av. Duque de Caxias, 448 Maringá - PR
 19. Ag. Toledo Rua 7 de Setembro, 1209 Toledo - PR
 20. Ag. Ponta Grossa Rua Augusto Ribas, 555 Ponta Grossa - PR
 21. Ag. Campos Goytacazes Pça. das 4 Jornadas, 11 Campos Goytacazes - RJ
 22. Ag. Niterói Av. Ernani Amaral Peixoto, 347 Niterói - RJ
 23. Ag. Tijuca Rua Conde de Bonfim, 369 A Rio de Janeiro - RJ
 24. Ag. Duque de Caxias Av. Presidente Kennedy, 1461 Duque de Caxias - RJ
 25. Ag. Cinelândia Av. 13 de Maio, 13 Rio de Janeiro - RJ
 26. Ag. Jacarepaguá Av.Geremário Dantas, 78 Rio de Janeiro - RJ
 27. Ag. Leblon Av.Bartolomeu Mitre, 438 A Rio de Janeiro - RJ
 28. Ag. Zona Sul Av. N. Senhora de Copacabana, 594 Rio de Janeiro - RJ
 29. Super VAR e GOV RS Rua Honório Silveira Dias, 1830 Porto Alegre - RS
 30. Ag. Caxias do Sul Rua Marques do Herval, 1354 - Ed. Satélite Caxias do Sul - RS
 31. Ag. Passo Fundo Rua Bento Gonçalves, 516 Passo Fundo - RS
 32. Ag. Florianópolis Pça. XV de Novembro 321 Florianópolis - SC
 33. Ag. Pça. XV Novembro BESC Pça. XV de Novembro, 329 Florianópolis - SC
 34. Ag. General Valadão Pça. General Valadão, 377 Aracaju - SE
 35. CSL São Paulo Rua Líbero Badaró, 582 e Rua São Bento, 483 São Paulo - SP
 36. CSL São Paulo Rua Líbero Badaró, 568 e Av. São João, 32 São Paulo - SP
 37. Ag. Ribeirão Preto Rua Duque de Caxias, 725 Ribeirão Preto - SP
 38. Ag. Campinas Rua Dr. Costa Aguiar, 626 Campinas - SP
 39. PSO Piracicaba  Pça. José Bonifácio, 945 Piracicaba - SP
 40. Ag. São José Rio Preto  Rua Voluntários de São Paulo, 2975  São José do Rio Preto - SP
 41. Ag. São José dos Campos Av. Doutor Nelson D'Ávila, 149 São José dos Campos - SP
 42. Ag. Araçatuba Pça. Rui Barbosa, 322 Araçatuba - SP
 43. Ag. Centro Rua XV de Novembro, 191 Sorocaba - SP
 44. Ag. N. Sra. da Lapa Rua N. Sra. da Lapa, 281 São Paulo - SP
 45. Ag. Penha de Franca  Av. Penha de França, 549 São Paulo - SP
 46. Ag. Pça. da Árvore Av. Jabaquara, 424 - Pça. da Árvore São Paulo - SP
 47. Ag. Ipiranga Rua Bom Pastor, 153/169 São Paulo - SP
 48. Ag. Brás Av. Rangel Pestana, 2128 São Paulo - SP
 49. Ag. São Caetano do Sul Pça. Cardeal Arcoverde, 52 São Caetano do Sul - SP
 50. Ag. Campos Elíseos Av. Rio Branco, 1.437 São Paulo - SP
 51. Ag. Pinheiros Rua Pinheiros, 1.492 São Paulo - SP
 52. Ag. Santana Rua Voluntários da Pátria, 1.769 São Paulo - SP
 53. Ag. Santo Amaro Paulista Rua Paulo Eiró, 471  São Paulo - SP
 54. Ag. Ana Rosa Rua Domingos de Moraes, 438 São Paulo - SP
 55. Ag. Freguesia do Ó Av. Santa Marina, 2.618 São Paulo - SP
 56. Ag. Moema Al. dos Jurupis, 1.156 São Paulo - SP
 57. Ag. Brooklin Paulista Rua Joaquim Nabuco, 246 São Paulo - SP
 58. Ag. Casa Verde Rua Baroré, 284 São Paulo - SP
 59. Ag. Paraíso Rua Bernardino de Campos, 250 São Paulo - SP
 60. Ag. Vila Carrão Av. Conselheiro Carrão, 2411 São Paulo - SP
 61. Ag. Bom Retiro Rua Julio Conceição, 438 São Paulo - SP
 62. Ag. Catedral Sorocaba Rua XV de Novembro, 63/67 Sorocaba - SP
 63. Ag. Pça. Rui Barbosa Pça. Rui Barbosa, 55 Bauru - SP
 64. Ag. Bonfim Av. Gov. Pedro de Toledo, 1099 Campinas - SP
Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) 
Companhia Emissão Série Quantidade Valor (R$)
Gaia Securitizadora 4ª 35ª 34 50.897,32
Gaia Securitizadora 1ª 7ª 5 8.156.574,72
Letras de Crédito Imobiliário (LCI) 
Emissor Vencimento Quantidade Valor (R$) 
Caixa Econômica Federal 14/06/2018 2 28.405.071,76 
Caixa Econômica Federal 24/09/2019 2 22.224.381,35 
Caixa Econômica Federal 13/09/2019 5 50.175.923,69

