PRSV11 – Presidente Vargas

O objetivo do fundo foi a aquisição dos imóveis Torre Boa Vista com 11.359 m2 de ABL  e Torre Vargas 914 com 6.784 m2 de ABL, localizados em região central no Rio de Janeiro; administrado pela BEM DTVM, em regime de condomínio fechado e tem prazo de duração indeterminado.

prsv11

Trata-se portanto de um FII de Tijolo – Imóveis Comerciais – Escritórios.

CARACTERÍSTICAS DOS IMÓVEIS

I ‐ EDIFÍCIO TORRE BOA VISTA
Descrição
Edifício comercial localizado na Avenida Presidente Vargas, nº 850, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar
térreo, mezanino, 21 pavimentos tipo, cobertura com terraço e mais 50 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara, situado na
Avenida Passos, nº 101.
Área Bruta Locável 10.922 m²
Locatário Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC
Área Locada 2º ao 16º e 22º pavimentos, cobertura e 39 vagas de garagem demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.
Valor do Aluguel R$ 891.102,80
Data de Pagamento Até o 5º Dia Útil do mês subsequente ao da apresentação do documento de cobrança.
Data de Vigência Contrato renovado até 30 de setembro de 2019.
Reajuste Anual pelo IGP‐M
Locatário Disponível para locação
Área Locável 17º ao 21º pavimentos e 11 vagas de garagem demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara, situado na Avenida Passos, nº 101.

II ‐ EDIFÍCIO TORRE VARGAS 914
Descrição
Edifício comercial situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar térreo,
mezanino, 15 pavimentos tipo, cobertura com terraço, 14 vagas próprias de garagem e mais 5 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.
Área Bruta Locável 6.435 m²
Locatário Disponível para locação
Área Locável 6.435 m²
Observação
Com relação as tratativas divulgadas no fato relevante de 22 de Maio de 2015, foram recebidos os valores relativos à primeira e segunda parcela da multa pela rescisão
contratual e a indenização no valor de R$ 190.000,00 (Cento e noventa mil reais), a qual foi recebida para o fim específico da realização das adequações necessárias ao
restabelecimento do imóvel ao estado original. Além disso, por ocasião da desocupação, foram colocados “tapumes” para proteção da entrada do edifício, sendo que 22/07/2015 é o prazo previsto para término da obra de adequação dos itens que constaram no laudo de vistoria, quando da entrega do imóvel.

Taxas:
Administração: 0,25%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo R$ 25.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).
Gestão: 0,125%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo R$ 15.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).

RI: bemdtvm@bradesco.com.br

Anúncios

418 comentários sobre “PRSV11 – Presidente Vargas

  1. Fechada há um ano, Biblioteca Parque da Pres. Vargas será, enfim, reaberta

    Biblioteca Parque

    Fechada desde dezembro de 2016, a Biblioteca Parque da Av. Presidente Vargas será, enfim, reaberta.

    A Eletrobras assumirá o espaço e, além de manter a biblioteca (250 mil livros), fará ali a Memória da Eletricidade.

    O secretário estadual de Cultura, Leandro Monteiro, assinará a cessão de uso na sexta que vem, e a reabertura deve ser até março.

    * próximo ao PRSV

    Curtido por 1 pessoa

  2. e já fizeram “merchan” do inquilino kkk NÃO É Novidade… já teve Fato Relevante (como sempre em atraso pela BEM e em primeira mão pelo Blog 😀

    O grupo hospitalar Assim Saúde acaba de alugar o edifício Torre Vargas, no Centro do Rio, para instalar sua sede ali.

    Segundo estimativas do mercado, o negócio gira em torno dos R$ 200 mil mensais e mostra alguma recuperação no setor imobiliário carioca.

    A transação foi conduzida pela Cushman & Wakefield do Rio de Janeiro.

