BBPO11 – BB Progressivo II

Objetivo: Obtenção de renda por meio de aquisição e posterior locação dos imóveis ao Banco do Brasil. Um total de 64 imóveis entre agências e prédios administrativos foram adquiridos, divididos por 14 Estados.

bbpo11

Rentabilidade esperada de 8,5% a.a. atualizados pelo IPCA
ABL total: 395.892,76 m²

BBPO11_contratos

Objetivo:

No primeiro ano os contratos firmados darão uma renda de 8,5%a.a. e serão reajustados anualmente pelo IPCA; deste modo, supondo uma inflação de 5,5%a.a., teríamos uma rentabilidade de 8,96% no segundo ano, 9,46% para o terceiro e 9,98% para o quarto.

Taxas:
Administração de 0,277%a.a sobre valor de mercado pela média diária do valor de fechamento
Custódia: 0,006%a.a. sobre patrimônio liquido na data de emissão corrigido pelo IPCA.

A vacância do fundo provavelmente será zero durante todo o período dos contratos. A taxa histórica dos últimos cinco anos foi de 0%. Além disso os imóveis já se encontram 100% ocupados pelos seus locatários. Caso o BB quebre o contrato o mesmo terá que pagar todo o valor de aluguel devido até o final do acordo.

Todos os imóveis do FII possuem seguro contra danos. Está previsto nos contratos que quaisquer pendencias judiciais existentes nos 64 imóveis serão assumidas inteiramente pelo BB.

Os contratos de locação assinados com o Banco do Brasil S.A. (Locatário) possuem as seguintes características:
(i) Prazo de duração de 120 meses (até novembro/2022).
(ii) Reajuste anual com base na variação do IPCA/IBGE (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
(iii) Para cada imóvel há um valor previsto para Investimentos a serem realizados no período de 10 anos.
(iv) Os valores de alugues são pagos no último dia útil do mês.
(v) O valor mensal de locação de todos os imóveis soma R$ 12.000.000,00.
(vi) Ao término do contrato vigente, existe a possibilidade de renovação da locação, por novo prazo de 120 meses, desde que seja recebida a notificação com 240 dias de antecedência do término da locação atual.

