Fórum Fundos Imobiliários

tetzner_blog-fundo_imobiliario

A Maior, mais Bem Informada e Ativa comunidade 100% FII

ABCP  AEFI  AGCX  ALMI  ATSA  BBFI  BBPO  BBRC  BBVJ  BCIA  BCFF  BCRI  BMLC  BNFS  BPFF  BRCR  CBOP  CEOC  CNES  CPTS  CTXT  CXCE  CXRI  CXTL  DOMC  DRIT  EDFO  EDGA  EURO  FAED  FAMB  FCFL  FEXC  FFCI  FIGS  FIIB  FIIP  FIXX  FLMA  FLRP  FMOF  FPAB  FVBI  FVPQ  GRLV  HCRI  HGBS  HGCR  HGJH  HGLG  HGRE  JRDM  JSRE  KNCR  KNIP  KNRE  KNRI  MAXR  MBRF  MFII  MXRF  NSLU  ONEF  OUJP  PLRI  PQDP  PRSV  RBBV  RBDS  RBGS  RBPD  RBRD  RBVO  RDES  RNDP  RNGO  SAAG  SDIL  SHPH  SPTW  TBOF  TFOF  THRA  TRNT  TRXL  VISC  VLOL  VRTA  WPLZ  XPCM  XTED

Juntos somos mais Fortes! Incentive o blog, assine os produtos e serviços:

Mini_FitaProdServ

Login   Registro   FII   Ações   Fundos   Diversão   Comentar   Loja   Ajuda   Comentários   RSS   AdBlock

Anúncios

7.714 comentários sobre “Fórum Fundos Imobiliários

  1. Hotel que chamou atenção de Trump no Rio abre guerra contra o BRB
    by Gabriel Mascarenhas

    Donald Trump livrou-se de uma roubada no Brasil.

    Atento à perspectiva de lucros com a Olimpíada do Rio, em 2014, a empresa do presidente americano decidiu investir na cidade, emprestando sua bandeira a um hotel que seria construído na Barra da Tijuca.

    No final do ano passado, porém, os representantes de Trump pularam fora do negócio por problemas contratuais.

    Hoje, sabe-se que fizeram bem.

    O LSH Hotel irá à Justiça e à CVM contra o BRB DTVM, um braço do Banco de Brasília, que administra o fundo de investimentos criado exclusivamente para injetar recursos no empreendimento.

    O problema começa quando o LSH opta por emitir debêntures ao mercado.

    Operação feita, o próprio BRB DTVM atua como distribuidor e adquire parte dos títulos de dívida do hotel.

    Até aí, parecia estar tudo certo.

    No entanto, Andreia Lopes, diretora do BRB DTVM, responsável pela administração de recursos de terceiros, ocupava três posições distintas – todas importantes.

    Curtir

    • Ela pertencia à cúpula do fundo de investimentos controlador do LSH, integrava o Conselho de Administração e a diretoria do hotel.

      Pois como debenturista, o BRB DTVM começou a pressionar o LSH para pagar o valor dos títulos antecipadamente, ou seja, antes do prazo de expiração das debêntures.

      Em nome do BRB DTVM, quem se posicionava a favor do vencimento antecipado era a própria Andrea Lopes, a executiva membro do conselho e da diretoria do hotel, o único prejudicado pelo eventual desembolso.

      Com um pé em cada canoa, ela escolheu remar pelos interesses de credor do BRB.

      Os colegas de Andreia no Conselho de Administração, os cotistas do fundo de investimentos e os demais debenturistas viram a existência de conflito de interesses na atuação do BRB.

      Por isso, vetaram a antecipação do pagamento das debêntures.

      Curtido por 2 pessoas

    • Outro capítulo sombrio da relação passa pelo presidente do BRB DTVM, Carlos Vinicius Raposo.

      Ele tentou emplacar o irmão, Luiz Guilherme Raposo, como diretor financeiro da LSH. Sem sucesso.

      Entretanto, uma empresa de consultoria de Luiz Guilherme Raposo acabou sendo contratada pelo LSH para apresentar um relatório sobre a saúde financeira do hotel.

      Ocorre que o LSH, contratante dos serviços e que pagou aproximadamente R$ 200 mil a Luiz Guilherme, nunca recebeu o trabalho.

      Para a surpresa dos executivos do LSH, o tal relatório foi apresentado numa assembleia pelo BRB DTVM – lembrando, cujo manda-chuva é Carlos Vinicius Raposo, irmão de Luiz Guilherme.

      O roteiro da guerra do hotel contra o BRB DTVM está só começando. As próximas batalhas serão travadas na CVM e no Judiciário.

