Fórum

Forum

A Maior e mais Ativa comunidade 100% FII

ABCP11  AEFI11  AGCX11  ALMI11B  ANCR11B  AQLL11B  ATCR11 BBFI11B  BBPO11  BBRC11  BBVJ11  BCFF11B  BJRC11 BMII11  BMLC11B  BNFS11  BPFF11  BRCR11 CBOP11  CEOC11B  CNES11B  CSHP11B  CTXT11  CXCE11B  CXRI11  CXTL11 DOMC11 DOVL11B DRIT11B EDFO11B  EDGA11B  EURO11 FAED11B  FAMB11B  FCAS11  FCFL11B  FEXC11B  FFCI11  FIGS11  FIIB11  FIIP11B FIVN11 FIXX11 FLMA11  FLRP11B  FMOF11  FPAB11  FTCE11B  FVBI11B  FVPQ11 GTUL11B  GVFF11  GWIC11  GWIR11 HCRI11B HGBS11  HGCR11  HGJH11  HGLG11  HGRE11  HTMX11B JPPC11  JRDM11B  JSIM11  JSRE11 KNCR11  KNRE11  KNRI11 LATR11B MAXR11B  MBRF11  MFII11  MSHP11  MSLF11B  MXRC11  MXRF11 NSLU11B ONEF11 PABY11  PLRI11  PORD11 PQDP11  PRSN11B  PRSV11 RBBV11  RBCB11  RBDS11  RBGS11  RBPD11  RBPR11  RBRD11  RBVO11  RCCS11  RDES11 RNDP11  RNGO11  RSBU11B SAAG11  SCPF11  SDIL11  SFND11  SHDP11B  SHPH11  SPTW11  STFI11 TBOF11  THRA11B TRNT11B  TRXL11 VLOL11  VRTA11 WMRB11B  WPLZ11B  XPCM11  XPGA11  XTED11

Páginas dos Debates
Avisa Ai! - compartilhe suas Operações
Carteiras - Baroni convida você a participar e comenta sua Carteira
Cantinho - Conejo10 e o cantinho do Embaixador dos FIIs
Desmistificando - Rodrigo desvenda os mistérios de cada fundo
FórumDebates em geral sobre Fundos e o Mercado Imobiliário
GrafiiVisão gráfica da evolução das cotações
Rendas - Leandro traz os últimos Rendimentos para você

Nova Pergunta, clique aqui. Incentive o Blog, assine os produtos:

.Mini Revista 01  Mini_Journal  Relatórios Comentados - Mini2  Estudos R$/m²  Pesquisa Aluguel/m²  Nitro_Mini  RadarFIIs  MatrixFIIs

FII    Ações    Fundos    Diversão

Ícone FacebookÍcone TwitterÍcone Goofle+Ícone Youtube

Compartilhe com o amigos, basta clicar aqui embaixo no Twitter, Facebook ou Google+

* Atenção: use este formulário apenas para pedir ajuda ou tirar dúvidas; para postar responda algum comentário logo abaixo ou inicie um novo (no final da página, lá embaixo tem a caixa para novas discussões)

3.951 comentários sobre “Fórum

  1. Tivemos 2 bombas de ontem para hoje: FAMB e HGBS.

    Porque nosso blog tá tranquilo??

    Simples.

    Porque nós EDUCAMOS nossos amigos. Mostramos a importância da diversificação seletiva em prol do VALOR intrínseco da carteira. Quando o problema veio à tona, falamos várias vezes e muitos amigos vislumbraram a troca, ainda em tempo, de HGBS por PQDP e/ou para “alguns outros” que estavam bem descontados na época.

    FAMB então… acho que dá pra contar nos dedos quem tem e olha que já avaliei centenas de carteiras. Falamos muito do risco intrínseco ali que está sendo postergado para o longo prazo, mas claro tem tempo pela frente e a revisional deve refletir positivamente na cota, ainda. Mas NUNCA esqueçam: a conta lá vai chegar igual chegou em BBFI. Tem que colocar isso sempre como um boa margem de segurança na hora de fazer as compras mensais.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Cotistas dos Fundos da Griffo, foi divulgado Fato Relevante que impacta na distribuição de renda dos fundos relacionados ao caso do Goiabeiras

    Os fatos e maiores informações nas respectivas fichas; abaixo o resumo do que foi divulgado:

    “… foram divulgados Fatos Relevantes para reportar a existência de execuções judiciais que poderiam resultar na penhora dos bens e créditos que constituem garantia dos Certificados de Recebíveis Imobiliários – CRI

    adquiridos pelo Fundo1 emitidos pela GaiaSec – Gaia Securitizadora S.A (“Securitizadora”) com lastro no financiamento da expansão do Shopping Goiabeiras (“Shopping”).

