LC – CAIXA Commercial Properties FII – ( )

Novo Lançamento:  CAIXA Commercial Properties FII – ( )

CXPR11

R$303.210.000,00

Prospecto Preliminar

Ativos Prioritários

As (i) cotas da CCP Açucena, proprietária do Imóvel Verbo Divino; (ii)
cotas da CCP Alecrim, proprietária do Imóvel Brasilinvest; (iii) cotas
da CCP Âmbar, proprietária do Imóvel Nova São Paulo; (iv) cotas da
CCP Cerejeira, proprietária do Imóvel CENESP; (v) cotas da CCP
Imbuia, proprietária do Imóvel Agência; (vi) cotas da CCP Nordeste,
proprietária do Imóvel Suarez Trade; (vii) cotas do FII Brasílio
Machado, proprietário do Imóvel Brasílio Machado, bem como cada
um dos Imóveis de propriedade das sociedades de propósito
específico e do FII Brasilio Machado listados nos itens (i) a (vii)
desta definição.

CCP Açucena

A CCP Açucena Empreendimentos Imobiliários Ltda., sociedade
empresária limitada, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de
São Paulo, na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1455, 5º
andar, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 17.432.799/0001-98,
proprietária do Imóvel Verbo Divino.

CCP Alecrim

A CCP Alecrim Empreendimentos Imobiliários Ltda., sociedade
empresária limitada, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de
São Paulo, na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1455, 5º
andar, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 17.799.882/0001-08,
proprietária do Imóvel Brasilinvest.

CCP Âmbar

A CCP Âmbar Empreendimentos Imobiliários Ltda., sociedade
empresária limitada, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de
São Paulo, na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1455, 5º
andar, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 17.799.200/0001-59,
proprietária do Imóvel Nova São Paulo.

CCP Cerejeira

A CCP Cerejeira Empreendimentos Imobiliários Ltda., sociedade
empresária limitada, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de
São Paulo, na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1455, 5º
andar, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 17.432.828/0001-11,
proprietária do Imóvel Cenesp.
CCP Imbuia

A CCP Imbuia Empreendimentos Imobiliários Ltda., sociedade
empresária limitada, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de
São Paulo, na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1455, 5º
andar, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 17.799.716/0001-01,
proprietária do Imóvel Agência.

CCP Nordeste

A CCP Nordeste Empreendimentos Imobiliários Ltda., sociedade
empresária limitada, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de
São Paulo, na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1455, 5º
andar, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 09.434.012/0001-07,
proprietária do Imóvel Suarez Trade.

Contratos de Locação

Os contratos de locação relativos aos seguintes imóveis: Imóvel
Agência, Imóvel Brasilinvest, Imóvel Brasílio Machado, Imóvel
CENESP, Imóvel Nova São Paulo, Imóvel Suarez Trade e Imóvel
Verbo Divino.

A carteira imobiliária (portfólio) será composta por sete imóveis distintos de vocação comercial  e varejo. No momento da presente avaliação, os ativos encontram-se em operação.
A tabela abaixo sumariza todos os ativos que farão parte do portfólio, junto com as principais  premissas financeiras e os valores da avaliação (Valor Presente Líquido).

CXPR11_ativos

cxpr11_ativos2

 

* Contribuição do amigo Ricardong:

“FII – CAIXA COMMERCIAL PROPERTIES é mais um lançamento de FII que me parece vai contar com a rede de distribuição da CAIXA – via agências – para se viabilizar.

Se toda a oferta for subscrita, os imóveis são a mistura de prédio comercial (agência bancária), lajes corporativas e um prédio do antigo FII Brasilio Machado que apesar de listado na bolsa, não é liquido.
Tirando o FII, os imóveis são de propriedade da CCP, empresa de imóveis comerciais que nasceu da Cyrela.
O FII está com alguma diversificação geográfica (RJ, SP, BA) .
É um mix de prédios monousuários ou praticamente monousuários, lajes dentro de prédios comerciais e o prédio inteiro (do FII) com múltiplos inquilinos.

