BBPO11 – BB Progressivo II

Objetivo: Obtenção de renda por meio de aquisição e posterior locação dos imóveis ao Banco do Brasil. Um total de 64 imóveis entre agências e prédios administrativos foram adquiridos, divididos por 14 Estados.

bbpo11

Rentabilidade esperada de 8,5% a.a. atualizados pelo IPCA
ABL total: 395.892,76 m²

BBPO11_contratos

Objetivo:

No primeiro ano os contratos firmados darão uma renda de 8,5%a.a. e serão reajustados anualmente pelo IPCA; deste modo, supondo uma inflação de 5,5%a.a., teríamos uma rentabilidade de 8,96% no segundo ano, 9,46% para o terceiro e 9,98% para o quarto.

Taxas:
Administração de 0,277%a.a sobre patrimônio liquido na data de emissão corrigido pelo IPCA. Após 10 anos de existência do fundo a taxa passa a ser 0,254%a.a. sobre patrimônio liquido.
Calculo da taxa considerar “fator limitante” que faz a taxa diminuir no caso de redução das receitas dos alugueis (ver item 10.1.1 do regulamento).
Custódia: 0,006%a.a. sobre patrimônio liquido na data de emissão corrigido pelo IPCA.

A vacância do fundo provavelmente será zero durante todo o período dos contratos. A taxa histórica dos últimos cinco anos foi de 0%. Além disso os imóveis já se encontram 100% ocupados pelos seus locatários. Caso o BB quebre o contrato o mesmo terá que pagar todo o valor de aluguel devido até o final do acordo.

Todos os imóveis do FII possuem seguro contra danos. Está previsto nos contratos que quaisquer pendencias judiciais existentes nos 64 imóveis serão assumidas inteiramente pelo BB.

Os contratos de locação assinados com o Banco do Brasil S.A. (Locatário) possuem as seguintes características:
(i) Prazo de duração de 120 meses (até novembro/2022).
(ii) Reajuste anual com base na variação do IPCA/IBGE (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
(iii) Para cada imóvel há um valor previsto para Investimentos a serem realizados no período de 10 anos.
(iv) Os valores de alugues são pagos no último dia útil do mês.
(v) O valor mensal de locação de todos os imóveis soma R$ 12.000.000,00.
(vi) Ao término do contrato vigente, existe a possibilidade de renovação da locação, por novo prazo de 120 meses, desde que seja recebida a notificação com 240 dias de antecedência do término da locação atual.

