BBFI11B – BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo

O fundo é administrado pela Caixa Econômica Federal, em regime de condomínio fechado e tem prazo indeterminado de duração; classificado como sendo um fundo do tipo Tijolo e enquadra-se na segmentação Escritórios.

Possui dois imóveis em seus ativos: um em Brasília e outro no Rio de Janeiro. O edifício de Brasilia(sede) conta com 23 andares e 27 pavimentos; já o do Rio de Janeiro(CARJ) conta com 9 blocos integrados pelo subsole, mais 1 agência.

bbfi11b-bmp

Imóvel CARJ – Centro Administrativo do Rio de Janeiro:
Rua Barão de São Francisco, 177 – Rio de Janeiro – RJ
Área (m2): 40.176,69
Valor: R$ 2.157.100,00 (em 07/04/16), Prazo: 5 (cinco) ano portanto com contrato de locação vigente até outubro de 2020.
O complexo Comercial está localizado na Zona Norte do Rio de Janeiro, região que possui uma ocupação mista entre os usos comercial/serviços, institucional e residencial. Entre os usos encontrados na região podemos citar agências bancárias, shopping center, comércio local, edifícios residenciais, entre outros. Destacam-se no entorno imediato o Shopping Center Boulevard Iguatemi Rio e o hipermercado Guanabara. A região é amplamente servida por diversas linhas de ônibus regulares que fazem a ligação com o centro e outros pontos da cidade. Quanto ao sistema de transporte por metrô, a estação mais próxima é a Saens Peña, localizada a cerca de 2 km (Linha 1) e a Maracanã, localizada a cerca de 2 km (Linha 2) da propriedade.

Edifício Sede I
Setor Bancário Sul, Quadra 4 – Brasília – DF
Área (m2): 46.135,00
O imóvel situa-se onde a atividade predominante é bancária, comercial / serviços. Suas principais vias de acesso são Eixo Rodoviário Sul, Eixinho L e as vias L-1 e BS-S1. A sua localização é central com relação ao Plano Piloto, beneficiada pela proximidade da Estação Rodoviária do Plano Piloto, do Setor Comercial Sul e da Esplanada dos Ministérios. Nesse setor foram construídos diversos edifícios comerciais com arquitetura não tão moderna, porém de bom padrão construtivo, fazendo com que o local se valorize em relação ao Setor Comercial Sul, que está com ocupação total e apresenta prédios bem mais antigos. A região possui uma ocupação mista entre os usos comercial/serviços e institucional. Entre as atividades encontradas podemos citar agências bancárias, praças de alimentação com lojas de apoio, shopping center, sede de bancos e de escritórios de advocacia, entre outros. Locado parcialmente para o Banco do Brasil S.A. com contrato de locação vigente até janeiro de 2025 com valor de aluguel atual em R$ 754.105,33 ao mês.

130.000 cotas

Taxas:
Administração: 0,277% sobre o valor de mercado do FII (ante 5,10% sobre a receita do fundo após deduções das despesas e provisões).

RI: supot02@caixa.gov.br, viart@caixa.gov.br

Anúncios

570 comentários sobre “BBFI11B – BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo

  1. Data da informação
    29/03/2019
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    29/03/2019
    Data do pagamento
    15/04/2019
    Valor do provento por cota (R$)
    25,2567390769231
    Período de referência
    03
    Ano
    2019
    Rendimento isento de IR*
    Sim

    Curtido por 1 pessoa

  2. BBFI11B FATO RELEVANTE

    Comunicamos aos senhores cotistas do BB FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PROGRESSIVO (“Fundo”) e ao mercado que o Banco do Brasil S.A. (“BB”), atual locatário do Centro Administrativo do Andaraí, imóvel de propriedade do Fundo, localizado na Rua Barão de São Francisco, 177, Andaraí, Rio de Janeiro – RJ (“CARJ”), encaminhou proposta para aquisição do Bloco 9 do CARJ pelo valor de R$ 18.500.000,00 (dezoito milhões e quinhentos mil reais).