Alguns pontos interessantes sobre os imóveis:
Ed Brasilinvest – Um dos conjuntos teve o seu contrato renovado em julho com carência de pagamentos até setembro 2013 e alguns conjuntos estão com contratos sem garantia locatícia.
Ed. Suares Trade(Salvador) – Contratos de 02 conjuntos encerrarão se em março de 2014.
Imóvel Verbo divino – 02 locatários. Um deles com apenas 01 conjunto e outro com 14 conjuntos. O contrato do maior ocupante foi estranho: apenas de 36 meses com término em 2015, pode indicar que o ocupante não pretendia renovar quando assinou em 2012.
Imóvel do FII Brasilio Machado e Nova SP – Ambos possuem conjuntos comerciais com um volume não desprezível com encerramento de contrato em 2014 e 2015.
Imóvel Agencia – Este contrato é de 12 anos, encerrando-se 2014. O ponto comercial, aqui no Rio, é excepcional.

Alguns pontos sobre o estudo de viabilidade:
– Achei um pouco otimista as premissas de crescimento do valor por m² de locação de alguns imóveis da carteira, entretanto, foram até conservadores em outros.
– Na conjuntura atual eu preferia um crescimento real a.a na casa 0,5. Alguns imóveis estão com premissa de 1,0%.
– O imóvel Verbo Divino tem uma previsão de vacância grande em 2014 o que fez o yield esperado em 2014 cair no estudo de viabilidade. Legal isso, porque teve muito estudo no passado recente NÃO considerava vacância.
– O hábito de expressar a TIR nominal ao invés da TIR Real se repetiu. O FII nos preços e condições pressupostos na emissão tem uma TIR nominal(sem contar a inflação) de 14,43% a.a. (ISSO NÃO É IGUAL A RENDIMENTO!! ) . Não é a melhor coisa do mundo, mais também está longe de ser a pior em minha opinião.
– O rendimento ficará entre 8,32% no primeiro ano, uma queda para 7,72 % a.a (no segundo ano), 9,41% a.a. no terceiro ano, chegando a 13,85% a.a. no ano 10 em relação a cota da emissão.
– Isso sem vacância ou revisional fora dos parâmetros contemplados no estudo de viabilidade, para mim, é uma hipótese otimista.”

CXCP11_TIR

 

LC – VINCI Renda Imobiliária – (VIRE11)

Novo Lançamento:  VIRE11 – VINCI Renda Imobiliária

VIRE11

 

Prospecto Preliminar

Os investidores que aderirem à Oferta pagarão, pela aquisição de cada Cota, o Preço de Integralização. Além disso, quando da subscrição e integralização de
Cotas, será devida pelos investidores uma taxa de ingresso, por Cota subscrita, equivalente a um percentual fixo de 3,00% (três por cento) sobre o Preço de
Integralização (“Taxa de Ingresso”), a qual não integra o preço de integralização da Cota, equivalente a R$ 1.000,00 (mil reais) por Cota, na Data de Emissão,
conforme demonstrado abaixo.

VIRE11_taxa

Cada Investidor deverá subscrever e integralizar, no âmbito da Oferta, a quantidade mínima de 10 (dez) Cotas, pelo Preço de Integralização equivalente, na
Data de Emissão, a R$ 10.000,00 (dez mil reais).

Estrutura de Taxas

Será devida pelo Fundo, pelos serviços de administração, gestão, custódia
e escrituração, uma taxa de administração de 1,70% a.a. (um inteiro e
setenta centésimos por cento ao ano) sobre o Valor de Mercado das Cotas.
Para fins do cálculo da Taxa de Administração no período em que ainda
não se tenha o Valor de Mercado das Cotas, utilizar-se-á o valor do
Patrimônio Líquido do Fundo, dividido pelo número de Cotas do Fundo em
circulação.

LC – KINEA REAL ESTATE FUNDS – FII ( )

Novo Lançamento:  KINEA REAL ESTATE FUNDS – FII ( )

KREF11

Prospecto Preliminar

O fundo será administrado pela Intrag DTVM, em regime de condomínio fechado e com prazo indeterminado de duração.

A gestão ficará coma Kinea Investimentos Ltda.

Ao que tudo indica, será o FII de FIIs da família Kinea:

Objeto do Fundo:  O Fundo tem por objeto o investimento em empreendimentos imobiliários na forma prevista na Instrução CVM nº 472, preponderante – assim entendido como mais de 50% (cinquenta por cento) do patrimônio líquido do Fundo através da aquisição de cotas de FII, observado item “Política de Investimento” abaixo. Adicionalmente, o Fundo poderá investir em CRI, LCI, LH e outros ativos financeiros, títulos e valores mobiliários, observado o item “Política de Investimento”, nos termos do item 4.2 e subitens do Regulamento, a critério do Gestor e independentemente de deliberação em Assembleia Geral de Cotistas.

