XPLG11 – XP Log FII

Administrador: Vórtx DTVM Ltda

Gestor: XP Gestão

O Fundo tem por objetivo a obtenção de renda, preponderantemente por meio de investimento de ao menos 2/3 (dois terços) do Patrimônio Líquido, direta, ou indiretamente em a exploração comercial de empreendimentos preponderantemente na área logística ou industrial, mediante a locação de quaisquer direitos reais sobre Imóveis, não obstante, poderá buscar ganho de capital, conforme orientação do Gestor, por meio da compra e venda de Imóveis, cotas e/ou ações de sociedades de propósito específi co detentores de direitos reais sobre Imóveis para fi ns de geração de renda. Adicionalmente, o Fundo poderá realizar investimentos nos seguintes ativos:

(i) ações, debêntures, bônus de subscrição, seus cupons, direitos, recibos de subscrição e certifi cados de desdobramentos, certifi cados de depósito de valores mobiliários, cédulas de debêntures, cotas de fundos de investimento, notas promissórias, e quaisquer outros valores mobiliários, desde que se trate de emissores registrados na CVM e cujas atividades preponderantes sejam permitidas ao Fundo;

(ii) cotas de fundos de investimento em participações (FIP) que tenham como política de investimento exclusivamente
atividades permitidas ao Fundo;

(iii) certifi cados de potencial adicional de construção emitidos com base na Instrução CVM nº 401, de 29 de dezembro de 2003;

(iv) cotas de outros fundos de investimento imobiliários que tenham como política de investimento exclusivamente
atividades permitidas ao Fundo;

(v) certifi cados de recebíveis imobiliários e cotas de fundos de investimento em direitos creditórios (FIDC) que tenham como política de investimento, exclusivamente, atividades permitidas ao Fundo e desde que estes certifi cados e cotas tenham sido objeto de oferta pública registrada na CVM ou cujo registro tenha sido dispensado nos termos da regulamentação em vigor;

(vi) letras hipotecárias;

(vii) letras de crédito imobiliário; e

(viii) letras imobiliárias garantidas.

Os Ativos Imobiliários integrantes da carteira do Fundo, bem como seus frutos e rendimentos, deverão observar as seguintes restrições:

(i) não poderão integrar o ativo do Administrador, nem responderão, direta ou indiretamente por qualquer obrigação
de sua responsabilidade;

(ii) não comporão a lista de bens e direitos do Administrador para efeito de liquidação judicial ou extrajudicial, nem serão passíveis de execução por seus credores, por mais privilegiados que sejam; e

(iii) não poderão ser dados em garantia de débito de operação do Administrador

Taxa de Administração e Gestão:
Valor Contábil do Patrimônio Líquido ou Valor de Mercado do Fundo Taxa de Administração:
Até R$ 500.000.000,00  0,95% a.a.
De R$ 500.000.000,01 até R$1.000.000.000,00 0,85% a.a.
Acima de R$1.000.000.000,01 0,75% a.a

Taxa de Performance:
Adicionalmente à Taxa de Gestão, o Gestor fará jus a uma taxa de performance correspondente a 20% (vinte por cento) da rentabilidade do valor total integralizado de Cotas do Fundo, já deduzidas todas as taxas e despesas pagas pelo Fundo, inclusive a Taxa de Administração, que exceder a variação acumulada do IPCA, calculado e divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, acrescido de um spread de 6% (seis por cento) ao ano.

Tutor do FII: catadordeimagens

Anúncios

238 comentários sobre “XPLG11 – XP Log FII

  1. FATO RELEVANTE

    O XP LOG FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII, fundo de investimento
    imobiliário constituído sob a forma de condomínio fechado, de acordo com a Lei nº
    8.668, de 25 de junho de 1993, conforme alterada (“Lei nº 8.668”) e a Instrução da
    Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 472, de 31 de outubro de 2008, conforme
    alterada (“Instrução CVM 472”), inscrito no CNPJ/MF sob o nº 26.502.794/0001-85
    (“Fundo”), neste ato representado por sua administradora VÓRTX DISTRIBUÍDORA DE
    TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA., sociedade com sede na cidade de São Paulo,
    estado de São Paulo, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2277, 2º andar, conjunto 202,
    CEP 01452-000, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 22.610.500/0001-88,

    neste ato comunica aos seus cotistas que em 30 de janeiro de 2019 a Prefeitura do Município de Cajamar,
    Estado de São Paulo, expediu ordem de embargo determinando a imediata paralização
    das obras realizadas na área correspondente à fração ideal de 39,5%
    (trinta e nove
    vírgula cinco por cento) dos imóveis localizados no Município de Cajamar/SP, objeto das
    matrículas sob nºs 56.549 e 56.551, ambas do 2º Oficial de Registro de Imóveis de
    Jundiaí – SP, (“Fração Ideal dos Imóveis”), adquirida pelo Fundo nos termos do

    Instrumento Particular de Compromisso de Compra e Venda (“CVC”), celebrado em 21
    de dezembro de 2018 com a Cajamar Investimentos Imobiliários Eireli (“Cajamar”), onde
    será edificado o Centro de Distribuição objeto de contrato de locação celebrado com a
    empresa Leroy Merlin Companhia Brasileira de Bricolagem (“Leroy”), com área
    construída de 110.163,00 m2
    (cento e dez mil, cento e sessenta e três) (“Transação”).