Data Base do Reajuste: agosto/2013
Os imóveis do FII:
 1. Ag. Manaus Rua Guilherme Moreira, 315 Manaus - AM
 2. Ag. Aldeota Av. Santos Dumont, 2889 Fortaleza - CE
 3. Ag. Asa Norte 504 Av. W-3 Qd 504 Asa Norte Brasília - DF
 4. Ag. Asa Sul 507 Av. W-3 Qd.7 Lt.7, 8 e 9 - Asa Sul 507 Brasília - DF
 5. Ag. Conjunto Nacional SDN Conj. A Lj.C-03 - 2º pavto. Brasília - DF
 6. Ed. Sede III Qd 01 Bloco G Lote 32-SBS Brasília - DF
 7. CSL Brasília Av. Goiás, 980 - QD. 14 Goiânia - GO
 8. Ag. Uberlândia Av. Afonso Pena, 745 Uberlândia - MG
 9. Ag. Tamoios Rua Tamoios, 731 Belo Horizonte - MG
 10. Ag. Carijós Rua Espírito Santo, 571 Belo Horizonte - MG
 11. CSL Belo Horizonte Rua da Bahia, 2.500 Belo Horizonte - MG
 12. Ag. Juiz de Fora Rua Halfeld, 770 Juiz Fora - MG
 13. Ag. Belo Horizonte Rua Rio de Janeiro, 750 Belo Horizonte - MG
 14. Ag. Afonso Pena Av. Afonso Pena, 2202 Campo Grande - MS
 15. Super VAR e GOV MT Rua Felinto Muller, 2104 Cuiabá - MT
 16. Ag. Belém Centro Av. Pres. Vargas, 248 Belém - PA
 17. CSL Curitiba Pça. Tiradentes, 410 Curitiba - PR
 18. Ag. Maringá Av. Duque de Caxias, 448 Maringá - PR
 19. Ag. Toledo Rua 7 de Setembro, 1209 Toledo - PR
 20. Ag. Ponta Grossa Rua Augusto Ribas, 555 Ponta Grossa - PR
 21. Ag. Campos Goytacazes Pça. das 4 Jornadas, 11 Campos Goytacazes - RJ
 22. Ag. Niterói Av. Ernani Amaral Peixoto, 347 Niterói - RJ
 23. Ag. Tijuca Rua Conde de Bonfim, 369 A Rio de Janeiro - RJ
 24. Ag. Duque de Caxias Av. Presidente Kennedy, 1461 Duque de Caxias - RJ
 25. Ag. Cinelândia Av. 13 de Maio, 13 Rio de Janeiro - RJ
 26. Ag. Jacarepaguá Av.Geremário Dantas, 78 Rio de Janeiro - RJ
 27. Ag. Leblon Av.Bartolomeu Mitre, 438 A Rio de Janeiro - RJ
 28. Ag. Zona Sul Av. N. Senhora de Copacabana, 594 Rio de Janeiro - RJ
 29. Super VAR e GOV RS Rua Honório Silveira Dias, 1830 Porto Alegre - RS
 30. Ag. Caxias do Sul Rua Marques do Herval, 1354 - Ed. Satélite Caxias do Sul - RS
 31. Ag. Passo Fundo Rua Bento Gonçalves, 516 Passo Fundo - RS
 32. Ag. Florianópolis Pça. XV de Novembro 321 Florianópolis - SC
 33. Ag. Pça. XV Novembro BESC Pça. XV de Novembro, 329 Florianópolis - SC
 34. Ag. General Valadão Pça. General Valadão, 377 Aracaju - SE
 35. CSL São Paulo Rua Líbero Badaró, 582 e Rua São Bento, 483 São Paulo - SP
 36. CSL São Paulo Rua Líbero Badaró, 568 e Av. São João, 32 São Paulo - SP
 37. Ag. Ribeirão Preto Rua Duque de Caxias, 725 Ribeirão Preto - SP
 38. Ag. Campinas Rua Dr. Costa Aguiar, 626 Campinas - SP
 39. PSO Piracicaba  Pça. José Bonifácio, 945 Piracicaba - SP
 40. Ag. São José Rio Preto  Rua Voluntários de São Paulo, 2975  São José do Rio Preto - SP
 41. Ag. São José dos Campos Av. Doutor Nelson D'Ávila, 149 São José dos Campos - SP
 42. Ag. Araçatuba Pça. Rui Barbosa, 322 Araçatuba - SP
 43. Ag. Centro Rua XV de Novembro, 191 Sorocaba - SP
 44. Ag. N. Sra. da Lapa Rua N. Sra. da Lapa, 281 São Paulo - SP
 45. Ag. Penha de Franca  Av. Penha de França, 549 São Paulo - SP
 46. Ag. Pça. da Árvore Av. Jabaquara, 424 - Pça. da Árvore São Paulo - SP
 47. Ag. Ipiranga Rua Bom Pastor, 153/169 São Paulo - SP
 48. Ag. Brás Av. Rangel Pestana, 2128 São Paulo - SP
 49. Ag. São Caetano do Sul Pça. Cardeal Arcoverde, 52 São Caetano do Sul - SP
 50. Ag. Campos Elíseos Av. Rio Branco, 1.437 São Paulo - SP
 51. Ag. Pinheiros Rua Pinheiros, 1.492 São Paulo - SP
 52. Ag. Santana Rua Voluntários da Pátria, 1.769 São Paulo - SP
 53. Ag. Santo Amaro Paulista Rua Paulo Eiró, 471  São Paulo - SP
 54. Ag. Ana Rosa Rua Domingos de Moraes, 438 São Paulo - SP
 55. Ag. Freguesia do Ó Av. Santa Marina, 2.618 São Paulo - SP
 56. Ag. Moema Al. dos Jurupis, 1.156 São Paulo - SP
 57. Ag. Brooklin Paulista Rua Joaquim Nabuco, 246 São Paulo - SP
 58. Ag. Casa Verde Rua Baroré, 284 São Paulo - SP
 59. Ag. Paraíso Rua Bernardino de Campos, 250 São Paulo - SP
 60. Ag. Vila Carrão Av. Conselheiro Carrão, 2411 São Paulo - SP
 61. Ag. Bom Retiro Rua Julio Conceição, 438 São Paulo - SP
 62. Ag. Catedral Sorocaba Rua XV de Novembro, 63/67 Sorocaba - SP
 63. Ag. Pça. Rui Barbosa Pça. Rui Barbosa, 55 Bauru - SP
 64. Ag. Bonfim Av. Gov. Pedro de Toledo, 1099 Campinas - SP