    Curtir

  3. FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PRESIDENTE VARGAS,
    CNPJ/MF nº: 11.281.322/0001-72 (“FUNDO”)
    Osasco, SP, 03 de novembro de 2017.
    FATO RELEVANTE

    A BEM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA., na qualidade de Administradora do FUNDO, para os fins previstos no artigo 41 da Instrução CVM n.º 472/2008,

    COMUNICA que, como resultado dos esforços da LATOUR CAPITAL DO BRASIL LTDA., na qualidade de Gestora do Portfólio de ativos do Fundo e da Cushman & Wakefield Negócios Imobiliários que atuou como Agency Leasing na prospecção de

    Curtir

    • novo Locatário, o Edifício Torre Vargas 914, localizado à Avenida Presidente Vargas, nº 914, Rio de Janeiro – RJ, será locado, a partir desta data, para o GRUPO HOSPITALAR DO RIO DE JANEIRO – LTDA (“ASSIM SAÚDE”), pelo período de 60 (sessenta) meses, com valor de aluguel mensal de R$200.000,00 (duzentos mil reais) e carência de 09 (nove) meses no primeiro ano de vigência do contrato.

      Nesse sentido, o resultado desta negociação representará um impacto positivo de aproximadamente 14% (quatorze por cento) sobre o valor dos rendimentos distribuídos, o qual será percebido a partir do mês de dezembro de 2017.

      Permanecemos à disposição para maiores esclarecimentos que se façam
      necessários.

      BEM

      Curtir

  4. FII P VARGAS (PRSV) Fato Relevante

    BEM (sic)

    na qualidade de Administradora do FUNDO, para os fins previstos no arigot 41 da Instrução CVM nº. 472/2008, COMUNICA que, em consonância aos termos do Fato Relevante divulgado em 17 de agosto de 2017,

    após as negociações conduzidas pela Latour Capital do Brasil Ltda., na qualidade de Gestora do Portfólio de Ativos do FUNDO, com a Agência Nacional de Aviação Civil (“ANAC”),

    atual e única Locatária do Edifício Torre Boa Vista, o valor relativo ao Contrato nº 30/ANAC/2008 (“Contrato”), será ajustado, a partir do mês de referência outubro de 2017, para R$ 327.000,00, (trezentos e vinte sete m rileais) por mês ,

    Curtido por 1 pessoa

    • com a prorrogação da vigência do Contrato por mais 02(dois) anos, representandoajuste uma redução aproximada de 44% (quarenta e quatro por cento) no valor da locação atual.

      Nesse sentido, de acordo co mas informações apresentadas pela Gestora do Portfólio de Ativos, a aceitação do valor em referência é o que melhor atende aos interesses do FUNDO e dos seus Cotistas, considerando as condições extremamente competitivas do mercado de lajes do Rio de Janeiro, razão pela qual serão adotadas todas as medidas necessárias para que sejam promovidos os ajustes cabíveis no Contrato de Locação em questão.

      Permanecemos à disposição para maiores esclarecimentos que se façam necessários. BEM (sic)

      Curtido por 1 pessoa

    • Kkkkkkkkk, eles além de não conseguirem alugar nada pra ninguém, reduzem o valor da locação do único contrato que conseguiram manter nos prédios. Nem questiono a redução, a crise está aí e todos nós sabemos disso, mas não conseguirem alugar nada a anos, aí já é demais né BEM !

      Curtido por 1 pessoa

    •  Matéria requentada já publicada aqui. E até foi menos pior: R$ 327.000,00 no lugar dos
      R$ 307.687,00 anunciados em 17 de agosto ai ai meus sais…

      “Tetzner disse:
      quinta-feira, 17 agosto, 2017 às 19:10
      COMUNICA que a Administradora recepcionou, por intermédio da Latour Capital do Brasil Ltda., na qualidade de Gestora de Portfólio de Ativos do FUNDO, o Ofício nº 270(SEI)/2017/GTAF-RJ/SAF-ANAC, contendo solicitação da Agência Nacional de Aviação Civil (“ANAC”), atual e única Locatária do Edifício Torre Boa Vista, para ajuste do valor relativo ao Contrato nº 30/ANAC/2008, de R$ R$584.040,00 (quinhentos e oitenta e quatro mil e quarenta reais) para R$307.687,00 (trezentos e sete mil, seiscentos e oitenta e sete reais), representando redução de 47,3% (quarenta e sete inteiros e três décimos por cento),

