PRSV11 – Presidente Vargas

O objetivo do fundo foi a aquisição dos imóveis Torre Boa Vista com 11.359 m2 de ABL  e Torre Vargas 914 com 6.784 m2 de ABL, localizados em região central no Rio de Janeiro; administrado pela BEM DTVM, em regime de condomínio fechado e tem prazo de duração indeterminado.

prsv11

Trata-se portanto de um FII de Tijolo – Imóveis Comerciais – Escritórios.

CARACTERÍSTICAS DOS IMÓVEIS

I ‐ EDIFÍCIO TORRE BOA VISTA
Descrição
Edifício comercial localizado na Avenida Presidente Vargas, nº 850, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar
térreo, mezanino, 21 pavimentos tipo, cobertura com terraço e mais 50 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara, situado na
Avenida Passos, nº 101.
Área Bruta Locável 10.922 m²
Locatário Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC
Área Locada 2º ao 16º e 22º pavimentos, cobertura e 39 vagas de garagem demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.
Valor do Aluguel R$ 891.102,80
Data de Pagamento Até o 5º Dia Útil do mês subsequente ao da apresentação do documento de cobrança.
Data de Vigência Contrato renovado até 30 de setembro de 2019.
Reajuste Anual pelo IGP‐M
Locatário Disponível para locação
Área Locável 17º ao 21º pavimentos e 11 vagas de garagem demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara, situado na Avenida Passos, nº 101.

II ‐ EDIFÍCIO TORRE VARGAS 914
Descrição
Edifício comercial situado na Avenida Presidente Vargas, nº 914, Centro, na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, composto de subsolo, um andar térreo,
mezanino, 15 pavimentos tipo, cobertura com terraço, 14 vagas próprias de garagem e mais 5 vagas de garagens demarcadas, localizadas no Edifício Auto Parque Guanabara.
Área Bruta Locável 6.435 m²
Locatário Disponível para locação
Área Locável 6.435 m²
Observação
Com relação as tratativas divulgadas no fato relevante de 22 de Maio de 2015, foram recebidos os valores relativos à primeira e segunda parcela da multa pela rescisão
contratual e a indenização no valor de R$ 190.000,00 (Cento e noventa mil reais), a qual foi recebida para o fim específico da realização das adequações necessárias ao
restabelecimento do imóvel ao estado original. Além disso, por ocasião da desocupação, foram colocados “tapumes” para proteção da entrada do edifício, sendo que 22/07/2015 é o prazo previsto para término da obra de adequação dos itens que constaram no laudo de vistoria, quando da entrega do imóvel.

Taxas:
Administração: 0,25%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo R$ 25.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).
Gestão: 0,125%a.a. sobre patrimônio liquido (mínimo R$ 15.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).

RI: bemdtvm@bradesco.com.br

Anúncios

258 comentários sobre “PRSV11 – Presidente Vargas

  1. Pessoal, sempre comprei FII’s com intuito de mantê-los por tempo indeterminado, para incrementar a renda mensal com os seus dividendos.
    Em várias ocasiões houve redução de valor, em algumas houve recuperação, o cenário atual não colabora, tudo isso é compreensível. Mas existe um FII que está testando minha paciência. Trata-se do famigerado PRSV11. Minha situação é a seguinte:
    – Fiz o (péssimo) negócio de compra cotas desse FII em novembro de 2013. Atualmente o valor da cota é 41% do valor original (redução de 59%). Se somar tudo o que recebi de dividendos desse fundo até hoje, totaliza 21% do montante investido, porém, esse dividendo vem sendo reduzido fortemente com o passar do tempo. Inicialmente girava em torno de 1%, a partir de novembro de 2015 passou para 0.65%, e depois de novembro de 2016 passou para 0.4%, caindo até 0.3% do valor atualizado da cota (que já é patético).
    A vacância do imóvel é alta, a situação do Rio é ruim, mas eu sempre pensei que já estando com o papel, melhor seria mantê-lo e aguardar pela recuperação. Agora tenho dúvidas quanto a essa postura, pois se remover o valor (mesmo assumindo a grande perda) e aplicar em outro lugar consigo algo melhor do que 0.3% ao mês. O contraponto é que com a torre vargas (um prédio aparentemente muito bom) totalmente vazia, existe um potencial para recuperação (tanto do valor da cota quanto do dividendo). Ou seja, se num horizonte de médio prazo as locações voltassem a ocorrer, seria bom manter o investimento.
    Gostaria de saber a opinião de vocês a respeito desse FII.

    Curtido por 1 pessoa

      • A grana investida não faz falta, mas o dividendo fraco é de doer.
        Representa uns 3.5% da carteira de FII’s (atualmente, pq a valor de compra seria uns 8%).

        Curtir

    • Marco,
      Nunca gostei de vender FII´s, sou aposentado e vivo de renda, mas aprendi aqui com os colegas em não ficar totalmente parado…
      Quando não acredito no FII e principalmente no Gestor, como é este caso, vendo e compro algo melhor…
      Não vale o stress de aguentar este administrador… Este ano vendi as últimas cotas do PRSV. Neste caso, sempre que eu tinha que pagar IR por causa de lucro em outra venda eu fazia uma operação “casada” e vendia algumas cotas do PRSV com prejuízo… Com isto consegui diminuir o prejuizo e me livrei dele.
      Abs

      Curtido por 2 pessoas

      • Obrigado pela resposta, vou avaliar a possibilidade de venda nos próximos dias. Eu já tinha me desiludido completamente com esse gestor, só mantive por mais tempo depois de dar uma analisada no prédio e achar que tinha potencial. Mas com gestão ruim não tem jeito.
        No meu caso não vou ter vendas com lucro pra compensar o imposto, só pretendo me desfazer dessa desgraça mesmo, ainda assim, acho que será melhor.

