Fórum de Fundos Imobiliários

ABCP11  Ajuda  ALMI11  ALZR11  ANCR11B  ARRI11  Assinatura  ATSA11  BARI11  BBFI11B  BBPO11  BBRC11  BBVJ11  BCFF11  BCIA11  BCRI11  BMII11  BMLC11B  BNFS11  BPFF11 BPML11  BRCO11  BRCR11  BTCR11  BTGM11  BTLG11  BVAR11  CARE11  CBOP11  CEOC11  CINO11  CNES11  Conceitos  CPFF11  CPTS11B  CRFF11  CTXT11  Cursos CVBI11  CXCE11B  CXRI11  CXTL11  DMAC11  DOMC11  DRIT11B  EDFO11B  EDGA11  Entrevistas  EURO11  FAED11  FAMB11B  FCFL11  FEXC11  FIGS11  FIIB11  FIIP11B  FIVN11  FLMA11  FLRP11  FMOF11  FOFT11  FPAB11  FTCE11B  FVBI11  FVPQ11  GGRC11  Glossário  GRLV11  GSFI11  GTWR11  HABT11  HBRH11  HBTT11  HCRI11  HCTR11  HFOF11  HGBS11  HGCR11  HGFF11  HGLG11  HGPO11  HGRE11  HGRU11  HLOG11  HMOC11  HOSI11  HPDP11  HSML11  HTMX11  HUSC11  Insight  IR  IRDM11  JRDM11  JSRE11  KFOF11  KINP11  KNCR11  KNHY11  KNIP11  KNRE11  KNRI11  LASC11  Livros  LUGG11  LVBI11  MALL11  MAXR11  MBRF11  MFII11  MGFF11  MXRF11  NEWL11  NEWU11  NSLU11  NVHO11  ONEF11  OUFF11  OULG11  OUJP11  PATC11  PLRI11  PORD11  PQDP11  PRSV11  QAGR11  RBBV11  RBCB11  RBCO11  RBDS11  RBED11  RBFF11  RBGS11  RBPD11  RBPR11  RBRD11  RBRF11  RBRL11  RBRP11  RBRR11  RBVA11  RBVO11  RCRB11  RECT11  RFOF11  RNDP11  RNGO11  SAAG11  SCPF11  SDIL11  SDIP11  SHPH11  SPTW11  TBOF11  TFOF11  TGAR11  THRA11  TRNT11  TRXF11  UBSR11  VGIR11  VILG11  VINO11  VIRE11  VISC11  VLOL11  VPSI11  VRTA11  VSHO11  VTLT11  VVPR11  WMRB11B  WPLZ11  WTSP11B  XPCI11  XPCM11  XPHT11  XPIN11  XPLG11  XPML11  XPPR11  XPSF11  XTED11

Login   Registro   FII   Ações   Fundos   Diversão   Comentar   Loja   Ajuda   Comentários   RSS   AdBlock   Whatsapp

Siga o Tetzner nas Mídias Sociais:
https://twitter.com/CristianTetzner
https://www.facebook.com/cristian.tetzner
https://www.youtube.com/user/SrTetzner
https://www.instagram.com/tetznerfiis

8.306 comentários em “Fórum de Fundos Imobiliários”

  1. SENADO FEDERAL / PROJETO DE LEI / N° 766, DE 2020
    SF/20190.55814-20

    Institui o Sistema Solidário de Proteção à Renda, ampliando os benefícios aos inscritos no Programa Bolsa Família e aos cadastrados no CadÚnico durante a pandemia de covid-19.

    AUTORIA: Senador Randolfe Rodrigues (REDE/AP)

    ————-

    sorrateiramente… na pag 2 incluíram:

    “§ 3º Fica autorizado o Poder Executivo a revogar, por ato, a isenção de distribuição de dividendos e lucros de pessoas jurídicas para pessoas físicas de que trata o art. 10 da Lei nº 9.249, de 1995, para arrecadar no ano de 2020 recursos a fim de custear exclusivamente a despesa decorrente do disposto neste artigo”

    https://www12.senado.leg.br/ecidadania/login?came_from=https%3A%2F%2Fwww12.senado.leg.br%2Fecidadania%2Fvisualizacaomateria?id=141119%26voto=contra

    Curtir

    1. *Atenção:

      Tributação de dividendos no plenário do senado hoje. Foi tratado como projeto para financiar Covid 19 e ai recebe regime de urgência e tramitação rápida.

      “Como a revogação de isenção não exige anterioridade, essa medida poderá arrecadar bilhões de reais para transferir aos mais pobres já este ano.”

      Curtir

      1. Este artigo 10 da Lei nº 9.249 de 1995 não trata da tributação de rendimentos de FII. Trata de lucros e dividendos apurados com base no lucro real das empresas. Isso será objeto de exame quando da reforma tributária (que sabe Deus quando vai sair…).

        Curtido por 2 pessoas

      2. Concordo 100% contigo, Tetz. Duvido que isso passe, já está claro que aumento de impostos não passa no Congresso. Isso é coisa que os caras inventam pra jogar pra plateia, pra fazer propaganda eleitoral depois.

        Curtido por 1 pessoa

      3. Toda tentativa de diminuicao de salários e privilégios da casta parasitária foi rechaçada por algum deles, via sindicato, associação ou algum togado, de forma severa, propondo algo em troca, que será pago, obviamente, pela iniciativa privada. Um absurdo se a sociedade civil for mais uma vez roubada e ficar quieta.

        Curtido por 1 pessoa

      4. É muito simples entender porque esses canalhas querem tributar os dividendos, é que mesmo nessa baita crise que vai nos acertar em cheio após mais algumas semanas de isolamento e de comércio fechado em todo o país os milhões de desempregados que virão, continuarão a pagar os polpudos e milionários salários desses calhordas que por não darem certo em suas respectivas áreas acabam “entrando” pra política que só no Brasil garante a eles essa excelente estabilidade para ele e suas famílias.. agora se eles fossem jogados aos leões como a maioria de nós teriam que recorrer ao mercado acionário (como no USA e outros países) para estabelecerem uma renda futura.. Ou seja se eles se aposentam com seus gordos salários para que precisam de investimentos? Entenderam?

