THRA11B – BM Cyrela Thera Corporate

Seu objetivo foi a aquisição de cinco andares do Edifício Thera Corporate (SP),  um prédio Triple A, com lajes de grande porte e certificação LEED; administrado pela BTG Pactual, em regime de condomínio fechado, com prazo de duração indeterminado.

thra11b1  mini-image_5

Trata-se portando de um FII de Tijolo – Imóveis Comerciais – Escritórios;  recebeu liberação da CVM em Dez/11 e iniciou negociado a R$ 100,00, detém cinco andares do Edifício Thera Corporate, localizado na Berrini, em São Paulo.

Participação do FII no Imóvel:
Aquisição de até 5 andares do Empreendimento.  As futuras unidades estarão localizadas nos andares 18°, 17°, 16°. 4° e 3°, com as respectivas vagas de garagem e as respectivas frações ideais do terreno.

Foi desenvolvido pela Cyrela  e terá 15 pavimentos com lajes de grande porte,  heliponto e quatro subsolos, totalizando 884 vagas. O projeto foi classificado como Triple A e recebeu a certificação LEED®, conferida pelo U.S. Green Building Council.

Edifício comercial corporativo com especificações de alto padrão, lajes de grande porte com 1.900m² de área privativa, livres de pilares centrais. São 15 pavimentos

Entrega do imóvel: ago/2014
Aquisição de cinco andares do empreendimento.
Área locável: 9.496 m2.
Vagas: 295
Terreno: 7.590,00 m2

O Thera Corporate ocupa uma grande área em um dos mais valorizados eixos empresariais da cidade de São Paulo, na confluência das avenidas Eng. Luiz Carlos Berrini e Avenida dos Bandeirantes, próximo a Marginal Pinheiros, Faria Lima, Juscelino Kubitschek, num terreno, com cerca de 23 mil m².
A torre corporativa é de alto padrão e possui recursos semelhantes aos edifícios comerciais mais sofisticados do mundo – como avançados sistemas de automação e supervisão predial, ar-condicionado, elevadores, instalações elétricas e hidráulicas, geradores de energia, telecomunicações, conforto térmico e acústico, entre muitos outros.

As lajes foram projetadas para suportar carga média de piso de 300 kg/m², podendo chegar até 1.000 kg/m² em pontos específicos. A altura de piso a piso é de 4,10 metros, sendo o pé-direito livre de 2,75 metros. Ainda está previsto um vão mínimo de aproximadamente 55 centímetros acima da altura do forro e piso elevado com altura livre de 15 centímetros.

O imóvel Cyrela Commercial Properties está situado a cerca de:
200 m da Av. Marginal Pinheiros;
500 m da estação de trem Vila Olímpia;
da Linha 9 – Esmeralda da CPTM;
2.800 m do Shopping Market Place;
2.800 m do Shopping Morumbi;
6,3 km do Aeroporto de Congonhas;
13 km do centro de São Paulo;
37 km do Aeroporto Internacional de
Cumbica (Guarulhos).

RI: sh-contato-fundoimobiliario@btgpactual.com

236 comentários sobre “THRA11B – BM Cyrela Thera Corporate

      • Alguém tem uma expectativa mais embasada sobre o início dos rendimentos.
        Vi há algum tempo uma avaliação de que neste mês se encerrariam os pagamentos de valores pendentes e que haveria possibilidade de início de pagamento a partir de fevereiro.
        Estou otimista ? (meu medo é que continue sempre para “o mês que vem”….

        Curtir

      • Serrano,
        Eu tinha calculado entre Jan e fev. Depois revisei para maio. Existe um debito no caixa e as receits estão amortizando o saldo negativo. Da uma passeada pelos posts anteriores.

        Curtir

    • Marcelo E,

      você observou esse comentário do relatório de outubro de 2016:

      “A administradora informa que, considerando a projeção atual de despesas e receitas do fundo, e levando-se em conta as condições e os valores estabelecidos nos contratos de locação firmados, não há perspectiva de ocorrer distribuição de rendimentos aos cotistas do fundo no segundo semestre de 2016, podendo alterar no 1º semestre de 2017, assim que o prejuízo acumulado for compensado onde o saldo com base em Out/16 é de R$ 1.480.957,50. A administradora comunicará aos cotistas e ao mercado, caso receba informações que alterem este cenário.”

