RI

RI

Nesse espaço buscaremos concentrar as perguntas feitas aos RIs, aqueles que se relacionam com os investidores.

Basta postar aqui sua pergunta, dizer a que FII se refere e vamos fazê-la; demais cotistas podem complementar o questionamento ou então apoiá-lo.

Essa é a primeira iniciativa da  ACFII – Associação dos Cotistas de Fundos de Investimento Imobiliário.

 

18 comentários sobre “RI

  1. knri11
    tendo-se em vista uma renda que há mt tempo não vem sendo corrigida pela inflação, o fundo ainda está com uma renda real pouco abaixo da distribuída, não passou pela cabeça dos gestores que um desconto na taxa de administração seria muito conveniente (como a btg já fez em alguns fundos), tendo-se em vista o cenário nebuloso e o impacto que essa taxa vem causando no resultado do fundo??

    Curtido por 6 pessoas

    • achaves, trabalhei 7 anos no Itau. Sempre as taxas do Itau em fundos de renda fixa para dar um exemplo eram exorbitantes… fundo DI cobrava 4% a.a, quando a inflaçao chegava nem em 10. Tinha um fundo de ações da Vale, ou seja, só comprava Vale, portanto gestão zero, não precisava de gestão e cobravam 4% de taxa de aminstração.
      As taxas para manter conta, taxas cartão credito, anuidades, sempre as mais caras do mercado. Corretora até hoje ainda cobra 0,3% + 10 por ordem sendo que varias corretoras ótimas cobram de 5 a 20 reais independente da quantia.
      O Itau cobra e muito. Não tenha esperanças que abaixarão as taxas de qualquer Kinea.
      Se for pra voce ficar no fundo (eu tenho ambos, KNCR E KNRI), pense em outras vantagens que não essa.
      Mas uma coisa eu te digo. Os caras são bons. Sabem onde uma mosca está voando. E são super organizados.
      Não é à toa que tronou-se o maior banco brazuca.

      Curtir

    • AHChaves,

      Resposta ao seu questionamento Recebida, segue abaixo:

      “Prezado Sr., bom dia.

      Na qualidade de Gestor do Kinea Renda Imobiliária, reiteramos nosso compromisso com investidores e consequentemente com a gestão do Fundo.
      Ressaltamos que temos empreendido todos os esforços para reduzir o nível de vacância através da renovação de contratos e da busca por novos inquilinos, o que tem mostrado resultados positivos quando observada a vacância da indústria e dos principais fundos imobiliários do mercado.
      Gostaríamos de mencionar também, os projetos de retrofit realizados recentemente nos edifícios Athenas, Lavradio e Botafogo Trade Center, este último em fase final, com objetivo de manter o portfólio atualizado e atrativo para oferta.
      Ressaltamos ainda, que a equipe de gestão do Fundo não terceiriza os serviços core e que por conta disso conta com uma equipe dedicada de 7 pessoas focadas em processos de alta criticidade, como coordenação da locação, relacionamento com inquilinos, administração predial, controladoria financeira e relação com investidores.
      Em relação ao questionamento apresentado, entendemos que ao incluirmos todos os serviços inerentes ao processo de gestão na taxa de administração (gestão, custódia, escrituração e administração) e cobra-la com base no preço de mercado das cotas, é possível oferecer transparência e alinhamento aos cotistas e potenciais investidores.
      A adoção dessa metodologia proporcionou um desconto substancial da taxa de administração, considerando que o valor de mercado permanece abaixo do valor patrimonial desde o início do ciclo de aumento das taxas de juros, ocorridos a partir de 2013.
      Dessa forma, comparativamente aos demais fundos imobiliários do mercado, acreditamos que o Kinea Renda é um dos poucos Fundos que adotaram essa metodologia desde sua origem tendo propiciado descontos a nossos investidores desde o início da redução no valor das cotas, conforme descrito acima.
      Por fim, em relação a estratégia especifica de outros gestores preferimos, respeitosamente, nos abster de comentários.

      Permanecemos a disposição para demais esclarecimentos.

      Atenciosamente,
      Kinea Renda”

      Curtido por 2 pessoas

  2. fundo fiip11
    1)há informações de que um imóvel do magazine luíza no paraná está com problemas de goteira que vem afetando o estoque do fundo e há mt tempo não é feito nada pelo dono do imóvel.
    Esse imóvel pertence ao fundo fiip11?
    Caso positivo, que medidas de contingencia a gestão está tomando a fim de reparar / diminuir o dano já causado?

    2) sobre o imóvel da barry calebaut que irá vencer recentemente, o que o fundo tem a dizer sobre a possibilidade de renovação do contrato?

    Curtido por 4 pessoas

    • Chavito, parte 1 da tua pergunta eu respondi lá na ficha para o Dâmaso…, veja:

      https://tetzner.wordpress.com/2012/07/03/fiip11b-fundo-rb-capital-renda-i/comment-page-2/#comment-193311

      *notar que o contrato vence em Jan/18…

      Parte 2: Vencimento do contrato de Barry Calebaut:

      O gestor do fundo está em contato com a empresa desde meados do ano passado, suponho que desde o evento do incêndio (14/6)… segundo consta as negociações estão avançadas.