Data Base do Reajuste: agosto/2013
Os imóveis do FII:
 1. Ag. Manaus Rua Guilherme Moreira, 315 Manaus - AM
 2. Ag. Aldeota Av. Santos Dumont, 2889 Fortaleza - CE
 3. Ag. Asa Norte 504 Av. W-3 Qd 504 Asa Norte Brasília - DF
 4. Ag. Asa Sul 507 Av. W-3 Qd.7 Lt.7, 8 e 9 - Asa Sul 507 Brasília - DF
 5. Ag. Conjunto Nacional SDN Conj. A Lj.C-03 - 2º pavto. Brasília - DF
 6. Ed. Sede III Qd 01 Bloco G Lote 32-SBS Brasília - DF
 7. CSL Brasília Av. Goiás, 980 - QD. 14 Goiânia - GO
 8. Ag. Uberlândia Av. Afonso Pena, 745 Uberlândia - MG
 9. Ag. Tamoios Rua Tamoios, 731 Belo Horizonte - MG
 10. Ag. Carijós Rua Espírito Santo, 571 Belo Horizonte - MG
 11. CSL Belo Horizonte Rua da Bahia, 2.500 Belo Horizonte - MG
 12. Ag. Juiz de Fora Rua Halfeld, 770 Juiz Fora - MG
 13. Ag. Belo Horizonte Rua Rio de Janeiro, 750 Belo Horizonte - MG
 14. Ag. Afonso Pena Av. Afonso Pena, 2202 Campo Grande - MS
 15. Super VAR e GOV MT Rua Felinto Muller, 2104 Cuiabá - MT
 16. Ag. Belém Centro Av. Pres. Vargas, 248 Belém - PA
 17. CSL Curitiba Pça. Tiradentes, 410 Curitiba - PR
 18. Ag. Maringá Av. Duque de Caxias, 448 Maringá - PR
 19. Ag. Toledo Rua 7 de Setembro, 1209 Toledo - PR
 20. Ag. Ponta Grossa Rua Augusto Ribas, 555 Ponta Grossa - PR
 21. Ag. Campos Goytacazes Pça. das 4 Jornadas, 11 Campos Goytacazes - RJ
 22. Ag. Niterói Av. Ernani Amaral Peixoto, 347 Niterói - RJ
 23. Ag. Tijuca Rua Conde de Bonfim, 369 A Rio de Janeiro - RJ
 24. Ag. Duque de Caxias Av. Presidente Kennedy, 1461 Duque de Caxias - RJ
 25. Ag. Cinelândia Av. 13 de Maio, 13 Rio de Janeiro - RJ
 26. Ag. Jacarepaguá Av.Geremário Dantas, 78 Rio de Janeiro - RJ
 27. Ag. Leblon Av.Bartolomeu Mitre, 438 A Rio de Janeiro - RJ
 28. Ag. Zona Sul Av. N. Senhora de Copacabana, 594 Rio de Janeiro - RJ
 29. Super VAR e GOV RS Rua Honório Silveira Dias, 1830 Porto Alegre - RS
 30. Ag. Caxias do Sul Rua Marques do Herval, 1354 - Ed. Satélite Caxias do Sul - RS
 31. Ag. Passo Fundo Rua Bento Gonçalves, 516 Passo Fundo - RS
 32. Ag. Florianópolis Pça. XV de Novembro 321 Florianópolis - SC
 33. Ag. Pça. XV Novembro BESC Pça. XV de Novembro, 329 Florianópolis - SC
 34. Ag. General Valadão Pça. General Valadão, 377 Aracaju - SE
 35. CSL São Paulo Rua Líbero Badaró, 582 e Rua São Bento, 483 São Paulo - SP
 36. CSL São Paulo Rua Líbero Badaró, 568 e Av. São João, 32 São Paulo - SP
 37. Ag. Ribeirão Preto Rua Duque de Caxias, 725 Ribeirão Preto - SP
 38. Ag. Campinas Rua Dr. Costa Aguiar, 626 Campinas - SP
 39. PSO Piracicaba  Pça. José Bonifácio, 945 Piracicaba - SP
 40. Ag. São José Rio Preto  Rua Voluntários de São Paulo, 2975  São José do Rio Preto - SP
 41. Ag. São José dos Campos Av. Doutor Nelson D'Ávila, 149 São José dos Campos - SP
 42. Ag. Araçatuba Pça. Rui Barbosa, 322 Araçatuba - SP
 43. Ag. Centro Rua XV de Novembro, 191 Sorocaba - SP
 44. Ag. N. Sra. da Lapa Rua N. Sra. da Lapa, 281 São Paulo - SP
 45. Ag. Penha de Franca  Av. Penha de França, 549 São Paulo - SP
 46. Ag. Pça. da Árvore Av. Jabaquara, 424 - Pça. da Árvore São Paulo - SP
 47. Ag. Ipiranga Rua Bom Pastor, 153/169 São Paulo - SP
 48. Ag. Brás Av. Rangel Pestana, 2128 São Paulo - SP
 49. Ag. São Caetano do Sul Pça. Cardeal Arcoverde, 52 São Caetano do Sul - SP
 50. Ag. Campos Elíseos Av. Rio Branco, 1.437 São Paulo - SP
 51. Ag. Pinheiros Rua Pinheiros, 1.492 São Paulo - SP
 52. Ag. Santana Rua Voluntários da Pátria, 1.769 São Paulo - SP
 53. Ag. Santo Amaro Paulista Rua Paulo Eiró, 471  São Paulo - SP
 54. Ag. Ana Rosa Rua Domingos de Moraes, 438 São Paulo - SP
 55. Ag. Freguesia do Ó Av. Santa Marina, 2.618 São Paulo - SP
 56. Ag. Moema Al. dos Jurupis, 1.156 São Paulo - SP
 57. Ag. Brooklin Paulista Rua Joaquim Nabuco, 246 São Paulo - SP
 58. Ag. Casa Verde Rua Baroré, 284 São Paulo - SP
 59. Ag. Paraíso Rua Bernardino de Campos, 250 São Paulo - SP
 60. Ag. Vila Carrão Av. Conselheiro Carrão, 2411 São Paulo - SP
 61. Ag. Bom Retiro Rua Julio Conceição, 438 São Paulo - SP
 62. Ag. Catedral Sorocaba Rua XV de Novembro, 63/67 Sorocaba - SP
 63. Ag. Pça. Rui Barbosa Pça. Rui Barbosa, 55 Bauru - SP
 64. Ag. Bonfim Av. Gov. Pedro de Toledo, 1099 Campinas - SP
Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) 
Companhia Emissão Série Quantidade Valor (R$)
Gaia Securitizadora 4ª 35ª 34 50.897,32
Gaia Securitizadora 1ª 7ª 5 8.156.574,72
Letras de Crédito Imobiliário (LCI) 
Emissor Vencimento Quantidade Valor (R$) 
Caixa Econômica Federal 14/06/2018 2 28.405.071,76 
Caixa Econômica Federal 24/09/2019 2 22.224.381,35 
Caixa Econômica Federal 13/09/2019 5 50.175.923,69