      Acho que com essa informação, sua profecia de novembro não será realizada. Tem alguma perspectiva de melhoras nas receitas?

      Arrisco a dizer que distribuição de rendimentos será só para segundo trimestre de 2017.

      Curtido por 1 pessoa

      • Analisando o Informe Mensal de 15/12, da para observar que a diferença do Passivo e as Disponibilidades da um total de R$-1.072.369,72.

        Ou seja, ainda vai levar um tempo para zerar essa diferença.

        Observei que tem um valor de R$ 7.327.061,41 em Valores a Receber, sabe me explicar o que é isso?

        Curtir

      • Oseias_FA, tudo pode acontecer. Comi o pão que o diabo amassou com THRA e acreditei no meu investimento. Tenho uma posição média neste FII. Não estou preocupado com o rendimento neste momento, mas não dou de ombros.

        Eu vi e revi este paragrafo varias vezes e fiz conta de padaria outra X. Até abri o saco de pão para fazer as contas. Considerando apenas receitas operacionais, e considerando receitas e despesas de outubro, lá para abril quitamos os débitos. Maio deve começar alguma distribuição e inicia uma nova receita.

        Se considerarmos receitas financeiras acho que quitamos antes os débitos.

        Mas nada podemos afirmar com certeza.

        Aguentamos até agora, vamos em frente

        Curtir

      • Verdade Tetz. POtavio não vai gostar.

        Quanto aos valores a receber, não tenho certeza, mas li em algum lugar que este valor considera o valor concedido a titulo de carência. Não entendo o motivo de constar este valor como valores a receber.

        Se alguém puder esclarecer isso para nós seria muito legal.

        Curtir

  1. Meus cálculos estão se confirmando conforme post do dia 8/11

    OUTRA X

    COMUNICADO AO MERCADO
    A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES
    MOBILIÁRIOS, com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Praia
    de Botafogo, nº 501 – 5º andar parte, na qualidade de administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO
    IMOBILIÁRIO – FII CYRELA THERA CORPORATE (“Fundo”), informa a seus cotistas e ao
    mercado, na presente data, que não haverá distribuição dos rendimentos, referente ao
    mês de Novembro de 2016.

    Aguenta firme POTAVIO.

    Segundo minhas contas no post do dia 8 jan ou fev esta ai.

    Curtido por 2 pessoas

  2. DEU RUIM …
    Mas um mês sem rendimento :((

    FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CYRELA THERA CORPORATE
    CNPJ/MF nº 13.966.653/0001-71 – Código CVM:201-1
    COMUNICADO AO MERCADO
    A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES
    MOBILIÁRIOS, com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Praia
    de Botafogo, nº 501 – 5º andar parte, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 59.281.253/0001-23
    (“Administradora”), na qualidade de administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO
    IMOBILIÁRIO – FII CYRELA THERA CORPORATE (“Fundo”), informa a seus cotistas e ao
    mercado, na presente data, que não haverá distribuição dos rendimentos, referente ao
    mês de Outubro de 2016.
    São Paulo, 08 de Novembro de 2016.

    Curtido por 2 pessoas

  3. COMUNICADO AO MERCADO

    BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM (“Administradora”), na qualidade de Administradora do FUNDO DE
    INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CYRELA THERA CORPORATE (“Fundo”), serve-se da presente para comunicar aos cotistas do Fundo e ao mercado em geral o resultado da consulta formal realizada por esta Administradora à Gerência de Acompanhamento de Fundos Estruturados – GIE da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) acerca da possibilidade do Fundo arcar com as despesas de um laudo de avaliação não obrigatório.
    Referida consulta foi realizada em razão da solicitação dos cotistas presentes na Assembleia Geral Extraordinária de Cotistas do Fundo realizada em 31/05/2016 para que a Administradora contratasse um novo laudo de avaliação, custeado pelo Fundo, que serviria de parâmetro para avaliação de uma proposta de alienação do ativo integrante do patrimônio do Fundo. Por não ser um laudo obrigatório, a Administradora informou aos cotistas à época que não poderia contratá-lo às expensas do Fundo, pois tal custo não se configurava como um dos encargos previstos na Instrução CVM 472 de 31 de outubro de 2008, conforme alterada.
    Ainda assim, os cotistas então presentes solicitaram à Administradora a confirmação de tal entendimento junto à CVM, o que foi por esta atendido.