    O presente comunicado é realizado para reportar decisão de primeira instância proferida em um dos referidos
    processos3, no dia 18 de agosto de 2014, declarando

    (i) a fraude à execução cometida pela antiga proprietária de imóveis que compõem parte do Shopping,
    (ii) a ineficácia das vendas de tais imóveis para a Goiabeiras, atual proprietária do Shopping e devedora dos CRI, com respectiva penhora desses imóveis, e determinando
    (iii) que os aluguéis referentes aos mencionados imóveis sejam penhorados e depositados em conta judicial.

    Esses imóveis representam parte do Shopping que, assim como os aluguéis das lojas correspondentes, estão alienados fiduciariamente à Securitizadora, para garantia dos CRI. Portanto, a referida decisão judicial pode vir a impactar a garantia e/ou o fluxo de pagamentos dos CRI.”

    Histórico:
    19.08.2014 Fato Relevante – CRI Goiabeiras
    24.04.2014 Fato Relevante – CRI Goiabeiras
    09.12.2013 Fato Relevante – CRI Goiabeiras
    06.12.2013 Fato Relevante – CRI Goiabeiras
    04.12.2013 Fato Relevante – CRI Goiabeiras

    a Decisão:

    “Segua aí a decisão: *cortesia do amigo Rodrigo

    Após tentativas de localizar bens dos devedores, que restaram infrutíferas pela justificada recusa dos bens pelo credor, configurada está a situação de insolvência.

    Em decisão anterior, este juízo já havia ponderado que “Trata-se de execução baseada em Nota de Crédito Comercial.

    Entendo que o pedido de fraude à execução, na situação narrada (que envolve a discussão sobre a boa-fé e a prudência da Gaia quando foi solicitada apenas certidão de distribuição vintenária, alienação fiduciária, vínculo entre Goiabeiras e Jaú que comprovadamente existe, na pessoa do sócio Renato, montante expressivo do valor executado, etc), deve ser precedido de tentativa de localização de outros bens do devedor, até mesmo porque a possibilidade de condução do devedor à insolvência é essencial para o reconhecimento da fraude (art. 593, II, do CPC).”

    O vínculo entre Goiabeiras e Jaú está demonstrado, como já dito, e consiste na pessoa física de Renato Ferraz de Camargo. Como já observou o juízo da 1ª Vara Cível nos autos nº 0177441-41.1995.8.26.0002, a cujos fundamentos me reporto porque a situação analisada é a mesma, “Verifica-se ainda que a empresa Goiabeiras Empresa de Shopping Center Ltda tem como sócios Renato e Empresa Holding Participações Ltda, da qual o mesmo Renato detém 95% do capital social.

    Nota-se, portanto, que Renato é sócio majoritário de diversas empresas e realiza diversos negócios entre as mesas, havendo documentos que comprovam a transferência de mais de 400 imóveis da executada para a empresa Goiabeiras, que tem o mesmo endereço que a executada, o que foi reconhecido como fraude à execução pelo juízo da 7a vara cível do Foro Central desta Capital.

    Nota-se que o próprio Renato assina as escrituras como vendedor e comprador, restando clara a transferência de patrimônio entre as empresas com o fim de fraudar esta execução, dentre outras. As vendas ocorreram muito depois do início desta execução e da citação dos executados.

    Em outras palavras, resta patente a fraude à execução, ante a venda dos imóveis no curso desta execução, sendo prova suficiente da insolvência a não quitação do débito executado por parte dos executados até a data de hoje, depois de mais de dezoito anos do ajuizamento da execução.”

    Quanto aos fatos alegados na petição de fls. 2976/2995, eventuais falhas éticas devem ser apuradas na seara própria, e não interferem no presente processo. Declaro, portanto, fraude à execução, com fundamento no artigo 593, II, do CPC e a ineficácia das vendas dos 419 imóveis descritos na fl. 294.

