Fórum de FIIs

tetzner_blog-fiis

A Maior, mais Bem Informada e Ativa comunidade 100% FII

ABCP11  AEFI11  AGCX11  ALMI11B  ATSA11B  BBFI11B  BBPO11  BBRC11  BBVJ11  BCIA11  BCFF11B  BCRI11  BMLC11B  BNFS11  BPFF11  BRCR11  CBOP11  CEOC11B  CNES11B  CPTS11B  CTXT11  CXCE11B  CXRI11  CXTL11  DOMC11  DRIT11B  EDFO11B  EDGA11B  EURO11  FAED11B  FAMB11B  FCFL11B  FEXC11  FFCI11  FIGS11  FIIB11  FIIP11B  FIXX11  FLMA11  FLRP11B  FMOF11  FPAB11  FVBI11B  GRLV11  HCRI11B  HGBS11  HGCR11  HGJH11  HGLG11  HGRE11  JRDM11B  JSRE11  KNCR11  KNIP11  KNRI11  MAXR11B  MBRF11  MFII11  MXRF11  NSLU11B  ONEF11  PLRI11  PQDP11  PRSV11  RBBV11  RBGS11  RBPD11  RBRD11  RBVO11  RDES11  RNDP11  RNGO11  SAAG11  SDIL11  SHPH11  SPTW11  TBOF11  TFOF11  THRA11B  TRNT11B  TRXL11  VLOL11  VRTA11  WPLZ11B  XPCM11  XPGA11  XTED11

Juntos somos mais Fortes! Incentive o blog, assine os produtos e serviços:

Mini_FitaProdServ

Login   Registro   FII   Ações   Fundos   Diversão   Comentar   Loja   Ajuda   Comentários   RSS

5.701 comentários sobre “Fórum de FIIs

    • Direcional reportou bons resultados, o que denota uma certa resiliência na demanda da baixa renda. Por outro lado (bem conhecido, aliás), é muito centrada no MCMV. Qualquer problema com o programa ou seu fluxo de caixa… huummm…

      Cyrela, resultado mixuruca… ROE de 1,6%… acho que já diz algo sobre o dito.

      MRV… qual será o maravilhoso segredo de Tostines? Sim, só os mais experientes entenderão.

      “São Caros”… essa aqui só mexe com imóveis Triplo A, Tetz? 😀

      Curtido por 2 pessoas

  1. Livro: FII

    Livro FII_Mini   Compre Aqui!

    Investir em imóveis era algo complicado e necessitava de capital elevado até o surgimento dos primeiros fundos que investem no segmento Imobiliário, os FIIs, como eles são popularmente conhecidos. Para o investidor comum, acostumado com as antigas opções que se dividiam em Fundos de Renda Fixa ou de Renda Variável, essa nova opção de investimento traz consigo um argumento muito forte: a Renda Mensal. Mas antes de explorarmos a melhor maneira de se obter renda e atingir a independência financeira tão sonhada, iremos entender os conceitos básicos e evoluir na análise do investimento em fundos imobiliários. Juntos vamos conhecer as principais nuances desse produto financeiro, que tanto tem atraído à atenção e despertado o interesse de milhares de investidores ao longo dos últimos anos.   São 331 páginas de muita informação!

    A estrutura básica do material está organizada nos seguintes tópicos:

    • Fundos de Investimento
    • FII – Fundo de Investimento Imobiliário
    • Tipos de FIIs
    • FII de Papel
    • FII de Tijolo
    • FII de FIIs
    • Os Rendimentos
    • A Negociação das Cotas
    • O Mercado de Balcão ( MB )
    • Onde Encontrar Informações sobre FIIs
    • O Ranking dos FIIs do Tetzner
    • Os Segmentos dos FIIs
    • Lidando com os Impostos
    • Correlação dos FIIs ( Beta )
    • Renda Mínima Garantida
    • Os Riscos
    • O que acontece em caso de Falência?
    • Percentual de Alocação em FIIs
    • Vantagens e Desvantagens dos FIIs
    • Ficha Técnicas (+ de 60)

    Por que comprar o livro de FII do Tetzner?

    Ao adquirir o livro, você não apenas compra um mero conteúdo. Você recebe a grata satisfação de conhecer, aprender e apreender os conhecimentos sobre o universo dos Fundos de Investimento Imobiliário.
    A leitura é leve, o conteúdo de fácil entendimento, os exemplos são claros, e as nuances são ricamente detalhadas.
    O autor apresenta uma visão holística sobre o assunto. Desde o conceito de fundos de investimento, fundos de investimento imobiliário, tipos de FIIs, os rendimentos, segmentos, riscos, vantagens e desvantagens, e até as fichas técnicas com gráfico, tudo é abordado abrindo a mente de quem já investe e de quem pretende iniciar, montar sua carteira e fazer a alocação de ativos.
    Se você está em busca de uma leitura leve, com linguagem simples e direta, com facilidade de aprendizado rápido e didático, então conheça o livro. Excelente leitura e bons rendimentos!!!

    .

    Curtido por 1 pessoa

    • Livro: Os Segredos de um Investidor de Sucesso

      Livro Investidor_Mini      Compre Aqui!

      Manual de Investimentos com Planejamento, Fundamentos e Estratégias, otimizadas ao Longo de 15 anos no Mercado Brasileiro: Ações, Opções, Índice, Dólar, Fundos Imobiliários (FII´s) e TradeSystem.  A cada novo dia, mais e mais pessoas iniciam sua aventura rumo à independência financeira, utilizando a renda variável sem o preparo adequado. Essa falta de preparo conduzirá a maioria para fora do jogo, sem grande espanto, antes mesmo de terem conhecido uma breve prosperidade. Neste ambiente predatório sua participação deve ser eficaz e assertiva, evitando exposição excessiva e atuando com pleno conhecimento de suas habilidades; deve-se minimizar os erros e precocemente cessar seus efeitos nocivos ao crescimento do patrimônio acumulado. Você pode, você deve e você irá obter Sucesso Pessoal, Profissional e por consequência Financeiro, ao assimilar e seguir a filosofia e as estratégias que irei apresentar-lhe aqui neste breve resumo de uma década e meia de experiência. São 343 páginas de muita informação!