        Que a resposta seja elegante mas dura.. votei NÂO para o PL e vou enviar carta ao gabinete do Sr. Randolfe.

        Abraço a todos!
        (obs: O pai de Kennedy fez fortuna em Wall Street saindo do zero se estivesse no Brasil nos tempos atuais estaria com uma lojinha de capinha de celular no bairro da lapa em São Paulo)

        Curtido por 2 pessoas

      1. na verdade tem sim uma votação para diminuir em 50% o rendimento de deputados e senadores.. Depois de votar contra o imposto do link que o tetzner colocou acima eu desci um pouco o mouse e achei essa questão.. Sentei o dedo sem dó! Afinal chumbo trocado nao dói.. Borá galera! Reação

        Curtido por 1 pessoa

  2. Café com o Tetzner: Hotéis, Shoppings e Recebíveis em Destaque. Amortização de TBOFFICE

    O agravamento da situação de FIIs de Hotéis, o não pagamento de renda dos FIIs de Shoppings, receios com Recebíveis Imobiliários Pulverizados e as aquisições de Lajes e Cotas em meio à crise da pandemia. As atualizações de HTMX11, PATC11, RBFF11, RBGS11,RBRR11, SAAG11, TBOF11, VSHO11.

    Curtido por 2 pessoas


    1. Prêmio Walter do Mercado 2020 – IFIX : 1ª semana abril (dia 03 –269ª Edição)
      Última chamada, votação encerra hoje às 17:00, não perca tempo vote djá.
      Campeão da semana: Tetzner
      Mapeamento de Tendência fevereiro/20.
      No Walter do Mercado

      Curtir

    1. Prêmio Walter do Mercado 2020 – IFIX : 1ª semana abril (dia 03 –269ª Edição)
      Ainda dá tempo de participar e concorrer ao prêmio semanal, não perca tempo vote djá.
      Campeão da semana: Tetzner
      Mapeamento de Tendência fevereiro/20.
      No Walter do Mercado

      Curtido por 1 pessoa

    2. Nossa situação e o que vamos enfrentar.
      Quem está comprando muita calma, não precisa sair correndo para comprar, a crise só está começando, vai haver muita volatilidade ainda, não só este ano mas o ano que vem também.
      Ao sair da crise do Corona hábitos terão mudado, não será mais o país de antes da crise, delivery pode aumentar, home office pode aumentar entre outras mudanças corporativos podem diminuir área locada, shoppings vão ter que se adaptar, etc.
      Saindo da quarentena pode haver demanda reprimida gerando aumento de consumo temporário ou não, é preciso esperar o fechamento do primeiro mês para saber, passado esse primeiro momento consumo cai.
      Este ano nosso PIB vai ficar negativo gerando aumento de desemprego, diminuindo consumo e vendas, circulando menos dinheiro, diminuindo caixa das empresas o que pode gerar inadimplência o que leva a precisarem de menos área locada … é uma bola de neve.
      Isso tudo em meio a uma crise global o que pode levar o Brasil a mais um PIB negativo em 2021.
      Dólar deve continuar alto durante a crise global e aqui até o Brasil reconquistar a confiança dos estrangeiros, o que deve ir muito além deste ano, possivelmente não antes de 2023, se não elegerem um governo de esquerda, aí a crise interna se aprofunda enquanto o mundo já deve estar saindo da crise.
      Inflação, continua baixa enquanto a crise durar, possivelmente pelos próximos anos, conforme a crise for passando, desemprego diminuindo e consumo aumentando, volta a subir forte, pois está represada.
      Exportações, dólar alto não vai aumentar nossas exportações enquanto houver uma crise global e mesmo depois enquanto reformas profundas não forem realizadas no nosso país.
      Nosso patrimônio continuará sendo corroído pelo desvalorização da nossa moeda, o responsável direto disso o nosso governo fraquinho (executivo, legislativo, judiciário).
      Fundos imobiliários, no melhor cenário volta a tendência de alta em 2021, mas para isso tudo tem que dar certo, o mundo sair rapidamente da crise, o Brasil conseguir aprovar todas a reformas necessárias, etc, etc, etc, pouco provável acontecer. No pior cenário entra em tendência de baixa este ano que se estende no decorrer de 2021 com a crise global atingindo em cheio o Brasil. Vamos torcer para que ocorra um cenário intermediário.
      2020 Crise do Corona, volatilidade.
      2021 Crise global, volatilidade.
      2022 Eleições presidenciais no Brasil, volatilidade.
      2023 Dependendo do resultado das eleições podemos começar a sair da crise ou mergulhar numa crise sem precedentes neste país.
      Portanto meus amigos e amigas, a possibilidade dos valores e preços dos ativos diminuir é maior do que aumentar no curto e médio prazo, muito provavelmente uma janela bem grande de oportunidade está se abrindo e deve se manter aberta por um bom espaço de tempo. Preocupado deve estar quem precisa vender.
      Seja bem seletivo nos FIIs que pretende comprar, espere o momento certo de dar o bote e bons negócios.

      Curtir

    1. Não deveria ter ficado, mas fiquei!! 🙄, surpreso com a análise de sensiblidade feita pelo gestor no HGFF11 onde mostrou a correlação entre sua cotação e o iFiX.

      Resumo da ópera: cotaçao só se valoriza se o IFIX subir.

      Curtido por 1 pessoa

    1. Já tem FIIs sendo negociados acima do VP novamente, o pessoal acabou de tomar uma fubecada … Quantos tombos mais vão ter que levar até aprender.
      Aqui já ensinamos até a por ordem no “book”. Não aceite pagar o preço pedido, pechinche sempre, quanto mais barato se paga mais cotas se compra, mais aluguel a receber, maior é a construção de riqueza e maior o colchão de segurança.
      Ora, você quando vai comprar um imóvel físico vai logo pagando o preço pedido ? O mecanismo é o mesmo para os fundos imobiliários, sempre lance uma contra oferta, a menos que você goste de rasgar dinheiro.
      Infelizmente tem gente que insiste em continuar fazendo papel de tolo, até aí tudo bem, o problema é que me prejudica também.
      E atenção com esse repique pois está sendo puxado pelos institucionais (FOFs se posicionando), já representam 21% do investidores em FIIs e tendem a aumentar sua participação, cuidado para não se iludir com a alta dos últimos dias, ainda tem muita turbulência pela frente sem falar no cenário mundial e principalmente nacional que vai de mal a pior.

