RBRD11 – RB Capital Renda II

O fundo é administrado pela Votorantim Asset DTVM, em condomínio fechado e com prazo de duração indeterminado.

O objetivo de investimento do FII são prédios comerciais, construídos sob medida para seus locatários ( Build-to-Suit ), normalmente locados para grandes empresa nacionais e multinacionais.

Trata-se portanto de um FII de Tijolo – Imóveis Comerciais – Logístico, segundo a classificação do Ranking dos FIIs.

rbrd11

Atualmente o patrimônio do fundo é representado por 4 prédios, sendo 2 no RJ (Rio de Janeiro e São Gonçalo), 1 em RN (Natal) e 1 em MG(Uberlândia), com contratos de locação de longo prazo 2024/25 e locado para 3 inquilinos:

Ambev: Centro de Distribuição MG: 8.362 m²

Ampla: Centro Corporativo RJ: 10.219 m²

Lojas Leader: Mega lojas RJ: 3.308 m² / RN: 3.683 m²

O diferencial aqui é o pagamento anual de um dos inquilinos, Ampla, pago em Outubro e distribuído aos Cotistas em Novembro, o que eleva a média mensal de rendimentos deste FII.

RBRD11_c

Sobre as multas rescisórias:
1 – Ampla (aluguel pago com periodicidade anual): valor correspondente a 18 (dezoito) vezes o aluguel vigente à época da rescisão, subtraídos os aluguéis anteriormente pagos;
2 – Leader (lojas Campo Grande e Natal):  valor correspondente ao resultado da multiplicação do número de meses remanescente para o término do Contrato, pelo valor do aluguel em vigor à época da ocorrência do fato, corrigido monetariamente.
3 – Ambev: valor correspondente ao resultado da multiplicação do período remanescente para o término do Contrato de Locação Atípica, pelo valor do aluguel em vigor à época da ocorrência do fato, corrigido monetariamente.

60% dos aluguéis vem da Leader (varejo)
30% da Ampla (escritórios)
10% da Ambev (logístico)

Imóveis % em relação às receitas do FII

Ambev 10,31%
RODOVIA AYRTON SENNA - UBERLÂNDIA - MG 
Área (m2): 6.884,00 
Nº de unidades ou lojas: 1

Ampla 29,42%
RUA DR. NILO PEÇANHA Nº 564, BAIRRO SÃO MIGUEL - SÃO GONÇALO – RJ 
Área (m2): 12.510,75 
Nº de unidades ou lojas: 1
 
Leader Catete  34,68%
RUA DO CATETE N° 194 E 196, ESQUINA COM RUA CORREA DUTRA - RIO DE JANEIRO – RJ 
Área (m2): 3.844,99 
Nº de unidades ou lojas: 1

Leader Natal 25,59%
RUA JOÃO PESSOA, 86 - NATAL – RN 
Área (m2): 3.682,78 
Nº de unidades ou lojas: 1

Taxas:
Administração: 0,17%a.a. sobre patrimônio liquido do fundo.
Escrituração e gestão já incluídas na taxa de administração.
Consultoria:
0,10%a.a. sobre patrimônio liquido.

RI: vwmprodutosestruturados@votorantimwm.com.br

Tutor do FII: AHChaves

Anúncios

625 comentários sobre “RBRD11 – RB Capital Renda II

  1. Limando o Fii da carteira aqui. Vejo como uma bomba relógio. Leader em RJ e Ampla que nao sai do vermelho. Ainda vou conseguir um lucro de 20% no valor das cotas mais os rendimentos recebidos, acho que foi um negocio ruim. Nao calculei tudo, mas devo ter recebido na média uns 13%a.a. contando tudo. Qualquer renda fixa sem riscos teria me dado esse retorno. Estou revendo essa questao de Fii na carteira e estou procurando pontos de saída. Alguns poucos ganharam significativamente acima da renda fixa a ponto de compensar o risco.

    Curtido por 1 pessoa

    • 13% a.a. na RF, atualmente, eu acho complicado … mas eu entendo perfeitamente seu raciocinio. Eu penso o mesmo. Um risco de FII nÃo compensa a tranquilidade de uma RF, ainda que a RF paga até um pouco menos … Nos FII, somos sócios do recebimento de aluguel; ponto. EM alguns casos, somos sócios também do empreendimento/negócio imobiliário, mas os FII com gestão ativa são poucos. Até porque, no modelo atual dos FIIs, o esforço maior de gestão não é desenvolver novos negócios, é encontrar inquilino para negócios (leia-se imóveis) existentes e pregá-lo em um contrato de longo prazo com reajuste pelo IGP ou IPCA. Ainda estamos aprendendo a caminhar. E ainda, tem a Receita federal que os trata ocmo imóveis fossem, até nos obrigando a declarar em formulário separado… ridículo! Apesar de tudo …eu tenho reparado que o FII está significativamnte diminuindo minha volatilidade, e servindo prar comprovação de renda perante credores, coisa que os div de ação não conseguiam. Eu sou investidor. Melhor doq ue entrar em um financiamento para comprar um imóvel em planta, esperar, etc… p/ depois alugar. Um FII supera, pelo menos umas 3x, um aluguel de um im;ovel. Se esse é o seu perfil de investimento – fique.

