Notícias

Noticias

A Maior e mais Ativa comunidade 100% FII

http://Tetzner.wordpress.com

Anúncios

6.722 comentários sobre “Notícias

  1. PIADA PRONTA

    Presidente do BNDES na mira | Bolsonaro ameaça demitir Levy se nomeação de diretor não for suspensa | Economista deu cargo no BNDES a Marcos Pinto, que trabalhou em governo do PT

    Curtir

    • Comentário do PAPAI do COME-COTAS: “… ‘Um absurdo vetar alguém por ter trabalhado em governo do PT’…”

      E pensar que ficamos na mÀo desses caras desde 1998.
      PQP!! Q óóóóóóóóódio me dá, eihm!! Me sobe a cabeça!!!!!

      Curtir

  2. EzTec – Divulgação de Resultados 1T19

    Vendas líquidas do trimestre superam R$300 MM pela primeira vez em 5 anos

    São Paulo, 14 de maio de 2019 – A EZTEC S.A. (B3: EZTC3), ccom 40 anos de existência, se destaca como uma das Companhias com maior lucratividade do setor de construção e incorporação no Brasil. A Companhia anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2019 (1T19). As informações operacionais e financeiras da EZTEC, exceto onde indicado de outra forma, são apresentadas com base em números consolidados e em Milhares de Reais (R$), preparadas de acordo com as Práticas Contábeis Adotadas no Brasil (“BR GAAP”) e as normas internacionais de relatório financeiro (IFRS) aplicáveis a entidades de incorporação imobiliária no Brasil, como aprovadas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

    A partir de 1° de janeiro de 2013, entraram em vigor as normas IFRS 10 e IFRS 11, que tratam de operações controladas em conjunto. Adotando o normativo CPC 19, uma parcela dos ativos e passivos, receitas e despesas deixaram de ser consolidadas proporcionalmente. Essa adoção não impacta o Patrimônio Líquido e Resultado da Companhia.

    DESTAQUES FINANCEIROS E OPERACIONAIS:

    A EZTEC encerrou o 1T19 com posição de Caixa Líquido, de R$352,0 milhões, além de deter R$525,7 milhões em Recebíveis de empreendimentos imobiliários Performados. No período, houve Queima de Caixa de R$51,1 milhões, levando à posição de Caixa, Equivalentes de Caixa e Aplicações Financeiras de R$427,6 milhões e dívidas de R$75,6 milhões, provenientes de financiamento SFH;

    A Receita Líquida atingiu R$146,4 milhões em 1T19;

    O Lucro Bruto foi de R$54,4 milhões, para uma Margem Bruta de 37,2% em 1T19;

    O Lucro Líquido atingiu R$17,3 milhões, com Margem Líquida de 11,8% em 1T19;

    As Vendas Líquidas, participação EZTEC, atingiram R$303 milhões em 1T19, valor líquido de distratos; e

    Em 31 de março de 2019, o Estoque de Terrenos totalizou R$6,1 bilhões em VGV próprio. O custo médio de aquisição dos terrenos, incluindo os custos com o aumento do potencial construtivo, está em 14% do VGV.

    Curtir

  3. HELBOR EMPREENDIMENTOS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T19 E 2019
    Geração de caixa líquida de R$ 61 milhões no trimestre.

    Mogi das Cruzes, 14 de Maio de 2019 – A Helbor Empreendimentos S.A. (B3: HBOR3), incorporadora residencial e comercial com presença em 10 estados, abrangendo 28 cidades brasileiras, anuncia hoje seus resultados do primeiro trimestre de 2019 (1T19). As informações trimestrais apresentadas foram comparadas com o 4T18 e 1T18. As demonstrações financeiras consolidadas foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem as normas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), as orientações técnicas e interpretações do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) e estão em conformidade com os padrões internacionais de contabilidade (International Financial Reporting Standards – IFRS) aplicáveis a entidades de incorporação imobiliária no Brasil e pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