      Curtido por 7 pessoas

      1. Comprador não faça o jogo dos que estão forçando as cotações para cima para depois desovar suas posições, não pague acima do VP, você está deixando seu suado dinheiro na mesa e estão tomando ele de você.

        Curtido por 5 pessoas

      2. Fora que o próprio valor patrimonial q está aí hoje não será o de amanhã, os valores patrimoniais dos fiis vão todos caírem, mas Trix não mete a colher nos negócio dos outros, deixa eu fazer meu trade aqui sossegado ok 😁😁

        Curtido por 3 pessoas

      3. Trump afirmou que se o país conseguir manter o número de mortes entre 100 mil e 200 mil, de estimados 2,2 milhões em caso do panorama mais pessimista, isso significaria que o governo fez um bom trabalho.

        Curtir

      4. Pois é Interceptor e ainda tem mais essa, vão cair não só os VPs, como também os proventos, em contra partida deve subir a inadimplência, a vacância, enfim tempos desafiadores à frente.
        E vi ter muito “paraquedista” sendo pego de surpresa e perguntando por que o VP caiu.
        Quanto a seus trades fica sossegado, sempre tem gente deixando dinheiro na mesa.
        Tem muito investidor de renda variável, FIIs incluso, que estão torcendo para os preços subirem para liquidar posição com o mínimo de prejuízo possível.
        Nossa bolsa não deve voltar a testar tão cedo o nível de 120.000 pontos, pelo menos não este ano, os investidores locais tem força para levar a alta até um certo patamar, bem abaixo disso na minha humilde opinião, para voltar a tendência de alta só quando os estrangeiros retornarem, não neste ano, talvez a partir do ano que vem.
        Por enquanto é esperar o Corona passar para poder avaliar o tamanho do estrago para depois avaliar quanto tempo vai levar para a economia mundial se reerguer, sabemos que países como EUA tem capacidade e se recuperam mais rápido, já aqui o que nos atrapalha é um certo setor público, peso morto que precisa ser jogado fora.
        Desta vez nossa “chiken air lines” mal começou a dar uns pulos e já tomou paulada, está na lona nocauteada e ao que tudo indica quando levantar ainda vai cambalear bastante, mas pelo jeito não levanta tão certamente fará como os ursos e passará o inverno hibernando em coma induzido que possivelmente será mantido até o ano que vem.

        Curtido por 4 pessoas

      5. Tá pregando no deserto amigão, o pessoal aqui do bl0g não faz nem cocegas no mercado -300M dia – na verdade o mercado não tá nem aí pra o que vc diz e nem sabe da sua existência, eu até queria que vc pudesse influenciar em alguma coisa, mas infelizmente não é assim.

        Eu me lembro quando comecei a operar ACGU3 em 2009 que tinha um volume até baixo e o pessoal nos fóruns fazia campanhas para colocar as ordens lá embaixo e atrair “tubas” kkk, era pura perda de tempo, o mercado ignorava completamente essas sardinhices e fazia o que queria.

        Curtir

      6. Trix,
        Eu entendo perfeitamente o seu ponto de vista. Mas você deve pensar que o “Corona” vai parar e as pessoas irão voltar para as suas atividades. O mundo vai entrar em recessão e depois voltar da paralisia. No mínimo estabiliza.
        Hoje a taxa de juros no Brasil é medíocre. Essa é a hora de acumular patrimônio e investir em FII com certa segurança.

        Curtir

    2. Metade das grandes empresas tem caixa para suportar até três meses sem receita

      Feito com 245 companhias de capital aberto no País, levantamento tem como base o balanço de dezembro de 2019; analistas apontam que mesmo as empresas com folga financeira serão afetadas mais tarde

      Renée Pereira, O Estado de S.Paulo
      30 de março de 2020 | 05h00

      Metade das empresas de capital aberto tem recursos para aguentar até três meses sem faturar. Com o dinheiro disponível em caixa, conta corrente e aplicações financeiras, elas conseguiriam pagar fornecedores, folha de salários e outras despesas operacionais no período, segundo levantamento feito pelo Centro de Estudos de Mercado de Capitais da Fipe (Cemec-Fipe) e Economática, com 245 companhias.

      O trabalho foi baseado no balanço de dezembro de 2019 e mostra a evolução do caixa das companhias com o decorrer de uma paralisia nas atividades. A simulação não embute a variação do dólar neste ano e considera que as empresas não teriam nenhuma receita (nem as vendas a prazo já feitas) e conseguiriam renegociar todas as dívidas vencidas no período, destaca Einar Rivero, da Economática.

      Nesse cenário, 23,3% das companhias já ficariam com o caixa negativo nos primeiros 30 dias. Esse número sobe para 37,1% após dois meses e para 48,6% em 90 dias. A outra metade das empresas chegaria ao final de três meses ainda com o caixa positivo, podendo arcar com as despesas por um tempo maior.

      “Esse é o retrato das maiores empresas e das mais capitalizadas do País”, afirma Carlos Antonio Rocca, coordenador do Cemec-Fipe. “A situação das pequenas e médias é outra história bem mais problemática e exigirá medidas consistentes para evitar quebradeira. Elas vão sofrer mais do que as grandes, que ainda têm algum caixa a ser consumido.”

      Curtir

      1. Outras 51,4 empresas terminariam o período ainda com saldo positivo. Estas seriam as maiores empresas do país.

        Logo no primeiro mês, cinco setores estariam com caixa negativo:

        Automóveis e motocicletas
        Construção e engenharia
        Embalagens
        Materiais diversos
        Químicos
        No segundo mês, se somariam a estes setores alguns outros, todos com caixa negativo em até 60 dias:

        Comércio e distribuição
        Equipamentos
        Serviços diversos
        Tecidos vestuário e calçados
        No terceiro mês, também entrariam na lista dos endividados:

        Agropecuária
        Alimentos processados
        Gás
        Máquinas e equipamentos
        Materiais diversos
        Material de transporte
        Petróleo, gás e biocombustíveis
        Siderurgia e metalurgia
        Utilidades domésticas

        Curtido por 1 pessoa

      1. Enquanto o tempo passa Pindorama empobrece. E segue o embate entre as caricatas otoridades tupiniquins (janota e sniper) de um lado e o cacique máximo.
        A epidemia revelou também outros protagonistas caricatos, como o alcaide de Porto Alegre, que está atacando ferozmente os idosos com decreto de confinamento com ameaça de multa de R$429,20.
        Fico imaginando fiscais escondidos atrás das árvores com bloquinho de multa na mão pra faturar uma grana para encher os cofres do intendente. Eta rapazinho simplório.

