DEVA11 – Devant Recebíveis Imobiliários FII

OBJETIVO:  Auferir rendimentos e ganhos de capital advindos das aplicações em ativos financeiros com lastro imobiliário, basicamente Certificados de Recebíveis Imobiliários – CRI.

INÍCIO DO FUNDO: Agosto de 2020
PRAZO DE DURAÇÃO: Indeterminado
TIPO: Condomínio Fechado
CATEGORIA ANBIMA: Gestão Ativa | Títulos e Valores Mobiliários
CNPJ: 37.087.810/0001-37
DEVA11

ADMINISTRADOR E CUSTODIANTE: Vórtx DTVM Ltda
TAXA DE ADMINISTRAÇÃO: 0,20% ao ano
TAXA DE GESTÃO: 1,00% ao ano
TAXA DE PERFORMANCE: 10% do que exceder 100% do CDI

TRIBUTAÇÃO
Pessoas Físicas são isentas de IR desde que detenham até 10% do total das cotas emitidas pelo Fundo e desde que o Fundo possua no mínimo 50 investidores e que suas cotas sejam negociadas em Bolsa de Valores ou Balcão Organizado.

Novembro, 2020
PATRIMÔNIO LÍQUIDO: R$ 102.518.925,00
COTA PATRIMONIAL: R$ 99,38
COTA DE MERCADO: R$ 151,60
DATA EX DIVIDENDOS: 08/12/2020

DIVULGAÇÃO DE RENDIMENTOS: 5º dia útil de cada mês
PAGAMENTO DOS RENDIMENTOS: 10º dia útil de cada mês

RI: ri@devantasset.com.br

GLOSSÁRIO
LTV (Loan to Value): LTV=A/(B+C+D), onde A: Valor do Saldo Devedor considerando a subordinação (exemplo: se for uma cota subordinada, considera além do saldo devedorda cota subordinada, os saldos devedores das cotas superiores (meanino ou sênio); B: Somatória do fluxo dos contratos elegíveis trazidos à valor presente; C: Somatória do fluxo dos contratos inelegíveis trazidos à valor presente com um desconto de 30% e D: Estoque da operação com um desconto de 30%. 
PMT: Abreviação do inglês, payment, representa o valor da parcela de um empréstimo (amortização + juros).
Razão Mínima de PMT: Valor dos créditos recebidos pelo projeto, na conta corrente do patrimônio separado do CRI, dividido pelo valor da PMT do CRI. Quanto maior este percentual, maior a segurança da operação.
Cotas Sênior: Possuem preferência no recebimento com relação a todas as demais cotas. Em operações em que há subordinação, a cota sênior é que apresentará a menor remuneração.
Cota Mezanino: Modalidade intermediária de risco. Possui prioridade de pagamento em relação às cotas de classe subordinada, e subordinação em relação às cotas de classe sênior.
Cota Subordinada: São cotas que devem se subordinar às demais (sênior, mezanino) em relação recebimento de amortizações e juros. Os detentores deste tipo de cota só receberão os rendimentos depois que os cotistas das outras classes receberem a sua parte. Geralmente é a cota com a melhor remuneração e que também conta com percentuais elevados de sobregarantia nas operações.
Lastro Pulverizado: São contratos que possuem diversos devedores (mutuários).
Corporativo: Ao contrário do lastro pulverizado, são contratos que possuem uma única empresa ou grupo como principal devedora.
Cessão Fiduciária da Carteira de Recebíveis: O incorporador é titular de direitos creditórios decorrentes da comercialização de ativos imobiliários, ou seja, possui uma carteira de recebíveis á prazo. Por meio de um contrato de cessão de créditos, a carteira de recebíveis detida essa carteira é cedida fiduciariamente – neste momento há uma transferência da titularidade do crédito, que deixa de pertencer e ser recebido pelo incorporador, e passa a ser custodiado por um banco de primeira linha e controlado pela securitizadora.
Alienação Fiduciária das Cotas do SPE: as cotas do SPE são alienadas fiduciariamente para o CRI e a securitizadora tem a prerrogativa de tomar posse da empresa caso a dívida não seja honrada.
Fundo de Reservas: constituído para fazer frente aos pagamentos das obrigações garantidas no caso de inadimplemento. Geralmente constituído pelo valor equivalente a no mínimo 2 PMTs. Coberto pelo regime fiduciário, depositado na conta centralizadora do CRI. São investidos em aplicações financeiras permitidas no termo de securitização, geralmente são: títulos públicos; CDBs de bancos AAA; fundos de liquidez compostos por Título Público. A rentabilidade recebida permanece na composição do fundo de reservas. Deverá ser mantido no valor definido no termo de securitização e recomposto, caso seja utilizado.
Fundo de Obras: constituído para custear o valor total da obra. O valor é medido conforme relatório de medição da obra. Garantia imposta em CRIs que possuem projetos imobiliários com obras não finalizadas. Geralmente constituído com o valor equivalente ao remanescente para conclusão das obras do empreendimento imobiliário. Os recursos são disponibilizados ao incorporador conforme medição de obra e na forma de reembolso.
Conta Centralizadora: composta por créditos imobiliários; créditos cedidos fiduciariamente; fundo de reservas e outras garantias. Contas em bancos privados de primeira linha, nas quais ficam depositados os créditos de patrimônio separado mediante a instituição de regime fiduciário