      Curtido por 2 pessoas

  2. Inflação abaixo da meta em 2017 é cada vez mais provável

    O boletim Focus, divulgado ontem, revelou que o grupo de instituições que mais acertam previsões (Top 5) revisou a estimativa para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 3,15% para 2,84% este ano. O piso estipulado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) é de 3% e a taxa acumulada em 12 meses até agosto é de 2,46%

    As previsões para a taxa de inflação também recuaram para mais próximas do piso da meta entre as demais instituições que alimentam o boletim Focus. A mediana agregada para 2017 caiu de 3,14% para 3,08%. Há quatro semanas, as estimativas dos analistas indicavam inflação de 3,5% neste ano.

    https://tetzner.wordpress.com/forum-vip/comment-page-42/#comment-266102

    Curtido por 2 pessoas

  3. Preços de imóveis caem pelo quinto mês seguido, mas recuo é menor, diz Abecip

    Pelo quinto mês consecutivo, o Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R) Abecip registrou queda nos preços dos imóveis residenciais em agosto. O índice é uma parceria entre a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), que fornece os dados dos contratos de financiamento imobiliário e avaliações para o cálculo dos preços.

    No entanto, o percentual, -0,09%, foi inferior aos -0.19% observados em julho, e com isso a trajetória medida pela variação acumulada do indicador em 12 meses continuou sua tendência iniciada em fevereiro último de suave reversão do ritmo de queda, registrando -1,45% em julho após o resultado de -1,48% observado em maio.

    Esta tendência de suavização no ritmo de queda na variação acumulada em 12 meses foi reproduzida em seis das nove capitais analisadas pelo IGMI-R Abecip — São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre, Salvador e Goiânia. No caso de São Paulo, essa suavização no ritmo de queda no acumulado em 12 meses (de -0.78% para -0.74%) foi muito pequena, em função da variação negativa do mês de agosto sobre julho, (-0.05%), após registrar pequeno aumento em julho (0.18%). Este resultado ilustra as dificuldades para reverter de forma clara o ritmo de negócios dos imóveis residenciais na cidade, diz a Abecip.

    Curtido por 2 pessoas

    • Rio em crise tem maior queda de preços

      O Rio de Janeiro, apesar de registrar a maior queda nos preços dos imóveis com relação às nove capitais (-0.37%), a variação acumulada em 12 meses reverteu o ritmo de queda que havia acelerado nos dois meses anteriores, ficando em -3.79% contra os -4.28% observados em julho. A queda reflete a forte alta do mercado nos últimos anos por conta de eventos como a Olimpíada, e a atual crise financeira gravíssima por que passa o governo estadual, e que tem reflexos no poder aquisitivo de boa parte da população.

      Curitiba melhora

      Curitiba representa um destaque positivo, na medida em que foi a única entre as nove capitais que passou de uma variação acumulada em 12 meses negativa para uma positiva entre julho (-0.11%) e agosto (0.88%). Belo Horizonte e Fortaleza foram as únicas duas capitais onde o ritmo de queda nos preços dos imóveis medido pela variação acumulada em 12 meses se intensificou entre julho e agosto.

      Os preços dos imóveis residenciais ainda apresentam quedas em termos reais, tanto na perspectiva da variação mensal quanto na do acumulado em 12 meses.

      Curtir

    • Recuperação não chegou aos imóveis

      Os indicadores que apontam para a retomada gradual no nível de atividade da economia brasileira ainda não possuem efeitos notáveis sobre o desempenho do mercado imobiliário. No entanto, o efeito combinado da contínua desaceleração dos índices de inflação com a tendência de quedas nominais cada vez menores nos preços dos imóveis faz com que a variação de seus preços reais tenda à estabilidade.

      Assim como na dimensão do nível geral de investimentos, alguns fundamentos importantes já permitem vislumbrar uma reversão do ciclo para os imóveis, porém com uma defasagem em relação ao desempenho dos demais setores da economia, avalia a Abecip.

      Curtir

    • Existem imóveis que o valor aumentou irracionais 100-300% , não acho que com diminuições de 1-3 % os imóveis voltarão à um preço justo, um preço que caiba no bolso do consumidor. Em Fortaleza o preço do m2 em bairros nobres era mil-2mil reais até 2010. Hoje está a 8-10mil. Em quase todas as capitais ocorreu algo semelhante. Um absurdo. Acho que o filé do mercado imobiliário nos próximos anos será a baixa renda, será o ” popular”.

      Curtido por 5 pessoas

      • Mas a inflação corroí o poder de compra também. Acredito que o ciclo imobiliário de venda residencial para classe média e alta será pequeno e com fôlego bem curto. Aluguel, corporativo, logístico, industrial são outros quinhentos. Eu me baseio por mim, pois classificam-me como classe AAA+ por minha renda e capacidade de poupança mensal e mesmo assim eu teria( começando do zero hoje ) que trabalhar e poupar 10 a 15 anos para comprar um apt 3 quartos 90-100m2 em um bairro bom. É totalmente irracional a situação presente. Fundamentalmente dependente de crédito e da falta de educação financeira o ciclo residencial classe média e alta . ( claro que existirão uma ou outra oportunidade, mas a exceção torna mais cristalina a regra ).