        Curtir

      2. Espanha, Itália e Brasil estão testando somente os casos de hospital (estima-se que isso seja aproximadamente 10% do total). Até agora, caso por milhão de habitantes, até agora:
        Espanha : 1800/MI, Itália 1690/Mi e Brasil 21/MI, ainda que estejamos atrás no ciclo de contaminação em umas 3 semanas, ao que parece o comportamento do COVID por aqui será bem diferente.

        Curtido por 3 pessoas

  3. Café com o Tetzner: o consolidado de Vinci Shoppings e a Rio Caro no Nobu

    A inquilina no imóvel Nobu de RBVA11, acusa a gestão de ter pago uma fortuna no prédio. O resumo dos FIIs da Vinci: VISC11, VILG11, VINO11. A atualização do relatório de ONEF11 e a proximidade dos vencimentos.

    Curtido por 4 pessoas

    1. O tetz, quando você for entrevistar os gestores pergunta se eles vão diminuir a remuneração deles durante essa crise, fala que nós cotistas queremos saber se eles também darão seu quinhão de sacrifício ou só nós teremos que nós sacrificar ?

      Curtido por 9 pessoas

      1. Tiro certeiro trix, isso tava engasgado na garganta de muitos.. Ate tv a cabo liberou canais ( pra eles isso é uma perda de receita pesada) para mostrar esforço na crise.. Ta na hora de eles mostrarem que também estão em linha com o planeta

        Curtido por 5 pessoas

    2. All REIT Sectors Hit With Stock Dip
      No internacional

      Semanais : DI1F29, IFIX, BCFF, XPML, HSML.
      Destaque do Trix : TFOF, VLOL, GSFI .
      No trix-report

      Prêmio Walter do Mercado 2020 – IFIX : 1ª semana abril (dia 03 –269ª Edição)
      Já está aberta a votação, não perca tempo vote djá.
      Campeão da semana: Tetzner
      Mapeamento de Tendência fevereiro/20.
      No Walter do Mercado

      Curtir

    3. Para onde caminham os Fundos Imobiliários em 2020 ? II

      Repicou ( movimento de alta dentro da tendência de baixa ), com volume bem abaixo da média, fato que reitera a tese de ser apenas um repique, pelo menos por enquanto.
      Pode continuar o repique com alvo na região de 2578 (ME100), o mais provável na minha opinião, ou caso volte a cair tem alvo na região de 2103.
      Estratégias de alocação :
      Continuo assumindo como mais provável a continuação do movimento de baixa até o fim de 2020. Este ano até esta semana foram 25 compras, no momento tenho 35 ordens de compra na região de 1883, mínima deste movimento de baixa até o presente.
      E vocês, qual suas estratégias de alocação ? Em qual nível de preço vocês colocam sua ordens de compra ?

      Curtido por 3 pessoas

      1. estou um pouco apreensiva. Quanto tempo irá durar essa epidemia? As pessoas irão sair direto para os shoppings, cinemas, comprar eletrônicos, carros etc. Não é atoa que está todo mundo correndo atrás de cash. Não defini o que irei fazer

        Curtido por 2 pessoas

      2. Então XXX, realmente essa é a questão, se liberar antes da hora, vai ter q parar novamente mais tarde com uma calamidade pública ainda pior, o correto é fazer o máximo q puder de isolamento até q as coisas melhorem, o próprio ser humano adquiri imunidade contra o vírus após uma porcentagem de pessoas adquirem o vírus, melhor a fazer é aguardar até q se comece a imunidade fazer seu trabalho e também vacinas e medicamentos q serão disponibilizados com mais um certo tempo, quanto aos dias ou meses q isso dura essas é a questão. Em referência a compras penso o mesmo, apenas uma parcela vão sair fazendo compras por aí no curto prazo, até por que todos terão prioridades onde gastar e quem não for afetado e tiver grana, com certeza ainda vai ter medo de contrair a doença q não vai desaparecer assim de uma hora p outra..

        Curtido por 2 pessoas

      3. Quanto ao q farei só sei de uma coisa, Tentar não cometer os mesmos vacilos de sempre, mais uma vez fui pego de surpresa, estava em uma viagem de 15 dias toda ela durante essa loucura, embora com uma quantia até boa líquido não dá p fazer muita coisa durante uma viagem principalmente tendo q dirigir o tempo todo e ainda na maioria do tempo sem internet para fazer aportes e até mesmo se informar, não se pode sair comprando a torta direita como fiz nas primeiras quedas do dia 9 a 13. Fazia compras dirigindo sem nenhum estudo. Um absurdo, quando chegou o momento certo tive vários problemas em providenciar dinheiro, fora coisas extras q surgiram fora planejado tendo q usar recursos q não era p aquilo nem naquele momento. Resumindo um caos, geralmente esses momentos coincide na hora exata q vc fica sem ação por vários problemas, sempre assim..segue a luta imagino q tem muito tempo ainda nesse estresse, pretendo ir com muita calma de agora em diante, sinto q as coisas não vai terminar nem perto do pior senário q tão pensando aí, juro q gostaria de estar errado…

        Curtido por 3 pessoas

      4. No momento é cautela e frieza, porque o cenário econômico a frente não é nada animador…me lembra algum filme do passado, claro que posso estar enganado, mas não duvido de nada o que possa a vir acontecer, ainda temos muitas incertezas no ar!!!!