(a) Cotas de FII;
(b) CRI;
(c) LCI;
(d) LH; e
(e) Outros ativos financeiros, títulos e valores mobiliários permitidos pela Instrução CVM nº 472 com (i) rendimento pré-determinado ou rentabilidade alvo pré-determinada, e (ii) com classificação de risco, em escala nacional, “AA”, emitida pela Standard&Poors, Fitch ou equivalente pela Moody’s.

O Fundo não poderá investir diretamente em cotas de FII ou de fundos de investimento em participações (“FIP”) que sejam geridos pelo Gestor ou por suas Partes Ligadas. (não pode comprar Kinea ?!!)

o Fundo terá o prazo de até 2 (dois) anos após a data de encerramento de cada oferta de Cotas para enquadrar a sua carteira à regra de preponderência de alocação do patrimônio do Fundo em Cotas de FII prevista na Política de Investimento estabelecida no Regulamento. (2 anos ?!!)

Rentabilidade Alvo:  Variação acumulada do IPCA/IBGE, acrescido de uma taxa de 3,00% (três) ao semestre. ( IPCA + 6% a.a. )

Taxa de Administração: Pela administração do Fundo, nela compreendida as atividades do Administrador, do Gestor e do Escriturador, o Fundo pagará ao Administrador uma taxa de administração equivalente a 1,25% (um inteiro e vinte e cinco centésimos por cento) ao ano sobre o patrimônio líquido do Fundo, calculado conforme item 7.3 do Regulamento.

Taxa de Performance:  Além da Taxa de Administração, será devido pelo Fundo ao Gestor uma taxa de performance em virtude do desempenho do Fundo, equivalente a  20% (vinte por cento) dos rendimentos do Fundo que excederem o  Benchmark, depois de deduzidas todos os encargos e despesas previstos no Regulamento.

No âmbito da 1ª (primeira) emissão de Cotas, não será devida pelos Cotistas taxa de ingresso/distribuição primária. Para as demais emissões do Fundo, quando da subscrição e integralização de Cotas, será devida pelos Cotistas ao Fundo taxa de Ingresso/distribuição primária, por Cota subscrita, equivalente a um percentual fixo, conforme determinado em cada nova emissão de Cotas no respectivo documento da oferta. (Taxa de Ingresso em futuras emissões ?!!)

O valor unitário da Cota de R$ 1.000,00 (mil reais), na Data de Emissão.

Cada Investidor deverá subscrever e integralizar, no âmbito da Oferta, a quantidade mínima de 30 (trinta) Cotas, pelo Valor Atualizado da Cota equivalente, na Data de Emissão, a R$ 30.000,00 (trinta mil reais).

O volume total da Oferta será de R$ 250.000.000,00 (duzentos e cinquenta milhões de reais), na Data de Emissão, representado por 250.000 (duzentas e cinquenta mil) Cotas, não sendo consideradas para efeito de cálculo do Volume Total da Oferta as Cotas do Lote Suplementar, as Cotas Adicionais.

Opinião do Tetzner:  Pela quantidade de observações que fiz, já imaginam minha cara aqui neh 😦  Um ponto interessante é a não possibilidade de se entupir de outros Kinea, mas as considerações sobre pagamento de taxa de ingresso em futuras emissões, já mostra bem onde está o interesse do gestor.  Dois anos para alocar?  Fala sério, eles não aprendem mesmo, vão fazer um FII de FIIs que vai ficar entulhado de papel por um looooongo prazo ( Déjà vu  heheh só para ficar chique igual ao post do Embaixador 🙂 ).

RI:  produtosestruturados@itau-unibanco.com.br, kinea@kinea.com.br

Site:  http://www.intrag.com.br, http://www.kinea.com.br, http://www.itautrade.com.br

LC – RB CAPITAL 5R SHOPPING CENTERS – FII ( )

Novo Lançamento: RB CAPITAL 5R SHOPPING CENTERS – FII ( )

RBSC11

Material Publicitário

Prospecto

O fundo será administrado pela Caixa Econômica Federal, em regime de condomínio fechado e com prazo indeterminado de duração.