        Curtido por 3 pessoas

    • O DiamondMall pertence ao Grupo Multiplan e foi fundado em 1996, com foco em sofisticação, conveniência e comodidade. Localizado em uma das áreas mais nobres da cidade, conta com 204 lojas e 1289 vagas de estacionamento que abrigam uma seleção especial de marcas nacionais e internacionais – um toque de exclusividade que valoriza ainda mais a região. Em 2004, ocorreu a primeira expansão que inaugurou o terceiro piso, acrescentando mais 35 lojas, o Cinemark e a Cia Athletica.

      Com mais de 30 lojas exclusivas, o DiamondMall encontra-se em posição de destaque no mercado. Em um passeio pelo mall é possível encontrar marcas como Ateen, Carla Amorim, Clinique, Hugo Boss e Oakley.

      Curtido por 1 pessoa

  4. Minha carteira está na máxima histórica, com forte lucro.
    Deveria estar radiante, mas não estou, pois gostaria de continuar comprando e não tenho coragem de investir aos preços atuais.
    Como os colegas estão reagindo a este momento atual?

    Curtido por 8 pessoas

      • Tem que ter um equilíbrio, olhar cotação a cada meia hora não leva a nada, mas não olhar hora nenhuma não parece muito melhor. Pois se vc toma uma desvalorização de 20% (aumento da taxa de juros, mudança na legislação…) haja longo prazo pra recuperar. O grande problema é que quando estava no fundo do poço duvido que a pessoa manteve os aportes fielmente, agora quando chega na alta todo mundo quer comprar, aí é buy and hold defeituoso.

        Curtido por 4 pessoas

      • Caro Nabucodonosor, só não concordo com o “pensamento de sardinha”. Cada um tem sua estratégia, e acho que pensamento de sardinha é vender no desespero das quedas, sem saber o que está fazendo, e comprar a qualquer preço.
        Eu procuro analisar preço sim, e se acho que está caro, procuro outros ativos / investimentos.

        Curtido por 2 pessoas

    • Pensamento de sardinha. [2]

      Amigo, esquece preço … Quando chegar o dia do aporte, analise seu portfólio de FIIs, e veja aquele mais “descontado” se for o caso e aplique.

      10K a mais, 10K a menos na carteira, pouco me importa, o que vale mesmo é RENDA PASSIVA GERADA MENSALMENTE!

      Abração

      Curtido por 2 pessoas

    • Eu foco no trabalho e aporto em Tesouro SELIC, mas isso sou eu qye desde ano passado estou 80% em RV. Tenho que aumentar renda fixa na carteira e ter um valor para futuras oportunidades. Para quem quer comprar alguma coisa em RV : FIIS vejo MFII, VRTA, KNIP, BCRI, KNCR como oportunidades. FIIB de vez em quanto baixa para 350. Em ações Engie, BBSE , CIEL . Taee não está ruim. Itaú para mim sempre está barato. Dólar está muito bom também.

      Curtido por 6 pessoas

      • Então aporte em BCRI alguma coisinha, 105-106 está ótimo. Talvez vá haver em maio do ano que vem outra emissão, aí vc subscreve baratinho mais um pouquinho ou um poucão . Ótimo Fii, até agora só tem me tudo alegrias, o Brasil é o país da inflação, IPCA+ 7-8%, com proventos mensais e boa governança fazem deste Fii uma preciosidade, como já tenho muito em carteira, não compro mais agora, mas o preço está agradável.

        Curtido por 2 pessoas

      • Além disso, a instabilidade política aqui é muito grande. Vai que o Geddel fala que aqueles 51 milhões são do Temer! !!!! E mostra provas!!!!!! ( o interceptor iria adorar 😉 . Novo circuit braker e oportunidades virão. Tem a Coréia do Norte, a China, o Brexit, eleições ano que vem no Brasil, cisnes negros e verde-amarelos não faltam, a bolsa brasileira é totalmente dependente do dinheiro gringo, então sempre haverá oportunidades, por isso tenho sempre um dinheiro guardado para aportes/ movimentações maiores .

        Curtido por 7 pessoas

    • Deixa a grana aplicadinha e fica de butuca nos fiis q vc tem vontade de aportar, na hora q der uma balancadinha no mercado vc compra aquilo q tu que é com preços melhores fora o juros q vc já vai ganhando e aumentando poder de compra, não ter pressa, manter sangue frio e ser predador na hora q todos saem correndo do barulho, isso vai te dar boas compras. Minha opinião, apenas minha, sei q não está fácil, vem subindo e muito, isso deixa à gente cabreiro, com medo de esperar e comprar menos cotas Ainda, natural e não deixa de ser verdade essa possibilidade também. Mas a pergunta q faço é a seguinte, será q nunca mais teremos um único estresse no Brasil no futuro?