        Curtido por 2 pessoas

      5. Nem me fale, @Interceptor… tinha algumas ordens de “pescaria” lançadas q foram executadas no início daqueles dias. Ainda que tenha a tese de que o preço era justo, que vai valorizar, etc, mas acabou ficando bem acima dos patamares atuais, além de perder outras oportunidades. Peguei oportunidades melhores depois, olhando com calma. O cenário mudou com os ativos precificados pela incerteza do momento. Agora é aguardar e observar com paciência

        Curtido por 2 pessoas

      6. Situação hoje é pior q 2016 Trix, então certo e se basear por 2016, pra mim estamos só no começo, a gente compra às vezes por ser instinto, mas o correto é aguardar que a faca fique imóvel p depois pegar ela, correto?

        Curtido por 3 pessoas

      7. Gosto muito de trade nesses momentos instáveis, tanto com tendência de baixa como de alta, sempre da bons trades, ainda mais dessa vez q fiis tá parecendo ações, volatilidade bem parecido com as ações, um movimento totalmente atípico, nunca imaginei fiis nessas proporções de volatilidade, máximo q eu poderia imaginar fosse um dia termos algo em torno de 20% que seria caso tivéssemos um fim da isenção da renda, q foi o q já ocorreu em 2015, me lembro bem, foi considerado um dos maiores movimentos até então, pelo menos q eu me lembre

        Curtido por 1 pessoa

      8. Correto Interceptor , tecnicamente o certo é aguardar o movimento de baixa terminar e só então lançar as OCs.
        Ah, mas como saber quando o movimento de baixa termina ? Pra isso que serve a análise gráfica.
        Mas na prática do dia dia o dedo coça e acabamos comprando antes da hora kkk

        Curtido por 1 pessoa

      9. Tá certo Mutombo , vou repetir o que venho dizendo : Em época de crise a pressa para fazer negócio é toda do vendedor, o tempo trabalha a favor do comprador.
        O que mudou :
        Com o dinheiro mais escasso os gestores vão ter que ser mais eficientes para tornar seus FIIs mais atraentes na disputa pelos investidores. Eles terão que disputar nosso dinheiro.
        Imagina o que vai ter de cotista “paraquedista” perguntando por que a renda diminuiu ou por que parou de pagar. Essa espécie de “investidor” oportunista vai ter que estudar os FIIs ou vai entrar em extinção.
        Não há mais potencial de valorização para os FIIs irem testar os níveis de final de 2019, com a crise do Corona, que é só o prenúncio da crise muito maior que está chegando, juros tem pouco espaço para continuar caindo, ano que vem volta a subir, dólar nas alturas, some-se a isso as lambanças costumeiras do governo em todos os níveis e instâncias. Seremos sobretaxados, única coisa que têm competência pra fazer, o que vai afastar ainda mais os investidores.
        O investidor estrangeiro não volta tão cedo, mesmo com a nossa bolsa estando uma pechincha em dólar, o risco do Brasil quebrar aumentou muito.
        Só destaquei alguns pontos, o fato é que o Brasil será pego em cheio pela crise mundial, vamos torcer para não virar uma depressão como foi a de 1929, no nosso caso seria como um fusca bater de frente numa jamanta.

        Curtido por 4 pessoas

      10. Meu caso:
        1/3 da minha “porva” foi na quarta feira de cinzas, quando o mercado se deu conta de que a doença seria uma pandemia. mais 2/3 durante a primeira e segunda semana de março. Acabei perdendo a semana do dia 16 de março em função da euforia, de quem estava com “porva” para gastar, depois de 4 circuit breakers. Resumo: fiquei sem “porva” para o “fundo do poço”…
        Então ficou aquele gosto amargo de ter “queimado a largada” né…
        Realmente foi muita pretenção minha achar que a doença não afetaria o mundo todo (mesmo após o anúncio da OMS). Você fica olhando os números cairem e esquece de tudo.
        “Queimar a largada durante um pânico do mercado pode custar caro”.
        A lição aprendida que fica é: o investidor com caixa tem que olhar a frente das consequências do presente.
        E como você disse, a análise técnica ajuda. Mas nessa hora é jogar os dados. Tem que olhar para valor também para entender o fundo do poço. A questão do valor está bastante ofuscada no momento.

        Curtido por 2 pessoas

      11. Verdade pablocosta , na teoria é tudo lindo, mas somos humanos, é difícil tomar decisões no calor dos acontecimentos, o que podemos fazer é tentar entender a situação ponderando suas variáveis, traçar prováveis cenários e “apostar” naquele que a gente julga ser o mais provável a se concretizar, acompanhar o desenrolar do panorama e ir fazendo os ajustes necessários na nossa estratégia de ação.
        Tudo isso exige dedicação, isso implica em tempo e disposição, muitos não se dispõe a isso o que traz mais volatilidade ao mercado, que se traduz em oportunidades para outros.

        Curtido por 2 pessoas

    1. O anúncio vem sendo considerado pelo mundo como um dos maiores anunciados pelos países afetados pelo coronavírus, trata se de cerca de 10% do PIB, coisa q outros países estão em linha em torno de apenas 4 a 5% apenas do seus PIB..

      Curtir

      1. Pacotaço hein, duro é burocracia e também esse dim dim chegar até onde e quem realmente precisa, acredito q até lá muitos já estarão mortos infelizmente…

        Curtir

    1. Kkkkkkkk… Nessa parece que a rio bravo errou feio, querendo se meter no negocio? Que coisa mais esquisita.. E se tava cobrando esse valor absurdo pq nao deixar o inquilino fazer sua roda girar em paz? É um mistério parano detetive tetzner elucidar.. Kkkk

      Curtir

    2. Agora fiquei confuso…não sei se dou crédito a essa empresária ou ao laudo de avaliação do imóvel…ambos soam bastante técnicos…

      Brincadeiras à parte, certamente o imóvel custou uma fortuna (monetária, fique claro). Pelo padrão e pela localização, não ia custar pouca coisa. Se vale isso…bem, contamos com o laudo da empresária inadimplente e com o laudo da avaliadora para tirar conclusões…

      Curtir

  4. Café com o Tetzner: conversa com gestor do XP Malls Pedro Carraz

    Fiz um resumo do bate papo que tive há pouco com a gestão do XPML11, trazendo uma explicação completa sobre a decisão de não distribuição de rendas, do pagamento parcial antecipado do CRI e um panorama do cenário atual para Escritórios, Logísticos, Hotéis e Shoppings 😀

    Guilherme Benchimol e o Movimento Juntos Transformamos: a iniciativa nasce com 25 milhões de reais doados por nós, mas pode se transformar em algo muito maior com a união de todos os brasileiros. Cada centavo do que arrecadarmos será transformado em cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade.

