XPLG11 – XP Log FII

Administrador: Vórtx DTVM Ltda

Gestor: XP Gestão

O Fundo tem por objetivo a obtenção de renda, preponderantemente por meio de investimento de ao menos 2/3 (dois terços) do Patrimônio Líquido, direta, ou indiretamente em a exploração comercial de empreendimentos preponderantemente na área logística ou industrial, mediante a locação de quaisquer direitos reais sobre Imóveis, não obstante, poderá buscar ganho de capital, conforme orientação do Gestor, por meio da compra e venda de Imóveis, cotas e/ou ações de sociedades de propósito específi co detentores de direitos reais sobre Imóveis para fi ns de geração de renda. Adicionalmente, o Fundo poderá realizar investimentos nos seguintes ativos:

(i) ações, debêntures, bônus de subscrição, seus cupons, direitos, recibos de subscrição e certifi cados de desdobramentos, certifi cados de depósito de valores mobiliários, cédulas de debêntures, cotas de fundos de investimento, notas promissórias, e quaisquer outros valores mobiliários, desde que se trate de emissores registrados na CVM e cujas atividades preponderantes sejam permitidas ao Fundo;

(ii) cotas de fundos de investimento em participações (FIP) que tenham como política de investimento exclusivamente
atividades permitidas ao Fundo;

(iii) certifi cados de potencial adicional de construção emitidos com base na Instrução CVM nº 401, de 29 de dezembro de 2003;

(iv) cotas de outros fundos de investimento imobiliários que tenham como política de investimento exclusivamente
atividades permitidas ao Fundo;

(v) certifi cados de recebíveis imobiliários e cotas de fundos de investimento em direitos creditórios (FIDC) que tenham como política de investimento, exclusivamente, atividades permitidas ao Fundo e desde que estes certifi cados e cotas tenham sido objeto de oferta pública registrada na CVM ou cujo registro tenha sido dispensado nos termos da regulamentação em vigor;

(vi) letras hipotecárias;

(vii) letras de crédito imobiliário; e

(viii) letras imobiliárias garantidas.

Os Ativos Imobiliários integrantes da carteira do Fundo, bem como seus frutos e rendimentos, deverão observar as seguintes restrições:

(i) não poderão integrar o ativo do Administrador, nem responderão, direta ou indiretamente por qualquer obrigação
de sua responsabilidade;

(ii) não comporão a lista de bens e direitos do Administrador para efeito de liquidação judicial ou extrajudicial, nem serão passíveis de execução por seus credores, por mais privilegiados que sejam; e

(iii) não poderão ser dados em garantia de débito de operação do Administrador

Taxa de Administração e Gestão:
Valor Contábil do Patrimônio Líquido ou Valor de Mercado do Fundo Taxa de Administração:
Até R$ 500.000.000,00  0,95% a.a.
De R$ 500.000.000,01 até R$1.000.000.000,00 0,85% a.a.
Acima de R$1.000.000.000,01 0,75% a.a

Taxa de Performance:
Adicionalmente à Taxa de Gestão, o Gestor fará jus a uma taxa de performance correspondente a 20% (vinte por cento) da rentabilidade do valor total integralizado de Cotas do Fundo, já deduzidas todas as taxas e despesas pagas pelo Fundo, inclusive a Taxa de Administração, que exceder a variação acumulada do IPCA, calculado e divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, acrescido de um spread de 6% (seis por cento) ao ano.

Galpão Itapeva
Estrada Municipal do Mandu, 2550, Mairipora - SP
Área (m2): 23.291,37
Nº de unidades ou lojas: 1
Galpão Logístico
% em relação às receitas do FII 15,6661%

Galpão Via Varejo
Rua Lennie Queiroz, 333, Cachoeirinha - RS
Área (m2): 38.410,12
Nº de unidades ou lojas: 1
Galpão Logístico
25,8352%

Galpão Dia% Americana
Rua Joao de Padula, 245, Americana - SP 
Área (m2): 30.529,00
Nº de unidades ou lojas: 1
Galpão Logístico
20,5342%

Galpão Dia% Ribeirão
Via Jose Luiz Galvão, 1905, Ribeirao Preto - SP
Área (m2): 21.135,52
Nº de unidades ou lojas: 1
Galpão Logístico
14,2161%