Os recursos obtidos pelo Fundo com a primeira emissão de Cotas serão destinados ao desenvolvimento e posterior aquisição de parcela do Shopping Praça Taquaral, por meio de participação societária do Fundo na Empreendedora Shopping Taquaral, consistente na subscrição e integralização de suas ações, na medida e proporção dos recursos necessários para a consecução de cada etapa das obras de desenvolvimento do Shopping Praça Taquaral, conforme o Cronograma de Obras.

Regime de Colocação de Melhores Esforços

O montante total da Oferta é de R$ 122.470.000,00 (cento e vinte e dois milhões e quatrocentos e setenta mil reais), divididos em 1.224.700 (um milhão, duzentas e vinte e quatro mil e setecentas) Cotas com valor unitário de R$ 100,00 (cem reais), na Data de Emissão.

O montante mínimo a ser investido por cada Investidor no âmbito da Oferta, o qual corresponde ao montante equivalente a 300 (trezentas) Cotas, equivalentes, na Data de Emissão, a R$ 30.000,00 (trinta mil reais).

Taxa de Administração
Pelos serviços de administração, gestão, controladoria e escrituração de Cotas, será devida, pelo Fundo, uma Taxa de Administração de 1% (um por cento) ao ano, incidente sobre o Patrimônio Líquido do Fundo, calculada diariamente, com base em um ano de 252 (duzentos e cinquenta e dois) Dias Úteis, sendo paga mensalmente, até o 5º (quinto) Dia Útil do mês subsequente ao vencido, a partir do mês em que ocorrer a primeira integralização de Cotas, sendo devida uma remuneração mínima mensal de R$15.000,00, corrigidos anualmente por IPCA/IBGE.

Não haverá taxa de ingresso e saída e nem taxa de performance.

O Fundo tem taxa de performance, mas ainda não consta do Prospecto

Opinião do Tetzner:  a gestora é boa, mas o produto me parece mais do mesmo. Segmento de shoppings esta sendo foco de lançamentos, muita oferta sem grandes diferenciais levam ao baixo interesse de adesão.

RI: gedef@caixa.gov.br, distribuicao@rbcapital.com.br, ri@rbcapital.com.br

Site: http://www.caixa.gov.br,  http://www.rbcapital.com.br/pt

LC – GBX 14 – FII ( )

GBXF11

Novo Lançamento:  GBX 14 – FII ( )

Prospecto

O GBX 14 INVEST FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII (“Fundo”) está realizando uma emissão primária de até 100.000 (cem mil) cotas (“Cotas Ofertadas”) (“Oferta”), com valor unitário de R$1.000,00 (mil reais), perfazendo o valor total de até R$100.000.000,00 (cem milhões de reais), todas escriturais, a serem integralizadas à prazo, por meio da realização de chamadas de capital, conforme procedimento previsto no termo de compromisso de investimento a ser celebrado.

A subscrição mínima no Fundo por cada investidor é de 10 (dez) Cotas, que correspondem, na data de emissão, a R$10.000,00 (dez mil reais).

A Gradual Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários S.A., será responsável por coordenar a Oferta (“Coordenador Líder”).

A gestão da carteira do Fundo será realizada pela GBX Administração de Recursos Ltda.

Consultor Imobiliário A 14 Invest Group Administrador de Bens Ltda.,

Administrador: Oliveira Trust Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.

O fundo será criado em condomínio fechado e com prazo indeterminado de duração.

Cronograma Estimado da Oferta
Estima-se que a Oferta seguirá o cronograma abaixo:
Ordem dos Eventos
Evento Data Prevista
1 Protocolo do pedido de registro da Oferta na CVM 19.04.13
2 Obtenção do Registro da Oferta 29.05.13
3 Publicação do Anúncio de Início 30.05.13
Distribuição do Prospecto Definitivo 30.05.13
6 Assinatura dos Boletins de Subscrição e Compromissos de Investimento 17.06.13
7 Data da Integralização Inicial 1.07.13
8 Publicação do Anúncio de Encerramento da Oferta 17.10.13

Olhem o custo deste FII; se estiver correto, alguém por favor me explica o motivo dos outros chegarem a cobrar 10% do valor da emissão, quando este não cobra nem 0,3% ???