    Para doar: juntostransformamos.com.br

    Curtido por 6 pessoas

    1. Parabéns pela entrevista, pois foi muito interessante ver a visão do gestor do XPML11, muito preocupado com o FII , com os inquilinos, mas coloca o cotista em último lugar…

      Com tanto dinheiro em caixa, poderiam fazer pelo menos um pagamento de rendas PARCIAL de 40% ou 50% e fazer uma reserva de 50% a 60% para a Caixa do XPML…

      Preferem antecipar o pagamento da CRI, que vai ser Bom para quem recebeu, pois vai ter caixa para comprar as oportunidades e deixam o cotista que usa a Renda como aposentadoria a ZERO.

      Falta sensibilidade Humanitária e Social deste Pedro Carraz em relação ao cotista, que deveria ser a prioridade do Gestor.

      Espero que eles também posterguem a comissão que cobram pela administração.

      Triste XP !

      Curtir

      1. Adaman

        neste caso em particular, depois de conversar com eles, eu entendi que foi mesmo a melhor decisão

        o FII só pode distribuir Resultado, Renda

        o que está em caixa é captação, patrimônio

        ele trocou juros mais altos por mais baixos

        capital na conta rende cdi, o CRI tinha um custo de carrego maior que o CDI; então a matemática mandou quitar

        com isso ele Carraz pensou sim no cotista, ao proteger o resultado do semestre o máximo que podia

        tem de esperar pra ver o impacto nas receitas de curto prazo, mas ele já atuou nas despesas de curto e médio prazo

        no mais, quem sabe se com o restante de caixa não compram umas cotinhas de FII e repassam algum rendimento 🙂

        as datas pra tomar decisão foram muito em cima, dia 18 pra renda e agora do CRI

        depois da conversa, eu mudei de opinião, fiquei satisfeito com a explicação e entendo que foi pró-cotista

        Curtido por 1 pessoa

      2. Tetzner, entendo a sua posição, e grato pela explanação…

        Mas, continuo com a minha convicção que o Gestor do XPML11, nas prioridades ele deixa o cotista por último…

        Na cabeça dele não existe nenhuma preocupação se o cotista é um rentista, aposentado , etc…

        Decidem pela renda ZERO muito fácil.
        Desculpe, opinião pessoal.

        Curtir

  5. Carlospmlg, Não coloque muita fé na OMS:
    Why are incompetence and profligacy rife within the sprawling organization? In several respects, it’s in the U.N.’s DNA.
    Coronavirus Just the Latest Example of U.N. Incompetence and Failure
    First, the United Nations is essentially a monopoly. Inefficiency and incompetence are not punished by “consumers” of their products or services. Recipients of U.N. largesse cannot spurn the U.N. and patronize a competitor. On the contrary, it is not uncommon in these kinds of bureaucracies for failure to be rewarded with additional resources. Unlike in business, if a program isn’t working, government bureaucrats clamor to make it bigger.

    Second, U.N. officials are rewarded for making the bureaucratic machinery run—that is, for producing reports, guidelines, white papers and agreements, and for holding meetings—whether or not they are any good or make any sense. And they often don’t make sense as the bureaucrats often sacrifice veracity for consensus—sort of like letting eight-year-olds vote on whether they want to call a whale a fish or a mammal.

    Third, there’s no accountability—no U.S. Government Accountability Office, House of Lords Select Committee, or parliamentary oversight, and no electorate to kick the U.N. reprobates out when they are dishonest or act contrary to the public interest. It’s hardly surprising, then, that we see egregious examples of arrogance and corruption, let alone day to day featherbedding, laziness, and incompetence in the thousands of individual U.N. programs and projects.

    Fourth, in the absence of accountability, U.N. officials feel little need for transparency in their policymaking; and the PR offices simply spin, spin, spin the anti-technology, anti-capitalist party line, which often fails to appreciate that scientific progress and modernity give rise to greater prosperity and longevity.

    Fifth, the pool of possible candidates for U.N. leadership positions is not a promising one. The organization is no meritocracy: The country or region of origin of a candidate seems to be more important than his credentials and qualifications.

    Also, if you were a head of state or a government minister, would you choose to send your best people to the U.N., or would you prefer to keep them close, to make you look good and to benefit your country? It’s hardly surprising that the U.N. ends up with the least competent and most disaffected and dysfunctional officials.

    Short of abolishing it and starting from scratch, it’s difficult to imagine how the U.N. could be fixed, so U.S. discretionary contributions should go only to programs that are consistent with America’s interests and values. We should also withhold funding and participation from U.N. agencies and programs that are found to be corrupt or incompetent. Who knows? Maybe we’ll be able to get rid of more than 10 floors of the U.N.’s headquarters.

    Henry I. Miller, a physician and molecular biologist, was the founding director of the Office of Biotechnology at the FDA. PRI – Pacifc Research Institut. FEBRUARY 26, 2020

    Curtir

    1. Roberto, não coloco fé na OMS, homem, organização seja lá o que for. Entretanto, tudo que eu li foi no sentido de que é melhor a quarentena agora, inclusive do ponto de vista econômico. Pode ser que essa turma toda esteja errada? É possível. Mas, por enquanto, não li nada mais confiável. A maioria que é contra, simplesmente xinga quem é a favor ou fala em teoria da conspiração. Ou, às vezes, o que se tem é uma opinião isolada.

      Veja ciência não é unanimidade. Mas, consenso razoável sobre alguma coisa até que depois seja provado o inverso.

      Um exemplo: tem algumas pessoas que acreditam que a terra seja plana. Talvez seja, vai saber. Não sou astronauta ou astrofísico. Contudo, o consenso da comunidade científica é no sentido de a terra ser “redonda”. Então, entre terraplanistas e o pessoal da terra “redonda”, prefiro ficar com estes últimos.