Tutor do FII: catadordeimagens

Anúncios

345 comentários sobre “XPLG11 – XP Log FII

  1. XP LOG FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII
    CNPJ/MF nº 26.502.794/0001-85
    COMUNICADO AO MERCADO
    O XP LOG FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII, fundo de investimento
    imobiliário constituído sob a forma de condomínio fechado, de acordo com a Lei nº
    8.668, de 25 de junho de 1993, conforme alterada (“Lei nº 8.668”) e a Instrução da
    Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 472, de 31 de outubro de 2008, conforme
    alterada (“Instrução CVM 472”), inscrito no CNPJ/MF sob o nº 26.502.794/0001-85
    (“Fundo” ou “XP Log”), neste ato representado por sua administradora VÓRTX
    DISTRIBUÍDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA., sociedade com sede na
    cidade de São Paulo, estado de São Paulo, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2277, 2º
    andar, conjunto 202, CEP 01452-000, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 22.610.500/0001-88,
    neste ato comunica aos seus cotistas e ao mercado em geral, que celebrou em 02 de
    agosto de 2019 os documentos definitivos da transação para aquisição de cotas do NE
    Logistic, que é proprietário de condomínio logístico, situado na região de Cabo de Santo
    Agostinho, no Estado de Pernambuco, com locações na modalidade típica (31% da
    receita de locação) e atípica (69% da receita de locação) (“Transação”). O NE Logistic é
    proprietário de imóveis compostos por 26 (vinte e seis) matrículas imobiliárias, que
    fazem parte do Condomínio Logístico, divididos em 3 (três) condomínios edilícios, sendo
    eles: (i) Condomínio Logístico e Industrial Cone Multimodal 1 (“Condomínio MM1”); (ii)
    Condomínio Logístico e Industrial Cone Multimodal 2 (“Condomínio MM2”); e (iii)
    Condomínio Logístico Cone Plug & Play 2 (“Condomínio PP2”).
    A aquisição está sujeita ao atendimento de determinadas condições precedentes usuais
    em transações desta natureza, tais como, e dentre outras, incluindo a captação pelo
    Fundo de recursos por meio de oferta pública de cotas.
    O montante da Transação será de R$537.000.000,00 (quinhentos e trinta e sete milhões
    de reais), tendo havido em 02 de agosto de 2019 o pagamento de sinal de
    R$10.000.000,00 (dez milhões de reais) pelo Fundo aos vendedores (“Preço”).
    A Transação atende integralmente à Política de Investimento constante do Regulamento
    do Fundo e reforça a estratégia de comprar galpões logísticos relevantes para a
    operação dos locatários, com especificações técnicas de qualidade e em localizações
    com vocação logística consolidada.
    O XP Log manterá seus cotistas e o mercado tempestivamente informados acerca da
    Transação.
    São Paulo, 05 de agosto de 2019
    XP LOG FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII
    por sua administradora VÓRTX Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

    Curtido por 1 pessoa

  2. O fundo assinou “… Cartas de Intenções Vinculantes Para Aquisição de Ativos (“Cartas de Intenções Vinculante”) em 26 de julho de 2019, para aquisição de: (a) fração ideal de imóvel, situado na região de Cajamar, no Estado de São Paulo, onde será edificado centro de distribuição especulativo; (b) 80,0% da fração ideal de 2 (dois) galpões logísticos especulativos situados na região de Barueri, no Estado de São Paulo; e (c) 80,0% da fração ideal de 1 (um) galpão logístico especulativo situado na região de Barueri, no Estado de São Paulo, locado a longo prazo para empresa de grande porte do setor de comércio varejista de eletrônicos e móveis (“Transações”). Um dos imóveis elencado no item (b) possui vacância de 6,2%. Quando este espaço vago for alugado, o Comprador
    deverá pagar earn-out equivalente ao valor do aluguel mensal in-place multiplicado por
    12 (doze) e dividido pelo cap rate … “

    Curtir

  3. Informou distribuição de:
    Rendimento no valor de R$ 0,61 por cota no dia 12/07/2019
    Data base: 28/06/2019 Fechamento: R$ 102,00 Rendimento%: 0,598

    >>> Rendimento nesse nível de shopping… Pensei que estava investindo em um Fundo Logístico!