    Contudo, o BB comunicou que o seu conselho diretor, em reunião realizada no dia 11 de fevereiro de 2019, aprovou as condições para aquisição do Bloco 9, ressaltando que a efetivação do pagamento dos valores é condicionada à prévia alocação orçamentária a ser submetida ao Governo Federal e à aprovação pelo Congresso Nacional.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Data da informação
    31/01/2019
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    31/01/2019
    Data do pagamento
    15/02/2019
    Valor do provento por cota (R$)
    25,3197415384615
    Período de referência
    01
    Ano
    2019
    Rendimento isento de IR*
    Sim

    Curtido por 1 pessoa

    • BTG tá dando um jeito de levar um por fora aí, eles não jogam limpo, não dão no sem ponta, não querem melhorar fii nenhum e muito menos a vida de ninguém. Eles estão de olho é em alguma jogatina pra ganharem um extra já q os imóveis são ótimos para isso, o do Rio é bem localizado e de grandes proporções, o de Brasília dispensa comentários, esse pessoal são pedradores, abutres, jogam baixo, são pior q pxta por dinheiro, são desleais d baixíssima idoneidade, resumindo são picaretas e já estão agindo a mando de alguém para dar o bote ou golpe como preferirem chamar, até o Tbof já tentaram vender p chineses a troco d uns trocados lembram, então olho vivo aí ok

      Curtir

    • O fundo está esquecido, mas tem um grande potencial:
      O imóvel de Brasília dispensa maiores comentários, pois tem uma localização Excelente;
      Quanto ao imóvel do RJ, a sua área a suficiente para abrigar uma Universidade ou Hospital.

      Curtido por 2 pessoas

      • Sempre pensei assim, mas pelo jeito tá sobrando coisa boa em tudo q é canto desse país, estou no aguardo p quando começar as entregas dos espaços, pretendo comprar um pouco, deve cair muito quando isso ocorrer

        Curtido por 1 pessoa

  4. Segunda tentativa de passar o fundo para a administração do BTG foi divulgada ontem. Por isso a cota andou subindo nos últimos dias (tem gente que fica sabendo antes…).
    Na primeira vez, bateram na trave pois o quorum foi de 24,… faltou muito pouco para atingirem o quorum necessário. Acredito que dessa vez não terá saída.
    A CEF está desesperada e baixou a taxa de administração a partir de novembro de 5,10% ao mês para 3%, pois está vendo que vai perder. A proposta do BTG é cobrar 3,5%. Ocorre que o problema não é só a taxa é a inércia da administração que está afundando este FII.
    A consulta formal é até 30 de janeiro. Srs cotistas, decidam!

    Curtido por 3 pessoas

      • O BTG apresentou uma proposta porque foi procurado por um grupo de cotistas do fundo com participação relevante no total.
        Já é a segunda vez. Na primeira vez bateu na trave pois só conseguiram 24% dos votos. Desta vez, acredito que compraram mais cotas e vão botar a Caixa pra fora.

        Curtido por 2 pessoas

    • Olá , Pessoal. a Consulta Formal ainda esta ocorrendo e está na reta final. Faltam menos de 3% de aprovação para nos livrar da morosidade administrativa da Caixa. Convido a todos os cotistas para participarem da Consulta! Falta pouco ! Cada voto é extremamente importante ! Quanto ao valor da taxa de administração, podemos falar com o BTG para que ele iguale a taxa cobrada pela Caixa atualmente (ela só reduziu nos 45 do segundo tempo, talvez por medo de perder o Fundo).

      Curtido por 3 pessoas

    • Visão geral, quem tiver oportunidade visualizar pausadamente, vale a pena, obs, ao estar lendo sobre os fiis a o Tetzer fez os cálculos, lembrando que existe muitos outros q podem vir a sofrer as mesmas consequências, então pra quem tem ou pensa em adquirir algum fii q possa essa carapuça servir, fazer uma análise mais profunda de não precisar do dinheiro investido e também dos rendimentos que esses serão minguados ou até mesmo nulos

      Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s