    Determino sua penhora, servindo a presente decisão de termo neste sentido. Apresente o credor minuta dos ofícios e dos mandados necessários à averbação da penhora e à consecução do cumprimento integral da decisão, incluindo mandado de registro de penhora para cumprimento na Comarca de Cuiabá e para intimação dos locatários; ofício ao sr. Tabelião e ao sr. Juiz Corregedor do respectivo Serviço Registral; ofícios às empresas mencionadas as fls. 295.

    Após cumpridas as diligências a cargo dos exequentes, os alugueres deverão ser penhorados e passarão a ser depositados em conta a ser aberta exclusivamente para este fim pelo credor, monitorada por perito a ser nomeado pelo juízo, que juntará extratos mensais nestes autos. Resta ainda o pedido formulado pela exequente requerendo a desconsideração da pessoa jurídica da executada Jaú.

    O pedido também deve ser deferido. Como já exposto, observa-se no presente feito uma grande dificuldade para proceder-se à localização de bens em nome dos executados. As penhoras on line restaram praticamente infrutíferas, havendo a fraude a execução já reconhecida praticada pela empresa executada. Diante disso, no mínimo, há má-fé e desídia dos sócios da empresa-ré, que ocultam seu patrimônio e transferem-no.

    Essa conduta, no entanto, não pode prosperar indefinidamente, pois poderá acarretar inúmeros prejuízos à exequente e ao regular andamento do feito.

    Deste modo, defiro pedido de desconsideração da pessoa jurídica da executada, devido à prática de condutas de má-fé, consistente na ocultação de seu patrimônio com dívidas pendentes e transferência de patrimônio a empresas com os mesmos sócios que ela para evitar os efeitos da execução, aplicando-se, analogicamente, o art. 28 do CDC, prosseguindo-se o feito em face dos sócios, também, e do sócio majoritário da empresa que detém a maior parte de seu capital social, Renato Ferraz de Camargo, vez que foi ele o responsável pelas transferências fraudulentas aqui constatadas.

    Apresente a exequente os nomes e CPFs dos sócios a serem incluídos no polo passivo, e requeira em termos de prosseguimento. Int.”

    Curtido por 1 pessoa

  3. Maiores altas dos últimos 6 meses:

    EURO11 63,33 %
    MSHP11 57,20 %
    WMRB11B 55,87 %
    FAED11B 33,38 %
    FLRP11B 33,15 %
    FIGS11 27,70 %
    BBRC11 26,76 %
    FFCI11 25,78 %
    CXCE11B 25,38 %
    MBRF11 24,84 %
    HGLG11 24,23 %
    RNGO11 23,47 %
    HGBS11 22,92 %
    HGCR11 22,63 %
    NSLU11B 21,92 %
    FIXX11 21,75 %
    FCFL11B 20,78 %
    EDGA11B 20,63 %
    CXTL11 20,23 %
    KNCR11 19,13 %

    EURO11 quem comprou na tempestade da vacância teve um excelente retorno.
    Tomem muito cuidado com os consensos de mercado.

    Abraços,
    Small caps.

    Curtido por 6 pessoas

    • Small, vale lembrar que para quem entrou a 6 meses nestes fundos está rindo a toa, mas para quem comprou antes da queda entre fim do ano passado e começo de 2014, esta valorização não é real, talvez uma reposição da desvalorização de quem comprou a preços mais altos no passado. Certo?

      Curtir

      • Um imóvel, sim.
        Uma cota, não.

        Quando se compra UM imóvel, é compra única. Você é “meio que” OBRIGADO a fazer “trade” de imóvel físico, justamente porque você não tem como ficar comprando “pedacinhos” todo mês.

        Mas no mercado secundário de bolsa, a história de um COMPRADOR DE COTAS é diferente!! :)
        O “preço” é um componente, não um determinante!

        Curtir

      • O que determina um Preço de um ativo é sua capacidade de gerar renda constante e crescente.

        É bem simples, a princípio.
        Ex.: O portfólio do BRCR teve um decréscimo nos PREÇOS justamente pela vacância, ou seja, não gera renda, cai de preço, diferentemente com que o ocorreu esta semana com FFCI. Tudo alugado? Sim. Valoriza, mesmo que pouco.

        O que faz um investidor ter sucesso no longo prazo é sua capacidade de escolher ativos que irão remunerar sua carteira por mais tempo possível, e preferencialmente, de forma crescente, seja pelo reinvestimento (juros compostos) e/ou pela reposição da inflação.

        Fora isso, tudo não passa de especulações, o que é bem saudável para o mercado em si.