      Curtido por 4 pessoas

      • boa noite!

        Eu estou aproveitando esta alta para analisar e fazer modificações na minha carteira. Tem FIIS que estão subindo apenas em razão da queda da selic, ou seja, os fundamentos não estão bons.

        Diante do exposto, vendi alguns FIIs.

        att.

        Curtido por 5 pessoas

      • Bbpo, Bbfi, Saag, Cxce, agcx, Bbrc e muitos outros etc etc etc, apenas um lembrete, imagine daqui a um ano dois, que se aproxima fim dos contratos, o q será desses fiis, com desativação de agências, com crise longa no rio, com o detalhe mais importante de todos, nada mudou nas contas públicas para melhor e sim para pior, então ao meu ver tudo q estamos assistindo nada mais é do que uma perspectiva de que tudo vai dar certo, e pior já subiu antes do certo acontecer, e aí, já contaram com ovo no Cx de uma galinha doente só isso. Dólar só não tá cinco por q aqui paga se o juro mais caro do mundo, só brasileiro q acha pouco, mas o resto do mundo continua aproveitando e arriscando uma fezinha no cassinão aqui tá ligado, pura especulação, e especulação do mesmo jeito q chega sai sem dar tchau…

        Curtido por 1 pessoa

    • Eu não acredito que as minhas previsões sejam acertadas. Mas acredito em ciclos.
      Para quem entrou no mercado na subida do ciclo atual, e só viu valorização, sugiro FORTEMENTE que leia os posts do BLOG no período entre 2011 – 2014. Por favor. Leia.
      Uma coisa é ver a carteira subir mês a mês e pensar que preço não importa, o que importa é renda, etc etc etc… I got big balls.
      Outra coisa é ver teu patrimônio depreciar em cerca de 50%, ver quem botou em CDI nadando de braçadas, outros falando em tirar o dinheiro do país porque “agora vai virar Venezuela” e ter culhões de segurar o tranco e continuar comprando…. Eu passei por tudo isso. Meu raciocínio ficou EXTREMAMENTE anuviado no meio daquele breu. Foi muito difícil tomar decisões lúcidas. Não foi legal. Mas foi um aprendizado.
      Lembre-se que no meio da tempestade ela parecerá infinita. Tudo te dirá que ela será infinita. E haverá indícios muito fortes de que “desta vez é diferente”, agora a vaca vai pro brejo mesmo.
      No meio da tormenta tem muito tubarão lixa que vira comida de tubarão branco.
      Cuidado. Muito cuidado…..
      Não é recomendação de nada.
      Um abraço aos meus caros amigos do Blog.

      Curtido por 5 pessoas

    • Tem de olhar o cenário completo:

      Expectativa para taxa Selic apoia queda em DIs
      O movimento é justificado pelo ambiente benigno de inflação e uma cena política menos conturbada

      Ibovespa sobe ante otimismo com economia e dólar passa de R$ 3,13
      Investidores acompanham dados econômicos brasileiros e esperam reunião do banco central americano, no meio da semana

      qual a alternativa se a RF paga cada vez menos e a tendência seria de continuar caindo até a economia reagir de forma consistente?

      Curtir

      • Assim como no passado não muito distante as coisa pioraram ano após ano, tudo leva a crer que a tendência é de que passada a tempestade, a poeira assentou e as coisas seguirão melhorando (tanto que o momento político já não impacta tanto a expectativa por hora)