      Osasco, 18 de outubro de 2017. 
      FATO RELEVANTE 
      A BEM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA., na qualidade de Administradora do FUNDO, para os fins previstos no artigo 41 da Instrução CVM n.º 472/2008, COMUNICA que, em consonância aos termos do Fato Relevante divulgado em 17 de agosto de 2017, após as negociações conduzidas pela Latour Capital do Brasil Ltda., na qualidade de Gestora do Portfólio de Ativos do FUNDO, com a Agência Nacional de Aviação Civil (“ANAC”), atual e única Locatária do Edifício Torre Boa Vista, o valor relativo ao Contrato nº 30/ANAC/2008 (“Contrato”), será ajustado, a partir do mês de referência outubro de 2017, para R$ 327.000,00 (trezentos e vinte sete mil reais) por mês, com a prorrogação da vigência do Contrato por mais 02(dois) anos, representando tal ajuste uma redução aproximada de 44% (quarenta e quatro por cento) no valor da locação atual.” 

      Curtido por 2 pessoas

  5. Quorum suficiente pra extirpar o MAL do FII…

    PRESENÇA: Presentes os cotistas representando 36,55% das cotas emitidas pelo Fundo,
    conforme as assinaturas constantes da lista de presença de cotistas, bem como votos físicos
    enviados.

    (i) [APROVAÇÃO/REPROVAÇÃO] da proposta de venda do Edifício Torre Vargas 914,
    situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do
    Rio de Janeiro (“Imóvel”), adquirido pelo Fundo em maio de 2010, o qual se encontra totalmente
    desocupado, pelo valor de R$ 27.000.000,00 (vinte e sete milhões de reais) (“Alienação”), s

    Curtido por 3 pessoas

    • Previamente à deliberação assemblear foi dada a palavra aos cotistas os quais questionaram
      sobre o valor do imóvel à época de sua aquisição ter representado valor muito superior ao da
      presente proposta de compra e venda
      ; os critérios de avaliação de propostas para aluguel/venda
      do imóvel; a opinião da Gestora sobre referida proposta; a destinação dos recursos oriundos da
      venda do Fundo; e o risco de aporte de valores pelos cotistas no Fundo caso a venda não seja
      realizada.

      Curtido por 2 pessoas

  6. FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – PRESIDENTE VARGAS (“Fundo”), CNPJ nº. 11.281.322/0001-72, vem, pela presente,

    informar que, em Assembleia Geral Extraordinária realizada nesta data, às 16:30hs, na sede da ADMINISTRADORA,

    foi REPROVADA

    pela maioria dos Cotistas presentes, a proposta de venda do Edifício Torre Vargas 914, situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, nos termos da Ordem do Dia. Osasco, SP, 12 de setembro de 2017.

    BEM – Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

    Curtir

  7. FII P VARGAS (PRSV) AGE – Edital de Convocacao – 12/09/2017 16:30

    vem, nos termos do parágrafo 5º
    do artigo 7º, combinado com o inciso “(l)” do artigo 33, todos do regulamento do Fundo, convidar V.Sa(s)
    para se reunir(em) no dia 12 de setembro de 2017, às 16h30, no Núcleo Cidade de Deus, s/nº, Vila Yara,
    Osasco, SP, Auditório do Prédio Azul, tendo em vista a divulgação do Fato Relevante de 11 de agosto de
    2017, a fim de deliberar sobre a:

    (i) [APROVAÇÃO/REPROVAÇÃO] da proposta de venda do Edifício Torre Vargas 914, situado na
    Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro
    (“Imóvel”), adquirido pelo Fundo em maio de 2010, o qual se encontra totalmente desocupado, pelo valor de
    R$ 27.000.000,00 (vinte e sete milhões de reais) (“Alienação”), sendo a referida proposta válida até 13 de
    setembro de 2017, com a distribuição, na forma de amortização de cotas, dos resultados obtidos pela

    Curtir

    • Alienação do Imóvel, conforme previsto no parágrafo segundo do artigo 31 do regulamento do Fundo, a ser
      realizada aos cotistas com posição na data da assinatura da Escritura Pública de Alienação, cuja data para
      pagamento será posteriormente comunicada ao mercado, considerando para tanto a dedução de todos os
      encargos do Fundo correspondentes ao processo de Alienação do Imóvel, as despesas com assessoria legal e
      os valores relativos às despesas decorrentes das benfeitorias na estrutura de geração e fornecimento de
      energia elétrica da Torre Boa Vista aprovadas na assembleia geral de cotistas do dia 29 de agosto de 2016,
      autorizando ainda a Administradora a adotar todas as providências necessárias à formalização da Alienação,
      incluindo, mas não se limitando, a contratação de assessores e a realização de adequação do regulamento do
      Fundo, para atualização das referências ao Imóvel, a ser realizada após a conclusão da venda.

      Curtir

    • Osasco-SP, 28 de agosto de 2017.

      Prezado Cotista,
      A BEM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. (Administradora),
      na qualidade de Administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PRESIDENTE
      VARGAS (Fundo), inscrito no CNPJ/MF sob o n.º 11.281.322/0001-72, nos termos do artigo
      19-A da Instrução CVM nº 472, de 31 de outubro de 2008, disponibiliza à V.Sa(s) as
      informações e documentos necessários ao exercício do direito de voto na Assembleia Geral de
      Cotistas convocada na presente data a ser realizada no próximo dia 12 de setembro de 2017,
      às 16h30, no Núcleo Cidade de Deus, Vila Yara, Osasco, SP, Auditório do Prédio Azul,
      consistente em:

      Curtir

      • I. Relatório de Apoio para Deliberação acerca da Proposta para Venda do Edifício Torre
        Vargas 914.
        Eventuais esclarecimentos poderão ser obtidos na sede da Administradora.
        Atenciosamente,
        BEM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA
        RELATÓRIO DE APOIO PARA DELIBERAÇÃO EM
        ASSEMBLEIA GERAL DE COTISTAS DO FUNDO DE
        INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PRESIDENTE VARGAS A SER
        REALIZADA EM 12 DE SETEMBRO DE 2017 (“AGC”), ACERCA
        DA PROPOSTA PARA VENDA DO EDIFÍCIO TORRE VARGAS
        914.

        Curtir

      • 1. Sumário

        A ordem do dia para deliberação na Assembleia Geral de Cotistas do FUNDO DE
        INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PRESIDENTE VARGAS, inscrito no CNPJ sob nº
        11.281.322/0001-72 (“FUNDO”), versa a respeito da Proposta para Venda do Edifício
        Torre Vargas 914, situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade
        do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro (“Imóvel”).
        O Imóvel foi adquirido pelo Fundo em maio de 2010, pelo valor de R$ 70.174.076,34
        (setenta milhões, cento e setenta e quatro mil, setenta e seis reais e trinta e quatro
        centavos) e desde sua aquisição pelo Fundo, demonstrou o seguinte cenário de
        avaliação anual:

        Curtir

      • Data Base Avaliação
        Dezembro/2010 R$ 70.194.699,34
        Dezembro/2011 R$ 91.700.000,00
        Dezembro/2012 R$ 117.240.000,00
        Dezembro/2013 R$ 108.950.000,00
        Dezembro/2014 R$ 77.000.000,00
        Dezembro/2015 R$ 48.722.000,00
        Dezembro/2016 R$ 42.000.000,00

        Durante o período de ocupação do Imóvel, correspondente a 01 de maio de 2010 e 01
        de junho de 2015, o FUNDO recebeu, a título de receita bruta de aluguéis, o valor de
        R$ 40.524.761,63 (quarenta milhões, quinhentos e vinte e quatro mil, setecentos e
        sessenta e um reais e sessenta e três centavos), o qual foi distribuído, no mesmo
        período, aos cotistas com posição, conforme critério de distribuição de resultados
        previsto no Regulamento do FUNDO.