RI: vwmprodutosestruturados@votorantimwm.com.br

Anúncios

906 comentários sobre “BBPO11 – BB Progressivo II

  1. Para Marcola,

    REGULAMENTO DO BB PROGRESSIVO II FUNDO DE INVESTIMENTO
    IMOBILIÁRIO – FII
    CNPJ/MF Nº 14.410.722/0001-29
    CAPÍTULO I – DO FUNDO
    1.1. Constituição. BB PROGRESSIVO II FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII, regido
    pelo presente Regulamento, pela Lei n.º 8.668/93 e pela Instrução CVM n.º 472/08, e demais
    disposições legais e regulamentares aplicáveis, constituído sob a forma de condomínio
    fechado, com prazo de duração indeterminado, cujo objetivo está descrito no Item 3.1,
    abaixo.

    Curtir

  2. Data da informação 31/08/2017
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento) 31/08/2017
    Data do pagamento 15/09/2017
    Valor do provento por cota (R$) 0,9809239
    Período de referência agosto/2017
    Rendimento isento de IR*

    Curtido por 2 pessoas

  3. Como o fundo reajusta em agosto (com efeito no rendimento de setembro), segue uma conta de padeiro para o próximo rendimento.

    Rendimento atual = 0,9550423
    IPCA 12 meses = 2,71%
    Próximo rendimento = 0,9809239

    Ajustem o preço de compra da cota considerando o novo rendimento.

    Curtido por 8 pessoas

    • Amigos, tenho pouco conhecimento neste mercado porém comprei algumas cotas do BBPO11 no lançamento e carrego até hoje( assim como algumas açoes há mais de 10 anos)minha pergunta é:
      – com recursos novos devo comprar mais deste FII, de outro ou ações?
      Agradeço a todos que puderem contribuir!

      Curtir

    • por conta de uma compra de grande volume no mes passado, n será necessário ajustar preço de compra Sun.

      Dará 1% de renda pelo PM. Chegou a bater 30% de toda a minha carteira de fiis. Agora por volta dos 12, após o congelamento de aportes. Isso pq preço n importa né rsrs

      Apesar da queda na inflação um ótimo reajuste, versus queda na renda de outros fiis que nao tem a segurança de um contrato atípico

      Resta ver o final dessa novela com os imoveis. Por enquanto tranquilo até 2022.
      abs

      Curtido por 1 pessoa

  4. Olho no Inquilino:

    Lucro ajustado do BB soma R$ 2,649 bilhões no segundo trimestre, alta de 47,1%

    Ainda entre abril e junho, lucro contábil da instituição avançou 6,2%, para R$ 2,619 bilhões

    Alguma menção no resultado para a movimentação das Agências?

    Curtir

  5. FII BB PRGII (BBPO) Comunicado

    “Durante os últimos meses, foram realizadas diversas reuniões entre o Fundo, a Seguradora e o Banco do Brasil acerca do imóvel localizado em Cuiabá.

