VRTA11 – Fator Verita

O fundo é administrado pelo Banco Fator, foi constituído em condomínio fechado e com prazo de duração indeterminado (antes era determinado em 12 anos, isso mudou).

Tem como objetivo a aquisição de ativos financeiros de base imobiliária, como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), Letra de Crédito Imobiliário (LCI), Letras Hipotecárias (LH), quotas de FII, quotas de FIDC, quotas de FI Renda Fixa e Debêntures.

VRTA11

A carteira está concentrada mesmo em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs), diversificados em IGP-M+12+, IGP-M+8%, IPCA+6,86% e CDI+1%.

Carteira
  Ativo Emissor Emissão / Série Risco da Operação Tx. Aquisição (a.a.) Indexador Pagamento Juros Data de Vencimento Rating % da Carteira
  CRI BMW Habitasec Sec. 1ª / 42ª Loteamento 10,00% IPC-Fipe Mensal 17/12/22 n.a. 5,57%
  CRI Rede D'or RB Capital Cia de Sec. 1ª / 122ª Corporativo 8,28% IPCA Mensal 07/05/26 AA+ 5,07%
  CRI Rizzo 2 Cibrasec Sec. 2ª / 255ª Loteamento 10,50% IGPM Mensal 04/05/27 n.a. 4,87%
  CRI Shoppings Mgrupo Apice Sec. 1ª / 35ª Shopping 10,00% IGP-DI Mensal 20/06/26 n.a. 4,73%
  CRI THCM Gaia Sec. 4ª / 79ª Loteamento 10,50% IGPM Mensal 14/11/27 n.a. 4,65%
  CRI BRMalls RB Capital Cia de Sec. 1ª / 97ª Shopping 6,34% IPCA Mensal 06/03/24 AA 4,65%
  CRI MRV II Apice Sec. 1ª / 63ª Corporativo 2,00% CDI Mensal 21/06/19 AA-* 4,39%
  LCI BR Partners BR Partners n.a. / n.a. Banco 3,00% CDI Mensal 28/03/17 n.a. 4,29%
  CRI Petrobras Macaé Barigui Sec. 1ª / 8ª Corporativo 7,30% IGPM Mensal 20/10/23 AAA* 4,29%
  CRI Shopping Limeira Apice Sec. 1ª / 22ª Shopping 9,67% IPCA Mensal 07/12/27 AA- 4,03%
  CRI Urbplan III Habitasec Sec. 1ª / 12ª Loteamento 8,75% IPCA Mensal 15/10/22 n.a. 3,67%
  CRI JPS Habitasec Sec. 1ª / 1ª Shopping 7,50% IGP-DI Mensal 15/10/20 A+ 3,39%
  CRI Renner RB Capital Cia de Sec. 1ª / 95ª Corporativo 7,73% IPCA Mensal 15/10/29 AA 3,18%
  CRI Rizzo Cibrasec Sec. 2ª / 208ª Loteamento 9,00% IGPM Mensal 20/07/24 n.a. 3,11%
  CRI Shopping Bahia Gaia Sec. 4ª / 7ª Shopping 7,13% IGP-DI Mensal 10/05/25 AAA 2,71%
  CRI Pulverizado 156 Brazilian Sec. 1ª / 156ª Pulverizado 7,30% IGPM Mensal 13/12/39 BBB 2,70%
  CRI General Shopping II Habitasec Sec. 1ª / 20ª Shopping 6,95% IPCA Mensal 10/12/24 A- 2,64%
  CRI Lagoa Serena Gaia Sec. 4ª / 39ª Loteamento 8,00% IGPM Mensal 20/12/21 n.a. 2,42%
  CRI BR Distribuidora II RB Capital Cia de Sec. 1ª / 93ª Corporativo 6,46% IPCA Mensal 15/12/23 AAA 2,09%
  CRI Pulverizado 261 Brazilian Sec. 1ª / 261ª Pulverizado 8,28% IGPM Mensal 20/10/41 A+ 1,42%
  CRI PPG RB Capital Sec. 1ª / 94ª Corporativo 4,30% IPCA Anual 12/06/23 AAA 1,35%
  CRI GSP Gaia Sec. 5ª / 29ª Loteamento 10,00% IPCA Mensal 25/10/21 n.a. 1,19%
  CRI Kroton Barigui Sec. 1ª / 1ª Corporativo 8,65% IGPM Mensal 15/09/28 n.a. 1,15%
  CRI BRF TRX Securitizadora 1ª / 14ª Corporativo 7,76% IGPM Mensal 12/12/31 AAA 1,13%
  CRI Shopping Lajeado RB Capital Cia de Sec. 1ª / 86ª Shopping 6,50% IPCA Mensal 15/02/23 A- 1,13%
  CRI MRV Apice Sec. 1ª / 75ª Corporativo 1,80% CDI Mensal 26/03/18 AA-* 1,10%
  CRI Máxima Cibrasec Sec. 2ª / 192ª Pulverizado 6,50% IGPM Mensal 22/07/23 n.a. 1,00%
  CRI Pulverizado 157 (Sub) Brazilian Sec. 1ª / 157ª Pulverizado 12,00% IGPM Mensal 13/12/39 n.a. 0,73%
  BCRI11 n.a. n.a. / n.a. FII n.a. IGPM Mensal n.a. n.a. 0,72%
  CRI BR Distribuidora I RB Capital Cia de Sec. 1ª / 69ª Corporativo 5,08% IPCA Mensal 15/04/31 AAA 0,70%
  CRI Pulverizado 259 Brazilian Sec. 1ª / 259ª Pulverizado 8,70% IGPM Mensal 20/09/31 n.a. 0,39%
  CRI Pulverizado 180 Brazilian Sec. 1ª / 180ª Pulverizado 8,00% IGPM Mensal 20/08/40 A 0,39%
  CRI Brookfield Gaia (Sub) Gaia Sec. 4ª / 30ª Pulverizado 11,50% IGPM Mensal 11/10/21 n.a. 0,36%
  CRI Fleury Gaia Sec. 4ª / 34ª Corporativo 7,00% IGPM Mensal 18/10/21 AA 0,28%
  CRI Pulverizado 269 Brazilian Sec. 1ª / 269ª Pulverizado 8,00% IGPM Mensal 20/11/41 A- 0,08%