        Curtir

      • Conforme divulgado nos fatos relevantes de 06 de fevereiro de 2014, 03 de novembro
        de 2014, 04 de maio de 2015 e 22 de maio de 2015, o Imóvel apresentou um cenário
        de progressiva vacância até a sua desocupação integral, originada pelas mudanças de
        comportamento do mercado imobiliário do Rio de Janeiro, em razão de fatores
        econômicos e de mercado, os quais corroboraram para a redução do seu valor de
        avaliação conforme demonstrado no quadro acima.

        Assim sendo, o processo de captação por novos locatários enfrentou desafios ainda
        maiores, considerando o aumento do volume de ofertas de lajes corporativas e a
        redução de espaços na demanda por novas áreas para locação no mercado imobiliário
        do Rio de Janeiro.

        Curtir

      • A Latour Capital do Brasil Ltda., na qualidade de Gestora do Portfólio de Ativos do
        FUNDO (“Latour Capital”), desde a entrega integral do Imóvel pelo seu último
        locatário, TELEMAR NORTE LESTE S/A, realizada conforme fato relevante de 22 de
        maio de 2015 passou a envidar esforços no processo de prospecção de novos
        locatários para o Imóvel, com a utilização dos serviços profissionais de Agency
        Leasing da Cushman Wakefield, considerando a sua experiência no mercado
        imobiliário do Rio de Janeiro.

        Desde 23 de maio de 2015 o Imóvel encontra-se totalmente desocupado e, tomandose
        por base uma média de despesas realizadas nos últimos 03 (três) meses, a
        supressão de despesas com Condomínio e IPTU corresponderia em,
        aproximadamente, R$ 0,46 (quarenta e seis centavos) no rendimento mensal por cota
        emitida.

        Curtir

      • Conforme fato relevante divulgado em 11 de agosto de 2017, a Latour Capital
        recepcionou Proposta para Venda do Imóvel pelo valor de R$ 27.000.000,00 (vinte e
        sete milhões de reais), a qual é válida até 13 de setembro de 2017 (“Proposta”) e
        registrou sua opinião de que a referida Proposta contém os pressupostos de
        razoabilidade para apresentação em Assembleia Geral de Cotistas do FUNDO, para
        deliberação a respeito da aprovação ou não da mesma dentro do seu prazo de
        validade.

        Nesse sentido, na Assembleia Geral de Cotistas a ser realizada em 12 de setembro de
        2017, os cotistas do FUNDO deverão deliberar acerca do conteúdo da Proposta, com
        destaque para os eventos que acompanharão a efetivação da venda:

        (i) distribuição, na forma de amortização de cotas, dos resultados obtidos pela
        respectiva alienação do Imóvel, conforme previsto no parágrafo segundo do
        artigo 31 do regulamento do Fundo, a ser realizada aos cotistas com
        posição na data da assinatura da Escritura Pública de Alienação;

        Curtir

      • (ii) dedução, do valor bruto da venda, de todos os encargos do Fundo
        correspondentes ao processo de Alienação do Imóvel, as despesas com
        assessoria legal e os valores relativos às despesas decorrentes das
        benfeitorias na estrutura de geração e fornecimento de energia elétrica da
        Torre Boa Vista aprovadas na assembleia geral de cotistas do dia 29 de
        agosto de 2016, autorizando ainda a Administradora a adotar todas as
        providências necessárias à formalização da Alienação, incluindo, mas não
        se limitando, a contratação de assessores e a realização de adequação do
        regulamento do Fundo, para atualização das referências ao Imóvel, a ser
        realizada após a conclusão da venda.