      Curtir

    • Abrahão, concordo com você em parte, por outro lado a Ampla por ser uma concessionária, mesmo no vermelho, não tería como “fechar as portas” numa decisão empresarial. Já a Leader, muito foi discutido sobre a situação complicada em que se encontra, mas seus aluguéis e multa gorda estão amparados por uma Garantia, não?

      Curtir

      • mas vc vai ficar num fundo por causa de uma garantia? Voce ja precisou de um seguro de valor alto? Enfim, cada um com seus criterios. Eu limei. Nao quero ser dono de mais vacancia e se for, que seja vacancia de pequenos espaços que podem ter uma adversidade grande de inquilinos.

        Curtido por 1 pessoa

      • Certo Abrahão, longe de ser o ideal ficar por causa da garantia. Só fico porque acho que a relação risco x retorno ainda está valendo a pena….de qq forma, tenho umas ordens de venda lá em cima….e nesse mês do ano a coisa sempre flutua muito.

        Curtir

      • @FElipe … AMpla e Leader ? Tem certeza ? Até onde sei .. essa é a composição desse Fundo que é categorizado tomo VAREJO: Fundo possui quatro imóveis (Uberlândia – MG, São Gonçalo – RJ, Rio de Janeiro – RJ, Natal – RN). Sendo que 2 Megalojas (61% do rendimento) 1 corporativo (29% do rendimento) e 1 logístico (10% do rendimento), todos construidos e locados na modalidade built-to-suit. Um dos imóveis do fundo tem pagamento de aluguel anual. Vacância 0% (01/17).

        Curtir

    • Já foi falado 500X aqui
      Se amanhã essas empresas quebrarem e saírem o seguro cobre todos os alugueis e ainda de sobra temos os imóveis
      Na verdade seria até um ótimo lucro receber anos de aluguel em um ano só

      Curtir

      • Eu fiz as contas … Dividindo o rendimento anual extraordin;ario desse aluguel anual em 12 parcelas, e incorporando-o ao rendimento mensal normal, ao invés de distribir uns 0,5-0,6% a.m. (ou, uns R$ 0,50/mês/cota) teríamos uns 0,8-0,9% ([R$ 2,9 – 0,5] / 12 + 0,5 = R$0,70/mês/cota) qdo considerado a inclusão do anula no pagto mensal. E, deve-se ser levado em conta que o aluguel é reajustado pelo IPCA, ou outro índice, o que torna os proventos anuais… crescentes a cada ano (em 2013 … pagou cerca de R$2,50/cota no mês gordo e em 2019 quase R$3,00/cota = + 20% !!!). Não é ruim, não! Agora … tem que ter … paciência porque de um mês desses gordo por ano a outro no ano seguinte, muito pode acontecer… Mas foi essa continha que m elevou a querer entrar no fundo, pois eu busco fundos que rendam preferencialmente entre 0,8-1,0% a.m. , independete do preço (de preferencia, com valor de mercado abixo do pico hist;orico e pouco acima do valor de lan;camento – o que não é o caso desse fundo que está no topo, mas que … os quase 1% a.m, nesses patamares elevados, é tentador!) Se cair nos n;iveis de 2016, mantidos os fundamentos … sou comprador!!!

        Curtir

  2. Data da informação 31/07/2018
    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento) 31/07/2018
    Data do pagamento 14/08/2018
    Valor do provento por cota (R$) 0,5112
    Período de referência julho
    Ano 2018
    Rendimento isento de IR* Sim

    Curtido por 3 pessoas

  3. Justiça aprova plano de recuperação extrajudicial da Leader
    by Lauro Jardim

    A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio homologou hoje nesta quarta-feira, o plano de recuperação extrajudicial das Lojas Leader.

    O plano obteve a adesão de 227 dos 347 credores. Isso representa 72% do valor da dívida de R$ 222 milhões. Para a Justiça, o fechamento da rede de lojas de departamentos, além do prejuízo fiscal, atingiria milhares de funcionários contratados.

    Curtir

    • Em janeiro, 3ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro havia rejeitado o mesmo plano de recuperação extrajudicial. Àquela altura, a justificativa era de que não havia segurança de que o plano fora assinado por três quintos dos credores, como manda a lei.

      A Leader tem hoje 128 lojas espalhadas por dez estados: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Pernambuco, Sergipe e São Paulo.

      Em 2016, o BTG vendeu ao advogado Fabio Carvalho a encrencada Leader pelo valor simbólico de R$ 1.

      Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s