      A estrutura básica do material está organizada nos seguintes tópicos:

      Qual o segredo do Sucesso?
      Você realmente conhece a si próprio ?
      Senhoras e Senhores, o Espetáculo começou!
      Arrumando a Casa
      Ampliando seus Horizontes
      Definindo o Perfil do Investidor
      E ai, pode ser ou está difícil?
      Adicionando mais uma Ação à sua Carteira
      Gestão de Portfólio
      Reduzindo Custos
      Dizendo algumas verdades
      Grafistas x Fundamentalistas
      Petro ou Vale ?
      O que Analisar em um Balanço ?
      Estou em dúvida, o que fazer ?
      Adicionando massa ao corpo!
      Acionando as Defesas!
      Quando devo ativar as Defesas?
      Quando devo parar de Defender?
      Defendendo a Carteira Toda
      Dólar como Proteção
      O que é um TradeSystem ?
      Fundos de Investimento Imobiliário
      Controlando o Risco
      Garimpando Pedras Preciosas
      O que olhar em um Gráfico ?
      Value Investing: Vale à pena ?
      Ajustando o Curso da Viagem!
      Quando Vender uma Ação ?
      O que fazer depois da Venda ?
      Lidando com os Impostos
      Tire Férias do Mercado!
      A Bolsa e o Poker
      Usando a Análise Gráfica a seu Favor
      Gestão de Capital em Trades
      Montando seu TradeSystem
      Evite o “ALL IN” na Bolsa
      Você é Holder, Trader ou SwingTrader?
      Perguntas e Respostas Genéricas
      Analisando os Balanços
      Pagando o Preço do nosso Pacto
      Balanços Comentados

      Por que comprar o livro do Tetzner?

      Com postura de tutor e uma linguagem simples, clara e objetiva, o autor ensina a pescar adotando a filosofia de que o sucesso vem da disciplina e da paciência. Antes de elaborar qualquer estratégia e iniciar qualquer tipo de investimento, ele nos leva a fazer uma reflexão sobre quem somos verdadeiramente, ele ensina a fazer uma autocrítica, a analisar nossos pontos fortes e fracos, nossas emoções, o que é de extrema importância antes de se tomar qualquer decisão importante em nossa vida.
      Ao adquirir o livro, você aprenderá todos os conceitos e as nuances do mercado, verá exemplos de situações com planilhas de controle, os tipos de investidores, gestão de portfólio, os riscos, e muito mais.
      Enfim, a riqueza de conteúdo é fantástica. Vale muito a pena ter essa obra extraordinária no acervo digital pessoal.

      “ Exelente apresentacao de Cristian Tetzner dos pilares do investimento: disciplina, um plano vencedor no longo prazo e paciencia para colher os frutos. Simples assim, porem no mercado que vivemos, com tanta informacao de baixa qualidade, o metodo Tetzner e um mapa consistente para quem deseja se aventurar nos investimentos.
      Eu recomendaria um amigo! Sds ppfrontin ”
      Pedro Paulo Frontin

      Curtido por 1 pessoa

  2. TIR

    Já houve discussão sobre o calculo da TIR de FIIs aqui no blog?
    -Em caso afirmativo alguém pode explicar como calcula?
    -Em caso negativo, alguém se dispõe a indicar a maneira correta de realizar este calculo?

    Obrigado.

    Curtido por 1 pessoa

    • Excel explica:

      TIR (Função TIR)

      Este artigo descreve a sintaxe da fórmula e o uso da função TIR no Microsoft Excel.

      Descrição

      Retorna a taxa interna de retorno de uma sequência de fluxos de caixa representada pelos números em valores. Estes fluxos de caixa não precisam ser iguais como no caso de uma anuidade. Entretanto, os fluxos de caixa devem ser feitos em intervalos regulares, como mensalmente ou anualmente. A taxa interna de retorno é a taxa de juros recebida para um investimento que consiste em pagamentos (valores negativos) e receitas (valores positivos) que ocorrem em períodos regulares.

      Curtido por 2 pessoas

    • Sintaxe

      TIR(valores, [suposição])

      A sintaxe da função TIR tem os seguintes argumentos:

      Valores Obrigatório. Uma matriz ou uma referência a células que contêm números cuja taxa interna de retorno se deseja calcular.

      Valores deve conter pelo menos um valor positivo e um negativo para calcular a taxa interna de retorno.

      TIR usa a ordem de valores para interpretar a ordem de fluxos de caixa. Certifique-se de inserir os valores de pagamentos e rendas na sequência desejada.

      Se uma matriz ou argumento de referência contiver texto, valores lógicos ou células em branco, estes valores serão ignorados.

      Curtido por 1 pessoa

      • dipencz,

        Com a TIR calculada através fluxo de caixa do investimento você pode comparar o resultado com o custo de oportunidade (SELIC, IPCA, por exemplo) e verificar se está performando bem ou não…..

        Ja fiz isso para modelos de outros investimentos, para os FIIs não estou obtendo resultados satisfatórios..talvez esteja usando uma amostragem de fluxo de alugueis pequenos…..

        Curtido por 1 pessoa

    • Estimativa Obrigatório. Um número que se estima ser próximo do resultado de TIR.

      O Microsoft Excel usa uma técnica iterativa para calcular TIR. Começando por estimativa, TIR refaz o cálculo até o resultado ter uma precisão de 0,00001 por cento. Se TIR não puder localizar um resultado que funcione depois de 20 tentativas, o valor de erro #NÚM! será retornado.

      Na maioria dos casos, não é necessário fornecer estimativa para o cálculo de TIR. Se estimativa for omitida, será considerada 0,1 (10 por cento).

      Se TIR fornecer o valor de erro #NÚM!, ou se o resultado não for próximo do esperado, tente novamente com um valor diferente para estimativa.

      Curtido por 1 pessoa

    • Exemplo

      Copie os dados de exemplo da tabela a seguir e cole-os na célula A1 de uma nova planilha do Excel. Para as fórmulas mostrarem resultados, selecione-as, pressione F2 e pressione Enter. Se precisar, você poderá ajustar as larguras das colunas para ver todos os dados.

      Dados

      Descrição

      -$70.000

      O custo inicial de um negócio

      $12.000

      A receita líquida do primeiro ano

      $15.000

      A receita líquida do segundo ano

      $18.000

      A receita líquida do terceiro ano

      $21.000

      A receita líquida do quarto ano

      $26.000

      A receita líquida do quinto ano

      Fórmula

      Descrição

      Resultado

      =TIR(A2:A6)

      Taxa interna de retorno do investimento após quatro anos

      -2,1%

      =TIR(A2:A7)

      Taxa interna de retorno após cinco anos

      8,7%

      =TIR(A2:A4;-10%)

      Para calcular a taxa interna de retorno após dois anos, você precisa incluir uma estimativa (neste exemplo, -10%).

      Curtido por 1 pessoa

  3. Relatórios Comentados Ed.42 – Maio/17

    Relatórios Comentados - Mini

    Carta ao Leitor

    Muita informação sobre os Fundos Imobiliários reunida num só lugar 😀

    Seguimos acompanhando e reportando as novidades imobiliárias e levando até você o melhor conteúdo, mais atualizado e no momento em que a informação acontece!