    As Vendas Contratadas Totais do 1T19 somaram R$300,0 milhões e a Parte Helbor alcançou R$ R$220 milhões, aumento de 12,6% e aumento de 27,1% respectivamente em relação ao 1T18.
    O VGV Total Lançado no 1T19 atingiu R$280,9 milhões e o VGV Parte Helbor totalizou R$171,5 milhões, correspondendo este a um aumento de 162,5% em relação ao 1T18.
    A Velocidade de Vendas (VSO), considerando-se a parte Helbor, atingiu 9,7% no 1T19.
    A Receita Operacional Líquida aumentou 188,4% comparada com o mesmo trimestre do ano anterior (1T18), atingindo R$232,2 milhões.
    O Lucro Bruto totalizou o R$25,4 milhões no 1T19, com Margem Bruta de 10,9% e Margem Bruta Ajustada de 30,5%
    O Prejuízo Líquido resultou no valor negativo de R$ 39,3 milhões no 1T19, com Margem Líquida de -16,9%
    O Endividamento Líquido no 1T19 reduziu em 3,8% em relação ao 4T18 e 10,4% em relação ao 1T18, representando uma geração de caixa líquida de R$60,9 milhões no trimestre.

    Curtir

  4. Itaú Unibanco planeja fechar até 400 agências no país, dizem fontes
    Por Aluisio Alves

    SÃO PAULO (Reuters) – O Itaú Unibanco iniciou um plano para fechar até 400 agências no país, num impulso do maior banco privado do país para se adequar à migração das transações bancárias de clientes para canais eletrônicos e ampliar a rentabilidade, disseram à Reuters duas fontes a par do assunto.

    O número representa quase 10 por cento dos cerca dos 4,2 mil pontos físicos do banco no país, incluindo agências e postos de atendimento, no final de março, o número público mais recente. Em 12 meses até março, o número de pontos de atendimento e o de funcionários do Itaú Unibanco – cerca de 100 mil – mantiveram-se praticamente estáveis, segundo o balanço do próprio banco.

    Consultado sobre o plano de fechamento de agências, o Itaú Unibanco não quis comentar números, mas afirmou em nota que “a redução do número de unidades físicas é um movimento de reposicionamento da rede de agências, coerente com as novas necessidades dos clientes e o aumento da procura por atendimento em outros canais como internet, celular e agências digitais”.

    Segundo as fontes, a mudança pode acontecer em duas etapas, com uma primeira metade dos encerramentos acontecendo nos próximos 12 meses, com o restante acontecendo no ano seguinte.

    Curtir

    • Nas últimas semanas, o Itaú Unibanco tem avisado os funcionários de agências sobre os planos de fechamento das unidades. O banco tem “indicado que deve aproveitar parte deles (funcionários) nas agências digitais”, nas quais os clientes são atendidos de forma remota, por meio da qual conseguem atender a um número maior de clientes, disse uma das fontes.

      No fim de março, o Itaú Unibanco tinha 195 dessas agências digitais em funcionamento, 35 a mais do que um ano antes.

      A iniciativa liderada pelo diretor-geral Márcio Schettini, responsável pelas operações de varejo do conglomerado, tem como objetivo adaptar o Itaú Unibanco à contínua migração das transações bancárias de clientes para canais como smartphones, além de sustentar os atuais níveis de rentabilidade do banco.

      “O movimento das agências está caindo e o cenário competitivo está mudando rápido”, disse uma das fontes, referindo-se a rivais mais recentes, como as fintechs e os arranjos de pagamentos.

      Essas plataformas digitais de serviços financeiros, com apoio do Banco Central, se multiplicaram nos últimos anos e têm avançado sobre mercados lucrativos dos grandes bancos, como os de crédito ao consumo e o de meios de pagamentos.

      Diante desse cenário, a Rede, braço de pagamentos do Itaú Unibanco, chacoalhou o mercado ao anunciar que não mais cobraria juros sobre antecipação de recebíveis a lojistas. Nesta segunda-feira, o banco anunciou a plataforma de pagamentos instantâneos que usa QR code, aumentando a competição no setor.

      Curtir

  5. vale referência ao DMAC11

    DIRECIONAL ANUNCIA CRESCIMENTO DE 82% NA RECEITA LIQUIDA DO 1T19 EM RELAÇÃO AO 1T18. MARGEM BRUTA ATINGE 33%, MAIOR PATAMAR DESDE 2009.