GBXF11_custos

Taxa de Administração
A Instituição Administradora, o Gestor e o Consultor Imobiliário serão remunerados pela Taxa de Administração, conforme discriminada abaixo:
(i) Instituição Administradora: pela prestação dos serviços de administração, controladoria de ativos e escrituração das Cotas será devido à Instituição Administradora remuneração equivalente a 0,29% (vinte e nove centésimos por cento) ao ano, incidente sobre o Patrimônio Líquido. A taxa prevista neste item terá o valor mínimo mensal de R$ 11.500,00 (onze mil e quinhentos reais), o qual será acrescido de R$400,00 (quatrocentos reais) por Ativo Imobiliário integrante da carteira do Fundo, a partir do terceiro Ativo Imobiliário adquirido pelo Fundo, nos termos deste Regulamento;
(ii) Gestor: 1,29% (um inteiro e vinte e nove centésimos por cento) ao ano do Patrimônio Líquido;
(iii) Consultor Imobiliário: 0,38% (trinta e oito centésimos por cento) ao ano do Patrimônio Líquido.

Sem prejuízo da Taxa de Administração indicada acima, a Instituição Administradora igualmente fará jus a uma remuneração adicional de R$2.500,00 (dois mil e quinhentos reais), pela sua participação em cada Assembleia Geral, exceto Assembleias Ordinárias, a ser paga no mês subsequente ao mês de realização da referida Assembleia Geral.

Taxa de Performance
Além da Taxa de Administração, o Consultor Imobiliário e o Gestor farão jus à Taxa de Performance, a ser paga semestralmente, equivalente a alíquota de 20% (vinte por cento), incidente sobre a diferença positiva existente entre o valor patrimonial das Cotas auferido no 1º Dia Útil e no último Dia Útil do semestre em referência, no que exceder a variação do IPCA, acrescido de 5% (cinco por cento) ao ano. A Taxa de Performance será paga semestralmente, no 5º Dia Útil subsequente ao encerramento do semestre utilizado como referência, sendo que da alíquota de 20% (vinte por cento), 16,6% (dezesseis inteiros e seis décimos por cento) serão devidos ao Consultor Imobiliário e 3,4% (três inteiros e quatro décimos por cento) serão devidos ao Gestor.

Destinação dos Recursos
Os recursos obtidos a partir da Oferta serão destinados à aquisição

(i) dos Ativos Imobiliários que venham a ser selecionados pelo Consultor Imobiliário e avaliados e aprovados pelo Gestor; e/ou

(ii) dos Ativos de Liquidez indicados pelo Gestor, nos termos do Regulamento.

Da Politica de Investimento:

“..

A aquisição dos Ativos Imobiliários pelo Fundo deverão obedecer aos seguintes critérios de alocação:
i) concentração máxima de até 20% (vinte por cento) do patrimônio líquido do Fundo
investido em Ativos Imobiliários representados por um único imóvel;

ii) concentração mínima de 80% (oitenta por cento) do patrimônio líquido do Fundo investido em Ativos Imobiliários localizados geograficamente no Estado de São Paulo;

iii) concentração máxima de até 55% (cinquenta e cinco por cento) do patrimônio líquido do Fundo investido em Ativos Imobiliários caracterizados como galpões industriais e/ou
logísticos;

iv) concentração máxima de até 45% (quarenta e cinco por cento) do patrimônio líquido do Fundo investido capital comprometido em Ativos Imobiliários de natureza comercial;

v) concentração máxima de até 40% (quarenta por cento) do patrimônio líquido do Fundo
investido em Ativos Imobiliários de natureza residencial; e

vi) concentração máxima de até 50% (cinquenta por cento) do capital comprometido em Ativos Imobiliários caracterizados como áreas, terrenos ou glebas nuas, sem construções ou benfeitorias.

O Fundo terá o prazo de 3 (três) anos contados a partir da data de obtenção de seu registro de funcionamento para enquadrar a carteira de Ativos Imobiliários aos critérios descritos acima.

