RBGS11 – RB Capital General Shopping Sulacap

Seu objetivo foi a aquisição de uma participação de 44% no empreendimento imobiliário Parque Shopping Sulacap (RJ); em regime de condomínio fechado e tem prazo de duração indeterminado.

RBGS11

Trata-se portanto de um FII de Tijolo – Shoppings Centers; o shopping Sulacap é administrado pela General Shopping Brasil S/A.

Em outubro de 2013, a construção do Parque General Shopping Sulacap foi finalizada e a inauguração em 24 de outubro de 2013, iniciou o período de Prêmio de Locação de 36 meses, no qual a General Shopping S.A. garante a taxa de 85% do CDI líquido para o cotista – mediante um aporte do mesmo.

RBGS11_perspectivas.bmp

O FII é proprietário de 44% do Parque Shopping Sulacap, inaugurado em 24 de outubro de 2013.

Parque Shopping Sulacap:
– Área Bruta Locável (ABL)(1) de 28.755,71 m2.
– 167 lojas.
– 1.257 vagas de estacionamento (GS PARK).
– Público alvo: Classe B e C.
– Abertura Cinema (7 salas): 23/04/2015

O FII obteve liberação da CVM em Agosto/11 e iniciou sendo cotado a R$ 100,00 por cota.

Taxas:
Administração: 0,23%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo R$ 17.500,00 mensais corrido pelo IPCA).
Gestor e Consultor Imobiliário remunerados por contratos específicos.

RI: contato@rbcapital.com, ger2.fundos@oliveiratrust.com.br

Tutor do FII: Investidor de Fiis

Autor: Tetzner

Engenheiro, Investidor há mais de20 anos, autor de 2 livros e pioneiro em Fundos Imobiliários :)

276 comentários em “RBGS11 – RB Capital General Shopping Sulacap”

  1. FATO RELEVANTE
    RB CAPITAL GENERAL SHOPPING SULACAP FUNDO DE INVESTIMENTO
    IMOBILIÁRIO – FII
    CNPJ nº 13.652.006/0001-95

    A OLIVEIRA TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.,
    na qualidade de instituição administradora (“Administradora”) e a RB CAPITAL ASSET
    MANAGEMENT LTDA., na qualidade de gestora (“Gestora”) do RB CAPITAL GENERAL
    SHOPPING SULACAP FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII (“Fundo”), vêm,
    por meio deste, informar aos cotistas do Fundo e ao mercado a respeito das regras
    temporárias de funcionamento do SHOPPING SULACAP (“Shopping”) e da não
    distribuição dos dividendos referentes ao resultado caixa do mês de março de 2020.
    Em cumprimento ao do decreto nº 46.973 publicado no dia 17 de março de 2020 no diário
    oficial do estado do Rio de Janeiro, restringiu-se o funcionamento do Shopping, aplicando se as recomendações para adequação das atividades de alguns segmentos (lojistas) ou
    em outros casos determinações de interrupção de atividades para segmentos específicos,
    adequando assim a operação do Shopping para evitar a concentração de pessoas, sendo
    o acesso ao empreendimento permitido seguindo estritamente as recomendações dos
    órgãos públicos.
    A Gestora do Fundo mantém contato direto com a General Shopping, empresa
    responsável pela administração empreendimento, visando garantir que sejam atendidas as
    determinações dos órgãos competentes que visam conter o avanço do COVID-19.
    Ainda não é possível mensurar os impactos decorrentes das novas medidas nos
    resultados do Shopping para os próximos meses, mas os mesmos são esperados e em
    sentido negativo. A administração do empreendimento já discute a redução de custos e
    despesas administráveis junto a prestadores de serviço e fornecedores e por outro lado
    são esperados aumento em inadimplência e pedidos de renegociação. Apesar da
    expectativa que os pedidos de renegociação dos contratos de locação ocorram, nenhuma
    renegociação foi realizada até a presente data e os pedidos que surgirem serão analisados
    caso a caso.
    Dessa forma, há também a possibilidade de insuficiência de caixa no empreendimento no
    período de médio prazo, o que poderá impactar de forma significativa ou até mesmo
    inviabilizar o repasse de valores ao Fundo e consequentemente a distribuição dividendos
    aos cotistas.
    De maneira cautelosa e com a intenção de amenizar os possíveis impactos financeiros ao
    Fundo e consequentemente aos cotistas, a Gestora antecipa a comunicação da não
    distribuição dos dividendos referentes ao resultado caixa do mês de março, que deveriam
    ser pagos aos cotistas no 10º dia útil de abril. Esta medida visa manter os recursos em
    caixa para cobrir a necessidade de eventuais aportes emergenciais no empreendimento. A
    distribuição ou não dos dividendos dos próximos meses ainda será analisada pela Gestora
    e devidamente comunicada ao mercado no momento oportuno, observando a distribuição
    mínima dos lucros auferidos, apurados no regime de caixa, nos termos da Lei 8.668/93.
    Apesar de todos os inconvenientes relacionados à restrição do funcionamento do
    Shopping, o momento é de nos preocuparmos com o bem-estar dos consumidores,
    parceiros, colaboradores, lojistas e de toda população.
    Por fim, comunicamos que até que haja alguma nova determinação das autoridades, o
    empreendimento se manterá operando de forma restrita.
    Permanecemos à disposição para eventuais dúvidas.
    Rio de Janeiro, 30 de março de 2020
    Oliveira Trust Distribuidora de Títulos e Valores S.A.
    Administradora do Fundo.

    Curtir

NOVOS COMENTÁRIOS AQUI: (sem links, emails ou telefones)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s