RI: vwmprodutosestruturados@votorantimwm.com.br

Anúncios

1.230 comentários sobre “BBPO11 – BB Progressivo II

  1. Data da informação 31/01/2019
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento) 31/01/2019
    Data do pagamento 14/02/2019
    Valor do provento por cota (R$) 1,0248693
    Período de referência janeiro
    Ano 2019
    Rendimento isento de IR* Sim

    Curtido por 4 pessoas

    • A agência do Banco do Brasil da Aerolândia tem funcionamento normal, mesmo após ataques realizados na madrugada desta quinta-feira, 17. A única parte da agência que foi afetada pelo ataque foi a porta de vidro da entrada. Segundo a assessoria do banco, a área foi isolada e já foram retirados todos os estilhaços.

      Mais cedo, a Polícia Rodoviária Federal havia bloqueado o local, que passou por um ataque a tiros e um incêndio, controlado pelo Corpo de Bombeiros. Ainda não há informações sobre a identificação dos suspeitos.

      Curtir

  2. ECONOMIA
    Novaes diz que redução de número de agências do BB será avaliada
    Fátima Meira/Estadão Conteúdo – Brasília 07/01/2019

    O novo presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, disse nesta segunda-feira (7) que ainda vai analisar os estudos feitos por consultorias contratadas pela instituição para decidir onde há a necessidade de enxugar custos. Ele confirmou que o fechamento de agências deficitárias será avaliado, mas não respondeu se haverá um novo programa de demissão voluntária (PDV) no banco.

    “Vou examinar os estudos e ver o que faz sentido. O enxugamento de despesas é o objetivo de qualquer gestor, desde que não prejudique o funcionamento do banco”, afirmou.

    Para Novaes, é preciso ter muito cuidado quando se fala no fechamento de agências. Segundo ele, é preciso analisar quais são deficitárias e quais têm potencial para deixar de ser.

    “O BB sempre teve um papel importante na interiorização do desenvolvimento. Por isso é preciso ser cuidadoso ao abordar o fechamento de agências. Por outro lado, o mundo digital de hoje exige uma menor bancarização por meio de agências físicas”, avaliou.

    Curtido por 1 pessoa

    • O novo presidente também negou que o BB planeje vender os prédios próprios onde funcionam os Centros Culturais da instituição (CCBBs) ou as agências bancárias. “O que der para fazer com fundos imobiliários, vamos fazer”, limitou-se a responder.

      Novaes também não adiantou a nova estrutura do banco que, segundo ele, teve uma boa administração no “passado recente”. A princípio, o novo presidente disse que não irá alterar a quantidade de vice-presidências do BB, e optou por não anunciar nomes nessa segunda-feira.

      “Estou esperando o ok do comitê de elegibilidade, que é super-rigoroso para aceitar um vice-presidente de fora”, respondeu.

      Curtido por 2 pessoas

    • A julgar pela qualidade do portfólio, que na média é muito boa, com parte expressiva localizada no estado de SP, estou avaliando seriamente manter a posição até o término do contrato e aguardar o posicionamento da VAM.

      A valorização dos imóveis do fundo, principalmente dos CSL´s (Centros de Serviços dee Logística) será bem significativa nos próximos anos, o que impactará positivamente o valor das cotas, ainda que a renda diminua um pouco.

      Não acredito que o Banco do Brasil vá aumentar a rede de agências. Mas também não acho que a nova administração irá promover um encolhimento drástico, uma vez que a capilaridade do banco, por ora, ainda é um apelo para milhões de correntistas e para o poder público.

      Curtir

      • tomara….parece que está caminhando para isso. Tomara também que em 2020 eles façam algumas extensões de contrato antecipado, seria ainda mais fácil tomarmos decisão.

        Curtir

  3. Grande questão de reflexão para fiis de agências:
    Até que ponto a digitalização dos bancos vai afetar os bancos tradicionais?

    BBPO11 ainda tem 4 anos de vida, teoricamente. O que esperam para esse setor nos próximos anos?

    Curtir

      • No caso de BBPO, é bem provável que tenhamos duas diminuições por volta de 2022:
        1) A de agências locadas ao BB;
        2) O valor dos aluguéis dos imóveis (ajuste) que interessarem ao BB, ao final do contrato.
        Sds.

