BRCO11 – Bresco Logística FII

10 Propriedades
~10% Potencial de Expansão da ABL
~375 Mil m² de ABL
41% da Receita na cidade de São Paulo
~R$100 Milhões de Receita Estabilizada
~81% de Contratos Atípicos
~R$1,2 Bilhão de Valor de Mercado
~5,7 Anos de Prazo Médio Remanescente de Locação
Emissão 3ª (Terceira) Emissão de Cotas

Taxa Administração: 0,0975%
Taxa de Gestão: 1%

Autor: Tetzner

Engenheiro, Investidor há mais de20 anos, autor de 2 livros e pioneiro em Fundos Imobiliários :)

150 comentários em “BRCO11 – Bresco Logística FII”

  1. BRESCO LOGÍSTICA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO
    CNPJ/ME nº 20.748.515/0001-81
    Código de Negociação na B3: “BRCO11”
    Fato Relevante – Locação FM Logistic e Natura
    OLIVEIRA TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., na qualidade de
    administradora (“Administradora”), e a BRESCO GESTÃO E CONSULTORIA LTDA., na qualidade de
    gestora (“Gestora”) do BRESCO LOGÍSTICA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO, inscrito no
    CNPJ/ME nº 20.748.515/0001-81 (“Fundo”), comunicam aos Cotistas do Fundo e ao Mercado que (i)
    celebrou a renovação da locação de uma área de 12.488,46m² do imóvel Bresco Canoas para a FM
    LOGISTIC DO BRASIL OPERAÇÕES DE LOGÍSTICA LTDA. (“FM Logistic”) e (ii) acordou a
    locação de uma área de 8.983,21m² do imóvel Bresco Canoas para a NATURA
    COSMÉTICOS (“Natura”), a qual será submetida para aprovação em assembleia geral, nos termos do
    artigo 34 da Instrução CVM 472. Ambas as locações possuem prazo de 5 (cinco) anos, com início
    retroativo em 01/04/2021, devido a continuidade das operações das locatárias no imóvel, e serão
    reajustadas anualmente de acordo com a variação positiva acumulada do IPCA/IBGE (Índice de Preços
    ao Consumidor Amplo). Os novos contratos resultam em uma desocupação parcial de 35,5% do Imóvel
    ou de 2,7% da ABL do Fundo, e não devem afetar a capacidade de distribuição de rendimentos atual
    do Fundo.
    Os valores dos aluguéis dos contratos mencionados devem representar, aproximadamente, R$0,03 por
    cota do Fundo ao mês, descontadas eventuais despesas do Fundo e taxas praticadas nos termos do
    regulamento vigente.
    Permanecemos à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos adicionais que se façam
    necessários.
    OS VALORES ACIMA DESCRITOS NÃO REPRESENTAM E NEM DEVEM SER CONSIDERADOS,
    A QUALQUER MOMENTO E SOB QUALQUER HIPÓTESE, COMO PROMESSA, GARANTIA OU
    SUGESTÃO DE RENTABILIDADE FUTURA.
    Rio de Janeiro, 22 de abril de 2021.
    OLIVEIRA TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.
    Administradora do Fundo
    BRESCO GESTÃO E CONSULTORIA LTDA.
    Gestora do Fundo

    Curtido por 2 pessoas

  2. Ótima noticia!
    Expansão no Contagem pra Magalu acarretou aumento em 5 anos o contrato e 2 centavos por cota mensais.
    “O valor do aluguel da expansão representa um Cap Rate de 16,3% em relação ao valor do investimento
    indicado para a expansão e, aproximadamente, a R$0,02 por cota do Fundo ao mês, descontadas
    eventuais despesas do Fundo e taxas praticadas nos termos do regulamento vigente.”

    Curtido por 4 pessoas

      1. Acredito que a queda na cota é decorrência do risco na renovação dos 2 imóveis que vencem no final do mês e a alta da Selic (que aparentemente impactou nos fundos de tijolo). Não acho que a 111 o fundo esteja barato, mas no momento está próximo a seus pares. Esta é apenas minha opinião. Abs

        Curtir

      2. Renato, todos os fundos de tijolo corrigiram apos a expectativa na alta da Selic, por um unico motivo, alocação inteligente de capital.

        Os fundos de tijolo, tinham ate tempos atras um premio de risco de 4%, hj este premio caiu para 3,25%, e possivelmente ira cair mais. Se o retorno absoluto se manter em 6%, logicamente, o risco do seu investimento aumento progressivamente, uma vez que o premio diminui, portanto existe um balanceamento na relação riscox retorno nas carteiras.

        A unica maneira de aumentar o premio de risco numa rentabilidade constante e atraves da desvalorização nominal do ativo alvo, desencadeando assim a busca por uma equalização no premio de risco, e consequentemente no premio obtido pelo ativo de risco.