RI: vwmprodutosestruturados@votorantimwm.com.br

Anúncios

1.295 comentários sobre “BBPO11 – BB Progressivo II

  1. BBPO chegou finalmente nos 150 e o movimento se deu de forma bem exaustiva ontem. Provavelmente marcou topo por algumas semanas. Para quem nao pretende carregar ate 2022, começou a janela de saída.

    Curtir

  2. Contraf quer que BB aponte onde e como será a redução de agências e de pessoal

    Publicado em 02/08/2019 – 12:24 Vera BatistaServidor

    Para a Confederação dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a reestruturação proposta pelo Banco do Brasil “é ruim para todos: reduz agências e corta funcionários”. Centenas perderão os cargos e terão salários reduzidos. O BB informou que os que não forem realocados em cargos equivalentes receberão, durante quatro meses, uma Verba de Caráter Pessoal (VCP), que completa o rendimento. Os caixas não serão contemplados. Contraf defende que os caixas também tenham direito ao complemento salarial

    O Banco do Brasil anunciou no dia 29 de julho.´por meio de comunicado oficial aos funcionários, nos canais internos de comunicação um pacote de medidas de reestruturação, com corte de 2.300 dotações em agências e setores administrativos. Também foi lançado um Plano de Ajuste de Quadros (PAQ), de desligamento incentivado. E ainda está previsto o fechamento de mais de 300 agências, que serão transformadas em postos de atendimento, sem autonomia e sem gerente administrador.

    “Essas medidas geram apreensão nos colegas, uma vez que, via de regra, impactam o planejamento financeiro e profissional enormemente. As ameaças de descomissionamentos, bem como a antecipação no pedido de aposentadoria, geram efeitos de difícil reparação e que afetam a estrutura familiar e emocional dos funcionários. Ademais, fazem parte da estratégia de buscar precarizar as condições de trabalho e preparar o banco público a processos de privatização”, observa o presidente do Sindicato dos Bancários, Kleytton Morais, também funcionário do BB.

    Kleytton alerta os bancários que a adesão ao plano de desligamento é voluntária e que o Sindicato acompanhará e atuará na defesa dos trabalhadores. “Portanto, caso se sintam pressionados ou sejam impactados pela reestruturação, comuniquem imediatamente ao Sindicato, que estará à disposição para dar orientações e tomar as providências cabíveis.”

    Desligamentos

    A Comissão de Empresa dos Funcionários do BB (CEBB) pediu à instituição financeira uma reunião para mais esclarecimentos, com os membros da CEBB e sindicatos que integram o Comando Nacional dos Bancários.

    A reunião, por videoconferência, aconteceu das 15h às 19h, do dia 31 de julho. Os representantes dos sindicatos fizeram vários questionamentos sobre o pacote de reestruturação e como será a realocação dos funcionários, já que centenas perderão os cargos e terão salários reduzidos.

    O BB informou que os funcionários que não forem realocados em cargos equivalentes receberão, durante os quatro meses, uma Verba de Caráter Pessoal (VCP), que completa o rendimento. Os caixas não serão contemplados.

    A Contraf-CUT prontamente cobrou do banco, assim como negociado com os sindicatos em reestruturação anterior, que os caixas também tenham direito ao complemento salarial.

    As entidades de representação também questionaram o processo de remoção compulsória para os funcionários que continuarem em excesso nas unidades. O banco afirmou que não haverá remoção compulsória para outro município.

    Lista de agências

    A Contraf-CUT solicitou ao banco a lista das agências que serão transformadas em postos de atendimento, assim como todos os setores que serão reduzidos, e a respectiva quantidade de funcionários que serão em cada uma das unidades.

    “A ausência de informações consolidadas prejudica a atuação em defesa dos funcionários. O Sindicato vem recebendo denúncias de cortes abusivos de funções e prejuízos aos trabalhadores. Já foram realizadas reuniões nos locais de trabalho onde os bancários foram mais afetados pela reestruturação. Nessas ocasiões, o Sindicato orienta os trabalhadores e divulga as ações que serão tomadas pela entidade na defesa dos direitos”, informa Rafael Zanon, diretor do Sindicato e integrante da CEBB.

