PRSV11 – Presidente Vargas

O objetivo do fundo foi a aquisição dos imóveis Torre Boa Vista com 11.359 m2 de ABL  e Torre Vargas 914 com 6.784 m2 de ABL, localizados em região central no Rio de Janeiro; administrado pela BEM DTVM, em regime de condomínio fechado e tem prazo de duração indeterminado.

prsv11

Trata-se portanto de um FII de Tijolo – Imóveis Comerciais – Escritórios.

CARACTERÍSTICAS DOS IMÓVEIS

I ‐ EDIFÍCIO TORRE BOA VISTA
Descrição
Edifício comercial localizado na Avenida Presidente Vargas, nº 850, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar
térreo, mezanino, 21 pavimentos tipo, cobertura com terraço e mais 50 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara, situado na
Avenida Passos, nº 101.
Área Bruta Locável 10.922 m²
Locatário Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC
Área Locada 2º ao 16º e 22º pavimentos, cobertura e 39 vagas de garagem demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.
Valor do Aluguel R$ 891.102,80
Data de Pagamento Até o 5º Dia Útil do mês subsequente ao da apresentação do documento de cobrança.
Data de Vigência Contrato renovado até 30 de setembro de 2019.
Reajuste Anual pelo IGP‐M
Locatário Disponível para locação
Área Locável 17º ao 21º pavimentos e 11 vagas de garagem demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara, situado na Avenida Passos, nº 101.

II ‐ EDIFÍCIO TORRE VARGAS 914
Descrição
Edifício comercial situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar térreo,
mezanino, 15 pavimentos tipo, cobertura com terraço, 14 vagas próprias de garagem e mais 5 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.
Área Bruta Locável 6.435 m²
Locatário Disponível para locação
Área Locável 6.435 m²
Observação
Com relação as tratativas divulgadas no fato relevante de 22 de Maio de 2015, foram recebidos os valores relativos à primeira e segunda parcela da multa pela rescisão
contratual e a indenização no valor de R$ 190.000,00 (Cento e noventa mil reais), a qual foi recebida para o fim específico da realização das adequações necessárias ao
restabelecimento do imóvel ao estado original. Além disso, por ocasião da desocupação, foram colocados “tapumes” para proteção da entrada do edifício, sendo que 22/07/2015 é o prazo previsto para término da obra de adequação dos itens que constaram no laudo de vistoria, quando da entrega do imóvel.

Taxas:
Administração: 0,25%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo R$ 25.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).
Gestão: 0,125%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo R$ 15.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).

RI: bemdtvm@bradesco.com.br

Anúncios

338 comentários sobre “PRSV11 – Presidente Vargas

  1. Caros,
    Estou bem comprado neste fundo.Mas vou ser sincero…
    O comportamento está em linha com o mercado imobiliário do RJ(por favor,não estou discutindo percentuais .Ok?)

    O RJ passa por uma depressão econômica profunda…

    O jeito é decidir se quer realizar o prejuízo ou esperar por revisionais futuras(se acreditar numa possível retomada da economia no RJ).

    Não tem mais essa de esperar reajuste anual pra discutir o aluguel,todas as imobiliárias só ligam para os proprietários informando dos descontos solicitados pelos locatários.

    A qualquer momento durante a vigência do contrato!

    Basta um anúncio com o preço menor no vizinho que o telefone toca com pedido de desconto.
    É “dá ou desce”…

    O que isto quer dizer…

    Quer dizer,que em economias em que não se tem o mínimo de previsibilidade,os preços ficam mais parecidos como os preços das passagens aéreas,dos serviços de carro com motorista,hotéis,etc…

    O preços ficam “on demand”.Concordam?

    Mas não sei dizer se este é o novo “normal”.Pelo que vemos em economias mais fortes.Não é!

    Forte abraço a todos!

    Curtir

  2. FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – PRESIDENTE VARGAS
    CNPJ/MF nº: 11.281.322/0001-72 (“FUNDO”)

    Osasco, 11 de agosto de 2017. FATO RELEVANTE

    BEM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA., na
    qualidade de Administradora do FUNDO, em cumprimento ao disposto no
    parágrafo 1º do artigo 41 da Instrução CVM n.º 472/2008 e posteriores
    alterações,

    Curtir

    • COMUNICA que recebeu, em 10 de agosto de 2017, por intermédio
      do gestor de portfólio de ativos do FUNDO, proposta para venda do Edifício
      Torre Vargas 914, situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na
      Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, adquirido pelo FUNDO em
      maio de 2010, o qual se encontra totalmente desocupado, pelo valor de R$
      27.000.000,00 (vinte e sete milhões de reais). A presente proposta se expira
      em 13 de setembro de 2017.