        Curtir

      • Baroni, cada cota é um micro imóvel
        Fazer compras regulares do imóvel pelo qual se está apaixonado é uma estratégia válida mas nao é a única.
        Embora os imóveis sejam os mesmos a melhor escolha desse mês não será a melhor no mês que vem porque os preços mudam
        O que o Small Caps tem mostrado aqui (ou tem tentado mostrar aqui) é apenas a comprovação numérica disso

        Curtido por 1 pessoa

      • Perfeito Amigão!

        A realidade deste mês é diferente do próximo.

        E pela minha experiência, numa carteira diversificada, é bem possível que uma meia dúzia deles esteja em condições de compras.

        O que o nosso grande e bom amigo SmallCaps tem mostrado aqui é que é possível fazer operações com FIIs em prol de ganho de capital e que renda, a priori, não é tão relevante no processo.

        Mas, que fique claro: para comprar 3% de EURO ou FLRP, por exemplo, ele vendeu “outros”.

        Esses “outros” também valorizaram, menos claro (mas valorizaram!!), pagou e vai pagar renda boa.

        EURO pagou renda ruim e valorizou muito, mas vai pagar renda boa até o fim do ano. OK!
        FLRP nem pagou renda e deve pagar renda ruim (aos preços atuais) por mais tempo.. Ok!

        Coloque isso na ponta do lápis e observe a quantidade de “drivers” no curto prazo. Eu já simulei tudo isso em planilhas e posso lhe afirmar que o RESULTADO LÍQUIDO FINAL não é como alguns imaginam e para você ter um RESULTADO LÍQUIDO “GLOBAL ACUMULADO”, você tem que se expor em várias situações para 1% a 3% de “plus”, que com “horas do meu trabalho”, eu talvez ganhe mais. Aí é uma questão de valorização de tempo e estresse “invisível” acumulado que cada um faz. É bem pessoal…

        O que faz um sujeito ficar rico é renda acumulada, não rentabilidade acumulada???

        Obs.: SmallCaps é uma exceção entre nós. Ele é um gênio, então ele vai deixar herança para 3 gerações pra frente seguramente.

        Realmente, é um jogo de números.

        Então tudo depende da resposta para 2 perguntas: Onde e como você quer chegar??

        Curtir

    • Para minha pessoa isso é tudo em grego

      Prefiro aportar em bons fundos, esquecer que existe valor de cota e só vender se o negocio tiver algo relevante de algo ruim.
      Fora isso vou comprando meus imóveis na Paulista, Av. Faria Lima, centro do RJ, etc… que estou feliz da vida.

      Tentar acertar o ponto certo de entrada é para alguns gênios daqui, algo que não sou. Então fico fora da seleção alemã de futebol(nem vou citar a nossa pq não dá né? kkkk)

      Curtir

  4. Brasil: O país da burocracia insana….

    Através de um Decreto o Procon-rj quer tornar obrigatória(digo querer pq é um decreto que será questionado judicialmente) , que todas as empresas mantenham um livro de reclamações em seus estabelecimentos com atendimento ao público.

    – O livro deve ser comprado ou baixado no site do procon-rj. O mesmo deve ser AUTENTICADO junto ao Procon-rj com o devido processo de cadastramento.
    – As reclamações nos livros podem ser feitas em 3 idiomas, registradas em 3 vias no livro. Sendo 1via enviado ao procon-rj em 30 dias com seu devido processo de ‘cadastramento’ no orgão.
    – Se não houver registro de reclamação no mês, a empresa deverá informar por escrito enviando VIA correio, TODO MÊS ao procon-rj que não há reclamações.
    – Quando estiver totalmente preenchido, o livro deve ser enviado ao procon através de um PROCESSO DE ENCERRAMENTO e deve se abrir um novo processo de autenticação de um novo livro.

    Agora, me digam… ISSO AQUI NÃO É PAÍS ONDE TUDO É UMA PIADA?

    De mal gosto….

    Ah! temos que fazer uma placa, tamanho A5, com letra ARIAL tamanho 50 para ser afixada em local visivel: Estabelecimento dispõe do livro de reclamações….

    E fica a reflexão: todas essas regras, sistemas complexos de pagamento de impostos, o nivel insano de conformidade fiscal e trabalhista desse país… QUEM VOCÊ ACHA QUE PAGA A CONTA?

    Só olhar o preço do Ipad nos EUA e aqui…..