    Belo Horizonte, 10 de maio de 2019 – A Direcional Engenharia S.A. (BM&FBOVESPA: DIRR3), uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e atuação em todas as regiões do território Nacional, divulga seus resultados referentes ao 1º trimestre do exercício de 2019 (1T19).

    Lucro Líquido: No 1T19 o lucro líquido atingiu R$ 20 milhões, melhor resultado desde o 2T16
    ROE anualizado de 6,5%.
    Lançamentos e Vendas Líquidas: nos últimos 12 meses os lançamentos totalizaram R$ 1,8 bilhão e vendas líquidas de R$ 1,6 bilhão.
    Receita bruta do segmento MCMV 2 e 3 atingiu participação de 80% no 1T19.
    Os projetos MCMV 2 e 3 apresentaram margem bruta ajustada³ de 40% no 1T19;
    Margem bruta ajustada³ consolidada de 33% no 1T19, ante 30% no mesmo período do ano anterior;
    Pagamento de dividendos no valor de R$ 56 milhões no 1T19, representando yield na data ex-dividendos de 4%;

    Curtido por 1 pessoa

  6. saocarlos_header_2018

    São Carlos Anuncia os Resultados do 1T19

    São Paulo, 9 de maio de 2019 – A São Carlos Empreendimentos e Participações S.A. (B3: SCAR3), anuncia hoje seus resultados referentes ao primeiro trimestre de 2019.

    Para acessar o Release de Resultados, clique aqui.

    PRINCIPAIS DESTAQUES

    Receita bruta com locações atinge R$ 60,4 milhões no trimestre, com crescimento de 0,2% – impactada pela ausência de receita de locação do empreendimento Morumbi Park, vendido em março de 2018. Considerando a mesma base de ativos, o crescimento na receita foi de 8,2% em relação ao 1T18
    Crescimento da rentabilidade operacional, com margens EBITDA e FFO de 77,4% e 26,7% respectivamente. O EBITDA atinge R$ 44,1 milhões e o FFO cresce 65,2%, alcançando R$15,2 milhões no trimestre
    Lucro líquido recorrente totaliza R$ 4,8 milhões no 1T19, revertendo o prejuízo de R$ 0,8 milhão no 1T18
    NAV (net asset value) por ação atinge R$ 56,6, um aumento de 6,8% em relação ao 1T18
    Portfólio encerra o 1T19 com taxas de vacância física e financeira de 15,2% e 14,7%, respectivamente, estáveis em relação ao 1T18
    Aquisição do centro de conveniência São Paulo – Jardim das Perdizes por R$ 20,6 milhões, com financiamento de R$ 20,0 milhões
    Disciplina financeira com foco em criação de valor para os acionistas com liquidação de dívidas no montante de R$ 23,4 milhões e recompra de ações no montante de R$ 2,6 milhões no trimestre

    Curtir

  7. Problemas para visualizar a mensagem? Acesse este link.

    Cyrela reporta Lucro Líquido de R$ 48 milhões e atinge
    geração de caixa de R$ 150 milhões no trimestre.

    São Paulo, 09 de maio de 2019 – A Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações (“CBR” ou “Companhia” ou “Cyrela”) (B3: CYRE3; OTCQPink: CYRBY) apresenta seus resultados referentes ao primeiro trimestre de 2019 (1T19).

    Destaques:

    VENDAS
    Vendas de R$ 1.044 milhões no trimestre, 70,3% superior vs. 1T18.

    MARGEM BRUTA
    Margem Bruta no trimestre de 30,1%, 5,0 p.p. superior vs. 4T18 e 2,4 p.p. acima do 1T18.

    LUCRO LÍQUIDO
    Lucro líquido de R$ 48 milhões no trimestre vs. R$ 116 milhões de lucro no 4T18 e prejuízo líquido de R$ 51 milhões no 1T18.

    LUCRO POR AÇÃO
    R$ 0,13 no 1T19 vs. R$ 0,30 no 4T18 e -R$ 0,13 no 1T18.
    ROE
    Return on Equity (lucro liquido dos últimos 12 meses sobre patrimônio líquido médio do período, excluindo participações minoritárias) de 0,3%.

    GERAÇÃO DE CAIXA OPERACIONAL (Variação da dívida líquida)
    No trimestre, geração de caixa de R$ 150 milhões vs. geração de R$ 137 milhões no 4T18 e geração de caixa de R$ 184 milhões no 1T18.

