Novas Ofertas

Um espaço dedicado à divulgação de NOVAS Emissões dos FIIs já existentes. Para novos FIIs continuem a usar a página dos Lançamentos.

Importante notar que as dadas poderão mudar frequentemente, pois os fundos já existentes primeiro convocam assembleia, aprovam a emissão e depois devem pedir o registro na CVM.

Isso tudo leva tempo e pode alterar o cronograma!

142 comentários sobre “Novas Ofertas

  1. Pessoal,

    Quase jogando a toalha.

    Me viro e desviro e arrumo uma graninha. Ai vou la é subscrevo a cota que tenho do FII. Fico feliz e vou dormir. Acordo e recebo email que tenho novas sobras. Puxa! Vou la e vejo que preciso pegar, pois é de um FII que gosto e vale elevar a posição olhando pro futuro no Brasil (ao menos os próximos 12 e 24 meses). Cato moedas, levanto sofá, quebro porquinho e consigo fazer. Pronto. Ufa…já era. Liso como bambu.

    NÃO!!! outro email com mais sobras. Onde isso vai parar??? Que mercado é esse? Muita sobra pq? Tem algo de errado? Não irei perder meu tempo precioso procurando problemas. A vida já se encarrega disso. É de um FII que tenho. Gosto dele? Pronto, vou ter que mi virar nos 30, 60 ….pra conseguir. No mesmo dia, ainda sem conseguir o que preciso vem outro email com outra sobra. Mas pera ai….esta sobra é de um FII que acabei de subscrever no início do texto. Isso mesmo, sobra da sobra! Calma que agora preciso ver se a posição pede mais um aumento. Sim, pede. E agora José?

    Não tem mais jeito. Olho a carteira e pego 2 Fii que estão meio perdidos ali. Ambos com ganhos elevados em suas cotas. Ambos com renda ligeiramente abaixo da renda que estas sobras irão agregar. O valor que levanto com a venda deles casa com o que preciso. HB aberto e pronto. Capital levantado e carteira ajustada.

    Ufa….hoje sigo vivo. Só espero que amanha não me venha mais sobras!!! 🙂

    Alguém tb passando por isso? Esse mercado ficou muito agitado. Nova realidade?

    Valeu!!!

    Curtido por 7 pessoas

    • O tempo todo! Mas aqueles que viveram as barbadas entre 2015/2017 vem sendo muito difícil encarar a compra das cotas no book. Se não fossem as preferências e sobras com um desconto de 10 a 20% em relação ao valor do mercado, eu dificilmente estaria comprando como fiz ao longo do ano e sabe-se lá a quanto a mais estariam as cotações

      Curtido por 4 pessoas

    • Beleza Gama… Lindo Texto sobre a realidade deste momento !

      Já sou um “velho experiente” nos F.I.I´s, acho que uns 14 anos ou mais, deste o início do FAMB, mas nunca tinha enfrentado momentos como deste ano…

      Talvez por causa da idade (caminhando prós 70) ou pela trajetória de vida…
      Vim de familia classe média baixa, sempre escola pública, mas consegui me formar em Universidade Top e a vida profissional em uma única empresa americana, consegui chegar até a aposentadoria com uma situação Boa…
      Talvez esta dura luta da Vida para formar um patrimônio, me tornou um Conservador, como vocês dizem “rentista”…

      Mas este ano, tá sendo muito diferente !
      Tive que mudar ou o Sr.Mercado me mudou…
      Nunca foi tão fácil, entrar nas emissões, e Ganhar Dinheiro, principalmente nos Direitos Preferenciais… Como você mencionou : Limpa o Cofrinho, Compra, Venda e estamos aumentando a Carteira em 10% ou 20% em cada rodada !

      Mas o que me incomoda : Quando será a hora de pararmos !

      Abraços

      Curtido por 8 pessoas

      • Essa é uma das vantagens de se ter chegado primeiro ao pote!
        E digo, recentemente, logo antes dessa explosão de nr. de investidores.
        E tem espaço para crescer mais! A meta é 1 MM de investidores em FII.
        Isso dá 100% de crescimento de onde estamos hoje!