        Curtir

    • Marco,
      Se serve de consolo, já vendi CEOC, EDGA e TRXL com grande prejuízo.
      Quando comprei cada um deles, os tempos eram outros: CEOC estava em RMG numa região em franca expansão no rio. EDGA estava quase todo locado, lembro que assim que terminou a RMG a cota caiu a ponto de estar pagando 1% a.m. (renda real). TRXL 100% locado foi perdendo inquilinos aos poucos e só sobraram os de contrato atípico e as burradas da gestão, que aceitou alguns imóveis de volta sem estarem na sua condição inicial de locação.
      Mais do que a renda dos imóveis, perdi também a confiança na gestão, que parece ser o mesmo caso do PRSV.
      Em suma: se o gestor não te agrada e não vê futuro para o fundo, vende e parte pra outro. O prejuízo vc compensa depois, vendendo outros com lucro (meu caso).

      Curtido por 1 pessoa

    • Eu não acho que a situação do Rio seja ruim no momento. Na minha opinião a exceção foram alguns anos anteriores em que o Rio foi inflado artificialmente por recursos federais, commodities e grandes eventos. Desde que o Rio deixou de ser capital, a situação é precária. Nada funciona bem, quase nada se produz, o estado do Rio é um desastre ainda maior, infra estrutura inexistente,segurança pública na mão de traficantes e milícias, administração pública consegue ser pior que a média nacional (que já é ridícula). Sinceramente não vejo nenhuma coisa boa no futuro do Rio. E não estou sendo bairrista, já morei lá por 7 anos, e tenho uma irmã morando lá. Torço para que a coisa melhore, mas não tenho muitas esperanças.
      Se a coisa vai mal no PRSV, melhor sair no prejuízo do que ficar a espera de um milagre.

      Curtido por 1 pessoa

      • Nunca existiu e nem vai existir. FII é imóvel e imóvel desgasta, a localização muda, a concorrência muda e administração também. Na realidade não existe investimento para perpetuidade. Por isso quando escuto alguém falando em buy and hold, como se fosse buy and forget; tenho calafrios.

        Curtido por 1 pessoa

  2. Nada com que se preocupar… o Rio está uma porcaria, o Brasil está pessimo. Muitooo imovel p alugar no brasil todo. Quer vender no fundo, tudo bem. Mas depois pelo menos nao compre quando a economia melhorar. Toda crise é assim: Essa é diferente! Essa nao vai acabar tao cedo! Essa é a pior de todas! Nunca vi o Brasil assim…

    Curtido por 1 pessoa

  3. “Aparentemente os administradores do Presidente Vargas estão preparando o fundo para desmobilizar os 2 ativos e encerrar o fundo, com a compra de 100% das cotas pelo grupo interessado;”

    ACORDA COTISTAS !!!!!

    Curtido por 1 pessoa

  4. UNIDADE REGIONAL RIO DE JANEIRO
    EXTRATO DE TERMO ADITIVO Nº 10/2017 – UASG 523001

    Número do Contrato: 00030/2008, subrogado pelaUASG: 523001 – AGENCIA NACIONAL DE AVIACAO CIVIL.
    Nº Processo: 60800030165200888.
    DISPENSA Nº 131/2008.
    Contratante: AGENCIA NACIONAL DE AVIACAO CIVIL – ANAC.
    CNPJ Contratado: 11281322000172.
    Contratado : FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIARIO – PRESIDENTE VARGAS.
    Objeto: Registro da variação do valor mensal do contrato, a partir de 01/10/2016, de R$ 891.102,80 para R$ 584.040,00 (redução de 34,46 %), referente à locação do imóvel Torre Boavista, situado na Av. Presidente Vargas, 850, Rio de Janeiro, composto por 7.787,20 m² de área locada além de 39 vagas de estacionamento. Fundamento Legal: Art. 18 da Lei 8.245/1991 .
    Vigência: 25/05/2017 a 30/09/2019.
    Valor Total: R$9.438.944,50.
    Fonte: 680120069 – 2017NE800235.
    Data de Assinatura: 19/05/2017.
    (SICON – 24/05/2017) 113214-20214-2017NE800275

    Redução do contrato.

    Curtido por 1 pessoa

  5. (PRSV11)- ALTERADO O HORARIO DO LEILAO DE FII P VARGAS CI ER ATE 11:36HS

    (PRSV11)- ALTERADO O HORARIO DO LEILAO DE FII P VARGAS CI ER ATE 11:36HS -MOTIVO: INSTR.CVM 168 (ARTIGO 8)(OSCILACAO – 13,09%)

    Curtir

  6. Bom, do zero não pode passar hehehe

    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento) 10/03/2017
    Data do pagamento 21/03/2017
    Valor do provento por cota (R$) 1,75
    Período de referência FEVEREIRO

    Curtir

    • E a cota não acompanha. Adoro uma vacância.

      Que me perdoem quem tem o FII mas fico que nem Urubu só secando !!! Sem mi mi mi, Rio de Janeiro isso, Rio de Janeiro aquilo, fim do mundo, economia uma bosta, Trump, Russia, etc.

      Curtir

    • eu vi que nesses prédio são dois no mesmo fii um perto do outro tem mais alguns vazios em volta que colocaram placas na frente então por fora não da pra diferenciar muito um do outro. Isso pode explicar todo esse tempo que está vago um deles o outro tem inquilino

      Curtir

  7. por enquanto rendimento não pára de cair…

    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento) 11/01/2017
    Data do pagamento 20/01/2017
    Valor do provento por cota (R$) 1,9800000000
    Período de referência DEZEMBRO/2016

    Curtido por 1 pessoa

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s