EURO11 – Europar

Seu objetivo foi a aquisição de imóveis comerciais e industrias de alto padrão para locação; o fundo é administrado pela Coin, em regime de condomínio fechado, com prazo indeterminado de duração.

EURO11

Trata-se portanto de um FII de Tijolo, segundo a classificação do Ranking dos FIIs.

Constituído por 3 imóveis (Centro de Distribuição Anhanguera, Torre de Teste de Elevadores e o Centro de Distribuição Rio de Janeiro ), sendo dois deles em São Paulo e um no Rio de Janeiro, totalizando 33.269 m².

O patrimônio do EUROPAR está composto 1 Torre de Teste de Elevadores e por 5 galpões logísticos, sendo 3 em São Paulo e 2 do Rio de
Janeiro.

O Centro de Distribuição Anhanguera subdivide-se em galpões ( CDA1,CDA2,CDA3).

Estão locados para 8 grandes empresas, com contratos e vencimentos variados, todos com correção pela inflação.

Total de quotas integralizadas : 355.000 quotas

Taxas:
Administração: 2,0% do rendimento liquido do fundo (mínimo R$ 18.300,00 mensais corrigido pelo IGPM-FGV).
Gestão: incluída na taxa de administração.

RI: Coin

Anúncios

44 comentários sobre “EURO11 – Europar

  1. Aumento de 150% na Taxa de Administração. E a COIN recomenda a aprovação deste item sem se declarar em conflito de interesse.

    A taxa atual de administração é de 2% sobre receita líquida; Aparece no meio dos parágrafos uma tentativa de alteração para 5%, que equivale a um aumento de 150% em receitas auferidas pela administradora.

    Me decepciona fortemente uma tentativa de aumento desta ordem sem justificativa e, pior, sem que a própria administradora apresente qualquer argumento nem se declare em conflito de interesses quanto a abertamente recomendar a aprovação do parágrafo.

    A Coin considera os atuais aproximadamente 500.000 Reais/ano insuficientes por seus serviços, 500K que já tendem a ser majorados em 50% apenas pelos novas receitas previstas no relatório gerencial distribuido em jan/17. Assim, sobre os 750k/ano eles gostariam de estar autorizados a receber aprox 1,9 milhões/ano por administrar o EURO11.

    Lamentável postura ética de sobre um valor majorado ainda pretenderem um aumento de suas taxas em 150%, de forma dissimulada.

    Com a palavra os quotistas deste Fundo, principalmente a Hedging Griffo com grande participação.

    Curtir

      • Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento) 30/09/2016
        Data do pagamento 19/10/2016
        Valor do provento por cota R$ 1,20
        Período de referência Setembro/2016

        Curtir

    • Esta ai a prova cabal do que uma ma gestora (a antiga, nao a atual Coin Valores) pode fazer com o patrimonio do fundo / cotistas … Anos de abandono nos imoveis causou essa necessidade extra de investimento que deve ser obrigatoriamente feita com emissao de cotas …

      R$10MM significa aproximadamente 55 mil cotas adicionais, ou uma diluicao de ~15% dos acionistas atuais… Ou seja, dificilmente esse adicional va gerar rendimento extra, e simplesmente para manter o mesmo patamar de alugueis. .. Ou seja, repartir o mesmo bolo por mais cotas … Esses 15% de diluicao representa ~R$1.7 por cota por ano ou R$0.15/cota por mes a menos para cada cotista em funcao dessa ma gestao…