        até ela aparecer… rs

        CERTEZA ABSOLUTA: Vai mudar 🙂 A questão é saber quando… e para que lado

        Curtido por 4 pessoas

      • Para mim o cenário é o seguinte:
        Fiis: Enquanto a SELIC não voltar a subir, eles continuam subindo ( valor de cota) , então taxa de administração subirá junto e os rendimentos. ……?!
        Ações : empresas boas estavam com preço de cota no chão ano passado, para mim agora ainda estão no preço ou baratas, longe do topo( BOBOV em dólar ou descontando inflação ou PIB ou CDI ou BIG MAC no topo antes da queda de 2008 ) , acho que com sorte ( cenário externo e interno)em 2019 o BOBOV chega aos 100- 110 mil pontos, mas ainda pode haver muitas quedas grandes no meio do caminho. Os dividendos de boas empresas irão aumentar muito. De empresas ruins e marroms nem quero ouvir falar. A
        Renda fixa : diminuição do valor nominal e houve aumento do valor real, continua espetacular para reserva de emergência, de liquidez ,de oportunidade e controle de risco. Tende a cair no curto prazo e a médio prazo ficar na banda de 12-9%.. Sendo otimista a inflação voltará a 4,5-5,5% no médio prazo. Mesmo com a reforma da previdência, fiscal do Brasil está destruído.
        IMOBILIÁRIO : Para mim da bolsa só sobreviverão EZTEC e SCAR. Os outros morto-vivos de hoje irão quebrar de vez, não irá ter pedalada que dê jeito. Preços caros, excesso de oferta, famílias desempregadas, endividadas, sem educação financeira, com o poder aquisitivo na lama.
        BRASIL : PIB sobe pelo efeito elástico, pois até voltar o valor de 2014 tem é chão. Lula e esquerdas estão mortas. RJ já apodreceu dentro do caixão. Desemprego uma hora cai, mas sabemos que é o último a recuperar-se. Lava Jato continuando prendendo empresários, políticos e etc.
        Exterior : Enquanto os bancos centrais inflarem as bolsas artificialmente comprando ativos ( principalmente os parceiros que dão informações privilegiadas ) ( Alphabet, etc )e com juros negativos e QE, até algum plaYer mundial importante se importar com a falsificação de dados econômicos da China está tudo ok .
        Resumi, bem resumido, bem simplificado, não obstante ficou longo.

        Curtido por 2 pessoas

      • Bem isso suntzu, também acho interessante essa diversidade, e legal é q só tem um q está errado, aquele q se julga ser o dono do método certo, e q Ainda por cima se irrita e esbraveja com quem pensa diferente dele, p mim só esse tá errado, o resto tá valendo, pois o futuro a Deus pertence, a ninguém mais

        Curtir

  5. DYs caindo, ainda vale à pena ?

    O mercado ainda toma risco ao aplicar em fundos imobiliários mesmo com os DYs caindo mês a mês.
    Mesmo levando em consideração que uma parte do mercado ignora que fundos imobiliários sejam renda variável, ainda assim compensa tomar risco em troca de um DY de 6,66%, na média, no caso dos FIIs de tiljolo ?

    Curtido por 7 pessoas

  6. Pessoal gostaria de saber a opinião de vcs.
    Tenho um Vgbl, pretendo zerar e investir em mfii11 a 110,00.
    com a queda dos juros vejo que a venda de imoveis vai melhor ou já esta melhorando.
    com a queda da Selic fundo vgbl rendeu no mês de agosto 0,58. e em 2017 rendeu 5,73% até mes de agosto.
    e a tendencia é a Selic cair mais ainda.
    Com os rendimentos vou adquirindo mais cotas.
    Com esta compra mfii11 vai representar em torno de 55% da minha carteira.
    e com estas compras meu pm vai ficar em 107,88.

    Curtido por 1 pessoa

    • Jottaefy, eu sou favorável à investimentos em FIs com fins previdenciários, aliás, faço isso a algum tempo . No entanto, exatamente por ser para “fins previdenciários”, acho arriscado demais concentrar muito em apenas um ativo. Minha carteira de Fundos é composta de 12 ativos e fora isso ainda distribuí meu patrimônio em imóveis físicos. Estou começando agora montar uma carteira de ações de dividendos também e devo chegar a pelo menos dez empresas. Por mais que você goste do ativo mfii – eu pessoalmente não o tenho – acho que você deveria diversificar . Abçs.

      Curtido por 4 pessoas

      • João Terra, hoje já diversifico bem, invisto em fiis como se fosse pra aposentadoria tbm (15 ativos), alias todos meus investimentos são para aposentadoria , kkkk, Tesouro Direto, CDB, L.C, e outra Prev Priv., ações, e tbm tenho imoveis físicos para locação.
        Estou pensando em fazer isso pq me sinto confortável .
        Agradeço grandemente pela sua resposta. Deus abençoe, abçs.

        Curtir

    • JF;

      55% da carteira num único ativo?!
      Vou direto ao ponto:
      Como você reagiria se o rendimento deste caísse 50%* mais à frente?
      Não há garantia na manutenção do atual nível de distribuição, os gestores já alertaram para isso umas “N” vezes aqui neste blog e nos veículos oficiais.
      Algo, inclusive, inerente a todos os FIIs listados no mercado, guardadas suas devidas diferenças.
      Isto posto, margem de segurança aqui se faz muito necessária, dada a característica do segmento em que este fundo atua.
      Cuidado com o canto da Sereia Rentista!
      Estude outros ativos! Diversifique!
      Sds.

