BBFI11B – BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo

O fundo é administrado pela Caixa Econômica Federal, em regime de condomínio fechado e tem prazo indeterminado de duração; classificado como sendo um fundo do tipo Tijolo e enquadra-se na segmentação Escritórios.

Possui dois imóveis em seus ativos: um em Brasília e outro no Rio de Janeiro. O edifício de Brasilia(sede) conta com 23 andares e 27 pavimentos; já o do Rio de Janeiro(CARJ) conta com 9 blocos integrados pelo subsole, mais 1 agência.

bbfi11b-bmp

Imóvel CARJ – Centro Administrativo do Rio de Janeiro:
Rua Barão de São Francisco, 177 – Rio de Janeiro – RJ
Área (m2): 40.176,69
Valor: R$ 2.157.100,00 (em 07/04/16), Prazo: 5 (cinco) ano portanto com contrato de locação vigente até outubro de 2020.
O complexo Comercial está localizado na Zona Norte do Rio de Janeiro, região que possui uma ocupação mista entre os usos comercial/serviços, institucional e residencial. Entre os usos encontrados na região podemos citar agências bancárias, shopping center, comércio local, edifícios residenciais, entre outros. Destacam-se no entorno imediato o Shopping Center Boulevard Iguatemi Rio e o hipermercado Guanabara. A região é amplamente servida por diversas linhas de ônibus regulares que fazem a ligação com o centro e outros pontos da cidade. Quanto ao sistema de transporte por metrô, a estação mais próxima é a Saens Peña, localizada a cerca de 2 km (Linha 1) e a Maracanã, localizada a cerca de 2 km (Linha 2) da propriedade.

Edifício Sede I
Setor Bancário Sul, Quadra 4 – Brasília – DF
Área (m2): 46.135,00
O imóvel situa-se onde a atividade predominante é bancária, comercial / serviços. Suas principais vias de acesso são Eixo Rodoviário Sul, Eixinho L e as vias L-1 e BS-S1. A sua localização é central com relação ao Plano Piloto, beneficiada pela proximidade da Estação Rodoviária do Plano Piloto, do Setor Comercial Sul e da Esplanada dos Ministérios. Nesse setor foram construídos diversos edifícios comerciais com arquitetura não tão moderna, porém de bom padrão construtivo, fazendo com que o local se valorize em relação ao Setor Comercial Sul, que está com ocupação total e apresenta prédios bem mais antigos. A região possui uma ocupação mista entre os usos comercial/serviços e institucional. Entre as atividades encontradas podemos citar agências bancárias, praças de alimentação com lojas de apoio, shopping center, sede de bancos e de escritórios de advocacia, entre outros. Locado parcialmente para o Banco do Brasil S.A. com contrato de locação vigente até janeiro de 2025 com valor de aluguel atual em R$ 754.105,33 ao mês.

130.000 cotas

Taxas:
Administração: 0,277% sobre o valor de mercado do FII (ante 5,10% sobre a receita do fundo após deduções das despesas e provisões).

RI: viter@caixa.gov.br, gemob@caixa.gov.br e gedef@caixa.gov.br

Anúncios