      Abs

      São Paulo, 13 de janeiro de 2017
      Fundo de Investimento Imobiliário Europar

      Proposta da Administração para Assembleia Geral Extraordinária de Quotistas
      Coinvalores Corretora de Câmbio e Valores Mobiliários Ltda.
      ”), na qualidade de instituição administradora do Fundo de Inv
      Fundo”), vem apresentar sua manifestação acerca das matérias
      constantes da Ordem do Dia da assembleia geral extraordinária de quotistas do Fundo, a ser
      de 2017, às 10:00 horas no Hotel Quality Faria Lima
      de São Paulo, na Rua Diogo Moreira, nº 247 – Sala Eldorado, Pinheiros, CEP
      Assembleia Geral de 31/01”), conforme edital (“Edital”) d
      Convocação”), na forma da Instrução da Comissão de Valores
      472/08:
      a realização da 2ª (segunda) emissão de quotas do Fundo (“2ª Emissão
      R$ 10.000.108,80 (dez milhões, cento e oito reais e oitenta centavos), a serem
      objeto de oferta pública com esforços restritos de colocação, nos termos da Instrução da
      Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 476/09 (“Oferta Restrita”), bem como os seus
      principais termos e condições;
      contratação e remuneração dos prestadores de serviço da Oferta Restrita,
      ) abaixo;
      Manifestação da Administradora:
      O Centro de Distribuição de propriedade do Fundo, localizado na Rodovia Anhanguera, km 17
      ”) foi construído há aproximadamente 19 (dezenove) anos, desta forma,
      tanto o desgaste natural como a obsolescência em relação aos novos empreendimentos
      concorrentes, justificam a necessidade de realização de obras. Por este motivo, no segundo
      Administradora, na qualidade de instituição administradora do Fundo,
      contratou a Cushman & Wakefield para realização de due diligence no CD Anhanguera, cujos
      principais termos serão apresentados pelos representantes da Cushman & Wakefield
      de 31/01.
      de janeiro de 2017
      Proposta da Administração para Assembleia Geral Extraordinária de Quotistas
      Coinvalores Corretora de Câmbio e Valores Mobiliários Ltda.
      Fundo de Investimento
      ”), vem apresentar sua manifestação acerca das matérias
      otistas do Fundo, a ser
      no Hotel Quality Faria Lima, localizado na
      Sala Eldorado, Pinheiros, CEP
      ”) de convocação
      na forma da Instrução da Comissão de Valores
      2ª Emissão”), no valor
      R$ 10.000.108,80 (dez milhões, cento e oito reais e oitenta centavos), a serem
      objeto de oferta pública com esforços restritos de colocação, nos termos da Instrução da
      ”), bem como os seus
      rviço da Oferta Restrita,
      localizado na Rodovia Anhanguera, km 17
      ”) foi construído há aproximadamente 19 (dezenove) anos, desta forma,
      tanto o desgaste natural como a obsolescência em relação aos novos empreendimentos
      concorrentes, justificam a necessidade de realização de obras. Por este motivo, no segundo
      , na qualidade de instituição administradora do Fundo,
      no CD Anhanguera, cujos
      principais termos serão apresentados pelos representantes da Cushman & Wakefield por O estudo realizado indicou a necessidade de realização de obras emergenciais, quais sejam:
      (i) intervenção em muros que circundam o empreendimento, sendo que em um desses muros
      houve um desabamento parcial, neste caso, o loc
      entorno foi isolada para evitar acidentes; e (ii)
      muro de arrimo, o qual, segundo avaliação técnica de empresa especializada
      comprometido.

      Quanto às benfeitorias identificadas no estudo, podemos classifica
      designadas, (i) obras para atendimento à legislação e normas vigentes, dentre as quais
      destacamos as obras de acessibilidade; (ii) obras de manutenção preventiva e corretiva
      necessárias para a preservação do patrimônio do Fundo, dentre as quais destacamos as obras
      nos sistema de drenagem; e (iii) itens considerados ideais e de boas práticas de mercado,
      visando a valorização do empreendimento e atendimento às demandas dos usu
      por exemplo, construção de área de apoio ao caminhoneiros, refeitório, portaria blindada,
      dentre outras.

      A Administradora desde já informa aos Quotistas que, sem desconsiderar a importância das
      demais benfeitorias, a execução das obras emerge
      R$4.000.000,00 (quatro milhões de reais), é absolutamente indispensável

      Destacamos, por fim, que caso não sejam captados os recursos objeto da 2ª Emissão em
      montante suficiente para execução ao menos das obras emergenciai
      prejuízos significativos, incluindo, sem limitação, em decorrência danos materiais ao CD
      Anhanguera, pagamento de indenização por perdas e danos eventualmente causados a
      proprietários de imóveis e locatários, entre outros.

      A Administradora não será responsável por quaisquer destas perdas, as quais deverão ser
      arcadas integralmente pelo Fundo.

      Curtir

  2. FII EUROPAR (EURO) Relatorio Gerencial – 10/06/2016

    Processo de Locação e Desocupação
    Em 01 de abril a administradora publicou um Fato Relevante noticiando a decisão de uma das empresas locatárias, ocupante do galpão 1 – Módulos II e III com 11.401,96m² de áreas no Centro de Distribuição Anhanguera – CDA, em rescindir antecipadamente e parcialmente contrato de locação firmado em 10 de junho de 2014 por meio da devolução apenas do módulo II correspondente a 4.276,86m² de área, cuja devolução estava prevista para 30 de abril de 2016.