        Curtir

      • 2. Posicionamento da Administradora
        Considerando que o cenário atual do mercado de escritórios do Rio de Janeiro
        permanece de baixa liquidez, em razão da alta quantidade de ofertas, com uma baixa
        absorção do Imóvel pelo mercado de locação1
        , cabe a esta Administradora apresentar
        aos cotistas do FUNDO, para que avaliem e deliberem acerca da aprovação ou não da
        Proposta para Venda do Imóvel, nos termos da convocação da Assembleia Geral.
        Permanecemos a disposição para os eventuais esclarecimentos que se façam
        necessários.

        BEM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA.
        (“Administradora”)
        1 Avaliação de cenário para o Imóvel realizada pela Colliers International.

        Curtir

    • Na torcida para que não seja vendido. Me desculpem os cotistas que tem o papel e querem o $.

      Mas quero ver o mercado de FII crescer e não diminuir.

      E PRSV continua anotado aqui para voltar para minha carteira em um futuro (distante) . . .

      Curtido por 1 pessoa

  8. Caros,
    Estou bem comprado neste fundo.Mas vou ser sincero…
    O comportamento está em linha com o mercado imobiliário do RJ(por favor,não estou discutindo percentuais .Ok?)

    O RJ passa por uma depressão econômica profunda…

    O jeito é decidir se quer realizar o prejuízo ou esperar por revisionais futuras(se acreditar numa possível retomada da economia no RJ).

    Não tem mais essa de esperar reajuste anual pra discutir o aluguel,todas as imobiliárias só ligam para os proprietários informando dos descontos solicitados pelos locatários.

    A qualquer momento durante a vigência do contrato!

    Basta um anúncio com o preço menor no vizinho que o telefone toca com pedido de desconto.
    É “dá ou desce”…

    O que isto quer dizer…

    Quer dizer,que em economias em que não se tem o mínimo de previsibilidade,os preços ficam mais parecidos como os preços das passagens aéreas,dos serviços de carro com motorista,hotéis,etc…

    O preços ficam “on demand”.Concordam?

    Mas não sei dizer se este é o novo “normal”.Pelo que vemos em economias mais fortes.Não é!

    Forte abraço a todos!

    Curtir

  9. FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – PRESIDENTE VARGAS
    CNPJ/MF nº: 11.281.322/0001-72 (“FUNDO”)

    Osasco, 11 de agosto de 2017. FATO RELEVANTE

    BEM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA., na
    qualidade de Administradora do FUNDO, em cumprimento ao disposto no
    parágrafo 1º do artigo 41 da Instrução CVM n.º 472/2008 e posteriores
    alterações,

    Curtir

    • COMUNICA que recebeu, em 10 de agosto de 2017, por intermédio
      do gestor de portfólio de ativos do FUNDO, proposta para venda do Edifício
      Torre Vargas 914, situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na
      Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, adquirido pelo FUNDO em
      maio de 2010, o qual se encontra totalmente desocupado, pelo valor de R$
      27.000.000,00 (vinte e sete milhões de reais). A presente proposta se expira
      em 13 de setembro de 2017.

      Curtir

    • Neste sentido, a Administradora adotará as providências necessárias para a
      convocação de assembleia geral de cotistas para deliberar acerca da proposta
      em questão, nos termos do parágrafo 5º do artigo 7º, combinado com o inciso
      “(l)” do artigo 33, ambos do Regulamento.
      Permanecemos à disposição para maiores esclarecimentos que se façam
      necessários.

      Curtir

    • I ‐ EDIFÍCIO TORRE BOA VISTA
      Descrição
      Edifício comercial localizado na Avenida Presidente Vargas, nº 850, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar térreo, mezanino, 21 pavimentos tipo, cobertura com terraço e mais 50 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara, situado na Avenida Passos, nº 101.