Principais Características
Fundo Fator Verità FII
Administrador Banco Fator S.A.
Gestor Fator Administração de Recursos Ltda (FAR)
Prazo de Duração Indeterminado
Taxa de Administração 1,0% a.a. sobre o patrimônio líquido do Fundo
Rendimentos Mensal
Benchmark IGP-M + 6,0% a.a.
Valor Inicial da Cota R$ 100,00
Cotas Emitidas na 1ª emissão 28.941.930
PL na Emissão R$ 30.160.121,94
Código de Negociação VRTA11
Código ISIN BRVRTACTF008
Ofertas Concluídas 4 emissões de cotas realizadas

RI: fundosimobiliarios@fator.com.br

Tutor do FII: Gama

Anúncios

823 comentários sobre “VRTA11 – Fator Verita

  1. A distribuição de rendimentos do Fundo referente ao mês de Agosto foi de R$0,78 por cota, fortemente impactada pela
    entrada de caixa referente à conclusão da 5ª Emissão de Cotas do Fundo.

    Não foram feitas novas alocações no mês de Agosto. A equipe de Gestão continua com os esforços de melhor alocar os recursos em ativos condizentes com o risco x retorno histórico

    Curtido por 2 pessoas

  2. Pessoal,

    Com esta nova “cara” do Brasil….Juros baixando e inflação no chão…parei pra dar uma boa analisada no VRTA e aproveitei pra colocar a conversa em dia com a gestão. Abaixo transcrevo ela e ja aviso que compartilho dos mesmos fundamentos e pensamentos. E por isso, sigo firme e totalmente SATISFEITO com o ativo e seu desempenho atual e desde o início. Como investimento vem cumprindo seu papel de forma PERFEITA em minha opinião. Cada um que deva pesar os pontos positivos e contra na hora de decidir por um investimento.