    Ocorre que tal devolução não se concretizou tendo em vista que a empresa informou que pretende reverter sua decisão, no entanto, para viabilizar sua permanência no imóvel a empresa apresentou uma proposta que está em fase de negociação. Assim, a devolução do imóvel encontra-se suspensa até 30 de junho de 2016.

    Curtido por 2 pessoas

  3. FII EUROPAR (EURO) – Relatorio Abril/16

    Ocupação
    Em Abril: 83,96 % de ocupação.

    Desocupação
    Imóvel Local Área Data de devolução/ Disponível Tx de vacância
    Galpão I (módulo II) CDA 4.276,86 Disponível 11,88%
    Galpão III CDA 1.496,50 Disponível 4,16%
    Área Total para locação 5.773,36 16,04%

    Em 17 de março de 2015 a administradora divulgou fato relevante noticiando a ocorrência de incêndio num dos galpões do Centro de Distribuição Anhanguera–CDA, localizado na Rodovia Anhanguera, KM-17,5. O imóvel atingido foi o galpão menor com área de 1.496,50m², representando 6,11% da área total para locação do CDA, ocupado pela empresa Intec TI Logistica Ltda.

    A obra de reconstrução está concluída restando pendente apenas a instalação de alguns acessórios que deve ser concluída até o final do mês de maio. Informamos que
    o imóvel já está em processo de comercialização.

    Curtir

      • também típicos a do elevador só que tinha alguma coisa no passado, mas não está valendo mais não… consumiram muito caixa do FII com várias reformas no passado e é um ativo que praticamente só atenderia essa empresa

        Curtido por 1 pessoa

      • até onde vai minha memória sim, então essa torre é algo que ao mesmo tempo torna o FII diferenciado e dá trabalho. No passado deixaram “solto” e ela consumiu muita renda em reformas, tipo teve até assembleia pra frear os gastos ali porque se colocasse na balança o que receia de renda e o que se gastava não valia muito a pena. Depois disso parou, mas ta aí um belo desafio para você que está tomando gosto pelo contato com o RI, perguntar do histórico, da situação atual e de planos do que fazer no futuro com essa torre rs

        Curtido por 1 pessoa

      • blz. dps me passa uma lista atualizada dos Ris dos segintes fiis que estou estudando

        abcp11
        agcx11
        almi11b
        bbpo11
        bbrc
        bcff
        bcri
        edfo
        euro
        edga
        fcfl
        fexc
        hglg
        hgre
        hgbs
        rbrd
        vrta
        knri
        cxri fiip mxrf pqdp shph tbof xted xpga xpcm

        OBG DE NADA

        Curtir

  4. Xiii caiu bem… será que é despesas não recorrente? ou então atraso? hummmm foi só elogiar hoje poutz

    FII EUROPAR (EURO) – DISTRIBUICAO DE RENDIMENTO

    Data-base: 31/03/2016
    Data para pagamento: 19/04/2016
    Valor distribuido por cota: R$ 0,90
    Periodo de referencia: Marco/2016

    Norma: a partir de 01/04/2016 cotas ex-rendimento.

    Curtir

    • apareceu o motivo da queda…

      FII EUROPAR (EURO) – FATO RELEVANTE
      (CNPJMF no 05.437.916/0001-27)

      COINVALORES, na qualidade de Administradora do FII EUROPAR (EURO11), registrado na CVM sob no88-4, comunica, que recebeu comunicacao formal de empresa locataria de 11.401,96m2 de areas correspondente aos modulos II e III do galpao 1 localizados no Centro de Distribuicao Anhanguera – CDA, informando sua decisao de rescindir antecipadamente e parcialmente o contrato de locacao firmado em 10/06/2014 por meio da devolucao do modulo II do galpao 1 correspondente a 4.276,86m2, cuja devolucao esta prevista para 30/04/2016. Considerando todos os imoveis que integram a carteira do Fundo, a area devolvida representa 11,88% da ABL.

      O contrato de locacao estabelece multa de 3 (tres) alugueres em caso rescisao antecipada do contrato, calculada proporcionalmente ao prazo a decorrer da locacao, tomando como base a data da efetiva devolucao do imovel.

      Tendo em vista que a locataria permanecera com a locacao do Modulo III do Galpao 1 com area de 7.125.10m2, a multa rescisoria sera cobrada proporcionalmente a area devolvida.

      Sao Paulo, 01de abril de 2016.

      Curtir

    • Só reforçando… fiz contato com o RI que respondeu prontamente; vão tentar melhorar os informes e relatórios para apresentar a informação de uma maneira mais amigável ao cotista que não tem tanta intimidade com a parte contábil. Gostei, vamos esperar! 🙂

      Curtir

    • EURO

      Março/16

      Ocupação
      Em Março: 100 % de ocupação.