        Curtido por 1 pessoa

      3. Claro que não tem “nada” de errado; o mecanismo é puramnete … FINANCISTA. É pura … otimização de carteira de investimentos de grandes investidores atrás de casas decimais de ganhos extras… [nada contra, mas enche o saquinho do pequeno investidor] em lugar da velha e boa RENDA IMOBILIÁRIA para qual o veículo foi inicialmente pensado. Enfim …

        >>> Enquanto isso, na PORTARIA aqui do prédio … OS PACOTES de DELIVERY NÃO PARAM DE CHEGAR !!

        Curtido por 3 pessoas

    1. >>> Isso aqui (mundo FII, BRCO em particular) não é renda variável; é PATRIMÔNIO variável. Vejam só a DESTRUIÇÃO do patrimônio, este atrelado sempre à cotação e não ao provento que um dos MELHORES fundos logísticos proporcionaou ao seu cotista… Reparem bem também no “aleatório” CANAL de BAIXA; deve ser … movimento natural do mercado, sem interferêncoia nem . Isso, em um fundo que tem como INQUILINO sei lá qtos % em MERCADO PAGO, MAGALU e outras do varejo. E o detalhe: DY de 0,48% !! ZERO vírgula QUARENTA e OITO !!! q VERGONHA, q DESGRAÇA !! q ABERRAÇÃO !!

      Curtido por 1 pessoa

  3. Fato Relevante:
    …comunicam aos cotistas do Fundo e ao mercado que, em cumprimento ao
    disposto na Instrução CVM nº 516 de 29 de dezembro de 2011, o valor de mercado dos imóveis do Fundo
    foram reavaliados a valor justo pela empresa CUSHMAN & WAKEFIELD SERVIÇOS GERAIS
    LTDA. (“Avaliadora”) por um valor 12,3% superior ao valor contábil atual do portfólio reavaliado,
    resultando numa variação positiva de 10,0% no valor patrimonial da cota do Fundo em relação ao valor
    patrimonial de 30 de dezembro de 2020.

    O imóvel Bresco Bahia, ativo alvo da 4ª Emissão de cotas do Fundo encerrada em 30 de novembro de 2020,
    teve seu valor contábil mantido no preço de aquisição, o qual representa um desconto de 5,22% em relação ao
    valor de mercado com base nos laudos elaborados pela Avaliadora. A expansão do imóvel Bresco Contagem
    está em desenvolvimento e segue sendo contabilizada a valor de custo.

    Curtido por 2 pessoas

  4. Pessoal,

    Aprovar ou não a compra do Bresco Bahia?

    Aqui o FII ta jogando o jogo que prometeu desde sua concepção: A Bresco fomenta, desenvolve e prepara ativos para alimentar o FII Bresco Logístico.

    O conflito se resolve fácil, pois sempre foi com esta intenção a tese da Bresco. Saber se a compra vai agregar ao FII…precisa olhar bem os números. Pra evitar aquela velha história do gestor malandro…que quer empurrar coisa ruim pro FII e ficar so com a nata e com a grana dos coitados dos investidores…

    Quem já analisou? Os termos da compra são bons, ruins ou neutros para o FII?

    Valeu!!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. @Gama … mesma filosofia do LGCP; acredito que o LGCP é até mais “agressivo”. Enfim … A incorporação do galpão ao fundo é quase a fase final de um processo que se iniciou lá trás, anos-anos antes, qdo o comercial da empresa se debruçou em cima da viabilidade técnica-comercial do empreendimento. ainda na fase de elaboração…. não tem o que pensar muito; essa é a proposta do FII. A metodologia está dada: reciclagem de capital – viabiliza, constrói, aluga, matura… passa p/ o FII; e, repete.

      Curtido por 1 pessoa

      1. No LOG a gente tem: Compra participações minoritárias em galpões da própria Log. O fundo é uma espécie de veículo perpétuo de reciclagem de ativos da incorporadora e gestora de galpões. A empresa LOG não quer ficar dona dos imóveis, e por isso tem 1Bi pra desmobilizar e tirar do balanço aos poucos. O FII foi criado para ser este veículo. O FII da LOG vira dono ou só tem participações nos galpões?

        Bresco seria mesma tese? Ou aqui, vira Dono total de algo desenvolvido pelo braço de construção? Constroi ea aluga. Passa pro FII com inquilino e um ativo saudável e performando bem. Seria isso?

        Vou aproveitar o gancho do LOG pra questionar: Entre os dois, a tese é a mesma? Em ambos o FII pega um ativo bom e saudável? Ou pegam os restos? Algo não mais tão bom? Pois a depender dos preços praticados, pode se tornar algo “ruim”, tipo uma sobra…por isso que queria ver os números envolvidos. Quem sabe poder de fato afastar essa ideia de que FII só pega o resto e as sobras…;-)

        Ainda não li os números envolvidos.