    ABCP11 – Gran Plaza Shopping FII…11
    AEFI11 – AESAPAR FII…18
    AGCX11 – Agências Caixa FII…26
    ALMI11B – Torre Almirante FII…43
    BBFI11B – BB Progressivo FII…47
    BBPO11 – BB Progressivo II FII…51
    BBRC11 – BB Renda Corporativa FII…61
    BBVJ11 – BB VJ Cidade Jardim FII…69
    BCFF11B – BTG Pactual Fundos de Fundos FII…76
    BCRI11 – Banestes Recebíveis FII…83
    BMLC11B – BM Brascan Lajes Corporativas FII…86
    BNFS11 – Banrisul Novas Fronteiras – FII…90
    BPFF11 – FII Brasil Plural Absoluto…95
    BRCR11 – BTG Pactual Corporate Office Fund FII…97
    CBOP11 – Castello Branco Office Park FII…113
    CEOC11B – CEO Cyrela Commercial Properties FII…116
    CNES11B – CENESP FII…119
    CXRI11 – Caixa Rio Bravo FII de FII…124
    DRIT11B – Multigestão Renda Comercial FII…131
    EDFO11 – Ed Ouro Invest…135
    EDGA11B – Edifício Galeria FII…140
    EURO11 – FII Europar…147
    FAED11B – Anhanguera Educacional FII…154
    FAMB11B – Edifício Almirante Barroso FII…159
    FCFL11B – Campus Faria Lima FII…163
    FEXC11B – BTG Pactual Fundo de CRI FII…166
    FFCI11 – Rio Bravo Renda Corporativa FII…172
    FIGS11 – General Shopping Ativo e Renda FII…181
    FIIB11 – Industrial do Brasil FII…187
    FIIP11 – RB Capital Renda I FII…194
    FLMA11 – FII Continental Square Faria Lima…202
    FLRP11B – Floripa Shopping FII…206
    FMOF11 – FII Memorial Office…214
    FPAB11 – Projeto Água Branca FII…218
    FVBI11B – VBI FL 4440 FII…223
    GRLV11 – CSHG GR Louveira FII…228
    HCRI11B – FII Hospital da Criança…232
    HGBS11 – CSHG Brasil Shopping FII…235
    HGCR11 – CSHG Recebíveis FII…245
    HGJH11 – CSHG JHSF Prime Offices FII…250
    HGLG11 – CSHG Logística FII…254
    HGRE11 – CSHG Real Estate FII…262
    HCRI11B – FII Hospital da Criança…271
    HTMX11B – FII HOTEL MaxInvest…273
    JRDM11B – Shopping Jardim Sul FII…279
    JSRE11 – Safra Real Estate FII…285
    KNCR11 – FII KINEA RI…289
    KNIP11 – Kinea Índice de Preços FII…292
    KNRI11 – Kinea Renda Imobiliária FII…294
    MAXR11B – Max Retail FII…309
    MBRF11 – Mercantil do Brasil FII…316
    MFII11 – II MERITO I (MFII)…321
    MXRF11 – Maxi Renda FII…337
    NSLU11B – Hospital N.S. Lourdes FII…344
    ONEF11 – FII THE ONE…349
    PQDP11 – Parque Dom Pedro Shopping Center FII…354
    PRSV11 – Presidente Vargas FII…362
    RBGS11 – RB Capital General Shopping Sulacap FII…367
    RBPD11 – RB Capital Prime Realty II FII…371
    RBRD11 – RB Capital Renda II FII…372
    RDES11 – FII Renda de Escritórios…374
    RBVO11 – Rio Bravo Crédito Imobiliário II FII…377
    RNGO11 – Rio Negro FII…381
    SAAG11 – Santander Agências FII…386
    SDIL11 – SDI Logística Rio FII…393
    SHPH11 – FII Shopping Páteo Higienópolis…398
    SPTW11 – SP DOWNTOWN FII…402
    TBOF11 – TB Office FII…406
    TFOF11 – FII TOP Fund of Funds…418
    THRA11B – Cyrela Thera – FII…420
    TRNT11B – Torre Norte FII…427
    TRXL11 – TRX Realty Logística FII…437
    VLOL11 – Vila Olímpia Corporate FII…447
    VRTA11 – Fator Verita FII…453
    WPLZ11B – Shopping West Plaza FII…457
    XPCM11 – XP Corporate Macaé FII…462
    XPGA11 – XP Gaia Lote FII…474
    XTED11 – TRX Edifícios Corporativos FII…481
    Resumo dos FIIs…490

    Estamos de olho para você ficar tranquilo e seguir seus estudos sempre muito bem informado.

    Blog Tetzner

    Junte-se à essa Família 🙂

    Não é Assinante? Peça já a sua Edição, clique aqui!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Adote

    A proposta é Simples: ter amigos e amigas do blog que possam ajudar nas atualizações dos FIIs.

    Você pode contribuir atualizando alguma informação ou sugerindo melhorias nas fichas dos fundos imobiliários que mais gosta!

    Tem sempre alguma novidade ou pergunta dos amigos que você pode responder 🙂

    Participe, ajude os amigos e ganhe prêmios!

    Escolha o FII, comunique a Adoção e comece a Atualização 😀

    Curtido por 1 pessoa

  5. Uma leitura a vol d’oiseau na FSP de hoje:

    RENDIMENTOS ISENTOS

    Um dos motivos apresentados por Rachid para a diferença de tributação entre os ricos e os super ricos é a incidência de rendimentos isentos no topo da pirâmide.

    Os rendimentos isentos representam 41% da renda bruta da população 0,1% mais rica. Já entre os 0,9% mais ricos, a fatia dos rendimentos isentos é de 28%. Muitos dos rendimentos dos super ricos são lucros, dividendos e investimentos financeiros que têm isenção de impostos.

    O percentual de isenções dos super ricos é só um pouco inferior ao da metade de baixo da pirâmide, o que denota as distorções distributivas do sistema de tributação do país. As isenções correspondem a 49% dos rendimentos da metade de baixo dos declarantes.