      *Sim, dei uma exagerada, pois não creio que sofrerá este tipo de oscilação em seu rendimento, até porque sou cotista do dito. Mas entre o que eu acho sobre o futuro e este realizado, há uma Via Láctea de distância. 😉

      Curtido por 2 pessoas

      • MBP77,
        Como você reagiria se o rendimento deste caísse 50%* mais à frente?
        Se fosse há uns anos atras eu assumiria o prejuízo, mas hoje seguraria firme,
        Já tomei prejuízo em ações e com fiis ja recuperei boa parte.
        hoje tenho imoveis pra locação tbm como disse ao João Terra,
        Fiis ruim não é cair o valor da cota ou rendimento e sim deixar de pagar o cotista.
        Valeu pela ajuda MBP77,

        Curtido por 1 pessoa

      • Fiis ruim não é cair o valor da cota ou rendimento e sim deixar de pagar o cotista.

        Mais ou menos jottaefy

        Você tem acompanhado o caso do XTED? Além do cotista não receber renda ali ele está precisando injetar recursos no fundo. O passo seguinte seria a venda a mercado das cotas dos cotistas pelo fundo para saldar as dívidas.

        Curtido por 2 pessoas

    • Diversificar sempre é uma boa estratégia. Tenho VGBL e tenho MFII. Não pretendo me desfazer de nenhum deles. Cada um no seu quadrado.

      O que eu vejo muito por aí é gente reclamando da queda nos retornos da RF. Porém, as pessoas esquecem do JURO REAL.

      Curtir

    • Jottaefy, concordo com o João Terra e creio que você deveria diversificar mais.

      55% em MFII11 é muito elevado, principalmente pela característica do fundo que é de desenvolvimento imobiliário, e que na grande maioria das vezes o imóvel ainda não está pronto, ou seja, risco elevado de problemas na obra, no licenciamento, no habite-se, no AVCB, etc ….. Claro que com este risco elevado tem que pagar mais mesmo para compensar …

      Hoje tá pagando 1,17 por cota o que é ótimo mas para pagar este valor está utilizando uma parte do caixa … No futuro se todos os projetos derem certo pode até superar este valor , mas pode também reduzir sensivelmente se tiver problemas ….

      Outros fundos de desenvolvimento imobiliário como KNRE estão pagando muito menos, mas nele se paga exatamente o que entra no caixa, e no futuro com a entrega dos projetos a tendência é de crescimento.

      Tenho MFII em minha carteira, mas com peso de 4% de um total de 18 FII.

      Curtido por 3 pessoas

    • Cara
      Pegue os últimos informes trimestrais de fundo é análise. Mfii tem distribuído acima do resultado. Esse fundo é muito estranho eu não investiria 1real nele.
      Outro ponto , 50 % em um ativo é muito risco.
      Vc está olhando somente o dy, as chances de da merda e muito grande agindo assim.

      Curtir

      • O nome já diz …. renda variável, da mesma forma que pode dar errado, tbm pode dar certo.
        Estou olhando para valorização da cota tbm .
        Depois que estas cotas a 110,00 acabarem e for para o mercado, creio que a cota vai dar uma subida boa.
        e com juros em baixa ainda pra ajudar.

        Curtir

      • Andrade silva

        Veja o cronograma de longo prazo do fundo. Este é um ano de investimentos pesados. Faz todo sentido esta saída de caixa. No futuro o fundo pretende colher os frutos desse investimento atual.

        Não dá para analisar MFII como se analisa um fundo e tijolo ou um CRI. Aqui a tendência do fluxo é ficar continuamente descasada, ora para mais, ora para menos.

        Curtir

  7. Quer Motivação para Investir?

    Dinheiro investido aumenta renda sem trabalhar mais

    Quando estamos no sufoco financeiro, existem dois movimentos possíveis: reduzir despesas e aumentar receitas.

    Fácil falar e muito, muito difícil fazer.

    Premissas:

    a) programação para investir R$ 200 todo mês

    b) juros nominais brutos de 8% ao ano

    Curtido por 10 pessoas

    • Fico com a segunda, pois a vida no geral é repleta de altos e baixos, sendo assim se vc às vezes imagina q terá renda perpétua no seus investimentos, empresas, emprego, num piscar de olhos tudo pode mudar, veja por exemplo q no caso dos fiis alguns deles quase ou zerando rendas, tudo isso tem q se levar em conta, por isso a importância de acompanhar de perto o investimento, caso contrário pode vir a ter sérios problemas de receita e faltar dinheiro em um momento onde talvez a pessoa até não possa mais trabalhar, imagine uma carteira com aqueles fiis dos cavalinhos na corrida p zerar como seria fatal pelo menos momentaneamente p quem teria escolhido fiis como complemento de rendas ou até mesmo como única renda em forma de aposentadoria etc..

