THRA11B – BM Cyrela Thera Corporate

Seu objetivo foi a aquisição de cinco andares do Edifício Thera Corporate (SP),  um prédio Triple A, com lajes de grande porte e certificação LEED; administrado pela BTG Pactual, em regime de condomínio fechado, com prazo de duração indeterminado.

thra11b1  mini-image_5

Trata-se portando de um FII de Tijolo – Imóveis Comerciais – Escritórios;  recebeu liberação da CVM em Dez/11 e iniciou negociado a R$ 100,00, detém cinco andares do Edifício Thera Corporate, localizado na Berrini, em São Paulo.

Participação do FII no Imóvel:
Aquisição de até 5 andares do Empreendimento.  As futuras unidades estarão localizadas nos andares 18°, 17°, 16°. 4° e 3°, com as respectivas vagas de garagem e as respectivas frações ideais do terreno.

Foi desenvolvido pela Cyrela  e terá 15 pavimentos com lajes de grande porte,  heliponto e quatro subsolos, totalizando 884 vagas. O projeto foi classificado como Triple A e recebeu a certificação LEED®, conferida pelo U.S. Green Building Council.

Edifício comercial corporativo com especificações de alto padrão, lajes de grande porte com 1.900m² de área privativa, livres de pilares centrais. São 15 pavimentos

Entrega do imóvel: ago/2014
Aquisição de cinco andares do empreendimento.
Área locável: 9.496 m2.
Vagas: 295
Terreno: 7.590,00 m2

O Thera Corporate ocupa uma grande área em um dos mais valorizados eixos empresariais da cidade de São Paulo, na confluência das avenidas Eng. Luiz Carlos Berrini e Avenida dos Bandeirantes, próximo a Marginal Pinheiros, Faria Lima, Juscelino Kubitschek, num terreno, com cerca de 23 mil m².
A torre corporativa é de alto padrão e possui recursos semelhantes aos edifícios comerciais mais sofisticados do mundo – como avançados sistemas de automação e supervisão predial, ar-condicionado, elevadores, instalações elétricas e hidráulicas, geradores de energia, telecomunicações, conforto térmico e acústico, entre muitos outros.

As lajes foram projetadas para suportar carga média de piso de 300 kg/m², podendo chegar até 1.000 kg/m² em pontos específicos. A altura de piso a piso é de 4,10 metros, sendo o pé-direito livre de 2,75 metros. Ainda está previsto um vão mínimo de aproximadamente 55 centímetros acima da altura do forro e piso elevado com altura livre de 15 centímetros.

O imóvel Cyrela Commercial Properties está situado a cerca de:
200 m da Av. Marginal Pinheiros;
500 m da estação de trem Vila Olímpia;
da Linha 9 – Esmeralda da CPTM;
2.800 m do Shopping Market Place;
2.800 m do Shopping Morumbi;
6,3 km do Aeroporto de Congonhas;
13 km do centro de São Paulo;
37 km do Aeroporto Internacional de
Cumbica (Guarulhos).

RI: sh-contato-fundoimobiliario@btgpactual.com

Anúncios

311 comentários sobre “THRA11B – BM Cyrela Thera Corporate

  1. potavio, para você que está no aguardo, tive informações que batem com o meu ultimo cálculo.

    A previsão é de iniciar a distribuição no inicio do segundo semestre, porque não querem alimentar expectativas. Mas poderá iniciar ainda em junho os pagamentos.

    Não sabemos ainda de quanto será.

    Quanto a carência da ultima locação, não tive detalhes, podemos estimar período superior a 8 meses. Não refrescou muita coisa.

    Ja estamos em meados de abril, maio eu não contaria com o DY, junho talvez e julho provavelmete

    Curtido por 3 pessoas

      • Deixa de ser pessimista Tetzner!
        Deixa o Marcelo E levantar primeiro as condições do contrato!
        Vai que foi bom para nós ?
        De qualquer forma, 100% de ocupação é melhor que 0%.
        kkkkkk

        Curtido por 1 pessoa

      • kkk POtavio é ser realista

        a região está com muita oferta, muito prédio vago

        se locou foi com um tremendo desconto, seja pra entrada do inquilino com meses de isenção ou com redução do valor locatício

        mas imagino que seja os dois

        de qualquer forma, mais locação, menos despesa de condomínio

        Good News

        Curtido por 2 pessoas

      • Suntzu – concordo contigo. Uso a mesma referência. É o valor que tenho procurado em aplicações de renda fixa – debentures e CRA/CRI.
        A minha ponderação é que é bom diversificar – não me sinto confortável ter todos os investimentos em RF. Ou seja, a partir deste parâmetro (IPCA + 6%) eu compro alguma coisa de FII. Neste caso o valor que entendo que será obtido é de 5,7% – ou seja empate técnico – um pouco menos que na RF mas, a meu ver, um pouco mais sólido do que somente papéis.
        Somente a médio prazo vamos saber se foi boa a escolha – no meu caso, nos últimos dois anos a minha carteira de FII acabou rendendo mais do que a de RF (devido ao aumento do valor das cotas que ainda não sei se é sustentável).
        Mas, como disse, é somente uma ponderação e acho ótimo que outros tenham outra opinião.