      Área Bruta Locável 10.922 m²

      Curtir

    • Locatário Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC

      Área Locada 2º ao 16º e 22º pavimentos, cobertura e 39 vagas de garagem demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.

      Valor do Aluguel R$ 891.102,80

      Data de Pagamento Até o 5º Dia Útil do mês subsequente ao da apresentação do documento de cobrança.

      Curtir

    • II ‐ EDIFÍCIO TORRE VARGAS 914
      Descrição
      Edifício comercial situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar térreo, mezanino, 15 pavimentos tipo, cobertura com terraço, 14 vagas próprias de garagem e mais 5 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.

      Área Bruta Locável 6.435 m²
      Locatário Disponível para locação
      Área Locável 6.435 m²

      Curtido por 1 pessoa

      • PRSV11 foi um erro, menos pelo ativo em si e mais por não considerar a gestão e o fator Rio de Janeiro. Todavia, considero que o maior problema aqui é a gestão: incompetência parece pouco!
        O que me salvou aqui: a diversificação, comprar aos poucos e parar de comprar quando percebi que a gestão era muito ruim, mas muito ruim mesmo.
        PRSV11 pode ir a zero e o meu prejuízo, já considerando os rendimentos recebidos, não chega a 0,15% do meu patrimônio. Logo, não é o fim do mundo, mas é decepcionante.
        Portanto, em razão da gestão, sou favorável à venda, muito embora o desconto concedido seja elevado, haja vista a última avaliação. Porém, como a gestão não vai largar o osso, melhor se desfazer do ativo. Seria mais honroso transferir a gestão para outro.
        Venda aprovada, fosse o gestor, pediria “demissão” do mundo dos FIIs, pois se alguém está comprando é porque está vendo oportunidade de ganhar dinheiro, coisa que a gestão não foi capaz de fazer com essa torre, vaga há tempos.
        Não vendi a mercado as cotas, pois imóvel no centro do Rio de Janeiro ainda tem poder de fazer dinheiro, que diga o autor da proposta de compra. Mas, para isso é preciso ter competência.

        Curtido por 6 pessoas

      • Pilantragem do gestor, do maior cotista e do vendedor original do prédio eu aposto.

        Quem for cotista, faz uma reclamação da CVM para o BEM divulgar quem é o ofertante.
        Aposto que é um ligado a latour.

        Outra coisa, o problema desse fundo não é ativo nem o mercado.
        Sempre foi o gestor e administrador .

        Curtido por 7 pessoas

      • Só comprova que avaliação patrimonial aqui não serve de parâmetro pra nada. Tudo que vc comprar tem que ter muita margem de segurança pra minimizar o risco de uma bolada dessa nas costas.

        Curtir

    • Esse é um caso clássico de negócio péssimo para o cotista. O imóvel, mesmo nessa crise, vale mais que o dobro. Mas diante da gestão, o cotista está sendo obrigado a entregar o ativo quase de graça. O mercado de fundos imobiliário brasileiro parece imitar a Câmara dos Deputados e o Senado. Está “cheio de excelentes negócios”.

      Curtido por 1 pessoa

      • Abrahao

        A qualidade da gestão desse fundo sempre foi questionada aqui. Olhe comentários de três anos atrás. O prédio tem valor? Tem, mas com esse pessoal no comando o negócio não sai.

        É o que eu digo sempre. Prefiro imóvel mal localizado e com bom gestor do que imóvel bem localizado e com péssimo gestor.

        Curtido por 2 pessoas

    • ja fui cotista. Vendi antes de as coisas ficarem ruins.

      Mas o PRSV11 sempre este no meu radar. Gosto dos dois prédios. A administração é um lixo.

      Se dependesse de mim, eu não venderia. E lutaria para mudar a administradora . . .

      PRSV11 continua no meu radar, mas só Deus sabe quando eu voltaria para ele . . .

      Curtido por 1 pessoa

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s