    “Os bancários podem tirar dúvidas sobre o processo em curso ou denunciar qualquer tipo de arbitrariedade por parte banco pelobancariosdf”, destaca o dirigente.

    Ele informou, ainda, que o Banco do Brasil disse que vai analisar o envio das informações detalhadas. “Os representantes dos funcionários ficaram indignados com a possibilidade de não serem passadas as informações, uma vez que, quanto mais informação, melhor serão o atendimento e a agilidade na realocação dessas centenas de pessoas que terão salários reduzidos”, revela.

    O Sindicato avisa que os bancários podem entrar em contato com a entidade também pelo 3262-9090 (Central de Atendimento).

    Curtido por 1 pessoa

  3. Data da informação
    31/07/2019
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    31/07/2019
    Data do pagamento
    14/08/2019
    Valor do provento por cota (R$)
    1,0248693
    Período de referência
    julho
    Ano
    2019
    Rendimento isento de IR*
    Sim

    Curtido por 3 pessoas

  4. BB aprova plano de reorganização
    Confira os destaques corporativos desta segunda-feira

    O Banco do Brasil tomou medidas para reorganização institucional.

    Confira os destaques do mercado nesta segunda-feira (29):
    Banco do Brasil (BBAS3)

    O Conselho do BB aprovou um conjunto de ações para reorganização institucional, que inclui transformar 333 agências em postos de atendimento, além de programa Adequação de Quadros, diz o Banco do Brasil em comunicado.

    A reorganização institucional terá ações de revisão e redimensionamento da estrutura organizacional do banco nos níveis estratégico (direção geral), tático (superintendências), de apoio (órgãos regionais) e de negócios (agências). Será criada Unidade Inteligência Analítica, que acompanhará o desenvolvimento de técnicas, ferramentas e inovações que utilizam soluções com Inteligência Analítica e Inteligência Artificial.

    Serão serão criadas 42 novas Agências Empresas até outubro, transformadas 333 agências em Postos de Atendimento Avançado (PAA) e outros 49 PAAs em agências. A implementação das ações ocorrerá no segundo semestre de 2019. O programa Adequação de Quadros visa otimizar a distribuição da
    força de trabalho, equacionando as situações de vagas e de excessos nas unidades do banco, diz o BB.

    Os funcionários que reúnam as condições estabelecidas no regulamento poderão aderir a plano de desligamento incentivado. O impacto financeiro do programa será divulgado até o final de agosto “e não altera as projeções divulgadas para 2019”, informou a instituição financeira.

    postando algo negativo para ver se a cota abaixa um pouco ….hehehe

    Curtido por 3 pessoas

    • Apenas uma reflexão. Com o aumento da renda prevista (data base agosto), e pelos preços atuais, o fundo paga um yeld de aproximadamente 0,71% ao mês, ou cerca de 8,60% ao ano. Tá, mas é um fundo de agências e pode haver devolução dos imóveis, devolução parcial, renegociação dos aluguéis para baixo, etc. Mas é um risco calculado. Considerando, só pra argumentar, que tenhamos uma diminuição da renda em cerca de 30%, ainda assim teríamos uma renda de aluguéis de cerca de 6% ao ano, nada catastrófico. Acrescente-se que o inquilino é o Banco do Brasil, portanto, risco de inadimplência zero. O pequeno investidor não consegue este retorno com aluguéis de imóveis, sejam eles comerciais ou residenciais, ainda mais líquido. Enfim, apenas uma reflexão aos amigos do blog.

      Curtido por 5 pessoas

      • Fiz por alto uma conta de padeiro.

        Sair de BBPO agora, pagar IR sobre o lucro, entrar em outro FII que paga 2, 3, 4 % a menos ao ano não faz absolutamente nenhum sentido HOJE.

        SE a cota cair 20, 25 % lá na frente ( o que talvez nem aconteça ) ainda assim daria um empate técnico com a saída precipitada hoje. Acho realmente prematuro sofrer neste fundo com tamanha antecedência.

        Mas é apenas minha opinião, cabe a cada investidor pesar os riscos e tomar sua própria decisão.

        Boa semana a todos !

        Ike1968

        Curtido por 2 pessoas

      • João Terra e Ike,

        É a historia do meio Copo CHEIO ou VAZIO, mas que BOM !