        Curtido por 1 pessoa

      • Pela conta que eu fiz daria em torno de 5,7% ao ano pelo valor atual da cota.
        Mas entendo que não dá para comparar diretamente com poupança – entendo que talvez pudesse ser feita esta comparação se fosse fii de papel. No caso de tijolos acho que seria mais adequado comparar com TD – algo como IPCA (devido a correção possível do valor do imóvel) + 5,7%..
        O que vocês acham?

        Curtir

      • Suntzu,

        DY final, com todas as unidades não faço ideia, mas no momento, aparece no informe mensal de março/17 R$ 343.474,30 a serem distribuídos. Seria ilusão? Cade o dinheiro? (a pergunta que o nosso amigo potavio fará)
        Este valor, entendo ser referente a 2 contratos, equivalente a R$ 0,2332 /cota.
        Em se tratando de BETEGEEEEE, não saberemos nunca os valores dos contratos, portanto dificil prever.
        Abs

        Curtir

      • Grande Tetzner, quem não curte é o potavio. Segundo meu ultimo calculo, só a partir de em julho.
        Não tenho mais problemas com ansiedade. Os débitos estão diminuindo mês a mês. Se entendi bem a partir deste termina mais um período de carência, o que representa maior receita operacional e menor linearização, resultando em um aumento de receitas para amortizar as dividas mais rápido, considerando os reajustes previstos.
        Não sei qual a taxa de juros que o fundo paga por este debito, mas em valores nominais o fluxo fica positivo em 30/04 em ~ R$ 50.000 e nestas bases a receita de junho poderia ser distribuído rendimento referente ao mês de maio. Vamos dar um mês de colher de chá para o Bebe para imprecisão dos meus cálculos, estaria saindo alguma coisa de DY no mês de julho.
        Vejo assim Tetzner.
        Fiquei noites sem dormir, tive crises de gastrite, quase acabou meu casamento, vendo o meu patrimônio caindo pela metade, e olha que CEO e THRA, eu estava iniciando entrada nos FII e meu olho cresceu no % de DY.
        A RMG acabou, o inquilino não entrou, e o Bebe nos ferrou.
        Hoje com a cota me dando ~100% do CDI e a renda que tive (boa enquanto durou) , to no lucro.
        Empreendimento excelente, ótima localização, aguardo mas não anseio este DY que vira uma merreca no inicio.

        Potavio, segura a onda ai que já já começa a pingar alguma coisa na cc.

        Curtido por 3 pessoas

      • Marcelo,
        tua análise me deu um novo ânimo. Estou em situação parecida. Embora não tenha recebido dividendos todos estes meses, a cota deste fundo foi a que mais aumentou de todos que eu comprei. Estou firme, muito em função dos eventuais comentário positivos que aparecem sobre as perspectivas futuras.

        Curtido por 3 pessoas

      • Isso ai Tetzner.

        Tamos juntos.

        Quem se desedperou entregou.

        Assim dizia Ford. “Quando todos querem vender é hora de comprar e quando todos querem comprar é hora de vender”.

        Curtido por 2 pessoas

  2. Essa semana recebi um cartinha do “Betegê” me convocando para a Assembléia Geral Ordinária de Cotistas do Fundo de Investimento Imobiliário – FII Cyrela Thera Corporate.

    Só um pequeno detalhe…
    NUNCA FUI COTISTA DESSE FUNDO!!!
    NUNCA nem sequer estudei ele…

    O unico FII que tenha da Betegê é o FAMB11… sei lá… só uma pergunta rasa pra não mandar um discurso contra a administradora… Quem pagou essa cartinha?

    abs

    Curtir

  3. COMUNICADO AO MERCADO
    A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES
    MOBILIÁRIOS, com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Praia
    de Botafogo, nº 501 – 5º andar parte, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 59.281.253/0001-23
    (“Administradora”), na qualidade de administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO
    IMOBILIÁRIO – FII CYRELA THERA CORPORATE (“Fundo”), informa a seus cotistas e ao
    mercado, na presente data, que não haverá distribuição dos rendimentos, referente ao
    mês de Fevereiro de 2017.

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s