      Curtir

    • Neste sentido, a Administradora adotará as providências necessárias para a
      convocação de assembleia geral de cotistas para deliberar acerca da proposta
      em questão, nos termos do parágrafo 5º do artigo 7º, combinado com o inciso
      “(l)” do artigo 33, ambos do Regulamento.
      Permanecemos à disposição para maiores esclarecimentos que se façam
      necessários.

      Curtir

    • I ‐ EDIFÍCIO TORRE BOA VISTA
      Descrição
      Edifício comercial localizado na Avenida Presidente Vargas, nº 850, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar térreo, mezanino, 21 pavimentos tipo, cobertura com terraço e mais 50 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara, situado na Avenida Passos, nº 101.

      Área Bruta Locável 10.922 m²

      Curtir

    • Locatário Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC

      Área Locada 2º ao 16º e 22º pavimentos, cobertura e 39 vagas de garagem demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.

      Valor do Aluguel R$ 891.102,80

      Data de Pagamento Até o 5º Dia Útil do mês subsequente ao da apresentação do documento de cobrança.

      Curtir

    • II ‐ EDIFÍCIO TORRE VARGAS 914
      Descrição
      Edifício comercial situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar térreo, mezanino, 15 pavimentos tipo, cobertura com terraço, 14 vagas próprias de garagem e mais 5 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.

      Área Bruta Locável 6.435 m²
      Locatário Disponível para locação
      Área Locável 6.435 m²

      Curtido por 1 pessoa

      • PRSV11 foi um erro, menos pelo ativo em si e mais por não considerar a gestão e o fator Rio de Janeiro. Todavia, considero que o maior problema aqui é a gestão: incompetência parece pouco!
        O que me salvou aqui: a diversificação, comprar aos poucos e parar de comprar quando percebi que a gestão era muito ruim, mas muito ruim mesmo.
        PRSV11 pode ir a zero e o meu prejuízo, já considerando os rendimentos recebidos, não chega a 0,15% do meu patrimônio. Logo, não é o fim do mundo, mas é decepcionante.
        Portanto, em razão da gestão, sou favorável à venda, muito embora o desconto concedido seja elevado, haja vista a última avaliação. Porém, como a gestão não vai largar o osso, melhor se desfazer do ativo. Seria mais honroso transferir a gestão para outro.
        Venda aprovada, fosse o gestor, pediria “demissão” do mundo dos FIIs, pois se alguém está comprando é porque está vendo oportunidade de ganhar dinheiro, coisa que a gestão não foi capaz de fazer com essa torre, vaga há tempos.
        Não vendi a mercado as cotas, pois imóvel no centro do Rio de Janeiro ainda tem poder de fazer dinheiro, que diga o autor da proposta de compra. Mas, para isso é preciso ter competência.

        Curtido por 6 pessoas

      • Pilantragem do gestor, do maior cotista e do vendedor original do prédio eu aposto.

        Quem for cotista, faz uma reclamação da CVM para o BEM divulgar quem é o ofertante.
        Aposto que é um ligado a latour.

        Outra coisa, o problema desse fundo não é ativo nem o mercado.
        Sempre foi o gestor e administrador .

        Curtido por 7 pessoas

      • Só comprova que avaliação patrimonial aqui não serve de parâmetro pra nada. Tudo que vc comprar tem que ter muita margem de segurança pra minimizar o risco de uma bolada dessa nas costas.

        Curtir

    • Esse é um caso clássico de negócio péssimo para o cotista. O imóvel, mesmo nessa crise, vale mais que o dobro. Mas diante da gestão, o cotista está sendo obrigado a entregar o ativo quase de graça. O mercado de fundos imobiliário brasileiro parece imitar a Câmara dos Deputados e o Senado. Está “cheio de excelentes negócios”.

      Curtido por 1 pessoa

      • Abrahao

        A qualidade da gestão desse fundo sempre foi questionada aqui. Olhe comentários de três anos atrás. O prédio tem valor? Tem, mas com esse pessoal no comando o negócio não sai.

        É o que eu digo sempre. Prefiro imóvel mal localizado e com bom gestor do que imóvel bem localizado e com péssimo gestor.

        Curtido por 2 pessoas

    • ja fui cotista. Vendi antes de as coisas ficarem ruins.

      Mas o PRSV11 sempre este no meu radar. Gosto dos dois prédios. A administração é um lixo.

      Se dependesse de mim, eu não venderia. E lutaria para mudar a administradora . . .

      PRSV11 continua no meu radar, mas só Deus sabe quando eu voltaria para ele . . .

      Curtido por 1 pessoa

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s