    Curtido por 2 pessoas

    • Não obstante a ordem de embargo supramencionada, insta informar que o prêmio de
      locação ao qual o Fundo faz jus não sofreu qualquer alteração e continuará sendo pago
      pela Cajamar nos exatos termos em que foi pactuado entre as partes no CVC.

      Ressaltase ainda que a operação conta com estrutura de garantias contratadas para mitigar o
      risco de entrega de obras, cobrir eventuais prejuízos comprovadamente incorridos pela
      locatária e que decorram de atrasos na conclusão do empreendimento e para garantir
      o pagamento do prêmio de locação.

      Curtido por 1 pessoa

      • “…neste ato comunica
        aos seus cotistas que foi notificado da ordem exarada, em 04 de fevereiro de 2019, pela
        Secretaria-adjunto de mobilidade e desenvolvimento urbano da Prefeitura do Município
        de Cajamar nos autos dos processos administrativos em curso na referida
        municipalidade, determinando o imediato desembargo das obras realizadas na área
        correspondente à fração ideal de 39,5% (trinta e nove vírgula cinco por cento) dos
        imóveis localizados no Município de Cajamar/SP, objeto das matrículas sob nºs 56.549
        e 56.551, ambas do 2º Oficial de Registro de Imóveis de Jundiaí – SP (“Fração Ideal dos
        Imóveis”),

        adquirida pelo Fundo nos termos do Instrumento Particular de Compromisso
        de Compra e Venda (“CVC”), celebrado em 21 de dezembro de 2018 com a Cajamar
        Investimentos Imobiliários Eireli (“Cajamar”), onde será edificado o Centro de
        Distribuição objeto de contrato de locação celebrado com a empresa Leroy Merlin
        Companhia Brasileira de Bricolagem (“Leroy”), com área construída de 110.163,00 m2
        (cento e dez mil, cento e sessenta e três), que haviam sido paralisadas em razão da
        ordem de embargo expedida em 30 de janeiro de 2019.

        São Paulo, 08 de fevereiro de 2019

        Curtir

    • Até onde sei … não.
      A última aquisição, em DEZ/18, foi aquela de Cajamar (Leroy Merlin).
      Gerou bruto na cota algo em torno de R$0,07.

      Eu estou desconfiado que o foco das aquisioções futuras será visando galpões logísticos que proporcionem “entrega rápida”, portanto bem perto dos grandes centros.

      Curtir

      • No último Informe Mensal (12/2018) há a seguinte informação:

        Total mantido para as Necessidades de Liquidez (art. 46, § único, ICVM 472/08) – 32.430.313,20
        9.1 Disponibilidades – 2.805,41
        9.2 Títulos Públicos – 0,00
        9.3 Títulos Privados – 0,00
        9.4 Fundos de Renda Fixa – 32.427.507,79

        Curtido por 1 pessoa

  2. ATENçÃO: se não me engano, o fundo vai parar de devolver ao cotista a taxa de administração nos próximos meses que se seguem, creio que mar/abr. Quer dizer … rendimento tende a diminuir um pouquinho.

    Curtir

  3. Informou distribuição de:
    Rendimento no valor de R$ 0,67 por cota no dia 14/02/2019
    Data base: 31/01/2019 Fechamento: R$ 102,00 Rendimento%: 0,657

    Só um pouquinho acima do mês anterior, mesmo diante de toda celeuma de vemndas de fim-de-ano, etyc e tal
    Eu prefiro assim, do que ficar criando expectativas de ganhos irreais não-recorrentes

    Curtir

    • O engraçado mesmo é que, por várias vezes, os valores lançados tanto na venda quanto compra não entram no book de negociação; a transação é efetivada imediatamente. Muito estranho… parece até que existe a possibilidade de lançar os valores de VENDA “escondidos” dos olhos do público; muito estranho.

      Curtido por 1 pessoa

      • Renato, é ferramenta simples e comum. A ordem oculta como bem disse o colega, não aparece para que o grande volume não pressione o valor.
        Mas especificamente neste FII não acho que seja isso. Quer dizer, sim, é esta ferramenta, porém usada pela própria corretora que aparentemente negocia a maior parte destas cotas do fundo dela mesma.
        Meu resumo é: O FII é bom, os fundamentos são bons, tudo redondinho. Mas tem algumas coisas que acontecem que me remete a um ceticismo em relação à gestão. Mas já voltei ao fundo, aos poucos e to acompanhando de perto.
        Vida que segue…

        Curtir

  4. Do FR:
    ” em 21 de dezembro de 2018 o
    Instrumento Particular de Compromisso de Compra e Venda (“CVC”) com a Cajamar
    Investimentos Imobiliários Eireli (“Cajamar”) cujo objeto é a aquisição da fração ideal de
    39,5% (trinta e nove vírgula cinco por cento) dos imóveis localizados no Município de
    Cajamar/SP, objeto das matrículas sob nºs 56.549 e 56.551 ambas do 2º Oficial de
    Registro de Imóveis de Jundiaí – SP (“Fração Ideal dos Imóveis”), onde será edificado o
    Centro de Distribuição objeto de contrato de locação celebrado com a empresa Leroy
    Merlin Companhia Brasileira de Bricolagem (“Leroy”), com área construída de
    110.163,00 m2
    (cento e dez mil, cento e sessenta e três) (“Transação”).”