      Desocupação
      Em 01 de abril a administradora publicou um Fato Relevante noticiando a decisão de uma das empresas locatárias, ocupante do galpão 1 – Módulos II e III com 11.401,96m² de áreas do Centro de Distribuição Anhanguera – CDA, em rescindir antecipadamente e parcialmente contrato de locação firmado em 10/06/2014 por meio da devolução apenas do módulo II correspondente a 4.276,86m² de área cuja devolução está prevista para 30/04/2016.

      Curtir

  5. “Conjuntura Econômica e Perspectiva do Administrador para o semestre seguinte:

    O inventário existente dos galpões logísticos classe A no Estado de São Paulo encerrou o 2° semestre de 2015 com 6.658.610 milhões de m² de áreas.

    Comparando o início e final do semestre, houve um aumento de 215 mil m² de inventário existente. Apesar do aumento no inventário existente, a taxa de vacância permaneceu estável em 21% ao final do semestre se comparado ao início do semestre/2015, isto porque, houve absorção de 166.348m² de áreas.

    Em se tratando de aumento de inventário futuro, existe atualmente 939mil m² de áreas em galpões em processo de construção, no entanto, a entrega efetiva destes galpões bem como a data prevista para conclusão das obras dependerá de vários fatores internos e externos, dentre os quais, pode-se destacar no âmbito externo o cenário macroeconômico atual.

    O setor imobiliário vem sendo fortemente impactado pela retração econômica Brasileira. Tal retração está atingindo de forma significativa as empresas do ramo de logística, ramo no qual, os ativos do Fundo estão inseridos.

    Apesar dos imóveis estarem com 96% ocupação, já estamos considerando neste percentual a disponibilidade do galpão 3 sinistrado cuja construção deverá ser finalizada no mês de março/2016, fato é que o cenário incerto econômico e político para o próximo período têm se mostrado desafiador, no entanto, a região onde estão localizados os galpões do Rio e São Paulo, possuem localização privilegiada.

    No caso de São Paulo, o Centro de Distribuição Anhanguera – CDA está localizado em uma região que possui baixo inventário existente cuja localização fica antes do pedágio no KM 17 da Rodovia Anhanguera, já no Rio de Janeiro, os galpões estão próximos do aeroporto galeão localizados em uma das principais vias de mobilidade do Rio a Avenida Brasil. “

    Curtir

    • Reconstrução do Galpão 3

      Em 17 de março de 2015 a administradora divulgou fato relevante noticiando a ocorrência de incêndio num dos galpões do Centro de Distribuição Anhanguera–CDA, localizado na Rodovia Anhanguera, KM-17,5.

      O imóvel atingido foi o galpão menor com área de 1.496,50m², representando 6,11% da área total para locação do CDA, ocupado pela empresa Intec TI Logistica Ltda.

      O contrato de locação firmado com a Intec encontra-se suspenso desde o dia da ocorrência e assim permanecerá até a conclusão das obras de reconstrução do imóvel.

      As obras de reconstrução do imóvel encontram-se em andamento. A conclusão da obra estava prevista para 28/02/2016, o que não se confirmou, a expectativa é que a conclusão ocorra até o final de março.

      Cabe ressaltar que de acordo com Termo de Compromisso firmado pela Intec o prazo para conclusão foi estabelecido em 28/02/2016 podendo ser prorrogado por até 60 dias, após este prazo a Intec passa a pagar o aluguel do imóvel até a entrega definitiva.

      Curtido por 1 pessoa

    • Acordo de parcelamento do Aluguel:

      Em 21 de dezembro de 2015, a administradora publicou um Fato Relevante cujo teor reproduzimos abaixo:

      “Face a dificuldade momentânea enfrentada por uma das empresas locatária de imóvel de propriedade do Fundo, e com o objetivo de viabilizar a manutenção do contrato de locação, formalizamos um acordo para postergação de pagamento de parte do valor do aluguel devido no período de novembro de 2015 a abril de 2016 pelo qual a locatária pagará, no referido período, 20% do valor devido, sendo que a diferença correspondente aos 80% restantes será paga em 24 parcelas devidamente corrigidas pela taxa CDI-CETIP vencendo a primeira parcela em junho de 2016.”

      A redução do valor a receber no período acima mencionado representa um percentual de 23,34% da receita total do Fundo, e impactará a base para distribuição de rendimentos, conforme detalhado na planilha abaixo.