      Curtido por 3 pessoas

      • Correto. Precisamos estar sempre atentos. Há 4 ou 5 anos o caboclo pensou “FII de maior PL do mercado, bons rendimentos, boa taxa de ocupação, imóveis com perfis variados, etc etc etc, vou de BRCR11, não tem como dar errado” 🙂

        Curtido por 1 pessoa

    • Bom, vou elencar em ordem do desafio cujo encontrei maior dificuldade :

      1- Crenças Limitantes? (mentalidade, livros como Pai Rico, Pai Pobre e Independência Financeira [Robert Kiyosaki] foram fundamentais para adquirir essa nova mentalidade)

      2- Educação Financeira? (conhecimento, além dos primeiros livros que já citei, continuei a ler livros de Ações, Opções, fiz CPA-10 , etc)

      3- Aplicação de Conceitos? (por em prática, receio… comecei lá em 2006 em uma OPA de BBAS3 que me desfiz 1 ano após com quase 100% de valorização [fiquei vislumbrado!]… mas veja só, peguei a crise de 2008 em cheio… o ponto chave foi que não desisti … e me habituei a acompanhar portais de economia diariamente)

      4- Não saber Poupar? (já sabia de certo modo, aos 20 anos qd arrumei primeiro estágio)

      Curtir

  8. A papelada agradece.

    IGP-M avança na 2ª prévia de setembro
    18-Set-2017 | Índices Gerais de Preços | IGP-M Segundo Decêndio

    O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) registrou, no segundo decêndio de setembro, variação de 0,41%. No mês anterior, para o mesmo período de coleta, a variação foi de 0,03%. O segundo decêndio do IGP-M compreende o intervalo entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.

    Curtido por 4 pessoas

    • Ca-calma… ca-calma… foi só um “soluço” atrasado ainda… olha o IPC-S

      IPC-S cai 0,01% na segunda semana de setembro, indica FGV

      O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) caiu 0,01% na segunda semana de setembro, depois de subir 0,10% na abertura do mês.

      A desaceleração dos preços da gasolina (de 4,78% para 3,28%) fez o grupo transportes perder fôlego e subir 0,74%, de 1,19%. O alívio, no entanto, deve ser interrompido uma vez que a Petrobras anunciou, na sexta-feira passada, uma nova alta de 0,6% no combustível.

      Curtido por 1 pessoa

      • Será mesmo Tetzner?

        IGP-10 acelera em setembro
        14-Set-2017 | Índices Gerais de Preços | IGP-10

        O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) variou 0,39%, em setembro. A taxa apurada em agosto foi de -0,17%. Em setembro de 2016, a variação foi de 0,36%. A taxa acumulada em 2017, até setembro, é de -2,03%. Em 12 meses, o IGP-10 registrou taxa de -1,66%. O IGP-10 é calculado com base nos preços coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

        Curtir

  9. Iguatemi tem agosto forte e vê vendas em alta até o próximo ano

    (Bloomberg) — Maior administradora de shopping centers de luxo do país está vendo sinais de uma recuperação sustentada das vendas, com os grandes consumidores voltando a fazer o que melhor fazem.

    Aumento deve continuar pelo resto do ano e em 2018 para a Iguatemi, refletindo o retorno da economia brasileira ao crescimento, disse em entrevista Cristina Anne Betts, diretora financeira da empresa.

    “Agosto foi muito bom em termos de vendas”, disse ela. “Isso promete um terceiro trimestre mais forte”.

    As receitas da Iguatemi com vendas e locação aumentaram no 2T17; isso, combinado com disciplina de custos, levou a margem Ebitda para 77%, 2,3 pontos percentuais acima em relação ao ano anterior.

    Em particular, a recuperação nas vendas de moda e jóias, bem como eletrônicos e eletrodomésticos no mês passado, foi notável, disse Betts.

    Curtir

    • Apesar de a Iguatemi como um todo não estar sentindo o impacto total da maior recessão do Brasil em um século por causa de seu público alvo de classe alta, várias lojas estão sendo substituídas, disse Betts.

      “A maior pergunta é o que vai acontecer com a eleição no ano que vem”, disse ela referindo-se à eleição presidencial de 2018.

      “Mas em termos de economia esperamos um segundo semestre forte e 2018 com perspectiva de crescimento”.

      As perspectivas para o segundo semestre são definitivamente positivas, disse por telefone Raúl Grego Lemos, analista da Eleven Financial Research.

      “O cara na base da pirâmide ainda está desalavancando, pagando dívida de cartão de crédito”, disse Betts.

      “Quem não tinha este tipo de problema está com mais disposição para comprar”.

      Curtir

    • E não falta “criatividade” quando o assunto é atrair o público consumidor

      Shopping do Rio abre ‘parque’ para cachorros
      Ancelmo Gois

      Parque para cachorros

      O CasaShopping está abrindo oito novas lojas. Entre elas, um “parque” para cachorros e dois restaurantes.

      Curtir

  10. Investimento chinês: benefícios e riscos para o Brasil

    Apesar da crise no Brasil, ou por causa dela — que deixou os ativos baratos —, os chineses estão mais dispostos que nunca a ampliar seus negócios no país.