    Curtido por 2 pessoas

    • Só falta o nariz de palhaço para o pagador de impostos….

      Porque não se enganem: eu, você, todo mundo VAI pagar cada homem-hora em cada empresa do RJ para manter essa conformidade regulatória no preço de cada bem e serviço que compramos, assim como todas as outras normas em todo país.

      Curtir

    • Cara coloquei em outro post algo sobre isso
      Eu e minha esposa juntamos um dinheiro para abrir um negocio que queríamos.
      Por fim desistimos pois era tanta taxa, imposto, e custo do contador que era inviável para nosso capital.
      Acredita que existia taxa na prefeitura só para ter letreiro fora da loja e abrir nos finais de semana? Ou seja você é obrigado a pagar a prefeitura para funcionar finais de semana. Que coisa ridícula não? Afinal se eu funcionar todos os dias eu vou vender mais e consequentemente arrecadar mais impostos.
      Enfim, apresentarei os FIIs para ela e ela ficou deslumbrada.
      E aqui estamos investindo em FII em vez de gerar mais empregos no Brasil. Próximo passo também vai ser Tesouro Direto.

      Curtido por 4 pessoas

    • Ricardong ,

      O resumo da ópera é que o pequeno empresario fica totalmente desestimulado a investir. Já pensei varias vezes em diversificar os negocios e sempre chego a mesma conclusao : melhor ficar quieto que assumir mais riscos insanos com impostos, funcionarios, regulamentos imbecis desse tipo , etc. Aqui o individuo que produz e gera empregos e recolhe tributos é o alvo, vagabundo se dá bem, via de regra .

      Com esse cenario ( ao contrário do Eduardo Campos, eu já desisti do Brasil ) estou preparando meu filho de 14 anos para ir estudar e morar fora do Brasil, retorno só nas férias. Nao desejo que ele passe o resto da vida nessa selva de imbecilidades ( como eu passei ), trabalhando para sustentar um Estado ineficiente e corrupto, sujeito a levar um tiro de um “di menor ” em algum cruzamento por ai.

      Abs a todos !

      Ike

      Curtido por 1 pessoa

    • Amigo, ao menos na europa, todos os países possuem exatamente este sistema de livro de reclamações, com esse exato sistema. Concordo com você na crítica em relação a enviar via correio a ausência de reclamações, poderia ser informatizado o sistema.
      Abraço.

      Curtido por 1 pessoa

      • Daniel,

        Cada livro registrado vai custar 2 idas a sede física do Procon, pelo menos. Cada reclamação feita vai custar 2 idas ao procon.

        Cada mês serão gastos 2 homens-horas para produzir uma carta que não existe reclamação com seu respectivo envio aos correios. A pergunta permanece: Quem paga a conta?

        Sabe o que é pior?

        A legislação atual já dá inversão de ônus de prova ao consumidor via CDC se o consumidor for a justiça que é foro adequado se o mútuo acordo falhar.

        Aliás, em termos de efetividade suspeito que o reclameaqui.com ganha do Estado nesse departamento.

        Curtido por 2 pessoas

      • General Investidor,

        Exatamente. As empresas vão enviar a carta mensal de não-reclamação e o Procon-RJ vai poder fazer as suas estatísticas anuais de como atuam.

        Agora, temos que entender que tudo é momento: tem uma certa deputada estadual que controla essa área do Estado do RJ. Esse ano tem eleição para ela e a mesma também quer eleger o filho….

        Curtir

    • O propósito é bom mas a execução ridícula. Papel é coisa do passado. recentemente foi inaugurado, a nível nacional se não me engano, um site estilo reclame aqui, só que oficial. Isso sim foi uma ótima atitude!

      Curtir

  5. Eu quero investir em um FII com os Inquilinos Perfeitos, localizado do terreno Perfeito, com contratos Perfeitos, multas Perfeitas, perspectivas futuras Perfeitas e construído à imagem da Perfeição; podemos chamá-lo FII Perfeito?

    O FII Perfeito é tão bom, mas tão bom que na região geográfica em que se localiza é o único empreendimento do tipo e não é possível replicá-lo e a administração de tão eficiente não cobra nada por administrá-lo, além de cuidar muito bem dele.

    A renda é fantástica, um dos maiores retornos históricos do mercado e deve aumentar mais pois está prestes a sofrer revisional, onde o laudo mostrou uma apreciação de 200% no valor do imóvel.