Autor: Tetzner

Engenheiro, Investidor há mais de20 anos, autor de 2 livros e pioneiro em Fundos Imobiliários :)

25 comentários em “DEVA11 – Devant Recebíveis Imobiliários FII”

    1. Comunicou ENCERRAMENTO exercício DIR. PREF. >>> Ofertaram-se 3.008.056 cotas [R$ 295.000.052,00] e foram exercidas … 870.772 cotas [R$ 85.396.610,04], ou ~30%. {Se saiu até BEM !!} Fator Proporção SOBRAS: 315% (3x)

      >>> Opinião minha: tomara que se pare por aí pq esse rendimento MINGUADO não me convenceu q o fundo irá trazer mais resultados CONDIZENTES com o momento econômico…

      Curtido por 2 pessoas

      1. água bateu na B… certeza

        pensa no medão do resto da emissão ‘micar’ como a primeira leva já espirrou…

        mas poderiam ter sido ‘ágeis’ assim desde sempre neh?

        estranho qdo são normais qdo o evento é adverso..

        Curtido por 2 pessoas

  1. Montante Adicional divulgado está muito confuso, só na sexta feira vamos saber, quando o Administrador corrigir a Aviso ao Mercado.
    0,5416381381 (54,16381381%) ou será 0,005416381381 (0,5416381381%)? Eis a questão!

    Curtido por 1 pessoa

  2. DEVANT RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS FUNDO DE
    INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO, fundo de investimento imobiliário, inscrito no CNPJ/ME sob o
    nº 37.087.810/0001-37 (“Fundo”), em cumprimento ao quanto disposto no inciso XIII do parágrafo 2º do artigo
    41 da Instrução da CVM nº 472, de 31 de outubro de 2008, conforme alterada (“Instrução CVM nº 472/08”),
    vem comunicar aos cotistas do Fundo (“Cotistas”) e ao mercado em geral o quanto segue.
    Nesta data, foi formalizado o “Ato do Administrador para Aprovação da Oferta Primária de Cotas da 4ª
    (Quarta) Emissão do Devant Recebíveis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário” (“Ato do
    Administrador”), por meio do qual o Administrador aprovou a realização da oferta pública de distribuição, com
    esforços restritos de colocação, de cotas da 4ª emissão do Fundo (“4ª Emissão” e “Oferta Restrita”,
    respectivamente), em série única, nos termos da Instrução da CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme
    alterada (“Instrução CVM nº 476/09”), da Instrução da CVM nº 472/08, observada a possibilidade prevista nos
    termos do artigo 41 do regulamento do Fundo (“Regulamento”) e conforme recomendação do Gestor (abaixo
    definido).
    As principais características da Oferta Restrita encontram-se descritas abaixo.
    Colocação
    A Oferta Restrita consistirá em oferta pública de distribuição, com esforços restritos de colocação, sob o regime
    de melhores esforços, a ser coordenada pela ÓRAMA DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES
    MOBILIÁRIOS S.A., sociedade anônima, com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na
    Praia de Botafogo, nº 228, sala 1801/1901, Botafogo, CEP 22.250-906, inscrita no CNPJ/ME sob o
    nº 13.293.225/0001-25 (“Coordenador Líder”), podendo contar com a participação de outras instituições
    integrantes do sistema de distribuição de valores mobiliários, estando automaticamente dispensada do registro
    de distribuição de que trata o artigo 19, caput, da Lei nº 6.385, de 07 de dezembro de 1976, conforme alterada,
    e nos termos do artigo 6º da Instrução CVM nº 476/09.
    Público Alvo
    A Oferta Restrita será destinada exclusivamente aos atuais Cotistas do Fundo, que estejam em dia com suas
    obrigações para com o Fundo na Data Base (conforme abaixo definida), nos termos do inciso III, parágrafo 1º,
    do artigo 9º da Instrução CVM nº 476/09, sendo certo que eventual saldo das Novas Cotas não colocado será
    cancelado, caso aplicável.