    Curtido por 3 pessoas

    • Sugestão de enquete:
      Diante disso, quais das três opções abaixo irão escolher? :
      1) Deixa como tá.
      2) Estabelece um teto sobre os rendimentos isentos. Acima do teto passa incindir imposto.
      3) Passam a tributar todos os rendimentos isentos para todos,

      Curtir

    • Mas o que é isento é a distribuição do lucro, DEPOIS de pagos todos os impostos pela empresa. E estes impostos (da empresa) chegam a 30/40% de tudo que é faturado. Uma empresa normal hoje não consegue lucro líquido de mais do que 5/ 10% de seu faturamento e paga 30/40% ao seu sócio, o Estado paquidérmico. Se depois disso tudo ainda for taxada também a distribuição de lucros (do que sobrou), aí então é melhor fazer concurso público e deixar pra algum doido a tarefa de investir e gerar empregos. O Rachid é o clássico barnabé brasileiro, um funcionário público burocrata que nunca investiu um centavo na geração de empregos e riqueza. Sai da repartição e vira “consultor”, ensinando empresas como escapar das armadilhas burocráticas que ele mesmo ajudou a criar quando era o barnabé mor. Um clássico tupiniquim.

      Curtido por 3 pessoas

      • O calculo que o pessoal faz é sem conhecimento de causa joão terrra eles não levam em conta tributação total , mas sim sobre renda.
        Analiso frequentemente relatórios de empresas , lhe digo que se tributa muito mais do que 40% sobre a grande maioria das empresas.

        A maior parte das empresas tem roe ridículos, principalmente empresas de varejos e alto giro de mercadoria que pagam muito impostos.

        Ex: Supondo que determinada empresa disponha de um faturamento próximo a 100, adiante deduzindo todos gastos com instalações , funcionários , impostos etc Ao final do processo sobraria exatos 10 reais para empresa, pelo menos 20% será tributado na fonte, sobrando apenas 8 reais remanescentes dos 100 investidos = 8% de roe.

        A tributação geral sobre faturamento é a seguinte.

        Exemplo hipotético “tosco” de fluxo de caixa para depuração de carga tributaria.

        Faturamento

        Investimento: Gastou 10 pagou 5 sobre investimentos.
        Estoque mercadorias = + 5 sobre estoques
        Funcionários gastou 20 pagando 10 sobre impostos << cada funcionaria vale pelo menos 2 vezes o salário pago em impostos entre outros benefícios.
        Dinheiro em caixa para aplicação paga IR de 15% a 27% bruto = + 2
        IPTU e instalações = Imposto anual = + 2
        Lucro de venda = Paga imposto na fonte na movimentações de mercadorias + 10
        Lucro final antes dos imposto = Paga imposto sobre lucro + 10

        Total imposto depois antes do lucro líquido
        5+ 5+ 10 + 2+ 2 + 10 + 10 = 44% do faturamento em impostos

        Como faz para saber um setor que é excessivamente tributado? você observa pelas margens = Quando maior for a tributação menor é a margem.

        Para cada 100 reais investidos sobraria 5 reais depois deduzido todos custos incidentes em cadeia" O que esta sendo proposto é que se tribute estes 5 que sobram de lucro líquido ao final do processo.

        Curtido por 2 pessoas

    • Raciocínio torto, é como se a distribuição fosse injusta e se vc é “mais rico” o estado o beneficiaria com isenção. Pelo contrário, quem tem mais educação financeira procura as oportunidades mais vantajosas. Se mudarem​ as regras, os mais educados financeiramente vão procurar outras oportunidades. É aquela mentalidade paternalista de que o coitado sofre mais e o rico só leva vantagem. Dê educação financeira ao invés de culpabilizar alguém.

      Curtido por 3 pessoas

      • Bem superficial essa ideia de que “Imposto sobre dividendo já existe em outros lugares”. Vários países lidam com Impostos sobre produção, consumo e renda de forma diferente. E essas coisas tem a ver principalmente com a filosofia tributária: Você taxa o consumo? Taxa a produção? Taxa a renda? e assim por diante… O problema é que aqui parece que a turma faz “Olha, lá não sei aonde tem tal Imposto, ali tem o outro Imposto”, e vão somando até a coisa ficar cada vez mais insustentável. Tem que olhar a cobrança de Imposto como proporção do PIB, comparar com outros locais e o retorno que esse Imposto dá à população, e aí sim pensar em equilibrar. A turma só pensa em “adicionar”.

        Aliás, a maioria dos empresários que eu conheço não reclama tanto da carga tributária. A complexidade da nossa legislação é uma coisa ridícula que só serve pra deixar advogado rico.

        Se fosse verdade que não taxam rico por aqui vamos ver um monte de multimilionário por aí. Olhem as pesquisas, nem temos tantos considerando o tamanho do país…

        Curtido por 2 pessoas

      • Quase o mesmo aconteceu em um dos municípios que tenho imóveis, os inadimplentes mal pagadores inimigos dos cofres públicos que devem iptu a cinco seis anos ao município e não pagam por ser nó cego, agora foram premiados com isenção de juros e multas devidas, pagando o débitos sem nenhum acréscimo apenas os valores de cinco seis anos sem correção alguma, isso é nada mais nada menos q premiar o péssimo pagador e punir os trouxa como eu q pago os impostos em dia. Isso é o bananal, um país com uma mentalidade dessas não tem chances nenhuma de dar certo.

        Curtido por 2 pessoas

      • Por isso q quando vejo os bancos lascar 400 500 % em cima do lombo do pião e seprocar até a quinta geração dele, acho bom e dane-se, aplausos para os bancos e tão certos mesmo, tem que extrair desse país de bananas corruptos e incompetentes até o último níquel

        Curtido por 1 pessoa

    • Como o Senhor dos FII´s colocou tem vários erros conceituais nessas hipóteses.

      A tributação sobre o faturamento na PJ aqui é ridiculamente alta. Inclusive para se mascarrar isso pros gringos nos balanços nas empresas de capital aberto se criou o conceito de Receita Bruta e Receita liquida que só existe na bananandia.

      Se agente calculasse retornos sobre o faturamento bruto das empresas, não teria um investidor em bolsa aqui de tão ridículo que é.

      Curtido por 2 pessoas

      • Ricardong.. Eu pago estes impostos aí sobre faturamento bruto.
        É ridículo. Deu lucro? Imposto. Deu preju? O mesmo imposto.. Comprou insumo? Imposto. Vendeu? Imposto. Empréstimo? Imposto. Pagou salário? Imposto. Respirou? Imposto.
        Daí vem a folha e me fala que o lucro é isento? Ah……… Faz me rir a folha. Mas é questão de tempo.. O objetivo é confiscar tudo mesmo..
        Por estas e outras a BOVESPA é esse saco de remendos com umas 3 ou 4 empresas que prestam no longo prazo..