        Curtido por 3 pessoas

  2. SARE 11 –
    AVISO AO MERCADO
    OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO PRIMÁRIA DE COTAS DA 1ª EMISSÃO DO
    SANTANDER RENDA DE ALUGUÉIS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII
    CNPJ nº 32.903.702/0001-71
    No montante total de até
    R$ 300.000.000,00
    (trezentos milhões de reais)
    Código ISIN das Cotas: BRSARECTF006 – Código de Negociação nº SARE11
    Tipo ANBIMA: Renda Gestão Ativa – Segmento de Atuação: Híbrido
    GESTOR
    SANTANDER BRASIL GESTÃO DE RECURSOS LT

    Fundo Imobiliário

    DEFINIÇÃO:
    O Fundo tem por objetivo investir, no mínimo, 67% de seu patrimônio em imóveis comerciais e
    centros de distribuição/logísticos, preferencialmente prontos, localizados preponderantemente
    nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

    O Fundo está realizando uma oferta pública de distribuição (“Oferta”) de até 3.000.000 (três milhões) de cotas em classe e série únicas da 1ª (primeira) emissão do Fundo
    (“Cotas” ou “Cotas da 1ª Emissão” e “1ª Emissão”, respectivamente), todas nominativas e escriturais, com valor unitário de R$ 100,00 (cem reais), na primeira data de
    integralização (“Data de Emissão” e “Valor da Cota da 1ª Emissão”, respectivamente), perfazendo o valor total de até R$ 300.000.000,00 (trezentos milhões de reais),
    considerando o Valor da Cota da 1ª Emissão (“Volume Total da Oferta”), nos termos da Instrução da CVM nº 400 e da Instrução CVM nº 472, não sendo consideradas, para
    efeito de cálculo do Volume Total da Oferta as Cotas Adicionais, nem a Taxa de Distribuição Primária (conforme abaixo definidas).
    As Cotas da 1ª Emissão serão integralizadas exclusivamente em moeda corrente nacional. As liquidações dos Pedidos de Reserva e dos Pedidos de Subscrição (abaixo definidos),
    conforme o caso, das Cotas da 1ª Emissão se darão nas Datas de Liquidação (conforme definido abaixo), conforme aplicável, de acordo com os procedimentos da B3 S.A.
    – Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”).
    Quando da subscrição e integralização das Cotas da 1ª Emissão, será devido pelo investidor o pagamento da taxa de distribuição primária, equivalente a um percentual
    fixo de 2% (dois por cento) sobre o Valor da Cota da 1ª Emissão, multiplicado pelo total de Cotas da 1ª Emissão integralizadas pelos Investidores, correspondente a (i) a
    soma dos custos da distribuição das Cotas, que inclui, entre outros, (a) comissão de coordenação e estruturação; (b) comissão de distribuição; (c) honorários de advogados
    externos; (d) taxa de registro da Oferta na CVM; (e) taxa de registro e distribuição das Cotas na B3; (f ) custos com a divulgação de anúncios e publicações no âmbito da
    Oferta; (g) custos com registros em cartório de registro de títulos e documentos competente, se for o caso; e (ii) o Volume Total da Oferta, sendo certo que, caso, após a
    data de liquidação da Oferta, seja verificado que o valor total arrecadado com a Taxa de Distribuição Primária seja (1) insuficiente para cobrir os custos previstos acima, o
    Fundo deverá arcar com o valor remanescente; ou (2) superior ao montante necessário para cobrir os custos previstos no item “i” acima, o saldo remanescente arrecadado
    será destinado para o Fundo. A Taxa de Distribuição Primária não integra o preço de integralização da Cota da 1ª Emissão, e não compõe o cálculo do Valor Mínimo de
    Investimento e do Valor Máximo de Investimento, conforme abaixo definidos (“Taxa de Distribuição Primária”). A Oferta terá o valor mínimo de R$ 120.000.000,00 (cento
    e vinte milhões de reais), considerando o valor unitário de R$ 100,00 (cem reais), na Data de Emissão, representado por 1.200.000 (um milhão e duzentas mil) Cotas da 1ª
    Emissão, desconsiderando as Cotas da 1ª Emissão cuja integralização esteja condicionada na forma prevista no artigo 31 da Instrução CVM nº 400 e as Cotas da 1ª Emissão
    integralizadas por Pessoas Vinculadas (“Volume Mínimo da Oferta”), sendo admitido o encerramento da Oferta, a qualquer momento, a exclusivo critério das Instituições
    Participantes da Oferta, em conjunto com o Administrador, antes do prazo de 6 (seis) meses contados a partir da divulgação do anúncio de início da Oferta, conforme
    previsto no artigo 18 da Instrução da CVM nº 400 (“Prazo de Colocação”), caso ocorra a subscrição do Volume Mínimo da Oferta.

