UBSR11 – FII UBS (Br) Recebíveis Imobiliários

Ativos Alvo: CRI, LH, LCI e demais títulos e valores mobiliários que sejam ou venham a ser permitidos pela legislação ou regulamentação aplicável

Rentabilidade alvo do Fundo: IMA-B + 1,00% a.a., é importante destacar que a rentabilidade alvo não representa e nem deve ser considerada, sob qualquer hipótese, como promessa, garantia ou sugestão de rentabilidade ou isenção de risco para os cotistas

Critérios de elegibilidade e limites de concentração

Loan to Value (“LTV”) médio para aplicação em CRI: Até 70% (setenta por cento) de LTV médio da parcela da carteira do Fundo alocada em CRI, observado o LTV médio de até 80% (oitenta por cento) para créditos imobiliários de natureza residencial, até 70% (setenta por cento) para créditos imobiliários de natureza não residencial e até 60% (sessenta por cento) para demais empréstimos com garantia real imobiliária

Prazo médio remanescente para o lastro dos CRI: Entre 24 meses e 360 meses

Saldo devedor médio para o lastro dos CRI: Pelo menos R$ 20.000,00 (Vinte mil reais)

Limites de concentração

CRI: até 100% para CRI sênior, até 20% para CRI de qualquer classe subordinada e até 50% para créditos sem alienação fiduciária de bem imóvel, mas com outra garantia real imobiliária ou não e até 100% para créditos com alienação fiduciária de bem imóvel

LCI: até 100% para emissores com rating igual ou superior a A e até 30% para emissores com rating igual ou inferior a BBB ou sem classificação de risco e até 100% para ativos lastreados em créditos garantidos por alienação fiduciária

LH: até 100% para emissores com rating igual ou superior a A e até 30% para emissores com rating igual ou inferior a BBB ou sem classificação de risco

Outras informações:
Data de início (1º emissão) Out/2017
Mês de encerramento da 2º emissão Mai/2018
Prazo Indeterminado
Condomínio Fechado
Público alvo Investidores em geral
Número de cotas 715.780
Número de cotistas 869
Código B3 UBSR11

Taxas:
Administração: 0,20% aa /PL
Consultoria: 1,00% aa/ PL
Performance: Não há

Administrador: BRL Trust DTVM S/A
Consultores de Investimento: UBS Brasil Serviços de Assessoria Financeira Ltda e REC Gestão de Recursos S.A.
Rentabilidade Alvob: IMA-B + 1,00% a.a.
Patrimônio Líquido: R$ 68.520.185,98

Alocação dos ativos: Ao final do mês de setembro de 2018, o montante de CRIs representa 94.6% dos ativos detidos pelo Fundo. Um elevado percentual alocado no principal ativo-alvo buscado pelo Fundo tende a propiciar um maior retorno ao cotista, dado que os ativos selecionados presentam melhores retornos. Os rendimentos com origem em CRIs quando distribuídos aos cotistas do Fundo pessoas físicas são isentos do imposto de renda, sujeito a determinadas exigências legais.

Valores do ativo:
– CRIs: R$ 66.108.569,61
– Cotas de Fundos de Investimentos: R$ 3.616.654,01 (Itaú Top Ref)
– Outros ativos : R$ 134.476,12
– Total do ativo: R$ 69.859.699,74

Anúncios

191 comentários sobre “UBSR11 – FII UBS (Br) Recebíveis Imobiliários

  1. Esse gestor não deixa dinheiro parado no caixa. Duas semanas do anúncio de encerramento da emissão e já está tudo locado!

    A BRL TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., instituição financeira com sede na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua Iguatemi, nº 151, 19º andar (parte), Itaim Bibi, CEP 01451-011, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 13.486.793/0001-42 (“Administrador”), na qualidade de administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII UBS (BR) RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 28.152.272/0001-26 (“Fundo”), em cumprimento ao disposto no artigo 41, §1º da Instrução CVM nº 472 de 31 de outubro de 2008, conforme alterada, vem informar a ocorrência de FATO RELEVANTE, conforme segue:
    Tendo em vista os recursos captados com a Oferta Pública de Distribuição Primária da 3ª Emissão de Cotas do Fundo (“Oferta” e “3ª Emissão”, respectivamente), cujo anúncio de encerramento foi publicado no dia 07 de dezembro de 2018, informamos que, na presente data, a totalidade dos recursos líquidos captados com a 3ª Emissão, encontra-se investida nos seguintes CRIs:

    Helbor
    CDI + 3,00% a.a.
    R$ 19.412.446,00

    Tocantins
    IGPM + 10,00% a.a.
    R$ 28.201.153,00

    BRDU
    IGPM + 10,00% a.a.
    R$ 31.999.372,62

    CEGG
    CDI+ 4,00% a.a.
    R$ 5.000.000,00

    Curtido por 3 pessoas

  2. Olá!

    Já entrou na ‘conta’ cotas da subscrição desse fundo para alguém? Pelo que tinha lido, as negociações no mercado secundário começavam hoje (dia 11/12).
    Para mim, ainda aparece BRUBSRR18M15 nas minhas posições (em duas corretoras).
    É a minha primeira subscrição. Ainda não conheço direito o processo.