      Vai ser um excelente “case” para vermos o que acontece com o imóvel onde os contratos são atípicos quando eles terminam…

      * contrato vence em Dez/16

      Curtido por 2 pessoas

      • Megaloja da C&A no Shopping Tatuapé em SP vence em Jul/17…

        Que eu saiba, a C&A tem um plano de reduzir exposição dentro de shopping onde o custo é maior, privilegiando lojas de rua. Não estou falando que vai ser esta loja do FII, por favor entendam e não fiquem bravos; eu até busquei a notícia. Cada um que faça o seu juízo de valor…

        04 Março 2016 | 18h 51 – Atualizado: 04 Março 2016 | 18h 58
        Dayanne Souza do Estado de São Paulo
        Varejista reforça movimento de enxugamento no setor, que sofre com a retração do consumo
        SÃO PAULO – A lista das grandes redes de varejo que tem fechado lojas em 2016 vai ganhar a adesão da C&A. Após o surgimento de rumores de mercado, a companhia de moda confirmou ao Broadcast, serviço de informações da Agência Estado, que pretende fechar 12 pontos de venda no Brasil em 2016.
        Outras grandes redes de varejo têm encerrado operações de lojas cujos resultados de vendas são considerados insatisfatórios. Ainda no segmento de moda, a Marisa fechou ao todo 15 unidades em 2015. O Pontofrio, uma das bandeiras de eletroeletrônicos do Grupo Pão de Açúcar (GPA), fechou 45 pontos em 2015 e o Walmart anunciou o encerramento das operações de 60 lojas no Brasil no início deste ano.
        A C&A justificou em comunicado que o movimento de análise de performance de lojas faz parte da rotina do negócio e que abrir ou fechar lojas é algo inerente ao mercado. “Nos últimos 12 meses, a empresa abriu 18 novas unidades e a previsão é que, ao longo de 2016, descontinue a operação de 12, mantendo a sua capilaridade no Brasil”, diz a companhia, que tem no País mais de 280 pontos de venda.
        Em relatório publicado nesta sexta-feira, analistas do BTG Pactual trataram do enxugamento de operações no varejo e mencionaram informações de mercado de que a C&A fecharia ainda mais unidades, o que a companhia negou.
        O cenário de recessão fez quase 100 mil lojistas encerrarem as atividades no País em 2015, segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Já os analistas Fabio Monteiro e Thiago Andrade, do BTG, calculam que, depois de um ciclo de expansão que mais que dobrou o total de lojas do comércio brasileiro entre 2004 e 2014, o varejo registrou seu primeiro ano de redução na base, perdendo 13,4% do total de lojas em 2015.
        No varejo de moda, há ainda o fechamento de operações de redes estrangeiras que tinham chegado no país há pouco tempo. A britânica Topshop, por exemplo, chegou ao Brasil em 2012 e vem fechando lojas. A grife Kate Spade também fechou sua loja no País ano passado.
        O BTG calculou ainda que, do lado dos investimentos em inaugurações, o ritmo de abertura de lojas novas das grandes redes varejistas tende a continuar fraco neste ano. Para os analistas, as exceções são companhias que têm apresentado desempenho acima da média do setor, como a Lojas Renner, a RaiaDrogasil e a Lojas Americanas. Do lado dos que estão reduzindo as inaugurações estão empresas como a Marisa, a Cia. Hering, a Via Varejo e o Magazine Luiza, destacam os analistas.

        Curtido por 1 pessoa

  3. Fii agencia caixa11
    1)no que diz rspeito aos relatórios recentes, a rio bravo havia estimado um valor de 1,09 de renda apos a entrega das 7 agências que ainda estavam em fase de término.

    Houve entrega de uma agência dessas 7, no qual o valor já caiu pra 0,679

    No entanto, o valor de quase 0,4 de renda para essa agência é quase 40% do total do plus de renda que dariam com todas as agências. O que a rio bravo tem a dizer desse número? O plus de 1,09 das 7 agências a serem entregues se mantém, ou foi revisada para baixo sem informar no relatório? Desde já grato.

    2) Há um vencimento de cerca de 123milhoes da lci em setembro desse ano. O que a gestão pretende fazer com esse valor?
    Amortizar completamente? Reservar algum % para manutenção dos imóveis e deixá-los competitivos? Adquirir mais agências?

    Curtido por 2 pessoas

      • carai
        como que erraram por vários meses consecutivos?

        só queria que me explicassem se
        1- eles erraram na estimativa e nunca foi 1,09 por cota. Era um valor mt menor e dps eles perceberam o erro
        2- se eles fizeram uma estimativa de 0,679, mas digitaram errado no informe 1,09 e só foram consertar meses dps
        essa história tá mal contada

        abçs
        3-

        Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s