    Vou citar aqui no estilo pergunta resposta…pra ficar didático 🙂

    Gama: Inflação baixa esta prejudicando o Fundo. No curto e médio prazo teremos o fundo sendo testado e ficando bem longe do sempre foi? Essa nova realidade Brasil desfavorece o fundo?
    VRTA: Não é bem assim… podemos estar em um cenário em que a inflação esteja baixa, mas as meta e as projeções para a inflação para 2018 continuam perto dos 4,5%… continuamos com a visão de que haverá recuperação. Olhando 12m pra frente a inflação projetada não está abaixo de 3%. De fato, assim como no mês passado e nos anteriores, a rentabilidade do Fundo tem sido impactada por inflação constantemente em queda. Mas, de novo, isso não constitui uma ‘nova realidade’, apenas uma maior demora de retorno da inflação ao centro da meta.

    Gama: Os prêmios mais baixos devido e este novo cenário Brasil vai fazer o fundo ficar “ruim”?
    VRTA: Quanto à sua pergunta quanto ao fundo ficar ‘ruim’ por conta de prêmios mais baixos, os prêmios não estão mais baixos. Na realidade, as taxas reais de juros estão em patamares altíssimos e o prêmio em relação ao custo de oportunidade (CDI ou NTN-B) continua ou constante ou crescente. Ainda preciso adicionar que a rentabilidade do Fundo é negativamente impactada pelo atraso na emissão dos ativos já aprovados para aquisição e que, assim que integrarem a carteira, passarão a melhor remunerar o Fundo. Então reafirmo: os prêmios não são mínimos e a inflação, embora esteja em patamares baixos, provavelmente volta ao centro da meta até o final do ano que vem.

    Gama: Deixou de ser interessante ter o ativo como investimento?
    VRTA: O que imagino que as pessoas precisam entender melhor é que a rentabilidade é comparável ao custo de oportunidade, ao tradeoff de investir em outro ativo. E atualmente ainda são entregues constantemente 10% líquidos de imposto de renda (anualizados), enquanto o CDI entrega 9.13% bruto. Quanto à atratividade do Fundo, acredito que você mesmo seja capaz de responder ao comparar a rentabilidade com os demais ativos presentes no mercado.

    Gama: Coloquei as posições do Arthur C. Rossi como sendo VRTA apenas para efeito de organizar o post. Agradeço novamente pela atenção que o Arthur da e a abertura para estarmos sempre debatendo o VRTA.

    Valeu!!!

    Curtido por 10 pessoas

  3. Data da informação 31/08/2017
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento) 31/08/2017
    Data do pagamento 15/09/2017
    Valor do provento por cota (R$) 0,78
    Período de referência Agosto/2017
    Rendimento isento de IR*

    Curtir

    • Aparecem ja com o codigo VRTA11, porem ainda em lotes separados. Tem o lote que ja detinha antes da subscrição e agora aparece um segundo lote da subscrição. Mais ambas com o código VRTA11.

      Me chamou a atenção um vestigio de VRTA com código diferente que acredito ser uma informação “duplicada” do que ocorreu na subscrição e que devera ser “apagada” em breve. Da mesma maneira que acredito que tudo sera juntado em um unico lote de VRTA11.

      De qualquer forma, questionei a corretora so pra dar aquela garantida que ta tudo certo….não custa nada 😉

      Valeu!!!

      Curtir

  4. Olá pessoal,
    O governo que não quer cortar os próprios custos da sua máquina inchada está estudando acabar com algumas isenções de impostos.
    Quais os impactos nesse fii com o possível fim da isenção de impostos para LCI ?

    Curtir

  5. Pessoal,

    Abaixo trechos do ultimo relatorio divulgado por gestora que monitora o VRTA. Achei muito focado e totalmente alinhado com a visão e monitoração que tenho deste fundo. Um belo resumo do fundo e capaz de ajudar a turma a entender um pouco melhor o fundo e seus drives de resultado.