    Curtir

    1. Direito de Preferência e Direito de Subscrição de Sobras e de Montante Adicional: Será
      assegurado aos Cotistas do Fundo, que estejam em dia com suas obrigações para com o Fundo, o exercício
      do direito de preferência, nos termos do parágrafo 2º do artigo 40 do Regulamento, com as seguintes
      características (“Direito de Preferência”): (i) o período para exercício do Direito de Preferência será do dia
      10 de maio de 2021 (inclusive) (“Data de Início do Direito de Preferência”) ao dia 21 de maio de 2021
      (“Período do Direito de Preferência”); (ii) posição dos Cotistas a ser considerada para fins do exercício do
      Direito de Preferência: posição de fechamento do dia 05 de maio de 2021 (“Data Base”); e (iii) percentual
      de subscrição: aplicação do Fator de Proporção (conforme abaixo definido) sobre o número de Cotas
      integralizadas e detidas por cada Cotista na Data Base. É vedado aos Cotistas ceder, a qualquer título, o
      seu Direito de Preferência na Oferta Restrita. Adicionalmente, aos Cotistas que exercerem o Direito de
      Preferência, será conferido o direito de subscrever as Novas Cotas remanescentes e não subscritas e
      integralizadas no âmbito do exercício do Direito de Preferência (“Sobras” e “Direito de Subscrição de
      Sobras”, respectivamente), conforme procedimentos descritos no fato relevante informando os termos e
      condições da 4ª Emissão (“Fato Relevante”), bem como, concomitantemente à manifestação do exercício
      de seu Direito de Subscrição de Sobras, o direito de subscrever as Sobras não colocadas, especificando a
      quantidade de Cotas adicionais que gostaria de subscrever, limitada ao total das Sobras (“Direito de
      Subscrição de Montante Adicional” e, em conjunto com o Direito de Subscrição de Sobras, “Direito de
      Subscrição de Sobras e de Montante Adicional”). É vedado aos Cotistas ceder, a qualquer título, o seu
      Direito de Subscrição de Sobras e de Montante Adicional.

      l) Fator de Proporção: O fator de proporção para subscrição de Novas Cotas durante o prazo para
      exercício do Direito de Preferência, equivalente a 0,5947886933896, observado que eventuais
      arredondamentos serão realizados pela exclusão da fração, mantendo-se o número inteiro
      (arredondamento para baixo).

      Caindo hoje, com ajuste de posição dos Fofs e outros investidores para entrar na emissão… 🙂

      Interessante o ponto de entrada hoje, DATA BASE será dia 05/05…

      Curtir

  3. no âmbito do período de exercício do Direito de
    Subscrição de Sobras e Montante Adicional, iniciado em 02 de março de 2021 e encerrado em 08 de
    março de 2021, os Cotistas que tenham exercido seu respectivo Direito de Preferência e indicado sua
    intenção de participar do rateio pela subscrição de sobras e de montante adicional, tiveram seus
    respectivos pedidos atendidos parcialmente, cujo fator de proporção do montante adicional foi
    equivalente à 0,22989243858%.

    Curtido por 1 pessoa

  4. VRTA , BCRI e RECR melhor que o DEVA .
    Até que em termos de mercados os tres primeiros são velhos no mercado e já sabemos a procedência deles , agora falar em melhor acho meio complicado porque o DEVA tem pouco tempo de negociação.
    Enfim cada um com seu perfil.

    Curtido por 2 pessoas

  5. Data da informação
    08/01/2021
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    08/01/2021
    Data do pagamento
    15/01/2021
    Valor do provento por cota (R$)
    2,51
    Período de referência
    12-20
    Ano
    2020
    Rendimento isento de IR*
    Sim

    Curtir

  6. Interessante esse FII, eihm … Obrigado pela dica!

    Existem empreeendimentos lá com 25% de inadimplência [time-share “bourbon” em Foz do Iguaçú e um outro lá q me foge o nome] … mas, tem “explicação”

    >>> na devida proporção de alocação, tudo é bem-vindo nesse mundo de juros baixos e queda vertiginosa da cotação desse fundo.

    EM TEMPO: … O perfil das carteiras de timeshare: É comum observar que as carteiras de timeshare possuem uma inadimplência mais elevada quando comparada às da multipropriedade. Isso ocorre porque não existem muitos incentivos para a recuperação da carteira. Sob a ótica do incorporador, é muito mais fácil e menos oneroso que os esforços estejam focados nas novas vendas e não na cobrança dos inadimplentes. Em outras palavras, é melhor vender mais (o que pode ocorrer infinitamente a fim de compor créditos para a operação) do que cobrar os devedores. Fazendo um paralelo com o setor de multipropriedade, quando há uma inadimplência definitiva, há uma série de custos para que seja realizado um distrato e somente após a conclusão, a fração será vendida novamente. No time-sharing não! Não há esse limitador, as vendas podem continuar independentemente do comportamento da carteira. Ao analisar a saúde financeira desse tipo de operação, é mais assertivo observar as razões, tanto da PMT como do saldo devedor do que considerar o índice de inadimplência, pois ele não refletirá a real condição da operação, visto que no mesmo momento que um cliente deixou de pagar, outra venda é realizada. Um ponto importante é que as operações também podem contar com garantia real adjacente….

    Curtir

    1. Preço na casa dos R$120,00 e bons dividendos por causa da alocação em IGPM que segue bem elevado , daqui a alguns meses devem cair , contudo ainda parece um bom negocio frente as alocações do fundo .
      Entrar agora e depois em futuras subscrições acho que é uma boa , se consegue baixar e muito o preço medio já que esse fundo ainda deve fazer varias emissões.

      Curtir

      1. Anderson, a 1a e 2a emissão foram 476, acho que a casa vai continuar emitindo 476 seja pelos custos, seja pelo destaque do papel (neste momento de IGPM alto). Realmente a única forma de entrar em futuras ofertas é comprar no secundário, lembrando que aqui estamos comprando high yield.

        Curtir

NOVOS COMENTÁRIOS AQUI: (sem links, emails ou telefones)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s