    Curtido por 2 pessoas

    • é, 0,67% ta chegando na mediana do mercado… e agora com a inflação quietinha lá embaixo, começa a ficar interessante. Especialmente porque os galpões e os clientes são bons. E os contratos não estão ruins não…
      É possível que eu volte… but not yet.

      Curtido por 1 pessoa

      • …”comunica aos seus cotistas e ao mercado em geral, que celebrou Carta de Intenções Vinculante Para
        Aquisição de Ativo, em 07 de dezembro de 2018 (“Carta de Intenções Vinculante”), para aquisição da fração ideal de imóvel, situado na região de Cajamar, no Estado de São Paulo, onde será edificado centro de distribuição na modalidade built-to-suit para empresa de grande expressão do setor de comércio de materiais de construção,
        acabamento, decoração jardinagem e bricolagem (“Transação”).

        A aquisição está sujeita à conclusão satisfatória das condições precedentes usuais em transações desta natureza, incluindo, mas não se limitando, a Due Diligence completa (legal, contábil, técnica, ambiental, fiscal, financeira, do contrato de locação, dentre outros aspectos) (“Condições Precedentes”). Nos termos da Carta de Intenções
        Vinculante, permanecerão confidenciais as condições comerciais, a identificação precisa do imóvel, do vendedor e do locatário, enquanto não forem cumpridas as Condições Precedentes, evitando qualquer impacto comercial adverso nas negociações. Quando da formalização do instrumento definitivo, as informações supra serão objeto de novo fato relevante.

        Curtido por 1 pessoa

      • Acho que é Leroy mesmo, pelo menos na matéria do jornal da cidade de Taboão da Serra que perdeu o projeto diz que será em Cajamar:

        23 de novembro de 2018
        Leroy Merlin desiste de unidade em Taboão da Serra e coloca terreno da Régis Bittencourt à venda

        A empresa líder no setor de material de construção no Brasil Leroy Merlin, colocou a venda o terreno de 87 mil metros quadrados a margem da rodovia Régis Bittencourt, na região central de Taboão da Serra, onde iria construir uma mega loja.

        Nos bastidores, a Leroy Merlin previa que a inauguração da loja seria em 2017, mas os planos nunca saíram do papel. O terreno foi adquirido pela empresa em 2015, onde funcionava a indústria química Abbott, o prédio inclusive chegou a ser demolido.

        A expectativa era que a Leroy Merlin gerasse cerca de 400 empregos diretos e indiretos para Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra. A empresa nunca confirmou oficialmente a intenção de inaugurar a unidade no município.

        O terreno que está a venda fica na rodovia Régis Bittencourt, próximo ao Senac e o Centro Empresarial Vida Nova. No mês passado, a empresa concluiu a construção do maior home center da rede na América Latina, que fica na Marginal Tietê, em São Paulo, e consumiu um aporte estimado de R$ 110 milhões.

        Segundo apurou a reportagem do Portal O Taboanense, a Leroy Merlin pretende investir R$ 300 milhões em 2019, principalmente na cadeia logística de abastecimento com um novo centro de distribuição de 120 mil metros quadrados em Cajamar, também na Grande SP.

        Curtido por 4 pessoas

      • Leroy Merlin investirá R$ 300 milhões no país em 2019
        O diretor-geral da companhia no Brasil, Alain Ryckeboer, espera que esse seja o início de uma onda de crescimento

        Estadão Conteúdo
        27 Out 2018 – 09h41 Atualizado em 03 Nov 2018 – 13h05

        A Leroy Merlin vai investir R$ 300 milhões no país, em 2019, na cadeia logística de abastecimento, num centro de distribuição com 120 mil m2 em Cajamar (SP), em uma loja e na área digital. É praticamente a mesma cifra aplicada neste ano. “O Brasil sempre anda. Faz quatro anos que está devagar e, se continuar, estamos acostumados. Não deixamos de investir”, diz o diretor-geral da companhia no Brasil, Alain Ryckeboer.

        Curtido por 4 pessoas

      • Mais um bom cliente, provavelmente um ótimo imóvel.
        O DY está melhorando, como programado, era a partir de novembro, tendo em fevereiro, se não me engano, um revisional.
        🙂 A agência catador deve elevar a grau de investimo este FII já já. 🙂

        Curtido por 2 pessoas

      • Mediana do mercado ?? MENOS para aquele gestor TOP… HGLG dando meros 0.55% a.m. (mas aí irão contrapor que a cotação subiu, etc. e tal – tá! Mas e o rendimento mensal ???)

        Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s