        Curtido por 2 pessoas

    • Lógico!! E nuuuunca vai mudar.
      Quem são os ultra-ricos do Brasil? O topo do Topo?
      Vou dar uma dica:
      Se tu for lá em BSB, numa área de uns 4 mil m2, tu encontra uns 80% deles, fácil fácil.
      Ou estão cobrando propina, ou pagando propina, ou se fingindo de cego. São 3 grupos distintos de pessoa.
      Outros 10% talvez estejam em Curitiba numa área de uns 40 m2.
      Tá. Quem faz as leis? Adivinha? Este mesmo triunvirato. Direta ou indiretamente.
      Esse grupo não paga nem imposto de renda.. Nem seguro saúde… Nem paletó… Nem nada…. Nem nunca vai pagar enquanto a constituição for esta.
      Já para nós, que somos a turma do meião, pode esperar que vem ainda mais, logo logo…

      Curtido por 1 pessoa

      • Pelo que eu andei lendo, a IPO continua em pé. Vão fazer UNIT e botar elas no mercado.
        Ou seja, a maior parte das ON pro controlador e as PN pra sardinhada deslumbrada.
        Muito iXPertos.

        Curtido por 1 pessoa

      • Eu não entendi essa do Itaú! Parece que querem só tirar um player do mercado de banco de investimentos porque estavam tirando seus clientes. Será que vão continuar comprando o resto?

        E não acredito aue a gestão da XP (incluindo segurança digital ou gestão de fundos) vá melhorar, pois a gestão do Itaú só é elogiada pq é na base da ameaça velada ao locatário de fundo Kinea que precisa de financiamento pras operações!

        Ou seja, mais do mesmo na Banânia: juntam forças pra não perder mercado e quem vai pagar o pato é o cliente!

        Ps: que história é essa de desbancarizar da XP? Já tinham uma gestão de FIIs de m**** e na primeira oportunidade se vendem pra um bancão….como confiar minimamente nesse pessoal?

        Curtido por 1 pessoa

      • Chefe, não entendi seu comentário.
        Porquê o CADE deveria intervir?
        Se, primeiro o ITUB compra uma corretora independente, e depois ele faz a spin-off dessa mesma corretora, o que você vê de impedimento?

        Curtido por 1 pessoa

      • Tetzner,

        O Estado, no Brasil é grande onde não precisa ( temos desde Distribuidoras de Energia a Hotel) e pequeno onde precisa. Para controlar os oligopólios, é bem timido. .

        Curtir

      • Se já estava ruim com xp comprando as duas maiores concorrentes, imagina agora que vai se unir com Itaú.

        Cade é um órgão obsoleto que só intervém aonde existe interesse por parte do estado , fora isso oligopólio rola solto no mercado! , lembrando que o Bradesco fez a mesma jogada alguns anos atrás com a corretora ” Agora” que se não me falha memória se encontrava na ocasião como uma das lideres de mercado na época.

        Existe um interesse por parte do estado em ter um sistema bancário concentrado ” Inclusive para facilitar intervenções e aguentar crises cada vez mais agudas criadas pelo desenvolvimentismo.

        Alguém aqui acredita que o CADE não leva em conta interesses do estado visando obter controle sobre todo sistema financeiro.

        Muito mais fácil quando existe poucos players no mercado , observe que a concentração dos players do sistema financeiro é um fenômeno global.

        Existe um motivo para isso: Em um sistema descentralizado quando acontece uma crise de grande proporções boa parte dos pequenos bancos e corretoras não tem escala para aguentar choques posteriores.

        Ai entra papel do CADE, lembrando que contrario do que muitos players acreditam no mercado, nosso amigo CADE foi criado para proteger reserva de mercado e criar oligopólios quando este é de interesse do estado.

        Curtido por 2 pessoas

      • Mbp77,

        Tomara que assim ocorra. Vou torcer para que façam algo contundente neste caso. Exemplo exigir a venda das corretoras compradas, etc..

        Como disse o Senhor dos FII acima, justamente onde a Sociedade necessita de um Estado forte para, pelo bem do capitalismo, controlar os oligopòlios o Estado interfere para fomentar a concentração.

        Curtido por 1 pessoa

    • Acabaram de enviar:
      Prezado(a) cliente,
      A XP Investimentos dá hoje mais um importante passo para se tornar a maior e melhor empresa de investimentos do Brasil. É com muito orgulho que anunciamos nossa associação com o Itaú Unibanco. Ao contar com o maior grupo financeiro privado do país como sócio minoritário, reforçamos nossa solidez e credibilidade.
      Nada muda no nosso relacionamento. Continuamos focados na nossa missão de ajudar o brasileiro a investir melhor por meio de assessoria de investimentos personalizada, plataforma aberta de produtos e taxa zero.
      Esta associação só foi possível, pois o Itaú Unibanco entendeu nossos princípios e valores, concordando com nosso modelo de negócio e visão de longo prazo.
      Temos certeza de que a nossa história está só começando e ratificamos nosso compromisso em evoluir constantemente nossos produtos e serviços, aprimorando cada vez mais sua forma de investir.
      Guilherme Benchimol
      Presidente da XP Investimentos
      Observação: A transação está sujeita, dentre outras condições, à aprovação do Banco Central do Brasil e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

      Curtir

      • A pergunta é: por que teria o Itaú – um banco com milhares de agências fixas espalhadas pelo Brasil – optado justamente por entrar em um negócio símbolo da “desbancarização” do sistema financeiro?, questiona Sonia Racy, na coluna Direto da Fonte, do jornal O Estado de S. Paulo.

        A XP, que hoje administra quase R$ 90 bilhões – nasceu como corretora e se concentrou em criar e expandir uma plataforma de terceiros.

        “Com essa compra, o Itaú mostra que não acredita mais na evolução de prestação de serviços, analisa um conhecido banqueiro.O Itaú teria trazido o futuro para o presente, como já fizeram o BTG e o Banco Original. “Focaram no banco do milênio”, pondera outro importante integrante do sistema financeiro “mas quem ainda hoje tem os milhões é a geração mais s velha”.

        Para esta fonte, o ciclo da “velha” indústria bancária não desapareceu e ainda há espírito de fidelidade.

        Terceira fonte aposta justamente no contrário. “Tenho certeza de que o Itaú se adiantou entrando com o pé direito no processo de “desbancarização”, decolando à frente da concorrência varejista”.

        Curtido por 2 pessoas

      • É uma excelente questão.

        Mas eu não prevejo tão facilmente assim o que eles planejam com isso não.

        Por um lado eles podem fazer a XP virar Itaú num futuro próximo e por outro eles podem controlar aquele que seria um “novo problema” pra eles caso a XP no futuro virasse banco múltiplo.

        Entendo que apenas é uma antecipação de movimento, mas não acredito tanto que esteja definido o que eles querem com isso num horizonte de 10 anos, por exemplo. Com relação a bancos e etc tá tudo mudando rápido demais…

        É como um jogo de xadrez, tão dando o peão e armando o movimento da rainha, dependendo de como o mercado e a situação toda reagir o movimento futuro pode mudar… rs

        Curtir

  6. Transações bancárias por mobile superam outros meios, diz Febraban

    As transações bancárias por dispositivos móveis —celulares e tablets— superaram as operações realizadas com o uso de outros canais de atendimento ao cliente, mostra pesquisa da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) realizada pela consultoria Deloitte.