      De acordo o Ofício-Circular/CVM/SIN/SNC/Nº 01/2014, divulgado em 02 de maio de 2014 a base para distribuição de resultado prevista no art. 10º, parágrafo único, da Lei 8.668/93, é obtida por meio da identificação das receitas/despesas reconhecidas contabilmente no período de apuração e que foram efetivamente pagas e recebidas no mesmo período, ou seja, de acordo com o regime de caixa.

      Desta forma, os valores das parcelas recebidas a partir de junho de 2016 comporão a base de cálculo de rendimentos a distribuir no período de junho/2016 a maio/2018, tendo como beneficiários os cotistas com posição no último dia útil dos meses correspondentes a este mesmo período.

      Curtido por 1 pessoa

  6. Dos fundos que Coin cuida, ao que parece esse é o que está mais melhorzinho, com 100% de ocupação, apenas 4% dos contratos vencendo e o galpão que pegou fogo praticamente recuperado 🙂 Ainda tem um bônus de renda entrando no meio do ano, pelo término do desconto dado à um inquilino que estava em dificuldades (torcer pra ter se recuperado)

    EURO

    Fevereiro/16

    “1. Andamento das obras de Demolição e Reconstrução do galpão incendiado

    Em 17 de março de 2015 a administradora divulgou fato relevante noticiando a ocorrência de incêndio num dos galpões do Centro de Distribuição Anhanguera–CDA, localizado na Rodovia Anhanguera, KM-17,5.

    O imóvel atingido foi o galpão menor com área de 1.496,50m², representando 6,11% da área total para locação do CDA, ocupado pela empresa Intec TI Logistica Ltda.

    O contrato de locação firmado com a Intec encontra-se suspenso desde o dia da ocorrência e assim permanecerá até a conclusão das obras de reconstrução do imóvel.

    As obras de reconstrução do imóvel encontram-se em andamento. A conclusão da obra estava prevista para 28/02/2016, o que não se confirmou, a expectativa é que a conclusão ocorra até o final de março. Cabe ressaltar que de acordo com Termo de Compromisso firmado pela Intec o prazo para conclusão foi estabelecido em 28/02/2016 podendo ser prorrogado por até 60 dias, após este prazo a Intec passa a pagar o aluguel do imóvel até a entrega definitiva.

    2. Ocupação
    Em fevereiro: 100 % de ocupação.

    * Acordo de parcelamento de aluguel e outas avenças:

    Em 21 de dezembro de 2015, a administradora publicou um Fato Relevante cujo teor reproduzimos abaixo:

    Face a dificuldade momentânea enfrentada por uma das empresas locatária de imóvel de propriedade do Fundo, e com o objetivo de viabilizar a manutenção do contrato de locação, formalizamos um acordo para postergação de pagamento de parte do valor do aluguel devido no período de novembro de 2015 a abril de 2016 pelo qual a locatária pagará, no referido período, 20% do valor devido, sendo que a diferença correspondente aos 80% restantes será paga em 24 parcelas devidamente corrigidas pela taxa CDI-CETIP vencendo a primeira parcela em junho de 2016.

    A redução do valor a receber no período acima mencionado representa um percentual de 23,34% da receita total do Fundo, e impactará a base para distribuição de rendimentos, conforme detalhado na planilha abaixo.

    Cotista com posição em Pagamento em Redução na base de apuração de rendimento por cota
    dez/15 jan/16 -0,4158
    jan/16 fev/16 -0,4158
    fev/16 mar/16 -0,4158
    mar/16 abr/16 -0,4158
    abr/16 mai/16 -0,4158
    mai/16 jun/16 -0,4581”

    Curtir

    • ficou “bonitão” hein?? 🙂

      Abaixo reproduzimos o Relatório de Acompanhamento de Obras elaborado pela Colliers, empresa responsável pelo acompanhamento e auditoria da obra, demonstrando o estágio da obra em 04 de março de 2016.

      Curtir

    • interessante destacar os locatários e os % de distribuição dos vencimentos de contratos do FII; esse ano tá tranquilo, mas os próximos dois anos vem bem concetrado…

      e olhem o efeito na receita depois que acabar o desconto dado ao inquilino em dificuldades (esperar que se concretize):

      Curtir

  7. FII EUROPAR (EURO)

    DISTRIBUICAO DE RENDIMENTO

    Europar – FII

    Data Base: 29/01/2016
    Data do pagamento: 19/02/2016
    Valor do rendimento por cota: R$ 1,06
    Periodo de referencia: janeiro/2016

    Norma: a partir de 01/02/2016 cotas ex-rendimento.

    * Renda por Cota: 0,675% *

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s