    Considerando que o locatário indicou que não possui interesse na continuidade da ocupação, a decisão da VAM foi
    (i) pela requisição da indenização do sinistro junto à Tokio Marine;

    Curtido por 1 pessoa

    • (ii) pela não construção, ao menos por ora, de outro edifício no local; e

      (iii) por manter este imóvel na carteira, até que haja melhores condições mercadológicas para uma possível venda. O Banco do Brasil continua ocupando parte do imóvel em uma área não afetada pelo sinistro, o que provê um valor de locação de R$ 35.871,64. No momento, estamos em fase de formalização das decisões indicadas acima.”

      Curtido por 2 pessoas

      • Mas o ativo fica imobilizado, gerando despesa e sem gerar rendimento. Agora fica a pergunta. O BB pode simplesmente não querer mais ocupar a área e tudo bem? Não é um contrato atípico? Se não quer mais não deveria pagar o aluguel ate o final do contrato? Se incendiar todas as agências acabou inquilino, acabou contrato atípico, acabou rendimento, e o cotista fica chupando o dedo?

        Curtir

      • Marcelo E

        vamos lá, uma vez ocorrendo o sinistro não tem mais o imóvel, correto?

        por isso é obrigatório ter o seguro para esses eventos e claro, esperamos que não sejam muitos ao longo da história

        ainda assim, o inquilino continua na parte não afetada pelo sinistro, pagando aluguel conforme o informe

        Curtido por 1 pessoa

      • Sim, mas e como fica se isso acontecer com todos os imóveis?
        Justamente isso que estou questionando. Em um contrato típico, vai lá. O inquilino cai fora e tudo bem, desde que tenha contratado o seguro. Não manjo muito sobre contratos atípicos. mas o correto não seria o imóvel ser reposto e dar continuidade ao contrato?
        Outra questão. Para mim não ficou claro qual foi o motivo do incêndio. Pode ter sido defeito construtivo, mas também pode ter sido mau uso dentre outras possíveis hipóteses. Teve perícia?
        Alguma coisa aí não está se encaixando muito bem.
        Precisamos da opinião de quem conhece bem contratos atípicos.

        Curtir

      • MarceloE

        pensa em quanto tempo levaria pra reconstruir… o contrato Atípico não obriga o inquilino a ficar, ele vai garantir o uso do imóvel no tempo definido

        deixando de existir imóvel, em caso de sinistro, o seguro é que vai respaldar o cotista e proteger o patrimônio

        pelo menos essa é minha leitura, se algum especialista quiser nos ajudar 🙂

        Curtido por 1 pessoa

      • Sim Tetzner, tudo bem, aceito o seu raciocínio, mas não posso ainda concordar com ele inteiramente.
        Vamos exercitar a mente. Como ficaria uma situação muito comoda para o inquilino de um contrato atípico.
        “Bem, se eu devolver o imóvel……. Hummmm, vou ter um desembolso gigante com aluguel os quais não vou usufruir….. Ahhhhh!Toca fogo ai!” kkkkkk
        Pronto! Contrato encerrado sem ônus para o inquilino.
        Inquilino: – Ei, cotista. Você mesmo aí…. fica chupando o dedo ai até que ele acabe. Quando a seguradora indenizar, se indenizar, você implanta um dedo novo na sua mão. Bom te ver!
        Na prática é isso que estou enxergando.
        Agora… qual é a origem de um contrato atípico? Coloca o seu capital ai com a garantia de que em 10 anos (aproximadamente) receberá o seu dinheiro de volta, ou a maioria dele, e você ainda fica com o imóvel. Seja na modalidade Built to Suite ou Leaseback.
        No caso em tela , não temos o capital disponível pois está imobilizado e algum dia poderemos ser indenizados pela seguradora e também não gera rendimento. Desta forma difere um pouco da essência do negócio.
        Estou fazendo um exercício de lógica. Sei que raciocínio jurídico é diferente
        Agora, tratando da realidade. Qual o valor da indenização? Cobre o prejú? Cobre o contrato de locação atípico? Quem sabe?…….