    Agências ainda serão necessárias? Até quando??

    Curtir

      • Vai existir bem pouco. Há anos só entro em agência dentro de shopping pra sacar dinheiro. Os bancos não querem mais caixa eletrônico. Por questões de segurança, não uso banco no celular, só no computador.

        Curtir

      • Tetzner,

        Em que horizonte de tempo? 🙂

        Falando sério… Se a economia continuar andando de lado, pode ser, na minha forma de ver, que haja uma redução de 3 % ao ano no total de agências de cada banco. O que não significa o mesmo percentual para os FII’s. Se a economia crescer, acho pouco provável que reduzam número de agências. Motivo: A média do povo brasileiro ainda é muito conservadora, desconfiada e com dificuldades para o uso de novas tecnologias. Eu, você e a turma que frequentam este BLOG, somos “pontos fora da curva” no quesito de uso de novas tecnologias.

        Curtido por 2 pessoas

      • Ainda quanto a reduzir agências… Podem até reduzir pessoal mas duvido que reduzam agências. elas funcionam como um outdoor de propaganda e com muito maior visibilidade. Fechar agências, seria um tiro no pé, no meu ver. Seria parecido com a piada do português que tinha um escritório. O boy novo que entrou, para mostrar serviço perguntou ao português: “Posso jogar fora aquele monte de pais velhos que estão naqueles arquivos lá na sala de móveis velhos?” Ao que o português respondeu: “Pode sim. Mas antes tira uma xerox” 😀 Enfim, se fecharem agências, vão acabar abrindo outras menores para dar maior visibilidade à marca.

        Curtido por 1 pessoa

    • Foi a primeira vez que o mobile banking liderou o acesso de brasileiros a contas em bancos. As operações com o uso de dispositivos móveis totalizaram 21,9 bilhões e responderam por 34% do total. Foi um salto de 96% na comparação com 2015.

      Curtir

    • Em segundo lugar, vem o internet banking, com 14,8 bilhões de transações (23% do total). Os terminais de autoatendimento representaram 15%, seguidos por pontos de venda nos comércios (maquininhas de cartão, com 10%) e agências bancárias (8%).

      Correspondentes no país (8%) e contact center (1%) encerram a lista.

      Curtir

      • “Esse movimento faz parte da estratégia de digitalização dos bancos, que vem acontecendo nos últimos quatro anos. Nesse período, os chamados canais digitais – internet banking e dispositivos móveis – passaram de 45% para 57% do total de transações feitas no sistema bancários pelos brasileiros (veja ao lado).

        O destaque ficou com os aplicativos, que saíram de 4% para 34% ano passado, assumindo o posto de principal meio de acesso dos brasileiros. Segundo a Febraban, foram 22 bilhões de transações em 2016, um crescimento de 96%. Ao todo, o volume de transações bancárias aumentou 16,7% em 2016, para 65 bilhões.”

        Curtir

    • FGV: IGP-M NA 1ª PRÉVIA DE MAIO FICA EM -0,89%, ANTE -0,74% NA 1ª PRÉVIA DE ABRIL

      Rio, 11/05/2017 – O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) recuou 0,89% na primeira prévia de maio, após uma redução de 0,74% na primeira prévia de abril.

      A informação foi divulgada há pouco pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

      Com o resultado, o índice acumula recuo de 1,26% no ano, mas elevação de 1,61% em 12 meses.

      Curtir

    • Mendonça de Barros acabou de falar na BandNews em 1,25% de corte e até aventou a chance de 1,5% caindo para o patamar psicológico de 1 dígito

      Já começam a cogitar abrir linha de crédito de novo pro povo heheh a retomada vai ser a toque de caixa rsrs

      Curtir

      • Mas lembra quando ele disse que o 1T17 ia surpreender positivamente?

        Acho que não. Se bobear neste corte de juros é capaz de terminarmos o ano com queda ( pequena) no PIB..seria o 3o ano completo de recessão.

        Aqueles bons dados, do 1T17, das empresas de varejo na bolsa se devem mais a ganhos de eficiência ( aumento de market share frente a concorrentes não listados, por exemplo) do que aumento no mercado.

        Os 14 milhões de desempregados são uma barreira forte ao aumento do consumo.

        Curtir

      • O governo do presidente Michel Temer acerta ao encampar a reforma da Previdência, mas falha na condução da política monetária, que ainda tem mantido os juros básicos em níveis muito elevados e, assim, prejudicado a recuperação da economia brasileira, segundo o economista e ex-ministro Luiz Carlos Mendonça de Barros.

        “Eu não me preocupo mais. A reforma da Previdência está aprovada por uma simples razão: essa elite política que está aí –formada por PMDB, PSDB e pelo próprio Temer– ou aprova ou está destruída”, disse Mendonça de Barros em entrevista à Reuters na quarta-feira. “Se não aprovar a Previdência, o país desmorona”.

        Curtir

      • O lado que o governo Temer está errando na condução da economia é a política monetária, acrescentou Mendonça de Barros. Para ele, a Selic já poderia estar em 8 por cento, muito longe dos 11,25 por cento de agora e ajudando na retomada da atividade ao estimular o consumo por meio de juros menores.

        “O BC inverteu a lógica, de primeiro aprovar a Previdência para depois reduzir os juros. A lógica não é essa. Os juros caem para ajudar a aprovar (as reformas)”, afirmou.

        O BC começou o atual ciclo de redução dos juros em outubro passado, já tendo feito dois cortes de 0,25 ponto cada na Selic, dois de 0,75 ponto e um de 1 ponto. Segundo a pesquisa Focus, o mercado acredita que a taxa fechará este ano a 8,50 por cento.

        Curtir

    • Para quem tem muito um milhão não é nada.
      Para quem não tem nada mil reais é muito.
      A pessoa que trabalha e consegue economizar, deve pelo menos saber de quanto precisará para ser economicamente independente.
      E não esquecer se tem dependentes (e por quanto tempo) e do crescente custo de se manter em saúde.
      Assim, um trago de whiskey por semana, ginástica 3 x por semana, natal em família e carnaval na serra, ocupação da mente – tudo isso faz parte da independência….
      Quanto aos retornos eu considero 4% líquido anual, logo se 4 mil basta, então é um milhão e assim sucessivamente…

      Curtido por 9 pessoas

    • Para a minha realidade, 1 milhão acho que já daria para diminuir minha carga horária de trabalho. Eu não penso em parar de trabalhar totalmente, por que eu simplesmente gosto do meu trabalho, a questão é ser totalmente dependente disso. O Brasil é instável, a área de tecnologia é uma porcaria na minha região e se eu passar algum aperto e depender da receita do meu trabalho que tenho hoje, eu estarei perdido. Sou feliz onde moro e não penso em mudar daqui por causa de trabalho. Minha meta é chegar a uma receita que me permita ficar onde estou.