        Muito Bom ter este fundo com um Custo Baixo e ficar nesta dúvida de exercer o Lucro e pagar IR ou “esperar” mais um tempo, embolsando esta renda tão boa !
        Também é o meu “Issue”

        Não existe resposta totalmente Certa, mas qualquer que seja o caminho escolhido, faça em etapas, conforme vai aparecendo alternativas para aplicar em outro FII que atenda aos seus objetivos…

        Parabéns pois voces fizeram a “coisa” certa lá atrás quando compraram o BBPO a preços atrativos.
        Boa Sorte

        Curtido por 4 pessoas

      • O que me preocupa aqui não é nem a saída do BB (é inevitável que não renovem todos os contratos), mas sim o descaso da VAM com o fundo.
        O último relatório é do primeiro semestre de 2018. Não temos informações sobre o estado dos imóveis, o que tem sido feito de reforma, se as reformas planejadas foram executadas a contento, nem se essa gestora tem capacidade de adequar o fundo a um provável cenário de saída do BB (nos moldes do que a Rio Bravo fez com o AGCX).
        Alguém aí anima juntar 5% e chamar uma assembleia? (uns R$ 117 milhões em cotas resolve kkkk)
        Cadê a Ana?

        Curtido por 4 pessoas

    • Nessa reportagem não enxergamos um fechamento de nada. Serão criadas 42 novas agencias, transformadas 333 e outras 49. Tudo isso (424) precisaram de espaços físicos. Nada ainda foi “cortado”.

      Os PAA funcionam em micro escritórios? Apenas virtualmente? Atuais agências transformadas em PAA tendem a serem fechadas neste processo? E o inverso? PAA que vira agência, vai precisar de maior espaço físico?

      A princípio a nota mostra uma transformação na estrutura do Banco para se modernizar. Aqui o foco é não ficar nos tempos das cavernas e deixar as fintechs dominarem. Na verdade um bom caminho pra sustentar o Fundo e as próprias ações do BB (minha opinião).

      Sei que o futuro deste FII se altera em 2021. Isso é fato. Só acho que ninguém pode ainda mostrar pra que direção ele vai caminhar. Existe risco aqui? Sim. Esta elevado? Ainda não. A relação risco/retorno segue atrativa ao meu ver. Seria um fundo pra apostar tudo ou ter como maior posição? No meu caso, eu diria que não. Mas isso varia pra cada investidor. Deixa-lo na carteira vale? Sim. Novamente na minha opinião, pois me atende em todos os quesitos que desejo.

      Entrar nele agora? Apenas o proprio investidor pode responder isso. A cada momento mais perto do limite para a comunicação de renovação dos alugueis o riso se eleva e isso precisa ser ponderado na hora da decisão.

      Não é recomendação de nada!!!

      Valeu!!!

      Curtido por 4 pessoas

      • Gama

        supondo um crescimento vegetativo de 6%… não abrir nada significa automaticamente corte em termos relativos

        mas a conversão de agências em PPA oculta uma nuance: o PAA não precisa de tanto espaço rs

        fora a redução dos 2 a 3.000 funcionários esperada

        A rede de distribuição do Banco está dividida em 5 tipos de pontos de atendimento, além das agências:
        PAA – Posto Avançado de Atendimento: é um ponto destinado a municípios desassistidos de serviços bancários. Possui estrutura reduzida de funcionários e atendimento eletrônico;
        PAB – Posto de Atendimento Bancário: localizado nas dependências internas das empresas ou órgãos públicos. Conta com a presença de um funcionário e de atendimento eletrônico;
        PAE – Posto de Atendimento Eletrônico: a estrutura de atendimento é exclusivamente eletrônica;
        SAA – Sala de Auto-Atendimento: estrutura de atendimento exclusivamente eletrônica instalada na área principal das agências; e
        PAP – Posto de Arrecadação e Pagamentos: pontos compostos por funcionários e terminais de auto-atendimento, localizados, principalmente, em órgãos públicos (prefeituras);

        Curtido por 4 pessoas

      • BBPO na minha opinião NÃO é igual ao XPCM…

        É mono inquilino como o XPCM, mas é multi imóveis !

        Tem uma grande quantidade de agências ( acho que 64), em uma grande variedade de cidades, a maioria grandes centros com boa localização …
        Até concordo que o Banco do Brasil, pode não renovar o contrato com todas elas, mas certamente vai precisar renovar os contratos com uma boa parcela…

        Não é como o XPCM que tinha um único imóvel localizado em uma cidade que foi transformada em um polo do Petróleo da Bacia de Campos, que infelizmente está chegando ao fim…
        Em MACAÉ, não existe inquilino para este edifício… Agora é a vez do pré-sal, ou seja Santos e São Sebastião.