    Curtir

  8. Even divulga os resultados do 1T19

    São Paulo, 09 de maio de 2019 – A Even Construtora e Incorporadora S.A. – EVEN (B3: EVEN3), com atuação em São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul e foco nos empreendimentos residenciais a partir de R$250 mil, anuncia sua divulgação dos resultados do primeiro trimestre de 2019.

    Venda líquida de R$ 505 milhões no trimestre;

    G&A/VGV de lançamentos LTM em 6%;

    VSO trimestral de 18,1%, melhor VSO desde 2013;

    Aumento de 54% da Receita Líquida YoY;

    Menor patamar de distratos dos últimos 4 anos;

    Alavancagem de 40,8% no 1T19, vs. 41,1% no 4T18;

    73% do land bank de São Paulo adquirido após 2016.

    Curtir

  9. Lavanderia Paulista

    O Banco Paulista, controlador da Corretora Socopa, e um dos mais tradicionais bancos de pequeno porte do Brasil, viveu um dos piores dias de sua história no dia de ontem.

    Após a operação na sede do banco em que vários de seus executivos foram presos pela Polícia Federal, vários de seus clientes passaram o dia em busca de outras instituições para migrar bilhões de ativos custeados no banco.

    No mercado de câmbio, o dia foi de apreensão e alegria nos bancos da Faria Lima.

    Enquanto alguns comemoravam a migração em massa de clientes de câmbio e custódia do Paulista, outros discutiam com muita apreensão em seus comitês de crise os próximos alvos do sistema financeiro na próxima fase da operação Lava Jato.

    nemamigoneminimigo

    Curtido por 1 pessoa

  10. MRV anuncia resultados do 1T19

    DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DO 1T19
    Melhor 1º trimestre da história da Companhia

    Lucro Líquido de R$ 189 milhões no 1T19, aumento de 18% em relação ao 1T18.

    ROE anualizado de 15,6% aumento de 4,2 p.p em relação ao 1T18.

    Belo Horizonte, 08 de Maio de 2019 – MRV Engenharia e Participações S.A. (B3: MRVE3), divulga seus resultados do primeiro trimestre 2019 (1T19).

    Destaques:
    Aprovação de distribuição de dividendos mínimos obrigatórios e extraordinários no montante de R$ 492 milhões (dividend yield: 8,8%).
    Receita Líquida de R$ 1,5 bilhão, aumento de 23% comparado ao 1T18.
    EBITDA de R$ 273 milhões, crescimento de 19% com relação ao 1T18.
    Redução do SGA/ROL atingindo 15,4% o menor patamar desde o 2T15.
    Crescimento de 18,5% no Lucro por Ação, alcançando R$ 0,427.

    Curtir

  11. 61ª fase da Lava Jato mira esquema de lavagem de dinheiro no Banco Paulista S/A e prende 3 pessoas

    Presos são funcionários do banco investigado. Nova etapa da Lava Jato foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (8).

    A Polícia Federal (PF) prendeu três funcionários de um banco, nesta quarta-feira (8), na 61ª fase da Operação Lava Jato. Esta nova etapa mira um esquema de lavagem de dinheiro no Banco Paulista S/A, segundo apurou o G1. O Ministério Público suspeita que executivos da instituição lavaram R$ 48 milhões oriundos da Odebrecht.

    As prisões ocorreram em São Paulo. Mandados judiciais também são cumpridos no Rio de Janeiro e em Porto Alegre. Além dos três mandados de prisão preventiva, que é por tempo indeterminado, há 41 mandados de busca e apreensão.

    Um dos alvos trabalhava na mesa de câmbio do banco, um era diretor da área de operações de câmbio e outro era diretor geral da instituição.

    Esta fase da Lava Jato foi batizada de “Disfarces de Mamom” e remete à uma passagem bíblica: “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom”.

    Este nome foi dado porque, de acordo com a PF, a instituição bancária deveria cuidar do sistema financeiro, porém, permitia atividades ilícitas.

    Esta é a primeira etapa da operação autorizada pelo juiz federal Luiz Antônio Bonat, que assumiu os processos em 1º instância da Lava Jato no Paraná em março deste ano.

    Socopa

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s