      Nesse sentido, afirmo: entre um ex-atleta ou blogueiros ou opiniões isoladas, prefiro ficar com os cientistas e médicos, apesar da deficiência destes.

      Boa sorte para todos nós…

      Curtido por 2 pessoas

  6. Café com o Tetzner: a Postergacão de Prazos da CVM, a renda de VISC e a venda de TBOF

    Novidades nos comunicados da COVID19 e seus impactos por Alianza ALZR11, Deliberação CVM, VISC e a renda na Quarenta, além dos impactos na liquidação de TBOF. As novidades de XP Malls no próximo vídeo 😊

    Curtido por 3 pessoas

    1. Tetzner,
      alguns dos meus comentários no youtube não apareceram por lá.
      acho que só os dos 2 vídeos de ontem.
      veja se eles caíram na caixa de spam/banimento.
      (talvez comentários de outras pessoas também estejam na mesma situação.)
      abraços.

      Curtido por 1 pessoa

  7. Ideologias e teorias conspiratórias à parte, a análise abaixo indica que uma quarentena mais dura é melhor para a economia!!!

    ‘Sem a quarentena, você posterga a reação da economia’
    ENTREVISTA
    Marcos Assumpção, superintendente de renda variável do Itaú BBA

    Já sob o impacto da epidemia do novo coronavírus, o Itaú divulgou ontem uma redução em sua expectativa para a Bolsa, que começou o ano em 130 mil pontos e, agora, foi reduzida para 94 mil pontos. Para o superintendente de renda variável do Itaú BBA, Marcos Assumpção, o número leva em consideração um cenário com forte isolamento social até meados de abril. “Um cenário de quarentena parcial pode ampliar o ciclo da doença e seu impacto na economia.” l O Itaú reduziu ontem a projeção da Bolsa para 94 mil pontos.

    Qual o cenário utilizado para esse número?
    O nosso cenário hoje é de uma obstrução do crescimento, uma recessão muito forte no segundo trimestre, com queda de 9,7% no PIB, com uma recuperação também forte a partir do segundo semestre. No fim do ano, nossa estimativa macro é de um PIB neste ano com queda de 0,7%.
    Com base nisso, teremos uma redução no lucro das empresas que, segundo nosso cálculos, vão levar o Ibovespa para 94 mil pontos.
    Nesse modelo, qual o tempo de duração dessa crise na economia do Brasil? Para a gente, as restrições serão relativamente curtas no Brasil e devem ser levantadas a partir do segundo trimestre, a partir do meio de abril, para a economia ir lentamente se recuperando no segundo semestre.

    Com base em que projetam um cenário desses?
    É um cenário que fechamos na última terça-feira. Claro, o ritmo dessa crise é muito fluída. Mas fizemos uma reunião recentemente com o professor Tarcisio Filho, que é um doutor em Física e Matemática. Ele estuda o comportamento de epidemias pelo mundo.
    Como estamos falando de um vírus que não vai ter uma vacina no curto prazo, o seu comportamento será muito semelhante a de outros vírus. A ideia central é que, olhando para outros países, a gente vê que o ciclo natural da doença leva do começo ao pico por volta de 70 dias. Assumindo que a gente teve o começo da doença no começo do fevereiro, provavelmente vamos atingir o pico dela em meados de abril e, a partir dai, ela começa a desacelerar seu ciclo de propagação.
    A principal medida para a contenção da doença é o isolamento. Na medida em que as pessoas estão dentro de suas casas e os casos vão diminuindo, você terá a economia funcionando de forma um pouco menos restritiva e, aí, as coisas vão caminhando para a normalidade.

    O modelo usado pelo Itaú considera uma quarentena dura, como é hoje na Espanha, ou um modelo mais afrouxado, com restrições parciais?
    A gente trabalha com uma quarentena mais forte ao longo das próximas três semanas.
    Como ela começou de forma mais restritivas nesta semana, estamos falando em algo assim até meados de abril. Vendo o histórico de outras epidemias, a quarentena é importante para reduzir o ciclo da doença no período mais critico.
    Sem essa quarentena mais dura, o que vocês projetam? Em um cenário de maior estresse, sem essa quarentena, você posterga a volta da economia à normalidade e o cenário para a Bolsa em 2020 muda.
    O dólar termina o ano na casa dos R$ 5? A gente tem uma projeção com o real apreciando um pouco no final ano. Nossa expectativa é de dólar a R$ 4,60. A inflação para este ano é de 2,9%.

    Curtido por 1 pessoa

      1. É verdade. Poderia ter mostrado. Mas, acho que você pode procurá-lo e provocá-lo a mostrar os números, exceto se vc acreditar que o banqueiro está tomado pelo marxismo cultural ou coisa que o valha.

        Sugiro que vc procure pq vc parece ter mais tempo. Infelizmente, eu não tenho muito, pois ainda estou trabalhando.

        Curtir

      1. Caro carlospmlg, não falaria em “marxismo cultural” por parte do banqueiro mas certamente agenda ecomomica favorável aos interesses do banco, totalmente plausível. Todos sabemos que bancos lucram com a prosperidade no Brasil e lucram muito mais com as crises!

        Curtido por 1 pessoa

      2. Justamente. Talvez, ninguém saiba o que é certo ou errado. Mas, o que entristece são as teorias conspiratórias e perceber que pessoas acreditam nisso.

        De um lado, temos a OMS sugerindo medidas; de outro, um ex-atleta. De um lado, profissionais de saúde; de outro, blogueiros. E assim caminha a humanidade…

        Curtir

      1. Eu não disse quais as recomendações da OMS. De qualquer forma, se você entrar no R7, portal insuspeito, por apoiar o ex-atleta consta a seguinte manchete:

        “OMS diz que países precisam usar quarentena para atacar coronavírus”.

        Mas, isso parece irrelevante. Você já disse aqui que o diretor da OMS é diretor em razão de cotas. Logo, ficamos com o ex-atleta.

        Curtir

      2. >>> PArtdindo-se do presuposto de que eu deva me orientar pela OMS, o que não é o caso mas enfim … procure pelas FONTES PRIMÁRIAS de informação, nunca a partir de terceiros. Leia acima e depois me diga se encontra lá alguma recomendação … a não ser lavar [bem] as mãos.