    Em sua viagem à China, no início deste mês, o presidente Michel Temer recebeu a promessa de investimentos que, se confirmados, significarão o aporte, em dois anos, de mais de R$ 31 bilhões na economia brasileira, que já recebeu cerca de R$ 61,5 bilhões de 2014 até julho deste ano, entre fusões e aquisições.

    Este ano, pela primeira vez, um em cada quatro produtos exportados pelo Brasil irá para a China. A proporção é até um pouco maior neste momento, dados os carregamentos gigantescos de soja, mas estes não se manterão nos mesmos níveis até dezembro.

    Os montantes confirmam a confiança dos chineses na economia brasileira e sua demanda por insumos e energia. Mas trazem, para o Brasil, os riscos de uma dependência cada vez maior daquele que desde 2009 é seu principal parceiro comercial.

    Curtido por 1 pessoa

  11. BRF investirá R$80 mi em novo centro de distribuição no Paraná
    Reuters

    SÃO PAULO (Reuters) – A BRF investirá 80 milhões de reais na construção de um novo centro de distribuição em Londrina, no Paraná, criando cerca de 600 vagas de emprego direta e indiretamente, informou nesta quinta-feira a empresa de alimentos.

    A previsão da companhia é de que as obras sejam concluídas até setembro de 2018.

    “O espaço será projetado para receber até 150 caminhões/dia, de diferentes portes, que irão movimentar até 15 mil toneladas de alimentos/mês”, disse a BRF em nota.

    Segundo a empresa, o novo centro ocupará uma área com mais de 150 mil metros quadrados e será usado para armazenagem de produtos das marcas Sadia, Perdigão e Qualy, agilizando o atendimento a municípios do oeste paulista, do sul de Mato Grosso do Sul e do Paraná.

    Atualmente, a BRF já opera sete fábricas e dois centros de distribuição no Paraná, empregando mais de 17 mil funcionários na região.

    (Por Gabriela Mello)

    Curtido por 4 pessoas

  12. NARCOS
    Ao término ontem de assistir ao seriado narcos me deparei com um fato q tenho certeza q a maioria da população brasileira também não se deu conta. No final dos últimos capítulos o DEA é o resto do mundo se surpreenderam ao descobrir q os chefões do tráfico tinha nas mãos o ministro da justiça e também havia indícios q o presidente da Colômbia naquela época também fora eleito com ajuda dos chefões do cartel de Cáli. Onde quero chegar e q aqui no Brasil o caso é muito pior, segundo as denúncias da PGR munidas de provas inquestionável mostra que o chefão é o próprio chefe dá nação, CHEFIA A MAIOR QUADRILHA DE LADRAO NUM CRIME ORGANIZADO.

    Curtido por 1 pessoa

    • Sua indignação e grande mas não vamos perder o foco:
      Não são desejados aqui:
      – Assuntos não relacionados à FIIs
      – Brigas e discussões ofensivas
      – Reclamações recorrentes sem fundamento
      – Propagandas de outros sites (direta ou indireta)
      – Links Externos ao Blog, Emails, Telefones e Informações Pessoais de qualquer natureza.
      – Valores financeiros operados ou quantidades que levem a isso; para sua segurança, use % e não $

      Curtido por 6 pessoas

    • Impressionante como voce consegue estragar este blog com seus pensamentos sem pé e nem cabeça.
      Eu tento não ler o que voce escreve aqui, mas voce escreve em TODO o blog, em TODAS as paginas de FIIs.
      O que tem a ver Narcos com FIIs e esta baboseira de politica? Pare de estragar o forum.

      Curtido por 3 pessoas

    • Quem disse q vc ter um criminoso como chefe da nação onde estão seus investimentos em fiis não tem nada ver com fiis, então o q seria importante não? As instituições não estão funcionando como deveria ao permitir uma organização como essa no poder é isso pode mudar de uma hora p outra aí vc me responde depois o q esse assunto tem haver com fiis blz

      Curtir

    • Interceptor
      Eu não acredito nessa baboseira do Janot que Temer é o chefão da quadrilha e tal. Ele assumiu tem cerca de um ano, e isso sempre foi assim. Se ele fosse o problema daqui a pouco mais de um ano ele vai sair, e o problema estaria resolvido, mas não é bem assim. O sistema político brasileiro funciona de forma que existem várias organizações criminosas dentro do poder.
      Além da corrupção, existe também o roubo moral, por exemplo eu não acho justo funcionários do judiciário e MP receberem 30 mil, 40 mil quando no Brasil quem paga mais impostos são os pobres.
      Infelizmente, a política pode nesse momento estar desvinculando da economia e não estamos sentindo muito, mas o problema é estrutural e no médio prazo acaba prejudicando a economia e em consequência o crescimento dos fiis.

      Curtido por 4 pessoas

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s