        As agencias do Banco do Brasil geralmente estão localizadas em pontos atrativos para outros inquilinos, podem diminuir os aluguéis, porém sempre tem alternativas…

        O fato do BBPO ser MULTI IMÓVEIS faz uma grande diferença.

        Não é recomendação de nada, pois como diz o Conejo, não somos analistas de mercado, apenas minha opinião.

        Abs

        Curtido por 4 pessoas

      • Carregava uma posição desde 2.015 a R$ 100,xx/cota… minha hora de sair já chegou semana passada a R$ 147,xx
        Aproveitando a alta deste ano para desfazer de algumas posições antigas com baixa perspectiva futura…

        Curtir

      • O bbpo ainda bate 150, saio acima disso.
        Ele é igual devido aos alugueis estarem inchados. Nao vai alugar tao facil as agencias. Obviamente ele nao terá um gap de 50% de um dia para outro, mas nao possui mais perspectivas boas. A cota tende a despencar, mas numa tendencia e nao num gap como foi o xpcm.
        Sim, possui algumas boas caracteristicas como ser multi imoveis, mas isso nao resolverá o problema da dificuldade de alugar e ainda por preços bem inferiores.

        Curtir

  5. Data da informação
    28/06/2019
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    28/06/2019
    Data do pagamento
    15/07/2019
    Valor do provento por cota (R$)
    1,0248693
    Período de referência
    junho
    Ano
    2019
    Rendimento isento de IR*
    Sim

    Curtir

  6. Data da informação
    30/04/2019
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    30/04/2019
    Data do pagamento
    15/05/2019
    Valor do provento por cota (R$)
    1,0248693
    Período de referência
    abril
    Ano
    2019
    Rendimento isento de IR*
    Sim

    Curtido por 1 pessoa

    • A resposta certa está na sua própria pergunta, tendência aí é montanha russa, contratos novos refeitos, teremos um período menos trêmulo, próximo aos vencimentos volta volatilidade, e assim vai ser até q se reduza bem esse número de agências q realmente não são necessárias mais aos bancos nos dias de hoje

      Curtido por 1 pessoa

    • O pessoal aqui ja debateu bastante esse tema. As respostas abaixo mostram bem essa tendência.

      Tenho tido contatos com pessoas que trabalham no BB e as notícias correndo internamente no banco são que de fato algumas agencias serão desativadas. Isso ao meu ver significa que não terão seus contratos renovados.

      Tenho buscado ouvir bem essa turma que conheço que esta la dentro do BB pra ir preparando minha estrategia para o BBPO. E em paralelo sondar o gestor do fundo pra saber o que eles tem preparado na manga para quando isso ocorrer em 2022.

      O basico é o que todos já sabem. As agencias sobrepostas ou próximas uma das outras serão avaliadas e ficará as mais estratégicas ao banco (lucrativas em quantidade de clientes, volume, custo de aluguel). Um bom exercicio de futurologia é pegar a carteira de imovies do banco, bater no maps e ir cortando aqueles quaerteirões que tem mais de 1. Depois ver o tamanho de redução que isso vai gerar ao fundo. Depois ir avaliando a redução no valor total recebido e as possibilidades de venda dos imóveis.

      Ainda não vejo o fundo se encerrando. Vejo ele ficando mais enxuto. Alguns vão dizer que o risco foi elevado. Outros irão ver como oportunidade de aproveitar a oscilação que esse momento vai causar para poder entrar num fundo que será tido a partir de 2022 como bem conservador e pouco arriscado. Cada cabeça pensa e age de forma diferente. Eu vejo ate a transformação do fundo em algo Híbrido, de gestão ativa com foco nas agencias mas permitindo a gestão um trabalho nos demais imóveis.

      Onde o BBPO vai parar? Não sei. Vou liquidar ele agora? NÂO!!! Segue sendo um bom fundo. 2022 é uma data importante? SIM!!!

      Não é indicação de nada!!!

      Valeu!!!

      Curtido por 6 pessoas

  7. Data da informação
    29/03/2019
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    29/03/2019
    Data do pagamento
    12/04/2019
    Valor do provento por cota (R$)
    1,0248693
    Período de referência
    março
    Ano
    2019
    Rendimento isento de IR*
    Sim

    Curtido por 3 pessoas

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s