SPTW11 – SP DOWNTOWN – FII

SPTW11

Imóveis Alvo:  O Imóvel Badaró e o Imóvel Belenzinho.

O imóvel de propriedade da SPE Badaró, localizado na Rua  Líbero Badaró n.ºs 633/641 e  a Avenida Prestes Maia n.ºs 98/114, no Subdistrito Sé.

O imóvel de propriedade da SPE Belenzinho, constituído de prédios sob n.ºs 486, 494, 504, 506, 520, 550, 570 e 576 da Rua Padre Adelino e Casas n.ºs01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08 e 09 da Vila (denominada Rua Particular Rosa Rosalina), com entrada pelo n.º 492 da mesma Rua Padre Adelino, no 10º Subdistrito – Belenzinho.

Taxas:
Administração: 0,25%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo de R$ 15.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).
Gestão: incluída na taxa de administração.
Custódia: 0,04%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo de R$ 4.500,00 mensais corrigido pelo IGPM)

SPTW11_Laudos

RI:  ri@spdowntown.com.br

Anúncios

233 comentários sobre “SPTW11 – SP DOWNTOWN – FII

  1. Galera, alguma nova informação no SPTW?
    Santander tomou cota o ia todo e no final do dia, se não estou errado na analise, algum player vendido da XP stopou e saiu tomando cota no final do pregão.
    Será que atento vai devolver os predios e os caras sairam tomando tudo para bater depois?
    7,2% DE alta com volume de 3,69K

    Curtir

    • Assembléia Geral de Cotistas:

      Informações sobre a Assembleia:
      Data: 30 de março de 2017 (quinta-feira).
      Horário: 10h30min.
      Local: Avenida Paulista, n° 1106, 6º andar, CEP 01310-100, São Paulo-SP.
      Proposta da Administração:
      Conforme justificativa abaixo, deliberar sobre:
      1. (A) a transferência dos serviços de gestão, custódia de ativos e escrituração de cotas do Fundo para os seguintes prestadores de serviços: (i) BRPP GESTÃO DE PRODUTOS ESTRUTURADOS LTDA…
      (B) a exclusão no Regulamento da menção ao prestador dos serviços de controladoria, custódia qualificada dos ativos integrantes da carteira, bem como escrituração das cotas, tendo em vista tal
      informação não ser obrigatória em regulamento de Fundos de Investimento Imobiliário, nos termos da Instrução CVM 472

      2. A exclusão no Regulamento da menção ao “Diário Comercial” como jornal de grande circulação para a convocação de assembleia gerais do Fundo, em razão de tal informação não ser obrigatória em regulamento de Fundos de Investimento Imobiliário, nos termos da Instrução CVM 472.

      3. A inclusão no Regulamento da possibilidade de que a remuneração do Administrador seja calculada em relação ao valor de mercado do Fundo, com base na média diária da cotação de fechamento das cotas de emissão do Fundo no mês anterior ao do pagamento da remuneração, caso as cotas do Fundo tenham integrado ou passado a integrar, nesse período, índice de mercado, conforme definido na regulamentação aplicável aos fundos de investimento em índices de mercado. O percentual proposto para o referido cálculo é o atualmente praticado pelo Fundo, 0,25% (vinte e cinco centésimos por cento) ao ano

      4. A exclusão no Regulamento da vedação à locação, pelo Fundo, de Ativos Imobiliários (conforme definido no Regulamento do Fundo), em razão de tal vedação ser contrária a atual política de investimento e objetivo do Fundo

      5. Conforme obrigatoriedade do novo Art. 15, inciso XXVI da Instrução CVM 472, inclusão no Regulamento do número máximo de 1 (um) representante de cotistas para o Fundo, por um prazo de mandato de um ano a se encerrar em cada assembleia geral de cotistas que deliberar sobre a aprovação das demonstrações financeiras do Fundo, permitida a reeleição, observada as disposições da Instrução CVM 472

      Curtido por 2 pessoas

      • Alguém conhece essa tal de BRPP GESTÃO DE PRODUTOS ESTRUTURADOS LTDA.?
        Eu confesso que nunca ouvi falar da dita.
        E segue a vontade de aumentar as “taxinhas” num bull market.
        Mas faz jus, afinal tem um histórico de (di)gestão ativ… não, pera!
        Ôh, Dona CVM! Quando vamos ter alguma resposta da nossa solicitação de revisão da ICVM 571?
        Sds.

