Carteiras Comentadas

Não fazemos recomendações de Compra/Venda de Ativos, cabendo a cada um decidir o que é mais adequado ao seu perfil. FIIs tem Risco e NÃO são Renda Fixa.

1- é recomendável a todo investidor, ler pelo menos os 2 últimos relatórios e informes gerenciais que podem ser encontrados na bovespa.

2- interessante também olhar a performance histórica do fundo, de preferencia dos 12 últimos meses, para ter uma noção da renda paga já que há fundos que tem a renda distorcida por conta de apgamentos anuais e semestrais. Lembrando que rentabilidade passada nao é garantia de rentabilidade futura

3- ler os comentários recentes e ficha dos fundos que deseja ter em carteira e postar as dúvidas de cada fundo que aos poucos nós vamos respondendo

Incentive o Blog, assine os produtos e serviços!

Mini_FitaProdServ

Compartilhe com o amigos, basta clicar aqui embaixo no Twitter, Facebook ou Google+

Os comentários aqui publicados não constituem recomendação de compra ou venda de ativos; são opiniões divulgadas para incentivar o debate. Não recomendo ou incentivo que sejam tomadas decisões sobre investimentos de qualquer tipo; nosso foco é educacional e não me responsabilizo por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

1.192 comentários sobre “Carteiras Comentadas

  1. Meu povo, dá uma ajuda, estava olhando PQDP11 “Rendimento no valor de R$ 14,0497406039157 por cota no dia 20/07/2017
    Data base: 30/06/2017 Fechamento: R$ 2.530,00 Rendimento%: 0,555”, rendimento ficou na casa .5%, meio per cento, pq baixo assim? Obrigado..

    Curtir

    • Gilberto;

      Antes de mais nada, sugiro que poste dúvidas sobre FIIs específicos nas fichas dos ditos aqui no blog, e disponível na página inicial (só clicar no nome/sigla do fundo na cor verde).

      Assim, a discussão não se perde. Segue a do PQDP:

      https://tetzner.wordpress.com/2016/09/21/pqdp11-parque-dom-pedro-shopping-center/#comments

      Respondendo a sua pergunta, o rendimento encontra-se “baixo” porque o mercado precifica assim ativos que ofertam fundamentos de excelência em termos de perenidade e resiliência. Mesmo caso se aplica ao “primo rico” SHPH, por exemplo.
      Convém lembrar que a rentabilidade era parelha há 01 e meio atrás, pois havia retenção nos rendimentos em virtude de obras de expansão (já concluídas), por outro lado o valor da cota correspondia à metade do que é hoje.
      Ou seja, o yield continua o mesmo daquela época (aproximadamente, claro).
      Dê uma olhada na média distribuída por este fundo em 2015 e compare com a de 2016 para entender melhor tal movimento:

      https://tetzner.wordpress.com/rendas/

      Sds.

      Curtir

  2. Boa tarde!

    Irei começar a transferir o patrimônio da minha mãe (imóveis) para fiis.

    Ao longo dos próximos 05 anos pretendo finalizar essa transição.

    Essa semana dei o primeiro aporte. A carteira ficou distribuída mais ou menos em:

    BBPO11 – 28%
    BBRC11 – 28%
    HGLG11 – 22%
    PQDP11 – 22%

    Pretendo ter no máximo uns dez fiis em carteira, para conseguir acompanhar de perto.

    Objetivo do investimento: Reinvestir todo o valor auferido dos dividendos nos próximos 05 anos no máximo, e, após, começar a retirar por mês boa parte dos dividendos para complementar renda. Importante lembrar que minha mãe já passou da fase de acumulação, e, possui um bom patrimônio.

    Racional das escolha dos fiis: O patrimônio já existe. Não é necessário fazer ele alavancar como alguém que está na fase de acumulação, portanto, foco em fiis que consigo ver uma estabilidade pelos próximos 04/05 anos.

    BBPO11 e BBRC11 até 2021 não consigo visualizar alteração.
    PQDP11, torcedo para cair o preço para eu comprar cada vez mais, pois esse é um fundo que provavelmente terei a vida toda.
    HGLG11, esse é único que pode dar uma dor de cabeça no curto prazo, uma vez que a crise está afetando o seu setor. Mas no médio prazo vejo-o com bons olhos.

    Agradeceria muito se vocês pudessem opinar.

    Obrigado

    Curtido por 1 pessoa

    • Bom se você já formou patrimônio é perde tempo colocar muito dinheiro em FII de agência para aposentadoria.