* Opinião do Tetzner:

Apesar de parecer um FII de Tijolo, sem prazo de duração e ter um baixo custo de emissão, fiquei preocupado com essa regra de terem até 3 anos para fazer a alocação em imóveis nas condições acima descritas. Me lembrou, não sei porque, aquela musiquinha do Tio Silvio: “Ei!! Você ai!! Me dá um dinheiro ai!!  …Me dá um dinheiro ai!! ”

* Contribuição do amigo ktts:

“A oferta do GBX sofreu alterações, dentre elas:
– Vetar a aquisição de imóveis residenciais.
– Permitir a aplicação de até 100% do capital comprometido em ativos imobiliários de natureza comercial.
– Vetar a aquisição de imóveis pertencentes ao gestor, consultor imobiliário ou até mesmo de empresas de seus respectivos grupos econômicos.
– Diminuir o prazo para enquadramento do fundo de 3 para 1 ano.
– Reduzir a taxa de administração de 1,96%a.a. para 1,85%a.a..
– Aumentar o parâmetro à partir do qual será cobrada a taxa de performance, de variação do IPCA + 7%a.a. para IPCA + 9%a.a..
– Estabelecer prazo determinado de 10 anos para encerramento do fundo.
– Alterar a taxa de distribuição para 2,053%.
– Estabelecer que o Gestor, Consultor Imobiliário e Administrador envidarão melhores esforços para investir somente em ativos imobiliários que contemplem taxa interna de retorno (TIR) estimada, equivalente a, no mínimo 30%a.a..
As mudanças foram protocoladas dia 17/03/14”

 

LC – BTG PACTUAL SHOPPINGS – FII ( )

Novo Lançamento: BTG PACTUAL  SHOPPINGS – FII ( )

BTGS11

Prospecto Preliminar

O fundo é administrado pela BTG Pactual, em regime de condomínio fechado e tem prazo indeterminado de duração.

Este FII está realizando sua segunda emissão (“2ª Emissão”) por meio de uma oferta pública de distribuição de 460.103 (quatrocentos e sessenta mil, cento e três) Cotas (“Cotas”), nominativas e escriturais, em série única, com preço de emissão de R$82,00 (oitenta e dois reais) cada (“Preço de Emissão”), que compreende a distribuição pública primária das Cotas (“Oferta”), perfazendo o valor total de R$37.728.446,00 (trinta e sete milhões, setecentos e vinte e oito mil, quatrocentos e quarenta e seis reais).

Aplicação Inicial Mínima: Quantidade mínima de 122 (cento e vinte e duas) Cotas no valor total de R$82,00 (oitenta e dois reais) cada, totalizando R$10.004,00 (dez mil e quatro reais), a serem subscritas por cada Investidor.

Imóveis-Alvo: Participação nos seguintes shopping centers: (i) Big Shopping; (ii) Shopping Mueller, e (iii) Shopping West Plaza.

O Fundo poderá adquirir os Imóveis-Alvo e os Outros Ativos.
Para a captação dos recursos necessários à aquisição de participação equivalente a 13% (treze por cento) do Big Shopping e 10,41% (dez inteiros e quarenta e um centésimos por cento) do Shopping Mueller (sendo que a participação no Shopping Mueller será realizada por meio da aquisição de 99,99% do capital social da KGM37, e 10,51% do capital social da Pró-Parking), o Fundo promoverá a Emissão, em série única, e a presente Oferta, cujo montante será de R$37.728.446,00 (trinta e sete milhões, setecentos e vinte e oito mil e quatrocentos e quarenta e seis reais).

Big Shopping
O empreendimento imobiliário de shopping center intitulado “Big Shopping”, situado na cidade de Contagem, no estado de Minas Gerais, na Avenida João César de Oliveira, descrito e caracterizado na matrícula n.º 53.842 do Registro de Imóveis da Comarca de Contagem – MG.

Shopping Mueller
O empreendimento imobiliário de shopping center intitulado “Shopping Mueller”, situado na cidade de Joinville, no estado de Santa Catarina, na Rua Visconde de Taunay, com área de 22.560,34m2 e área construída total de 55.331,32m2, descrito e caracterizado na matrícula n.º 25.369 do 2º Oficial de Registro de Imóveis da Comarca de Joinville – SC.

Shopping West Plaza
Shopping West Plaza, situado na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, constituído (a) pela matrícula n.º 27.987 do 2º Oficial de Registro de Imóveis de São
Paulo, localizado na Rua Engenheiro Stevenson, nº 30, no 19º Subdistrito, Perdizes

FII Shopping West Plaza
Fundo de Investimento Imobiliário – FII Shopping West Plaza, cujo objeto é o investimento em empreendimentos imobiliários de shopping centers, primordialmente o Shopping West Plaza.

