XPIN11 – XP Industrial – FII

Objetivo e Política de Investimento do Fundo

O Fundo, constituído como condomínio fechado, tem prazo indeterminado de duração e é regido pelo presente Regulamento e pela legislação vigente. Para fins do Código ANBIMA Fundos de Investimento e das “Diretrizes de Classificação ANBIMA de Fundos de Investimento Imobiliário”, o Fundo é classificado como “FII Renda/Gestão Ativa/Outros”.

O objetivo do Fundo é a obtenção de renda e ganho de capital a ser obtido mediante a exploração de um ou mais Empreendimentos Imobiliários, por meio de aquisição de Ativos Imobiliários Industriais e/ou Logísticos, incluindo Imóveis para posterior construção, Imóveis em construção ou Imóveis Prontos, para posterior alienação, locação ou arrendamento.

O XP Industrial FII nasceu da parceria entre a XP Vista e a BBP – Brazilian Business Park. O fundo é detentor de 27 módulos nos condomínios empresariais CEA e Barão de Mauá, localizados à Rod. Dom Pedro I, km 87,5, São Paulo/SP.

O processo de diligência dos ativos do pipeline foi concluído com êxito em Agosto de 2018, sendo que estima-se concluir a aquisição destes imóveis no mês de Setembro, procedendo assim com a alocação integral dos recursos captados.

Administrador: VÓRTX DTVM LTDA
CNPJ do FII: 28.516.325/0001-40
PL: R$ 190.466.391
Taxa de Administração: 7,25% sobre o fat. (mínimo de R$ 25mil)

RI: admfundos@vortx.com.br

Tutor do FII: Mariano

Autor: Tetzner

Engenheiro, Investidor há mais de20 anos, autor de 2 livros e pioneiro em Fundos Imobiliários :)

256 comentários em “XPIN11 – XP Industrial – FII”

  1. Esse daqui … é o MEU exemplo mais inú-tíl de Fundo de TiJOLO … meu VPA aqui é extremamente BAIXíSSIMO, na casa dos R$ 85. (SIM! Foi adquirido na bacia das almas !)

    Carregei-o por uns bons par de anos, pagando seus 0,7% a.m. “on-cost”, nesse patamar DEPRIMIDO de cotação; rendimento esse … de seus R$ 0,60-0,62-0,64 no período… o que na prática considero INALTERADO no período, apesar dos seus “10%” de aumento.

    Mesmo com reajustes de aluguel, emissão, redução de vacância… esse FUNDO LOGíSTICO NÃO VAI SAIR DISSO !! E, vai PIORAR à medida que a cotação se recupere para patamares acima de R$ 100.

    Mas, espere !!! O DY comparado com a SELIC, em um ambiente de SELIC baixa, será muito superior… (sinceramente: quem pensa assim não presenciou, experimentou n-a-d-a ! de B&H no mundo Fii..)

    Curtir

    1. Olha eu só vejo uma maneira disso melhorar e melhorar de forma geral:
      Os digestores devem receber por produtividade e não pelo patrimônio como é feito hoje! Só que o mais estranho, é que nenhum, eu disse NENHUM youtoba levanta essa bola. e eu pergunto PQ NÃO?

      Curtido por 1 pessoa

      1. Tem youtoba aí que … não vê nada de ruim em um gestor ganhar taxinha de performance baseada em superação de um benckmark QUE O PRÓPRIO GESTOR ESCOLHEU ! Isso não é performance !!! Performance é prover MAIS RENDIMENTO ao COTISTA em FORMA de ALUGUEL RECEBIDO. Isso, sim, é performance!

        Curtido por 3 pessoas

    1. Pois é, pois é … o fundo até que está “redondidnho”, mas as quedas recentes trouxerama cotação a niveis perto de MAR/2020, pandêmicos. Como entrar em uma emissão quase R$ 20 acima da cotação. Deveriam ter cancelado, mas NÃO: querem nadar contra o mercado.. 🤣🤣🤣

      Curtir

NOVOS COMENTÁRIOS AQUI: (sem links, emails ou telefones)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s