      Esta cometendo um grande erro:
      – Já formou patrimônio
      – Não pretende usufruir a renda nos próximos 5 anos

      FII de agência = FII de transição, serve apenas para remunerar quem vive de renda, agora segurar estes imóveis até 2021 e alocar dinheiro grande é complicado, as chances de perder dinheiro são grandes.

      Pense com frieza: A torcida do Flamengo inteiro esta pensando em vender FII de agência em 2021.
      O que vai acontecer em 2021 quando todo mundo colocar suas cotas a vender ao mesmo tempo?

      Outro fator jogando contra: você já pesquisou quanto esta o m2 de cada agência e comparou com os demais imóveis da região?

      Curtido por 3 pessoas

      • Minha modesta opinião é que você deve estudar muito os movimentos que esta fazendo a fim de não se arrepender posteriormente. Pelo que consta acima você esta vendendo propriedade e alocando em FII dinheiro num momento em que boa parte dos FII apresenta uma margem segurança pequena.

        FII para aposentadoria:
        PQDP, SHPH, ABCP, KNRI, KNCR, HGLG, HGRE, HGBS etc

        Se o patrimônio já esta formado a rentabilidade é o de menos .

        Curtido por 4 pessoas

    • Bom dia, estou começando a atuar na área FIIS, não “manjo”, como vocês, mas entendo o que o Luiz está fazendo, trabalho com imóveis há anos e atuo com leilões. Hoje rendimento médio pra locação, gira em torno .4/mês, estudando mais FIIS, com cursos vídeo aulas e tal, posso ter um rendimento médio .7/mês, podendo ser até mais.
      Exemplo, estou no interior sp, rio claro, imóvel vamos ver que valha R$ 500000, hoje não aluga por mais R$ 1500, já trabalhando com FIIS, posso ter rendimento em torno R$ 3500, me corrijam se eu estiver errado, mas com certeza com todo seus contras e prós, está de bom tamanho. Sem falar que o modo como atua com FIIS, é diferente do ” mercado comum “.
      Esse valor que dei, é de um imóvel residencial, alocando nos FIIS, meu rendimento aumenta. Então no meu modo de pensar, FIIS, com certeza é melhor que o ” mercado comum “

      Curtir

  3. Pessoal, vou postar aqui minha carteira de FIIS e gostaria da opinião dos especialistas, não sobre cada FII em si, mas sobre a distribuição, se está muito ousada, muito Papel e coisas desse tipo…
    O que possuo em FII representa em torno de 8% do meu patrimônio, pretendo chegar a 10%.

    FIIS que considero mais seguros:
    14,3% HGRE – DY não muito alto, mas considero um FII sólido com bons imóveis sendo um bom multi-multi e boa liquidez para uma emergência se eu precisar do dinheiro.
    18,7% BBPO – DY também não muito alto, mas foi um que sempre acompanho e quando tem umas “valas” de cotação como a delação eu sempre compro. Estou ciente de 2022 e acompanho bem de perto este FII.

    Papelada – Não sou muito fã da papelada mas tenho assim mesmo, acho baixo risco e Prêmio acima da inflação satisfatório.
    14,4% BCRI
    11,4% VRTA

    Mono ativos ou Mono inquilinos – Considero que aumenta o risco da carteira mas tenho um pouco destes bem pulverizados para capturar um pouco mais DY mensal.
    5,7% MBFR – Gosto dele pelo contrato atípico e pela possibilidade de vir algo extra no CT. Acompanho de perto para aumentar um pouco posição.
    3,5% BBFI – Comprei barato faz tempo, não pretendo aumentar posição. Gosto da renda mas conheço os riscos. Se subir muito a cota eu vendo ele.
    1,7% SPTW – Última aquisição. Gosto do imóvel, acompanho de perto para aumentar posição.
    15,3% FIGS – Primeiro que comprei, vou ficando pelo remuneração mínima, mas desfiz metade da posição a 78,XX, acompanho de perto para vender o resto ou tomar a decisão de manter antes de maio 2019.

    Kamikazes – DY alto ou grandes apostas
    10,6% MFII – Sei que é um dos favoritos do BLOG mas morro de medo dele. O dedo coça para vender quase todo dia pois entrei a 106 nele e ontem bateu 120. Gosto da proposta de investimentos dele, por isso ainda segurei. Acho que 10% da carteira é o limite que eu tolero dele. Talvez exerça o direito, talvez não ainda não decidi.
    4,5 % GGRC – Sei que os imóveis são ruins mas devido aos bons contratos de locação atípicos acho que tem potencial para pagar um bom aluguel por bastante tempo o que vai fazer a cotação subir. Aposto no ganho de capital.