    Curtido por 1 pessoa

    • A alienação de referido ativo imobiliário já foi reprovada pelos cotistas do Fundo, mas a consulta permaneceu sendo avaliada pela CVM, a pedido da Administradora, para que embasasse eventuais casos futuros semelhantes a este.
      A conclusão da CVM foi a seguinte:
      “À propósito, informamos o entendimento de que o artigo 47 da Instrução CVM nº 472/08 não atribui à Assembleia de Cotistas a competência para deliberar acerca de encargos adicionais ao rol presente nos incisos do mencionado artigo, que têm caráter exaustivo, de forma que o pedido dos cotistas do Fundo, se atendido, deverá correr às expensas do administrador ou dos próprios cotistas, se assim desejarem.”
      Permanecemos à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos adicionais que se façam necessários.

      Curtido por 1 pessoa

  4. COMUNICADO AO MERCADO
    A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES
    MOBILIÁRIOS, com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Praia
    de Botafogo, nº 501 – 5º andar parte, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 59.281.253/0001-23
    (“Administradora”), na qualidade de administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO
    IMOBILIÁRIO – FII CYRELA THERA CORPORATE (“Fundo”), informa a seus cotistas e ao
    mercado, na presente data, que não haverá distribuição dos rendimentos, referente ao
    mês de Setembro de 2016.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Trecho da proposta de adequação do regulamento à ICVM 571:

    “DA REMUNERAÇÃO DA ADMINISTRADORA
    Art. 27 – A ADMINISTRADORA receberá por seus serviços uma taxa de administração 0,20% (vinte décimos por cento) à razão de 1/12 avos, calculada sobre o valor contábil do patrimônio líquido do FUNDO, nos demais casos e que deverá ser pago diretamente a ADMINISTRADORA, observado o valor mínimo mensal de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), atualizado anualmente pela variação do IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado), apurado e divulgado pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, a partir do mês subsequente à data de autorização para funcionamento do FUNDO; e (b) valor variável referente aos serviços de escrituração das cotas do FUNDO, incluído na remuneração da ADMINISTRADORA e a ser pago a terceiros, nos termos do artigo 17, § 1º deste Regulamento, cujo montante mensal será calculado com base na tabela de referência constante do Anexo 1 deste regulamento, aplicada pelo prestador de serviço.
    § 1º – A taxa de administração será calculada mensalmente por período vencido, e quitada até o 5º (quinto) dia útil do mês subsequente ao mês em que os serviços forem prestados.
    § 2º- O valor integrante da taxa de administração correspondente à escrituração das cotas do FUNDO descrito na letra (b) do caput da presente, poderá variar em função da movimentação de cotas e quantidade de cotistas que o FUNDO tiver, sendo que nesta hipótese, o valor da taxa de administração será majorado em imediata e igual proporção à variação comprovada da taxa de escrituração.”

    Curtido por 2 pessoas

      • Não foi dessa vez!

        COMUNICADO AO MERCADO

        A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS, na qualidade de administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII CYRELA THERA CORPORATE (“Fundo”), informa a seus cotistas e ao mercado, na presente data, que não haverá distribuição dos rendimentos, referente ao
        mês de Agosto de 2016.
        São Paulo, 08 de Setembro de 2016.

        Curtir

    • Comentei outro dia. Não deviamos contar com essa renda.

      Entendo que o primeiro aluguel começaria a ser pago em set, ref agosto. Mas tem contas a quitar. Uma delas é o premio da locaçao. Se não me falha a memória, ficou para o final da carência, ou estou enganado.

      Curtir

    • Galera, prestem atenção no relatório.

      Ele diz: Expectativa Futura de Receita com Aluguel/Cotai,ii
      Receita a partir de setembro.
      Notas:
      i A expectativa futura de receita com aluguel contida no gráfico acima é uma estimativa baseada nas atuais condições e não representa qualquer garantia de receita futura, estando sujeita, portanto, às condições de mercado.
      ii A expectativa não contempla desembolsos com intermediação e reajuste anual, representando o valor que o Fundo receberá de aluguel sem que sejam refletidas quaisquer despesas, ou seja, não se trata de uma expectativa de rendimento.

      Concluo que:
      Entrou a primeira receita em setembro e foi tudo embora para pagar a corretagem, se é que é 1 aluguel.
      No mês que vem, se sobrar algo, podemos sentir um cheirinho do din din. Até lá, vamos aliviando o coração pois o pior já passou.

      Abs

      Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s