        Curtido por 1 pessoa

    • Eu acho que a motivação do questionamento veio da nova campanha do banco, a ‘fato ou fake’ onde ele mesmo o BB afirma que está ficando a cada dia mais digital

      Exalta inclusive a praticidade com que o cidadão pode abrir conta pelo telefone mesmo 🙂

      O resumo da ópera é o mesmo, sumir ou acabar não vai… mas que a tendência é a redução proporcionalmente à população isso é Fato

      Curtido por 6 pessoas

      • Coom já disse … a maioria dos imóveis desse fundo na cidade de Belo Horizonte NÃO tem nada a ver com agências bancárias, no sentido clássico. SÃO imóveis administrativos, da sede regional .. CACEX, TESOURARIA, CAMBIO, AGOR NEGOCIO, etc. no 1o. andar até que tem umas maquininhas lá …. mas isso é nada em se comparando às atividades dos outros andares.

        Curtido por 1 pessoa

      • E tem mais, 2022 encerram os contratos, mas acho que antes disso o BB comunica o fii.
        Se 50% da perspectiva economica se realizar, as locações cairão menos. As agências podem se transformar comércio e serviços.
        Sõ podemos ter certeza de uma coisa. O aluguel n”ao voltarã a ser o mesmo.

        Curtir

      • 1-Qual a projeção de inflação (IPCA) até 2022?

        2-Qual a projeção de valorização dos imóveis do fundo até 2022?

        3-Qual será a condição do mercado imobiliário em 2022, dado que estamos, atualmente, saindo de uma das maiores crises econômicas da história do Brasil?

        4-Os imóveis resilidos encontrarão boa liquidez no mercado daqui 4 anos?

        5-Em quais regiões estão concentrados as agências?

        6-Serão resilidos a maioria dos contratos ou a menor parte?

        7-O fundo poderá mudar seu objetivo de investimento de modo a trazer mais valor ao cotista?

        São perguntas que devemos responder antes de tomar uma decisão.

        Curtir

    • Agradecimentos às colocações, penso da mesma maneira “otimista”. São sempre boas agências e bem localizadas.
      Essa questão da digitalização está sempre nos comentários, inclusive de “especialistas” e passa a falsa impressão de que os bancos irão fechar as portas.
      Precisamos nos atentar que a maior parte da população ainda não está incluída digitalmente. Obviamente é uma tendência, mas não irá se realizar assim no curto prazo. Me parece uma euforia generalizada promovida pelo desempenho do Banco Inter.
      Outro fator é o tipo de serviço executado nos meios digitais, geralmente serviços simples como consultas, pagamentos e transferências. Serviços mais sofisticados como empréstimos e financiamentos ainda são preferencialmente negociados na agência, olhando na cara do gerente.
      Sobre os valores dos aluguéis, precisamos ver realmente na data da negociação como vai estar o desempenho econômico. Para o BBPO, é fundamental que a economia melhore bastante para conservar ou melhorar os aluguéis.
      Abraços!

      Curtir

    • o que espero de BBPO é uma correção negativa no valor da cota faltando alguns meses do vencimento
      Movimento parecido com o que acontece com o FIGS em RMG que a galera já antecipa a renda real, corrigindo a cotação pra um yield aceitável antes de terminar a RMG.

      Em bbpo, os imóveis são pouco mais antigos, exigem mais manutenção, ão são tão competitivos e bem localizados quanto seu irmão mais novo BBRC, além de ser voltado a um publico tbm de classe diferente.

      Outro ponto a ser observado é o fato do contrato atípico gerar uma distorção do aluguel por m2 comparando com os imóeis na região que seriam potenciais locadores. Como esses não eram contratos atípicos, não conseguiram repassar a inflação, devido ao aumento da vacancia no periodo, cederam descontos pra nao perder o inquilino. Enquanto isso, os imoveis do bbpo foram religiosamente corrigidos pela inflação. Assim que se rompe o contrato, o inquilino tem a faca e o queijo na mão, poder de barganha suficiente pra reduzir o aluguel como houve em uma renovação do edificio sede de bbpo se nao me engano há uns tempos atras, com um % bem alto de redução do aluguel, o que dá uma previa do ue pode ser nos proximos anos.

      eu sigo entro de bbpo, apesar de nao comprar mais, mas pensando em sair daqui uns tempos>
      mesmo caso de FIIP, RBRD
      abs e bons investimentos

      Curtir

  4. Vou fazer este mesmo post nos demais Fundos…

    Esta madrugada houve um assalto em Vargem Grande Paulista, em que explodiram e destruíram agências da CEF, BB e Santander. Alguma agência do Fundo foi afetada?

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s