    Curtir

    • Muito mais duro do que isso é comprometer a rentabilidade do negocio com a imobilização em relação ao desenvolvimento de imóvel próprio para ser utilizado pela empresa para evitar o custo do aluguel, recurso que pode ser muito mais rentável se ficar disponível no capital de giro da empresa. Imobilizar capital é coisa que nenhum gestor financeiro recomenda. Daí que, aluguel é um mal necessário.

      Curtido por 2 pessoas

  4. Olhando como fica o portfólio do fundo considerando os valores referentes a aquisição do CD Renner/São José-SC, observei que o resultado referente ao valor de locação bruta do portfólio evoluiu para um total de 4.942.599,97, que dividido pelo total de cotas emitidas(6.742.184), considerando as cotas da 2ª emissão, resulta no valor de 0,7330 Rendimento bruto/Mês/Cota. Antes dessa aquisição era 0,6756 Rendimento bruto/Mês/Cota. Muito bacana!

    Curtido por 3 pessoas

      • 6.742.184 cotas X 101,30 (preço de mercado) X 0,85% a.a.= R$ 5.805.357,53
        Equivale a R$ 486.056,40/mês (fundo consome 10% da receita imobiliária para pagar o gestor – uma paulada!) e a R$ 0,0721/cota/mês.
        Ou seja, a renda vai continuar na mesma, mesmo após a aquisição.

        Curtido por 2 pessoas

      • Conforme o último relatório publicado ontem:
        Ainda que a partir de junho de 2019 o Gestor tenha iniciado a cobrança da taxa de gestão, com o primeiro pagamento a ser feito em julho de 2019 , a expectativa é que as alocações de caixa sejam suficientes para absorvê-la.

        Curtir

    • Com já disseram … “… O Gestor, em consonância com o comunicado a mercado de 06 de setembro de 2018, abdicou até o mês de maio de 2019 integralmente de sua remuneração em prol da distribuição de R$ 7,0/cota nos 12 primeiros meses do Fundo, de forma que a partir de junho de 2019 o Gestor iniciará a cobrança da taxa de gestão …” [fonte: relat. gerencial maio/19]

      Prepara que vem GRITARIA por aí …

      Curtir

  5. neste ato comunica
    ao mercado, em cumprimento ao disposto na Instrução CVM 472, que o Fundo adquiriu
    do proprietário FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII GOLDEN (“Vendedor”),
    pelo valor total de R$ 204.888.618,42 (duzentos e quatro milhões, oitocentos e oitenta
    e oito mil, seiscentos e dezoito reais e quarenta e dois centavos), o imóvel objeto das
    matrículas sob nºs 68.019, 68.020, 68.021, 68.022, 68.023, 68.024, 68.025, 68.026 e
    111.421 do Oficial de Registro de Imóveis de São José/SC (“Imóvel São José”) com área
    construída de 47.912,90 m² (quarenta e sete mil, novecentos e doze vírgula noventa
    metros quadrados) atualmente locado na modalidade atípica para Lojas Renner S.A.
    (CNPJ/MF 92.754.738/0001-62) (“Lojas Renner”), pelo prazo de 180 meses, encerrandose
    este prazo em 01 de novembro de 2029, com valor nominal de aluguel de R$
    1.197.780,49 (um milhão, cento e noventa e sete mil, setecentos e oitenta reais e
    quarenta e nove centavos) (“Valor de Aluguel São José”), data base novembro de 2018,
    o qual será corrigido anualmente de acordo com a variação acumulada do IPCA/IBGE
    calculada considerando os índices relativos aos meses de outubro de cada ano. No mês
    de aniversário, novembro de cada ano, o valor de aluguel é corrigido, com primeiro
    pagamento em dezembro. A referida aquisição atende integralmente à Política de
    Investimento constante do Regulamento do Fundo e reforça a estratégia de comprar
    galpões logísticos relevantes para a operação dos locatários, com especificações
    técnicas de qualidade e em localizações com vocação logística consolidada.