        Curtir

      • Só para relembrar, comunicado da época
        Comunicamos que este imóvel possui apólice de seguro junto a TOKIO MARINE SEGURADORA S.A. no valor de R$ 11.140.000,00, havendo ainda cobertura para o pagamento do aluguel pelo período de 6 meses. Conforme o contrato de locação, durante o período em que a seguradora realizar o pagamento da locação, o Locatário ficará isento de pagamento, desde que não tenha qualquer responsabilidade na ocorrência do sinistro. Este imóvel está contabilizado pelo valor de R$ 13.306.851,00(terreno+imóvel) e possui um valor de locação mensal de R$ 111.858,00.
        De acordo com o contrato de locação vigente, no caso de perda total do imóvel, o que parece ser o caso, mas, ainda sem confirmação técnica, o Banco do Brasil tem o direito de considerar o contrato rescindido.
        Após decorrido os seis meses, caso o locatário não queira o imóvel, o fundo poderá devolver aos cotistas o valor da indenização assim que recebido da seguradora.

        Curtido por 3 pessoas

      • Tetzner, fui atrás do seu link da publicação do fato relevante.
        Lá diz: “De acordo com o contrato de locação vigente, no caso de perda total do imóvel, ……. o Banco do Brasil tem o direito de considerar o contrato rescindido.
        Ok, Ainda ocupam parcialmente o imóvel, então não foi perda total, portanto não tem o direito de rescindir o contrato.
        O X da questão: Após decorrido os seis meses, caso o locatário não queira o imóvel, o fundo poderá devolver aos cotistas o valor da indenização assim que recebido da seguradora.
        Está na mão do inquilino decidir se rescinde ou não o contrato, independentemente da perda total ou parcial.
        É isso que está pegando.

        Curtir

    • Eu vi este fato relevante publicado hoje, mas não lembro de fato relevante anterior citando o tal sinistro. (Talvez tenha sido citado em relatório, mas estes nem sempre leio).
      Teria sido um incêndio ou explosão da agência por criminosos?

      Aliás, boa pergunta, os imóveis possuem seguro contra explosões?

      Curtir

  6. FII BB PRGII (BBPO) Relatorio Anual

    Durante os últimos meses, foram realizadas diversas reuniões entre o Fundo, a Seguradora e o Banco do Brasil acerca do imóvel localizado em Cuiabá.

    Considerando que o locatário indicou que não possui interesse na continuidade da ocupação, a decisão da VAM foi

    (i) pela requisição da indenização do sinistro junto à Tokio Marine;

    Curtido por 2 pessoas

    • (ii) pela não construção, ao menos por ora, de outro edifício no local; e

      (iii) por manter este imóvel na carteira, até que haja melhores condições mercadológicas para uma possível venda.

      O Banco do Brasil continua ocupando parte do imóvel em uma área não afetada pelo sinistro, o que provê um valor de locação de R$ 35.871,64.

      No momento, estamos em fase de formalização das decisões indicadas acima.

      Curtido por 4 pessoas

    • Muito bom destacarem isso no relatório!
      Destaco também o trecho abaixo:

      “Durante primeiro semestre de 2017, foram realizados investimentos em benfeitorias em 26 dos 64 imóveis que
      o Fundo possui em sua carteira.”

      “Dentro do primeiro semestre de 2017, conforme definido de forma conjunta com o BB, foram contratados
      investimentos em torno de R$ 10,4 Milhões nos imóveis, visando a sua manutenção e/ou adequação.
      Na tabela abaixo, há o detalhamento de algumas melhorias e manutenções realizadas nos imóveis:”

      “O programa de investimento para o 2º semestre de 2017 é da ordem de R$ 10.200.000,00, preponderantemente no
      que tange à adequação de itens de:
      a) Retrofit de instalações elétricas e de subestação elétrica;
      b) Retrofit do sistema de ar condicionado;
      c) Impermeabilização;
      d) Reforma de telhado e calhas;
      e) Consultoria para elaboração de laudo dos elevadores;
      f) Revisão de caixilhos;
      g) Reforma das instalações hidráulicas de esgoto e águas pluviais.”

      Mantendo os imóveis em boa integridade. Pra mim é o melhor fundo de agências.

      Curtido por 4 pessoas

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s