    Encaro desta forma resumindo:
    +- 35% Seguros
    +- 25% Papelada
    +- 25% Mono ativos/Mono inquilinos
    +- 15% Kamikazes

    Curtir

    • Olá Dino, também sou um aprendiz em FII, mas acredito que não deve se preocupar tanto se os FIIs representam apenas 10% de sua carteira.
      Se um “Kamikaze” se esborrachar o impacto será mínimo no seu patrimônio total. Se acredita no FII poderia até se expor mais.
      Agora, também acho que o MFII está meio caro. Estou começando a formar carteira de FIIs e estou preferindo entrar nos mais descontados.

      Curtir

  4. Boa tarde amigo (s).
    Já algum tempo gerencio minhas aplicações em Renda Variável e Fixa via corretora.
    Gostaria de começar uma estratégia para longo prazo (aposentadoria) e vejo que o FIIs poderiam ser uma boa opção.
    Neste caminho meu foco estaria no estudo sobre o FIIs.
    Gostei muito dos vídeos (Tetzner) e a indicação do blog.
    Bem como podem perceber sou iniciante no FIIs e gostaria de aprofundar o conhecimento quanto a escolha do fundo à investir , além dos instrumentos de comunicação acima descritos, vcs poderiam indicar algo a mais para me ajudar a montar uma carteira de FIIs?
    Grato e muito satisfeito por participar deste blog.
    Abraços a todos.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Olá pessoal! Esta semana comprei meu primeiro FII (HGBS11). Eu estou querendo diversificar, hoje meus investimentos estão em CDB e Tesouro Direto.
    Eu estou iniciando um plano de investir mensalmente em FIIs até alcançar uns 20% ou 30% da minha carteira global de investimentos. O que vocês acham deste plano e do percentual alvo na carteira? E principalmente, o que vocẽs acham dos fundos abaixo?
    Pretendo investir em fundos com boa liquidez e baixo risco neste primeiro momento até pegar o jeito da coisa.
    Muito Obrigado!
    HGBS11
    50%
    BBPO11
    20%
    SAAG11
    15%
    FFCI11
    15%

    Curtir

    • Nào sou nenhum especialista , estou a 6 meses estudando, já fiz minhas escolhas que contém varios FIIS em seguimentos diversificados, tenho todos estes que você mencionou, acredito também que são ótimos, acrescentaria o Fiis GGRC11 que esta bem estruturado, bem seguro em seus contratos de locação e com perspectivas de boa valorização e rendimentos e também para divesificar sua carteira colocaria fundos de papel que tem grande liquidez quando você precisar fazer dinheiro é tipo assim uma denda fixa, e de bons gestores VRTA11,KNCR11.
      Bons investimentos e sucesso para nós.

      Curtir

    • Aposentado;

      Não vi nenhum problema grave nos fundos citados por ti para início de composição de carteira.
      Algumas opiniões:
      HGBS – Fundo de shoppings da HG que possui um bom portfólio, mas com uma velha celeuma que o persegue: o CRI Goiabeiras. Sugiro ler os comentários mais antigos na ficha daqui do blog para se inteirar melhor da questão.
      BBPO – Fundo de agências com boa diversidade (alguns bons imóveis, outros nem tanto). Observar que o atual contrato com o inquilino BB vence em 2022, o que acarretará uma (bem) provável renegociação de valores de aluguel e mesmo a devolução de algumas agências. Algo a se ponderar, ainda que ocorra no médio/longo prazo apenas.
      SAAG – Outro fundo de agências nos moldes do acima, com prazos de vencimentos de contratos distintos (parte em 2022 outra em 2023). Observar que aqui o risco de devolução ou renegociação de aluguéis ao final do vínculo é maior por se tratar de um banco privado. Sabendo disso, nada que o impeça de carrego na carteira.
      FFCI – Até recentemente era o fundo preferido dos investidores “cow’s hand”, dado o valor diminuto da cota. Como ocorreu agrupamento recente, creio que haja uma diminuição na sua liquidez (especialmente em número de negócios). Particularmente, não gosto deste fundo, pois detém posições minoritárias nos empreendimentos do seu portfólio, o que facilita a ocorrência do “canibalismo” (disputa de inquilinos com outras unidades que não suas no mesmo empreendimento).
      Sugiro que estude os setores de recebíveis, educacionais, hospitais, desenvolvimento e logístico para melhorar a diversificação da carteira.
      Por fim, importante manter a cautela que já demonstrou nesse processo de montagem, vez que o estudo prévio precede o ganho e mitiga eventuais prejuízos.
      Sds.

      Curtido por 1 pessoa

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s