        Curtido por 1 pessoa

      • Galera, na boa, este dever de casa é fácil. Na proposta da administração, na parte que justifica a troca da gestora e custodiante se lê:

        “A substituição do gestor decorre de segregação interna do grupo Brasil Plural por tipo de ativo a ser gerido, visando dar maior transparência aos clientes e accountability aos times de gestão, que passam a responder somente pelos fundos pelos quais são responsáveis. Ambas as gestoras pertencem ao Grupo Brasil Plural, possuindo equipe técnica com alta qualificação e grande experiência no setor imobiliário, sem prejuízo ao cotista.
        A substituição do custodiante dos ativos do Fundo, além de trazer a solidez do grupo Itaú Unibanco, trará uma significativa redução de custos com o serviço dos atuais R$70 mil anuais para R$36 mil anuais.
        A substituição do escriturador das cotas do Fundo será prestada também pelo grupo Itaú Unibanco, porém os custos deste serviço são deduzidos da taxa de administração, não sendo debitados do Fundo. ”

        Sobre alteração na taxa de administração:

        “Recente alteração na legislação exige que, no período em que as cotas do Fundo tenham integrado ou passado a integrar índice de mercado, a taxa de administração passe a ser calculada em relação ao valor de mercado do Fundo. A alíquota da taxa será mantida em 0,25% a.a.”

        Curtir

    • Eu considero ainda que é necessário cuidado mas por outro lado talvez já tenha atingido um novo ponto de equilíbrio. Eu já tinha este fundo e mesmo com a queda ainda estou satisfeito. Nos últimos dois meses fiz uma avaliação e comprei mais um pouco pelos seguintes motivos:
      – O DY está em bom nível considerando os demais fundos que acompanho
      – Os contratos foram renovados no ano passado (Belenzinho até 2021 com 50% de desconto / Badaró com desconto de 15% – acho que este tem contrato até 2019). Acredito que tendo havido esta negociação os valores devem estar adequados e não devem ser pressionados tão cedo. Adicionalmente, pelo que entendi o desconto do Badaró só vai até outubro deste ano, com o que o DY deve recuperar um pouco mais da perda havida.

      Agradeço se os demais colegas comentarem minha interpretação.

      Curtir

  2. Pessoal, eu fui alavancado de propósito nesse fundo pela empresa corretora no IPO. Será que mais alguém foi? Alavancaram em 3x o que solicitei e tive prejuízo. Tenho certeza que fui alavancado de propósito, já que um funcionário da corretora havia dito que a procura estava baixa e que eles iriam decidir se iriam alavancar os clientes. Deixei claro que não queria que reservassem mais do que pedi. E o resultado foi que fui alavancado e depois eles alegaram que foi erro operacional. Mais alguém passou por isso? Vale lembrar que, se a pessoas não tivessem sido alavancadas sem seu consentimento, esse fundo nem teria saído. Há mais de 2 anos entrei com uma reclamação da CVM e nada foi feito. ABSURDO! Já liguei pra lá diversas vezes e tenho todas as provas.

    Curtido por 3 pessoas

      • Meu caro, como informei, entrei com uma reclamação na CVM HÁ MAIS DE 2 ANOS! EM 2014. Só que a CVM até hoje ainda não deu retorno sobre o caso! E, realmente, agora estou revoltado, já que não imaginava que a CVM fosse tão incompetente.