      Para mim, a questão de ter uma receita aceitável oriunda de investimentos é ter a independência de outras receitas. Em tempo, uma receita que me permita certos confortos e continuar investindo para que ela sempre cresça e fique para meus filhos (se eu tiver, no futuro).

      Curtido por 5 pessoas

      • Trix no Brasil milionário é classe média baixa do EUA em termos de consumo sobre bens e serviços.

        Não da nem para comparar! se tu for fazer estas comparações vai precisar uns 10 milhões no Brasil para equalizar padrão de classe média alta no EUA.

        A triste realidade no Brasil!
        Quem ganha 10 mil no Brasil esta no topo da pirâmide ! Grande maioria esta na média de 2 mil a.m , ainda estou achando é muito nestes tempos de crise.

        Nossa classe média é uma peça de ficção científica criada por credito direcionada e consumo exacerbado.

        Vamos dizer que você esteja no bolo que ganha 10 mil por mês, se não me falha memória imposto de renda na fonte deve comer 2 mil a.m, adiante estado abocanha mais 50% em média sobre bens e serviços, neste cenário te sobra líquido 4 MIL que é o real poder de compra de um brasileiro com bom cargo no mercado de trabalho.

        Numero de milionários no Brasil se trata de outra peça de ficção , receita federal leva em contas casa própria para averiguar quem é rico ou não .

        Até 2017 tínhamos apenas 172.000 milionários residindo no Brasil vs 13 milhões nos EUA ” aposto se tirar as casas próprias não sobra nem metade da lista do Brasil.

        O que vejo é que existe um numero falso de milionários aqui” Milionários de cartão de crédito e financiamentos a se perder de vista.

        Observando por este ponto de vista até da para perceber porque o Brasil virou paraíso dos bancos.

        Curtido por 5 pessoas

      • Eu tô rindo litros aqui da galera falando como se fosse fácil ganhar D$1.000.000,00 no Bananistão ….

        R$300k no banco já deveria ser considerado “milionário” nesse país de 3 mundo.

        Curtido por 1 pessoa

      • Senhor dos FII, os americanos dizem que pra viver no Brasil tem que ser milionário.
        É verdade, muitos aqui querem viver além de sua real capacidade financeira, vivem de aparências.
        E se converter os salários daqui em dólar então o valor é ridículo, é de dar vergonha quando falamos com estrangeiros, eles não entendem como se ganha tão pouco aqui.
        A renda per capta é baixa e o custo de vida é alto, muito por causa do Estado agigantado e gastador que nos impõe uma carga tributária altíssima para se manter.
        A classe média americana tem um padrão de vida muito mais alto que a dita classe média brasileira, que na verdade de média não tem nada.
        As coisas por aqui não irão mudar enquanto a mentalidade do povo de esperar tudo do governo não mudar, mas vai explicar para os mais “humildes” intelectualmente, eles tem muita dificuldade em entender.

        Curtido por 2 pessoas

      • Leo, milhares de pessoas ganham em torno de 250 mil por ano, conheço dezenas, entao em tese acumular 1.000.000 não seria nada demais… a maioria não acumula pela questão já pontuada pelos colegas: compra casa na praia, sítio, barco, troca de carro todo ano, tem babá, empregada doméstica, vai pra Disney nas férias – e tem também aqueles que sustentam pais, irmãos, sobrinhos…

        Curtido por 1 pessoa

    • 1 milhão = Não é suficiente, porém tu deixa de ser escravo celista.
      2 milhões = Suficiente para garantir uma boa margem de segurança para grande maioria das pessoas ” Na mediano vou de 2 milhões”

      Vamos chutar um rendimento médio de 14 mil líquidos a.m <<< Reaplica 5 ou 6 ainda sobra 9 mil, caso se reaplique pelo menos 6 mil a.m garante bom crescimento a longo prazo .

      Como você vai estar sempre reaplicando valores superiores a 6 ou 7 mil no logo prazo estes valores devem ser suficiente para manter o crescimento dos custos .

      Mas convenhamos 2 milhões no Brasil com estes planos economicos doidos, imóveis de diamante e carros de latão custando olho da cara ficaria difícil para levar uma vida de classe média alta tão pouco devem ser suficientes para manter gastos elevados em bairros nobres.

      Curtido por 6 pessoas

      • Outro ponto importante: Quanto mais velho menor é necessidade de usar TSR .
        Melhor gastar 100% do proventos mesmo que este venha amortizar parte do patrimônio para inflação .

        Curtido por 1 pessoa

    • Se for um camarada que tem só cash, e não tem filho p carregar nas costas,(sim por q os filhos agora estão crescendo casando tendo filhos e ainda continuam precisando do pai)tá tranquilo, não precisa muito não, mas se o sujeito tiver muitos bens, ai lascou, o custo com impostos e manutenção custa caro.. quanto mais tem mais gasta…

      Curtir

      • Inflação do padrão de vida é uma das causas mais comuns da falência de milionários no brasil.

        Hábitos de algumas figuras que conheci ao longo da vida.

        – comprou 3 casas na praia.
        – Um apertamento em bairro nobre com IPTU fora da realidade.
        – Um populixo esportivo vendido a preço de ouro .

        Pronto só nestes itens fodeu boa parte das finanças pessoais.

        – 2 até 3 mil por a.m para se ter um convenio com boa cobertura.
        – mais 1.500 para ter um dieta de qualidade
        – mais uns 5 mil com eletrônicos .

        A lista é longa.

        O cara inflaciona modo de vida tal ponto que a fortuna pessoal se torna insuficiente para manter todos passivos.
        Ai vem a crise ” BOO” tu observa no jornal o numero de milionários diminuindo , observa altos executivos sendo demitidos com salários e bônus exorbitantes.

        Brasil realmente não é para fracos.

        Curtido por 1 pessoa

    • Penso que essa conta precisa ser ajustada para o caso de casais em que ambos contribuem para a construção do patrimonio e recebem salários individualmente. Nese caso despesas fixas de moradia, automóveis etc podem ser divididas. De qualquer modo R$ 5.000.000,00 é suficiente para os dois.