        Valeu!!!

        Curtir

      2. Então … a respeito da sua dúvida O FII da LOG vira dono ou só tem participações nos galpões? … por enquanto, apenas participação correspondente à participação da LOGG3.

        Mas eu não tneho dúvidas de o FII irá se tornar dono de 100% com emissões e tal.

        Curtir

      3. Entendo que os FIIs tem que passar por uma nova regulamentação no Brasil !!! Muitos conflitos de interesses !!! Sempre o jeitinho brasileiro para levarem vantagem por cima dos quotistas !!! muito complicado !!! vcs observem que todos os gestores estão criando Fundos de fundos… eles estão com várias ferramentas para suprirem suas necessidades !!! Entendo que um fundo não pode comprar imoveis dos seu grupo economico e fundos de fundos não pode comprar quotas de FIIS administrado por sua gestora !!! etc etc etc

        Curtir

      4. Depois que o @SerginhoMoro se tornou diretor jurídico da empresa americana Alvarez & Marsal (A&M) que atua como ADMINISTRADORA JUDICIAL da …. da … da … da … ODEBRECHT.

        Pode isso, Arnaldo ?

        Curtir

  5. Gostaria de esclarecer a seguinte situação uma vez que o atendente da Minha Corretora (ITAU Corretora) não conseguiu me deixar claro:

    Na ITAU Corretora me aparecem as seguintes opções para participar da 4a. Emissão:

    a) Subscrição e Sobras
    b) Oferta Publica

    Como já sou cotista do BRCO, exerci os meus direitos de subscrição e solicitei adicionalmente algumas cotas na opção Sobras.

    Minha dúvida é sobre a possível diferença entre Oferta Publica e Sobras.

    No meu caso, que já sou cotista do BRCO, Oferta Publica e Sobras são complementares ?

    Exemplificando:

    Se eu solicitar 100 cotas em Sobras e 100 cotas em Oferta Publica, corro o risco de comprar 200 cotas ?

    Curtido por 3 pessoas

    1. Potávio,

      Se entendi bem:

      Primeiro vc entra na subscrição. Pediu 100 cotas a que tinha direito
      Depois, vc entra na Oferta (se ela for aberta). Pediu mais 100 cotas.

      Sua subscrição será atendida nos 100 solicitados. São seus direitos. Se na oferta calhar de ser atendido, vai levar mais 100.

      As sobras, ocorrem depois da subscrição finalizada. Ai os que participaram dela, poderão pedir mais (terá uma relação de sobras vinculadas a sua quantidade).

      Não sei se ajudei. Mas posso estar enganado por não ter entendido sua questão. Pois na minha corretora, primeiro ocorre a subscrição. E só depois vem as sobras. Não da pra deixar ambas correndo em paralelo (uma ocorre primeiro e só depois a outra). E a oferta, quando é restrita me deixa de fora. Quando é aberta…ai sim pode me permitir pegar o que desejei.

      Se me equivoquei já peço desculpas. Qualquer coisa a gente debate mais 🙂

      Valeu!!!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Também achei meio confusa a questão das sobras nessa oferta. Na B*G não tem essa possibilidade de pedir sobras agora.

        Na verdade eu achei até que não haveriam sobras por causa disso: “uma vez observado o Volume Mínimo da Oferta, as eventuais sobras de Cotas, provenientes de sobras de rateios na alocação das ordens, corresponderão às Cotas Ofertadas não colocadas no âmbito da Oferta Secundária e permanecerão com a titularidade dos Ofertantes, não havendo cancelamento de sobras de Cotas”

        Curtido por 1 pessoa

  6. O Cronograma Indicativo da Oferta foi modificado no Prospecto Preliminar e no Aviso ao Mercado e passa a vigorar conforme tabela abaixo:

    Evento Etapa Data Prevista
    1 Divulgação de Fato Relevante informando sobre a aprovação da Emissão 28/09/2020
    2 Protocolo do pedido de registro da Oferta na CVM e na B3 29/09/2020
    3 Divulgação do Aviso ao Mercado 29/09/2020
    4 Divulgação do Prospecto Preliminar 29/09/2020
    5 Divulgação de Comunicado ao Mercado de Primeira Modificação da Oferta com Alteração do Cronograma da Oferta,
    nova divulgação do Aviso ao Mercado e do Prospecto Preliminar
    30/09/2020
    6 Divulgação deste Comunicado ao Mercado de Segunda Modificação da Oferta com Alteração do Cronograma da Oferta,
    nova divulgação do Aviso ao Mercado e do Prospecto Preliminar
    16/10/2020
    7 Obtenção do Registro da Oferta junto à CVM 30/10/2020
    8 Divulgação do Prospecto Definitivo e do Anúncio de Início 03/11/2020
    9 Data de identificação dos Cotistas que terão Direito de Preferência 03/11/2020
    10 Início do Prazo de Exercício do Direito de Preferência e negociação do Direito de Preferência na B3 e no Escriturador 06/11/2020
    11 Início do Período de Subscrição 06/11/2020
    12 Encerramento da negociação do Direito de Preferência na B3 16/11/2020
    13 Encerramento do exercício do Direito de Preferência na B3 18/11/2020
    14 Encerramento da negociação do Direito de Preferência no Escriturador 19/11/2020
    15 Encerramento do exercício do Direito de Preferência no Escriturador 19/11/2020
    16 Data de Liquidação do Direito de Preferência 19/11/2020
    17 Divulgação do Comunicado de Encerramento do Prazo de Exercício do Direito de Preferência 19/11/2020
    18 Encerramento do Período de Subscrição 20/11/2020
    19 Data de Realização do Procedimento de Alocação de Ordens 23/11/2020
    20 Data de Liquidação da Oferta 26/11/2020
    21 Data máxima para o encerramento da Oferta e divulgação do Anúncio de Encerramento 26/05/2021

    Curtido por 1 pessoa

      1. O porém que eu vejo em LGCP, Renato, sao que boa parte dos contratos tem renovação em data próxima. Se nao me engano coisa de 40% aproximadamente, confere?

        Curtir

      2. confere ! Eu escrevi mais a respeito lá na ficha do fundo. E, é claro: em materia de “PL” de fundo … o BRCO é muito maior; mas … em termos de galpões TOTAIS, incluíndo aqueles que (ainda) não estão no fundo … a qualidade das edificações erguidas e geridas pelo LOGG3 [consultor imobiliário e proprietário de fato dos galpões] é.. inegável e muito superior.

        Curtido por 1 pessoa

    1. Oferta Pública de Distribuição de Cotas da Bresco Logística – Fundo de Investimento Imobiliário – 4ª emissão

      ATENÇÃO: Leia o Prospecto antes de aceitar a oferta, em especial a seção Fatores de Risco
      Bresco Logística – Fundo de Investimento Imobiliário – 4ª emissão

      I – INFORMAÇÕES GERAIS

      a. Links Oficiais
      Prospecto Preliminar

      Aviso ao Mercado
      b. O Valor Mínimo para a adesão é de R$ 1.170,20.
      c. O Valor Máximo para a adesão é de R$ 1.000.000,00.

      CRONOGRAMA DA OFERTA

      Data Prevista (*) Descrição
      15/10/2020 Início do Prazo de Exercício do Direito de Preferência e negociação do Direito de Preferência na B3 e no Escriturador
      Início do Período de Subscrição
      23/10/2020 Encerramento da negociação do Direito de Preferência na B3
      27/10/2020 Encerramento do exercício do Direito de Preferência na B3
      28/10/2020 Encerramento da negociação do Direito de Preferência no Escriturador
      Encerramento do exercício do Direito de Preferência no Escriturador
      Data de Liquidação do Direito de Preferência
      Divulgação do Comunicado de Encerramento do Prazo de Exercício do Direito de Preferência
      29/10/2020 Encerramento do Período de Subscrição
      30/10/2020 Data de Realização do Procedimento de Alocação de Ordens
      05/11/2020 Data de Liquidação da Oferta
      (*) Todas as datas previstas acima são meramente indicativas e estão sujeitas a alterações, suspensões, antecipações ou prorrogações a critério dos Coordenadores e da Companhia.

      Curtido por 1 pessoa

  7. BRESCO GESTÃO E CONSULTORIA LTDA., sociedade empresária limitada, sediada na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua Hungria, nº 620, 4º andar, conjunto 42 (parte), Jardim Europa, CEP 01455-000, inscrita no CNPJ/ME sob o nº 17.415.310/0001-70, gestora de recursos do Fundo, gestora de recursos do Fundo
    (“Gestora”), aprovou, independentemente de aprovação pelos Cotistas em Assembleia Geral de
    Cotistas do Fundo e de alteração do Regulamento, a 4ª (quarta) emissão de cotas do Fundo
    (“Novas Cotas”) em volume de 2.212.390 (dois milhões duzentas e doze mil trezentas e
    noventa) Novas Cotas.

    Valor unitário das Cotas: O valor unitário das Novas Cotas é de R$ 113,00 (cento e treze reais) por cota, sem considerar a Taxa de Distribuição (conforme abaixo definido), e foi determinado com base nas perspectivas de rentabilidade do Fundo (“Valor da Cota”);

    Curtido por 1 pessoa

NOVOS COMENTÁRIOS AQUI: (sem links, emails ou telefones)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s