    Valor Bruto de
    Rendimento por
    Cota1 0,18017

    Curtido por 2 pessoas

  6. FATO RELEVANTE: “… celebrou em 03 de junho de 2019 o 3º aditamento ao Instrumento Particular de Compromisso de Compra e Venda (“Terceiro Aditamento ao CVC”) com a Cajamar Investimentos Imobiliários Eireli (“Cajamar”) cujo objeto é ratificar a superação de algumas condições resolutivas, converter outras em obrigações remanescentes, que deverão ser cumpridas pela Cajamar nos prazos pactuados entre as partes no Terceiro Aditamento ao CVC, viabilizando, por conseguinte, a disponibilização da segunda tranche do preço de aquisição da fração ideal dos imóveis objeto do referido compromisso de compra e venda, no valor de R$ 77.500.000,00 (setenta e sete milhões e quinhentos mil reais (“Segunda Tranche”) …”

    >>>> Valor Bruto de Rendimento por Cota da 2ª Tranche, devido ao prêmio de locação: R$ 0,07950

    Curtir

  7. Data da informação / Data-base: 31/05/2019
    Data do pagamento: 14/06/2019
    Período de referência: MAIO-2019
    Valor do provento por cota XPLG11 (R$): 0,61
    Valor do provento por cota XPLG13 (R$): 0,26547
    Valor do provento por cota XPLG14 (R$): 0,00

    Curtir

  8. Varejo: Rede Dia suspende venda pela internet

    Grupo faz reestruturação no país após vendas desacelerarem

    A rede espanhola de supermercados Dia vai parar de vender pela internet no Brasil.

    A decisão ocorre após a piora dos resultados no país e a matriz ter decidido que a subsidiária teria que autofinanciar a sua operação a partir deste ano.

    Curtido por 2 pessoas

      • uma empresa, estrangeira … diz muito pouco.
        Até o Walmart anunciou a interrupção do seu serviço de vendas online no Brasil em Maio deste ano.

        A verdade é que o e-commerce só cresce no país. Segundo o VALOR, “… Segundo o levantamento, as vendas online registraram uma receita bruta de vendas de R$ 43,84 bilhões em 2016, crescimento de 8,2% em relação ao ano anterior (R$ 40,52 bilhões). O ritmo de expansão ficou aquém, contudo, do verificado na média de 2007 a 2015, de 30%. Especificamente em 2015, as vendas tinham crescido 31% …”

        Curtir

    • Obtive essa informação da XP, quando perguntei se essa situação poderia afetar o XPLG11:

      “Zero, pessoal da asset já entrou em contato com management da empresa e ratificaram que nada muda para os contratos dos dois galopes. Inclusive ressaltaram que esses dois em específico abastecem uma gama muito grande de supermercados , sem chance de cancelar”.

      Curtido por 2 pessoas

  9. Algumas notícias para comentário do Gama 🙂

    Rede Dia fecha 113 lojas no Brasil, em um ano

    SÃO PAULO – A rede de supermercados Dia, com sede na Espanha, fechou 113 lojas no país nos últimos 12 meses (até março de 2019) — todas lojas franqueadas — e abriu 60 pontos, no período. Apenas de janeiro a março, foram 38 fechamentos de franquias e 21 aberturas. Ao fim de março, eram 683 pontos franqueados no país.

    Em relação aos pontos próprios, controlados pela empresa, foram 91 aberturas e um fechamento em 12 meses, chegando ao fim de março com 517 unidades próprias, segundo relatório de resultados do primeiro trimestre.

    A empresa menciona em seu balanço que está em um processo de migração de pontos, no Brasil e na Espanha, do modelo de franquias para o formato de lojas próprias. Mas a varejista não dá detalhes sobre esse movimento.

    Curtido por 1 pessoa

    • No Brasil, de janeiro a março de 2019, a venda líquida subiu 1,1%, retirando-se o efeito cambial — considerando o câmbio, foi anotada uma queda de 5,6%, para 327 milhões de euros. No grupo como um todo, a venda líquida diminuiu 7,2%, para 1,66 bilhão de euros.

      O Ebitda (ajustado) da empresa no mundo atingiu 12,4 milhões de euros, 86% abaixo do valor aferido no mesmo período de 2018.

      O prejuízo líquido saltou de 14,4 milhões de euros para 140,5 milhões de euros no primeiro trimestre de 2019.

      A ação da companhia na bolsa de Madri fechou em queda de 6,63%, para 0,62 euro.