    Curtir

    • Taxa de Administração
      Pela prestação dos serviços de administração do Fundo, incluindo os serviços de administração propriamente dita, o serviço de gestão, tesouraria, controladoria e processamento dos ativos financeiros integrantes da carteira do fundo, com exceção dos serviços de auditoria independente, de distribuição de cotas e de formador de mercado deste último, quando contratado), o Fundo pagará uma remuneração equivalente a 1,25% (um inteiro e vinte e cinco centésimos por cento) ao ano, incidente sobre o valor de mercado do Fundo… observado o valor mínimo mensal de R$25.000,00 (vinte e cinco mil reais), sendo certo que o referido valor mínimo mensal será atualizado anualmente, a partir da data de início das atividades do Fundo, pela variação positiva do IPCA (“Taxa de Administração”).
      Durante o período compreendido entre a data do encerramento da Oferta de Cotas do Fundo e a primeira data em que o Fundo alocar, no mínimo, 67% (sessenta e sete por cento) de seu patrimônio em Ativos Imobiliários, o Fundo pagará uma remuneração equivalente a 0,30% (trinta centésimos por cento) ao ano a título de taxa de administração, calculado com base no valor das Cotas do Fundo…observado o valor mínimo mensal de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) mensais, sendo certo que o referido valor mínimo mensal será atualizado anualmente, a partir da data de início das atividades do Fundo, pela variação positiva do IPCA (“Taxa de Administração Inicial”).

      Remuneração do Gestor
      Pelos serviços prestados ao Fundo, o Gestor fará jus a uma remuneração a ser descontada da Taxa de Administração e da Taxa de Administração Inicial. A Taxa de Administração e a Taxa de Administração Inicial, que também englobam a remuneração do Administrador, do Escriturador e do Custodiante, é equivalente a, respectivamente, 1,25% (um inteiro e vinte e cinco centésimos por cento) ao ano, e 0,30% (trinta centésimos por cento) ao ano, sobre o valor de mercado do Fundo. A remuneração do Gestor aqui prevista será paga, diretamente pelo Fundo, até o 5º (quinto) Dia Útil do mês subsequente ao dos serviços prestados.

      Curtir

    • Patrimônio do Fundo:
      O Fundo tem por objeto investir, no mínimo, 67% (sessenta e sete por cento) de seu patrimônio em Ativos Imobiliários, não tendo o objetivo de aplicar seus recursos em um ativo específico, contendo o presente Prospecto Preliminar as informações relevantes necessárias ao conhecimento pelos investidores das informações relativas à Oferta, às Cotas da 1ª Emissão, ao Fundo, suas atividades, situação econômico-financeira, os riscos inerentes à sua atividade e quaisquer outras informações relevantes, e foi elaborado de acordo com as normas pertinentes.
      Adicionalmente à aquisição pelo Fundo dos Ativos Imobiliários, conforme mencionado no presente Prospecto Preliminar e no respectivo Regulamento, o Fundo também poderá adquirir CEPAC caso sejam pertinentes para fins de regularização dos Imóveis da carteira do Fundo ou para fins de implementação de construções, expansões e benfeitorias em tais Imóveis (sendo que tais CEPAC, caso adquiridas, integrarão o conceito de Ativos Imobiliários).
      O Fundo poderá adquirir os Ativos Imobiliários localizados preponderantemente nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.
      Sem prejuízo da Política de Investimento do Fundo, poderão eventualmente compor a carteira do Fundo: imóveis sobre os quais tenham sido constituídos ônus reais anteriormente ao seu ingresso no patrimônio do Fundo.

      Curtir

    • PÁG 59 … Na data de elaboração deste Prospecto Preliminar, o Fundo ainda não possui qualquer dos Ativos Imobiliários préselecionados para aquisição com os recursos da Oferta, considerando a dinâmica de mercado que envolve a aquisição de tais Ativos Imobiliários, estando, assim, os Cotistas sujeitos aos riscos descritos no fator de risco “Risco Relativo à Inexistência de Ativos Imobiliários e/ou de Ativos Financeiros que se Enquadrem na Política de Investimento” constante da página 100 deste Prospecto Preliminar….

      >>>> Como está fácil tirar dinheiro das vovozinhas e vovozinhos … quem em sã ocnsciência netrega seu dinheiro para terceiros sem ao menos saber o que irão fszer com ele … aiaiaiaiaiaiai …

      Curtir

  3. CRI Votorantim Cimentos 1ª Série e 2ª Série

    a.) Montante: R$700.000.000,00 (cada série)
    b.) Rating da Emissão: “AAA” pela Fitch
    c.) Remuneração dos CRI: Remuneração DI ou Remuneração IPCA ****
    d.) IMÓVEIS DESTINAÇÃO: Aquisição, construção e/ou reforma de [centenas!!] unidades de negócios, tais como Fábricas e Centros de distribuição
    e.) Valor Unitário: R$ 929,47 [emissão]+ R$ 70,53 [custos] = R$ 1000,00

    **** impossível saber exatamente o percentual. Se alghuém se aventurar a pesquisar, agradeceria

    >>> Me salta aos olhos o valor dos CRI e a quantidade de imóveis afetados. Putz … é um GIGANTE essa empresa, eihm!!! Q esforço de . Fico só imaginando o trabalho da equipe que preparou as necessidades dos serviços de eng. civil dos imóveis ….

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s