Renda Mínima Garantida:
Em observância ao disposto no inciso VIII, do artigo 35, da Instrução CVM 472, a Administradora não se compromete ao pagamento aos Cotistas de rendimentos predeterminados. Não obstante, a BR Malls garantirá ao Fundo, pelo período de 36 meses contados a partir da data em que for lavrada a pertinente escritura pública de venda e compra do Imóvel-Alvo Big Shopping e forem assinados os contratos de compra e venda de quotas relativas ao Shopping Mueller, uma renda mínima garantida nominal
de 8% (oito por cento) ao ano, correspondente a 0,67% (sessenta e sete centésimos por cento) ao mês, líquida dos impostos e das Despesas Ordinárias dos Imóveis-Alvo Big Shopping e Shopping Mueller, calculada com base no valor de emissão das Cotas efetivamente integralizadas decorrentes desta 2ª Emissão. Para maiores informações, ler a seção “Renda Mínima Garantida” na página [•] deste Prospecto e o fator de risco “Risco Relativo ao não Pagamento da Renda Mínima Garantida do Fundo” a
partir da página [•] deste Prospecto

Taxa de Administração:

A Administradora receberá por seus serviços uma taxa de administração composta do valor equivalente (i) a 0,15% (quinze por cento) a.a., à razão de 1/12 avos, calculada sobre o valor total dos ativos que integrarem o patrimônio do Fundo (dele excetuada qualquer participação detida pelo FUNDO, de forma direta, no FII Shopping West Plaza) no último dia útil do mês imediatamente anterior ao mês da prestação dos serviços de administração e que deverá ser pago diretamente à Administradora até o 5º (quinto) dia útil do mês subsequente ao de prestação dos serviços, (ii) a 0,75% (setenta e cinco centésimos por cento) a.a., à razão de 1/12 avos, calculada sobre o valor total dos ativos que integrarem o patrimônio do Fundo no último dia útil do mês imediatamente anterior ao mês da prestação dos serviços do valor referente aos serviços de gestão e que deverá ser pago diretamente ao Gestor até o 5º (quinto) dia útil do mês subsequente ao de prestação dos serviços

A Oferta será realizada pelas Instituições Participantes da Oferta, em mercado de balcão não organizado ( final B ).

BTGS11b_custos

 

RISCOS!

 

I. Questões relacionadas aos Imóveis-Alvo
a) Ônus, Encargos ou Gravames existentes sobre as participações a serem adquiridas nos Imóveis-Alvo Big Shopping e Shopping Mueller em decorrência da 2ª Emissão:

Big Shopping
A fração ideal de 2,70%, detida pela Gerdau Sociedade de Previdência Privada e prometida à venda para a Exímia, foi arrolada à Receita Federal do Brasil, conforme Termo de Arrolamento expedido no Ofício ARF/CLE/MG nº 52/2004 de 21/06/2004. Nos termos da Lei Federal nº 9.532, de 10/12/1997, este arrolamento não impede a alienação de tal fração ideal à Exímia.

Shopping Mueller
Existe um direito de superfície de área de 1.580,50 m² do terreno do Shopping Mueller para fins de construção de apart hotel, em favor da Joinville Express Empreendimentos Ltda., inscrita no CNPJ/MF sob nº 04.926.519/0001-56.

Não foram encontrados outros ônus, encargos ou gravames existentes sobre as participações de 13% e 10,41% a serem adquiridas pelo Fundo nos Imóveis-Alvo Big Shopping e Shopping Mueller, respectivamente, em decorrência dos recursos advindos desta Emissão.

b) Discussões judiciais relativas a débitos dos Imóveis-Alvo

Big Shopping

Contra o Condomínio do Big Shopping foi ajuizada a Execução Fiscal nº 079030798429, com valor da causa de R$ 474.130,70. Também foi ajuizada contra o Big Shopping também Ação Declaratória 024045398393 e Embargos à Execução 0024110568243, para discussão a respeito do ICMS.

Shopping Mueller
Não há discussões judiciais relativas a débitos sobre o Shopping Mueller.

 

RI: rodrigo.mennocchi@btgpactual.com

Site: http://www.btgpactual.com