        Curtir

      3. A OMS diz que a quarentena é uma decisão de cada país a partir de determinadas circunstâncias. Há uma tabela descritiva: países sem casos, com um caso etc. Há também um paper com a devida orientação: “Considerations for quarantine of individuals in the context of containment for coronavirus disease (COVID-19) Interim guidance
        19 March 2020”. Ou seja, a quarentena é uma possibilidade se é certa ou errada, isso “são outros quinhentos”. Por enquanto, não li nenhum material sério dizendo o inverso.
        A Suécia não está adotando. Há um debate naquele país acerca do tema. Mas, comparar Brasil e Suécia talvez não seja muito razoável, dadas as condições sociais de cada país. A Inglaterra, em um primeiro momento, rejeitou a hipótese, mas, hoje, violar a quarentena, pode dar até prisão. Enfim, é possível debater o assunto de forma séria, sem histerias, ataques pessoais, seja quem for, e sem teorias conspiratórias. Boa sorte. Vou voltar ao HB.

        Curtir

      4. >>> O documento é claríssimo, e em nenhum momento advoga quarentena; apenas se preocupa com o bem estar e direitos humanos daqueles indivíduos que assim se encontram, a critério dos estados membros, oferecendo dicas de como o país membro pode respeitar tias direitos a dignidade humana.

        Curtir

      5. >>> A passagem acima é a única menção a recomendação de quarentena: APENAS para PACIENTES que TESTARAM POSITIVO e por 14 dias. DEFINITIVAMNETE não é isso que se vê acontecendo.

        Curtir

      6. A quarentena é sempre uma possibilidade. Pode-se discutir a sua extensão, zona etc. Será sempre uma decisão da autoridade local.

        O texto da OMS não deixa dúvida: Public health measures to achieve these goals may include quarantine, which involves the restriction of movement, or separation from the rest of the population, of healthy persons
        who may have been exposed to the virus, with the objective of monitoring their symptoms and ensuring early detection of cases. Em tradução livre: As medidas de saúde pública para atingir esses objetivos podem incluir quarentena, que envolve a restrição de movimento, ou separação do resto da população, de pessoas saudáveis
        que podem ter sido expostos ao vírus, com o objetivo de monitorar seus sintomas e garantir a detecção precoce de
        casos.

        Continua a OMS: Quarantine of persons. The quarantine of persons is the restriction of activities of or the separation of persons who are not ill but who may been exposed to an infectious agent or disease, with the objective of monitoring their symptoms and ensuring the early detection of cases. Quarantine is different from isolation, which is the separation of ill or infected persons from others to prevent the spread of infection or contamination. Em tradução livre: Quarentena de pessoas. A quarentena de pessoas é a restrição de atividades ou
        a separação de pessoas que não estão doentes, mas que podem estar expostos a um agente ou doença infecciosa, com o objetivo monitorar seus sintomas e garantir o início precoce detecção de casos. Quarentena é diferente de isolamento, que é a separação de pessoas doentes ou infectadas de outras pessoas para impedir a propagação de infecção ou contaminação.

        Ainda no mesmo paper: When to use quarantine. Introducing quarantine measures early in an outbreak may delay the introduction of the disease to a country or area or may delay the peak of an epidemic in an area where local transmission is ongoing, or both. However, if not implemented properly, quarantine may also create additional sources of contamination and dissemination of the disease. Tradução livre: Quando usar a quarentena
        A introdução de medidas de quarentena no início de um surto pode atrasar a introdução da doença em um país ou região ou pode atrasar o pico de uma epidemia em uma área onde a transmissão está em andamento, ou ambos. No entanto, se não implementada adequadamente, a quarentena também pode criar fontes de contaminação e disseminação da doença.

        Como não sou especialista, posso ter cometido algum erro na tradução. De qualquer forma, tudo isso demonstra que podemos discordar das pessoas, sem precisar adjetivá-las e nem correr para o desespero e muito menos acreditar em teorias conspiratórias. Aliás, postura não muito compatível para quem está em bolsa. Calma e serenidade são fundamentais.

        Como já afirmei. Não sei se a quarentena, da forma como foi tomada, foi a melhor decisão. Não sei porque não sou especialista. Acredito que o Estado e o Município de São Paulo devem ter pessoas inteligentes e capazes para essa tomada decisão. Repito: que pode ser errada. Quem não erra? Todavia, era uma decisão possível. Tanto que foi tomada por vários países. Agora, opinião por opinião… Cada um tem a sua…

        Antes que eu me esqueça, a parte que você destacou se refere à quarentena dos infectados propriamente dito e o protocolo é de 14 dias. Mas, em São Paulo, salvo engano, foi sugerido reduzir este prazo para 9 ou 10 dias.

        Curtir

      7. A palavra MAY indoca possbilidade, e nÀo imposição ? Caos sonctrário utilizariam “SHALL”, “MUST”, “SHOULD”, “OUGHT TO”.

        E ainda por cima, dentro do documento eles DEFINEM o que seria a tal quarentena que mencionam no início: APENAS para pessoas infectadas e confirmadas por laboratório pelo período de 14 dias; e nào para toda a população, etc.

        Me desculpe, mas … me sinto batendo palmas para maluco dançar; nem com o documento original … se convence o interlocutor. Me desculpe: não converso mais sobre esse assunto. Conseguiu me calar,

        Curtir

      8. Se você calar, será ótimo. Ninguém falou em obrigação, mas em possibilidade. O texto é claro. O texto também fala em separar pessoas saudáveis e doentes. E se você vai calar ótimo. Países que implementaram quarentenas, em maior ou menor grau, agradecem: Brasil, EUA, Inglaterra etc.

        Curtir

    1. A boiada q q referíamo-nos é de ninguém pagar mais rendimentos, mesmo q tiver não pagaram mais por enquanto, um vai aproveitar a atitude do outro e segurar a grana. Quanto a preços é sedo ainda, estamos muito no início da peste e da discórdia entre os líderes o q acho pior q a peste😊😷

      Curtido por 1 pessoa

NOVOS COMENTÁRIOS AQUI: (sem links, emails ou telefones)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s