        Estou revoltado com a demora da CVM de analisar um simples caso desse. Inclusive, nós não temos direito à solicitar as gravações de acordo com a instrução 505 da CVM? Nem isso me foi dado o direito. Quando solicitei para a empresa FuturaInvest, ela informou que não tem a gravação e ficou por isso mesmo.

        Curtir

      • Como comentei, entrei com uma reclamação na CVM há mais de dois anos. Em 2014. Como só agora eu fico revoltado? Tratei de ficar revoltado com a CVM, ligando e mandando e-mails para lá. Agora minha paciência se esgotou e resolvi expor nos fóruns. Inclusive, por não ter tido retorno da CVM sobre as ligações que solicitei e provei ter feito com as contas de telefone que enviei para eles. As empresas são obrigadas a gravar as ligações com os clientes. Mas a Futurainvest preferiu dizer que não tem, pois sabe o descaso que é o país. Nem o juizado nem a CVM solicitações as gravações, como consta na instrução 505 da CVM.

        Curtir

      • E se tivesse no lucro? iria rolar processo tb ou não? [2]

        Só esta pergunta já responde o por que da sua ação não dar em nada e ficar tanto tempo parada rsrs.

        E pergunto mais: Com a bolsa aberta todo dia, você não teve tempo em 4 anos de ir lá no Home Broker e vender as cotas, reduzindo o prejuízo não?

        Renda variável meu filho, acorda pra vida!!!

        Curtir

      • Cara, aprenda a ler e depois você comenta.

        Você sabe o que acontece com uma aplicação que foi alavancada sem sua autorização e o que acontece quando a cotação despenca? A pessoa fica com saldo devedor e pagando multas e juros. E você acha que eu tenho que vender com um prejuízo 3x maior, se eu não solicitei?

        Não sei qual pergunta sua é mais idiota. Eu não pedi pra alavancar. SE tivesse lucro, eu teria que vender de qualquer forma, porque eu não tinha o dinheiro que eles alavancaram. Mas não venderia no prejuízo.

        Faz o seguinte: me dá a sua conta e senha da corretora e irei comprar R$ 100 mil em OGPX3. Depois você me vá reclamar heim… porque se tiver lucro, você não vai…

        Curtir

      • Acionei o juizado, mas não tive sucesso na primeira instância. Estou aguardando. Mas meu advogado falou que sem o retorno da CVM é muito difícil ganhar. Inclusive, forneci todas as contas de telefone detalhadas com as ligações para os números da corretora e suas durações e solicitei as gravações que a corretora é obrigada a gravar e fornecer, mas nem isso me foi dado o direito. Nem a CVM! Como pode?

        Instrução 505 da CVM
        Subseção I – Ordens Transmitidas por Telefone ou Outros Sistemas de Transmissão de Voz
        Art. 14. O intermediário que atue em mercado organizado deve manter sistema de gravação de
        todos os diálogos mantidos com seus clientes, inclusive por intermédio de prepostos, de forma a registrar
        as ordens transmitidas por telefone ou outros sistemas de transmissão de voz.

        § 3º O regulamento do sistema de gravação deve estabelecer os critérios e padrões mínimos de
        disponibilidade do sistema e de recuperação das informações.

        Curtir

    • Cara, aprenda a ler e depois você comenta.

      Você sabe o que acontece com uma aplicação que foi alavancada sem sua autorização e o que acontece quando a cotação despenca? A pessoa fica com saldo devedor e pagando multas e juros. E você acha que eu tenho que vender com um prejuízo 3x maior, se eu não solicitei?

      Não sei qual pergunta sua é mais idiota. Eu não pedi pra alavancar. SE tivesse lucro, eu teria que vender de qualquer forma, porque eu não tinha o dinheiro que eles alavancaram. Mas não venderia no prejuízo.

      Faz o seguinte: me dá a sua conta e senha da corretora e irei comprar R$ 100 mil em OGPX3. Depois você me vá reclamar heim… porque se tiver lucro, você não vai…

      Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s