    Os inquilinos já adiantaram que vão renovar e querem inclusive pagar mais, pois o FII Perfeito é tão fantástico que eles não se vêem noutro lugar (fora a fila kilométrica de inquilinos esperando uma chance para entrar).

    Qual a a conclusão que você amigo ai do outro lado chega ao ler esse texto?

    Curtir

      • Tou brincando Tetzner, um FII assim é quase tão irreal quanto ganhar na megasena (e se ganhar, pra que se preocupar com investimentos?) :-)
        Mas sei que fugi do que queria dizer

        Curtir

      • Bom, pegadinha capciosa… Na verdade, para ser mais real, todas ou quase todas as variáveis deveriam ser mudadas, porque na verdade investimento é custo de oportunidade, comparação com pares (ajustando riscoXretorno), e nenhum investimento tem todas as prerrogativas ideais, muito menos perfeitas…
        Podemos mudar todos os parâmetros e toda a mudança influiria no FII, mas sinceramente não sei dizer o peso de cada, mais uma vez “tudo é relativo”, teríamos que comparar com os pares.
        A conclusão que chego ao ler o texto do FII perfeito é que ele seria sobreprecificado pelo mercado, e deixaria de ser atrativo :-)

        Curtido por 1 pessoa

    • Na minha opinião, todas as variáveis citadas estão relacionadas entre si. Ou seja, ao mudar alguma, as outras serão modificadas pelas forças do mercado/inquilinos/preços/oportunidades/etc. Isto é, como este FII está distante da realidade e tudo no universo tende ao equilíbrio, as variáveis se ajustarão à realidade automaticamente assim que este fundo começar a operar na real e acabará se equiparando a outros reais. Veja os outros comentários aqui para perceber como as variáveis são relacioadas e como alterar uma acabará afetando outras. Deixe que o mercado moldará este fundo … Mas, ainda sobrarão pontos fortes, como em outros. Abraços.

      Curtir

    • Acho que é igual nas ações, não existe ação perfeita, uma hora é liquidez, outra hora é tag along, ausência de ONs, free float, e por aí vai, se tem tudo isso esbarra porque é estatal e tem governo no controle, krl! rs
      Acho que cabe a cada investidor uma boa dose de perspicácia e flexibilidade.

      Curtido por 1 pessoa

      • O FII perfeito seria o mais simples possivel e com alinhamento dos interesses dos cotistas e dos gestores. Um FII onde cotista ganhe e gestor ganhe sempre e com previsibilidade. Sem sustos. Sem caixa preta. Um FII que tivesse o que o TRXL esta buscando, objetivos unicos envolvendo cotistas e gestor. Estamos longe de encontrar algo perfeito. Sabe porque? O perfeito é chato. É monótono. O perfeito nunca estaria em promoção ou caro o suficiente pra nos indicar uma venda. O mercado e a grande maioria de nos, NAO DESEJA O FII PERFEITO. Olhando a paisagem por tras da fota, diria que em qualquer investimento, dentro de uma modelo cappitalista, nao poderiamos buscar o perfeito em nada. Se atingissemos tal coisa, nao haveri mais mercado. O mercado se movimenta devido as distorções. As suas imperfeições o fazem belo e dinamico (obviamente dentro de um mercado controlado e igual pra todos, no sentido de todos terem a mesma condição de igualdade pra tomar as decisoes. Isto é sem vantagens pra alguns)

        Desejamos o que estamos começando a ver: Mais respeito e melhor transparencia. So de alinhar os interesses, todos ganham e caminhamos pra algo muito bom. Perfeito? Diria que nao….ainda bem. Mas muito mais salutar.

        Sei la…viajei um pouco..mas postei. Vamo que vamo no debate!

        Valeu!!!

        Curtir

      • Tetzner provavelmente a cota desse fii perfeito estaria tão cara (resultando yield baixo) que eu não investiria nele, rs. Nesse caso fico mesmo com os imperfeitos, pois as oportunidades estão nos riscos.
        A não ser que só a gente aqui do blog descobrisse que ele é perfeito e ainda conseguisse comprar barato kkkkk!

        Curtir

  6. o preço da cota irá se ajustar e o dy irá para um patamar compatível com um bom fi e não será maravilhoso para aqueles que buscam remuneração. Será, por outro lado, bom para aqueles que querem estabilidade

    Curtir

* Novos Comentários Aqui. Imagens poste o link e será convertida, vídeos a conversão é automática.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s