    Curtir

  3. Comunicado de Resultado Final de Alocação”) que (1) no âmbito do Direito de Preferência (conforme definido no Prospecto),
    foram subscritas e integralizadas, pelos atuais Cotistas do Fundo, 527.643 (quinhentas e vinte e sete mil, seiscentas e quarenta e três) Cotas da 3ª (Terceira) Emissão;
    e (2) serão subscritas e integralizadas pelos Investidores da Oferta (conforme definido no Prospecto) 312.357 (trezentas e doze mil, trezentas e cinquenta e sete)
    Cotas da 3ª (Terceira) Emissão, totalizando o montante total da Oferta de 840.000 (oitocentas e quarenta mil) Cotas da 3ª (Terceira) Emissão, equivalente a R$84.000.000,00
    (oitenta e quatro milhões de reais).
    Considerando que foi atingido o Montante Inicial da Oferta (conforme definido no Prospecto), a Oferta não foi cancelada e todos os Cotistas e Investidores da Oferta
    tiveram seus Pedidos de Subscrição ou suas ordens de investimento, conforme aplicável, acatadas, com exceção dos Investidores da Oferta que sejam Pessoas Vinculadas,
    os quais tiveram seus Pedidos de Subscrição ou ordens de investimentos cancelados, considerando que houve um excesso de demanda acima de 1/3 (um terço) da
    quantidade de Cotas inicialmente ofertada.
    Nos termos do artigo 14, § 2º, da Instrução CVM 400/03, o Montante Inicial da Oferta foi acrescido em 20% (vinte por cento), ou seja, em 140.000 (cento e quarenta mil)
    Cotas, correspondente a R$ 14.000.000,00 (quatorze milhões de reais) (“Cotas do Lote Adicional”).

    Curtir

    • Fator de proporção para subscrição no valor patamar de 0,97795411998 das cotas detidas, ou seja, quase a integralidade da posição (direito de preferência).
      No entanto, se lermos o cronograma da emissão, verifica-se que o período de distribuição pública das “sobras” ao mercado (14/11 a 30/11) ainda está aberto.
      Em outras palavras, se houver a opção de um não cotista subscrever cotas dessa emissão onde ele possui conta, creio que isso é indicativo de que houve rateio, confere?
      Sds.

      Curtido por 1 pessoa

      • Se por exemplo houverem 100 cotas, mas o período de preferência são exercidas por atuais cotistas 90 cotas

        então sobraram para o mercado (cotistas e não cotistas) as 10 e mais os lotes extra e complementares

        normalmente 10 e 15% da oferta original

        Curtido por 2 pessoas

      • UBSR é amanhã que começam as reservas das sobras. Mas que sobras? Até agora não divulgaram quantas cotas foram vendidas…. Meu broker vai reservar um bocado, mas ele entende que PODERÁ haver rateio na subscrição de sobras. A nova liquidação será 06 dez (a liquidação financeira das cotas preferenciais já ocorreu). Vamo qui vamo, subscrever a 100 contra 106 no secundário dá um bom spread/

        Curtir

      • Desculpem, a informação que eu havia passado de que os preferenciais haviam subscrito R$ 17 milhões era exatamente o contrário: 🙂 R$ 17 milhões era o que FALTAVA SUBSCREVER!
        Bom, agora saiu o anúncio do resultado e todas as propostas foram atendidas integralmente (com exceção das pessoas vinculadas), ninguém vai ficar no prejú 🙂
        Mais R$ 84 milhões no caixa do fundo (70 + 14 do lote adicional).

        Curtido por 1 pessoa

    • Bom dia pessoal.
      Mesmo sem ser cotista, a corretora permitiu que fizesse a reserva.
      Isso quer dizer posso ter a reserva totalmente ou parcialmente cancelada, baseado em quantas cotas os cotistas atuais subscreveram e quantas foram reservadas pelos não cotistas, é isso?
      Baseado nas informações dos amigos, devo conseguir exercer todas? Quando saberei, visto que devo disponibilizar a grana até o dia 5?