      Curtir

    • 5 milhas no mínimo. Engraçado que eu tendo a enxergar muito mais a renda do que o patrimônio nos meus cálculos. O ideal, na minha opinião, seria gastar 50% da renda e esta pode vir de qualquer fonte: FIIs, aluguéis, etc. A margem para FIIs pode ser menor, pois quem tem imóveis de aluguel sabe que despesas extraordinárias são comuns. Meu sonho de consumo é que meus dividendos de FIIs sejam iguais as minhas despesas mensais. Aluguéis e rendimentos de RF servirão para investimentos. Sobre a questão dos EUA: dependendo do nível de gasto, pode ser mais barato viver nos EUA que no Brazil. Mas este é assunto para o pessoal do internacional 🙂

      Curtir

      • Bom dia a todos!
        Essa é uma ótima discussão que depende de algumas variáveis para se ter uma resposta precisa. Por exemplo:
        1 – Quantos dependentes vc tem ou pretende ter no futuro?
        2 – Qual a cidade que se pretende morar? Se for em capitais como RJ e SP certamente as despesas de IPTU e Condominio podem ser altas.
        3 – Qual o bairro que se pretende morar? Esse é outro ponto que pode influenciar.
        4 – Pretende ter veículo próprio ou utilizar transporte público? Despesas de manutenção, IPVA e combustível pesam no orçamento anual.
        5 – Possui imóvel prório? (Isso vai potencializar bastante o rendimento pois não haverá necessidade de pagar aluguel.
        6 – Quais os custos fixos se pretende obter? Luz, água/condomínio, gas e telefone são indispensáveis, mar vc vai pagar plano de saúde, internet, televisão a cabo, revistas, Netflix, entre outras despesas mensais?
        7 – Pretende fazer viagens periódicas? Quanto se pretende gastar por ano com viagens?

        Enfim… Todas essas variáveis descritas acima podem impactar para mais ou para menos a conta final. Isso sem contar os imprevistos. Eu acredito que $2MM sem despesas com aluguel e sem despesas com filhos sejam um valor bastante interessante para um casal.

        Abs

        Curtir

  7. Captação de fundos aumenta em meio a debate sobre reforma da Previdência

    As discussões sobre a reforma da Previdência levaram investidores a aplicar mais dinheiro em fundos de previdência complementar no primeiro trimestre do ano, mas ainda não parecem ter provocado uma corrida para entrada de novos participantes.

    Podemos dizer que aumentou o interesse em fazer a previdência por meio dos FIIs?

    Curtido por 1 pessoa

    • Sinceramente? Acho que não. FII é investimento “alternativo”. Sei que quem investe faz tempo pode discordar, mas é assim que é vendido. Para a maioria das pessoas, é aplicação da renda discricionária, e eu acho que ainda está sobrando muito pouco dinheiro no fim do mês pra esse tipo de investimento.

      Aliás, fiquei curioso, depois vou dar uma pesquisada sobre o volume de pessoas físicas na bolsa. Aposto que o rally recente ainda não teve muita participação de pessoa física 😉

      Curtido por 2 pessoas

      • Bacon temos 500 mil cpfs ativos no mercado acionário vs 60% da população americana.

        Resumindo 60% do riqueza dos americanos estão alocados em bolsa de valores contra menos de 1% do Brasil.

        Curtido por 1 pessoa

    • Não pois é desconhecido do grande público e os bancos parecem fazer questão que continue assim.
      sun, também acho que é um investimento que tem tudo para crescer no Brasil, nós cotistas desejamos isso, mas será que os administradores compartilham desse desejo ? Ou será que é mais interessante para eles manter essa indústria como nicho de mercado ?

      Curtido por 1 pessoa

    • Acho que a população não está pronta para renda variável. Preferem assinar um contrato complexo e prejudicial de previdência privada. Não sei se aportes do empregador suavizam essa bomba. Os “produtos” dos bancões tomam conta dos investimentos da sociedade.

      Curtir

  8. Prezados,
    Peço desculpas pela ausência, temos trabalhado muito em diversas frentes (Imposto de Renda, Informes de Rendimentos, Demonstrações Financeiras, Assembleias, cotistas que não comparecem as assembleias, ou mesmo que não enviam o voto mesmo que digitalizado, …)
    Saudades de vocês!!!!!
    Conforme tenho informado aqui nesse espaço, no dia 15/05/2017 ocorrerá a assembleia do BBVJ11 com o principal objetivo de reduzir a taxa de administração de 1% para 0,70% que significa economizar por volta de R$ 1 milhão por ano para o fundo.
    Essa redução terá efeito principalmente com a alteração concomitante de três itens do regulamento: destituição do consultor imobiliário (JHSF que consome parte da tx de adm), excluir a previsão expressa no Regulamento do Fundo da atuação do Citibank como custodiante (dado que essa área será fechada no Brasil, e a escolha desse prestador de serviço cabe ao administrador que está no dia a dia, e dado que a VAM pode passar a prestar esse serviço sem os custos existente com o Citi) e esse custo também sai da taxa de administração, e ainda, definir que a precificação da taxa de administração passe a ser sobre o valor de mercado.
    Para que a redução seja possível precisaremos alterar os itens elencados no regulamento vigente do fundo, por isso, precisamos de 25% das cotas votantes.
    Infelizmente, apesar de todo o nosso esforço até o momento, disponibilizando a declaração de voto juntamente com a convocação, liberando da autenticação da assinatura se enviado junto com a copia de um documento com foto e assinatura, liberando o envio do voto por e-mail, informando que no site do fundo há a declaração de voto, https://www.vam.com.br/web/site/jhsf/pt/informacoes/Comunicados.html em “Declaração de Voto”, e ainda uma apresentação com o conteúdo do que será tratado nessa oportunidade, https://www.vam.com.br/web/export/sites/vam/jhsf/pt/informacoes/2017.05.15-AGE-FII-JHSF-v2.pdf , ligando para cada cotista que conseguimos o nmro do telefone pelo cadastro genérico da BM&F, foram 280 ligações para as mais diversas regiões do Brasil, para os maiores cotistas do fundo, mas, só obtivemos 8,294% conforme podem verificar abaixo.
    Total de Cotas Obtidas: 2.710.000
    % Votos Necessários: 8,294%
    Total de Cotas que já votaram: 2.378
    Quant. Cotistas Votorantim: 51
    Total Votos Necessários: 677.500
    Total Votos Faltantes 452.722
    Se todos os cotistas que nos prometeram por telefone votarem, poderemos atingir 22% das cotas, logo, temos que rezar para mais alguns se animarem e nos ajudarem, na verdade, ajudarem aos cotistas mais insatisfeitos com essa taxa de administração.
    Abç,
    Ana Menezes

    Curtido por 10 pessoas

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s