      Curtido por 1 pessoa

    • Suposto fechamento do supermercado Dia faz clientes lotarem lojas
      Americana – 15 de maio de 2019

      Uma suposta liquidação de fechamento das unidades do Supermercado Dia fez os clientes correram para as lojas da região nesta quarta-feira(15). Não é a primeira vez que esse boato surge nas redes sociais.

      Embora o fechamento não seja confirmado pela rede, os preços estão abaixo dos praticados pelo supermercado.

      Antes mesmo das etiquetas serem trocadas, os clientes já se empurravam na manhã desta quarta, na unidade do Dia na Avenida Nossa Senhora de Fátima, em Americana.

      De acordo com o levantamento realizado pelo Portal de Americana, a promoção é realizada em várias unidades da rede, incluindo os de Americana, Sumaré e cidades mais afastadas como Ribeirão Preto e Sorocaba.

      Curtido por 1 pessoa

  10. Cansei de procurar e ler “Documentos da Oferta”!!!
    Alguém saberia dizer quais seriam as aquisições no pippeline dessa 2a. emissão?

    A única informação que encontro é: Destinação dos Recursos: Os recursos líquidos da Oferta serão destinados para a aquisição de ativos compatíveis com a política de investimentos do Fundo, nos termos dos documentos da Oferta;

    Curtir

    • ENCONTREI !!! (relatório gerencial de Abr/19)

      Os recursos captados nesta Oferta serão destinados para pagamento da segunda parcela do preço de aquisição do
      Imóvel Cajamar (R$ 80,0 milhões) e aquisição do Imóvel São José (R$ 170,0 milhões).

      1. O Imóvel Cajamar está situado do lado esquerdo da Rodovia dos Bandeirantes SP-348, sentido São Paulo – Jundiaí, na cidade de Cajamar, estado de São Paulo, com área prevista para construção de aproximadamente 110.163,00 m², onde está em fase de construção um Centro de Distribuição, objeto de contrato de locação atípico firmado com a Leroy Merlin pelo prazo de 188 meses contados da data de término de obras, a qual está prevista para 30 de junho de 2020.

      2. O Imóvel São José está situado na Avenida Osvaldo José do Amaral, s/nº, no bairro Areias, na cidade de São José, estado de Santa Catarina, com área construída de 47.912,90 m². O imóvel está 100,0% alugado na modalidade atípica com Lojas Renner S.A. e possui vencimento em novembro de 2029.

      >>>>> A emissão mal-mal conseguiu 20% (1/5) do montante total. Irão fazer o quê agora ? Aplicar em Renda Fixa ? Ou melhor: saldar dívida do imóvel de Cajamar, apenas ! Q decepção essa oferta …

      Curtido por 3 pessoas

  11. COMUNICADO Fato não Relevante: sobre 2ª emissão
    “… Até o momento, foram subscritas e integralizadas 503.273 (quinhentas e três mil duzentas e setenta e três) Novas Cotas, restando, portanto, 2.338.224 (dois milhões, trezentos e trinta e oito mil, duzentas e vinte e quatro) …”

    >>>> cerca de 1/5. Resultado baixo, eihm!!! Investidor não quer colocar dinheiro novo nesses FIIs, eihm!!!

    Curtir

  12. XP LOG FDO INV IMOB – FII – XPLG12
    Percentual: 77,61%
    Preço: R$ 100,00
    Data limite negociação dos direitos: 02/05/2019
    Data limite subscrição: 08/05/2019
    Data pagamento: 09/05/2019

    >>> Cotação atual nos R$101 e… S-U-B-I-N-D-O. É impressioanante mesmo o lobby (força de mercado) da XisPão.

    Curtir

      • 10. Encerramento do exercício do Direito de Preferência no Escriturador 09/05/2019
        11. Data de Liquidação do Direito de Preferência 09/05/2019
        12. Divulgação do Comunicado de Encerramento do Período de Exercício do Direito de Preferência 10/05/2019
        13. Encerramento do Período de Alocação de Ordens 27/05/2019
        14. Data de realização do Procedimento de Alocação 28/05/2019
        15. Data de Liquidação da Oferta – Em caso de Distribuição Parcial, comunicação sobre devolução de eventuais recursos dos Cotistas que condicionaram sua adesão ao Montante Inicial da Oferta 31/05/2019
        16. Data máxima para encerramento da Oferta e divulgação do Anúncio de Encerramento 17/10/2019

        Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s