      Curtido por 1 pessoa

  4. e a concorrência se virando para explicar porque não distribuem a inflação… enquanto isso…

    Data-base (último dia de negociação “com” direito ao provento)
    08/11/2018
    Data do pagamento
    23/11/2018

    Valor do provento por cota (R$)
    1,7

    Período de referência
    Outubro

    Curtido por 3 pessoas

    • Pelo terceiro mês consecutivo, retornos excelentes (1,80, 1,50 e agora 1,70), não sei de onde sai tal renda, o fundo é novo.

      Lá embaixo Renato fala de R$ 4,84 sobre os 100 reais da subscrição.

      Não sei de onde ele retirou essa informação pois no prospecto final está registrado que a cota é de 100 reais (item 2.2) e que NÃO HAVERÁ taxa de ingresso (item 2.4).

      Quem pagar hoje R$ 103, 29 vai receber R4 1,70, portanto o preço real será de 101,50, ligeiramente acima do preço de subscrição, mas com 100% da renda em dezembro quanto quem subscrever receberá menos (pro rata).

      Acho um bom fundo para ter em carteira.

      Curtido por 1 pessoa

      • Conejo;

        A renda atual é explicada nestes dois trechos do Relatório Gerencial:

        “Em outubro, referente ao resultado do mês anterior, o Fundo distribuirá o montante de R$ 1.216.826, equivalente a R$ 1,70 por cota. Assim o Fundo distribuirá um valor adicional de R$ 557.899 em relação ao lucro apurado no regime de caixa, referente a lucros acumulados de períodos anteriores.

        Liquidação antecipada
        O CRI 1º/263, emitido pela Brazilian Securities, foi liquidado antecipadamente em Setembro. Suas cotas foram adquiridas em Mar/18 e Mai/18, com taxa de aquisição (12,50% a.a.) superior à taxa de emissão (11,50% a.a.). Isto proporcionou um rendimento ainda maior ao CRI, tendo como taxa final de retorno de 29,36% a.a.”

        Sds.

        Curtido por 4 pessoas

      • Encontrei alguém para pagar minhas contas, eu fiz exatamente isso. Vendi meus direitos, comprei o dobro a mercado, já vou receber 1,70, no próximo mês DY integral. No final 100 x 100. Mas como eu fiz uma troca de outro FII de papel por este, neste mês DY em dobro do mesmoo capital. Agora terei que cumprir uma promessa. Pegar este DY que receberei dos dois FII e comprar sobras de UBSR11, se houver. Esta jogada toda foi para balancear a minha carteira de papelada, pois estava muito exposto uma unica gestão.

        Curtir

  5. DIREITOS A SUBSCRIÇÃO
    Já está liberado na corretora o direito a subscrição desse Fundo. Paga-se R$4,84/cota. Como a cotação atual está em torno de R$104 … é correto dizer que estarei comprado uma cota subscrita pelo valor de R$108,84 ?!?!?!? Seria melhor, então … ir ao mercado e comprar mais barato no pregão, ora bolas!! Comentários …

    Curtir

    • ôpa … corrigindo: a oferta da cota é R$100 e não R$104. Portanto … o valor pago na subscrição será de R$104,84 |(o que seria também o preço atual negociado em pregão, ou seja … se eu tenho em carteira… abaixo desse preço eu não venderia; por isso é que o book de negócios está todo travado, liquidez baixinha-baixinha… ninguém querendo vender a baixo desse patamar ehehhe)

      Curtido por 1 pessoa

  6. Solicito pitacos outras opiniões a respeito de uma decisão de investimento (pessoal, e portanto intrasnferível mas que … nào deixa de me ). Estou querendo guilhotinar umas tantas MXRF11 para aportar nesse fundo (novo) UBSR11 que está s emostrnado muito mais dinâmico. POr favor… me contem mais um pouco da estória sobre o desempenho desses fundos de papel … que todos nós parecemos namorar no início mas que depois do casamento sacramentado, e a carteira recheiada deles, a vida parece se tornr um inferno … pela própria -digamos- maturação dos paéis, etc. 😉 Como encarar isso ?

    Curtido por 1 pessoa

    • Renato,
      Fundo de papel se não tiver default é tranquilo. MXRF não tem par comparativo no mercado, pois ele mistura FOF, Papeis e Desenvolvimento. UBSR é fundo de papel HY, ou seja, tem um risco maior, mas na minha opinião, menor que MXRF, por causa da parte de desenvolvimento. Fundo de recebíveis para mim serve como uma forma de hedge na carteira de FII, pois o aumento de juros costuma os beneficiar, enquanto os tijolos sofrem. Neste ponto, a questão é que tem que fazer uma administração mais próxima. Há vários meses minha carteira tem mais de 50% em papelada e isso vem garantindo renda e ganho de capital acima de média. Só tem que tomar cuidado com o o ágio e saber a hora de sair. Esse mês já vendi a maior parte da minha carteira.

      Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s