    “No dia 28/07 o fundo encerrou a sua 5ª emissão de cotas, captando R$ 60,7 milhões, volume superior ao inicialmente proposto de R$ 45 milhões devido ao excesso de demanda e utilização dos lotes suplementares. Com isso, o patrimônio líquido do fundo
    salta para cerca de R$ 233 milhões, e o valor de mercado do fundo para R$ 260 milhões, com base no preço atual.
    Atualmente o fundo possui mais de 93% dos ativos alocados em títulos de recebíveis imobiliários, quase que na totalidade (85%) indexados à inflação, pelos índices de correção monetária IPCA, IGP-M, IPC-Fipe e IGP-DI. Quanto ao perfil de risco da carteira,
    32% dos CRI são de risco corporativo, 30% é de loteamento, 31% de shoppings e 5,8% pulverizado. Vale mencionar que 40% dos certificados não tem rating fornecido por agência de risco, 3% tem rating BBB e os demais possuem rating A- ou melhor.
    A captação recente deverá ser direcionada para ativos com perfil similar aos da carteira atual, mais especificamente recebíveis de maior yield e consequentemente maior risco. Todavia, a alocação dos recursos deve levar alguns meses, estimamos que até o final do semestre o volume total dos R$ 60 milhões tenha sido alocado. Com base no ritmo de alocação mencionado, análise detalhada da carteira de CRI do fundo e suas respectivas taxas, acreditamos que o FII Fator Verità deva pagar a título
    de rendimentos o equivalente a 11,5% nos próximos 12 meses. Importante destacar que neste cenário usamos premissas de inflação adotadas pelo mercado, que no momento não estão sendo refletidas nos índices divulgados. Este detalhe é importante,
    uma vez que a carteira é amplamente indexada e no caso de os indicadores apresentarem deflação, a distribuição de proventos será fortemente afetada. Mas, com base na pesquisa Focus do Banco Central, não só os indicadores devem ficar no terreno
    positivo, como também deverão rodar acima de 4% em 12 meses.” FOnte: XP Investimentos

    Valeu!!!

    Curtido por 7 pessoas

    • Dando sequencia…

      Dos fundos de papeis, considero ainda o melhor atualmente e projetando 12 meses a frente. Dentre as equipes de gestão, de longe a mais experiente na minha visão com resultados desde o início de fundo respaldando esse expertise.

      O grande ponto é observar a inflação agora e pra 2018. Se ficar rodando 3-4% o fundo superara de longe o CDI e seguira criando boa renda aos cotistas. Se houver momentos de deflação duradouros….isso sim é o que pode jogar a distribuição da renda no chão….diria exagerando que poderia levar a 0 (apenas pra causar impacto). Logo, os premios conquistados em cada titulo carregado seguem sendo muito convidativos, porem ao serem atrelados a inflação (grande parte da carteira)…uma deflação o torna “ruim”. Mais vejam, apenas se ocorrer uma deflação duradoura. Se olharmos as projeções do BC, vemos inflação na casa de 3-4% facil facil pra 2018 e mais a frente.

      Enfim, ate termos algo que nunca tivemos….sigo forte no fundo e adorando a criação de patrimonio que ele me permite ao longo do tempo.

      OBS: Se o governo vai criar impostos onde não tem na RF…..isso ja seria outra historia…que so vale mencionar quando a coisa for oficial 😉

      Valeu!!!

      Curtido por 6 pessoas

      • Tem gente que acredita que teremos deflação eterna no Brasil.
        Em um país onde o governo manda na gasolina, energia elétrica, importação e outros setores estratégicos é impossível isso.

        Curtido por 1 pessoa

      • Falou tudo. Nos meus muitos anos de estrada nunca vi deflação duradoura por aqui. Seria algo realmente diferente. Se procurar nos livros vai perceber que o tema é muito pouco ou quase não é tratado por aqui. Seria algo que me deixaria “perdido” ate conseguir entender e operar a deflação.

        Mais como sabemos que não vai rolar….o post foi pra mmostrar como o caminho do fundo esta bem traçado e como da pra ganhar dinheiro com coisas simples 🙂

        Valeu!!!

        Curtido por 1 pessoa

  6. Data da informação 31/07/2017
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento) 31/07/2017
    Data do pagamento 15/08/2017
    VRTA 11 Valor do provento por cota (R$) 0,81
    VRTA13 Valor do provento por cota (R$) 0,476057
    VRTA14 Valor do provento por cota (R$) 0,03157
    Período de referência Julho/2017
    Rendimento isento de IR*

    Curtido por 4 pessoas

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s