UBSR11 – FII UBS (Br) Recebíveis Imobiliários

Ativos Alvo: CRI, LH, LCI e demais títulos e valores mobiliários que sejam ou venham a ser permitidos pela legislação ou regulamentação aplicável

Prazo: Indeterminado
Consultores: UBS e REC (Real Estate Capital)
Administrador Banco Ourinvest S.A.

Valor da cota R$ 100,00

Rentabilidade alvo do Fundo: IMA-B + 1,00% a.a., é importante destacar que a rentabilidade alvo não representa e nem deve ser considerada, sob qualquer hipótese, como promessa, garantia ou sugestão de rentabilidade ou isenção de risco para os cotistas

Taxa de administração / consultoria: Serão devidas uma taxa de consultoria de investimentos equivalente a 1,00% a.a. e, ainda, uma taxa de administração equivalente a 0,2% a.a. ambas incidentes sobre o patrimônio líquido do Fundo

Critérios de elegibilidade e limites de concentração

Loan to Value (“LTV”) médio para aplicação em CRI: Até 70% (setenta por cento) de LTV médio da parcela da carteira do Fundo alocada em CRI, observado o LTV médio de até 80% (oitenta por cento) para créditos imobiliários de natureza residencial, até 70% (setenta por cento) para créditos imobiliários de natureza não residencial e até 60% (sessenta por cento) para demais empréstimos com garantia real imobiliária

Prazo médio remanescente para o lastro dos CRI: Entre 24 meses e 360 meses

Saldo devedor médio para o lastro dos CRI: Pelo menos R$ 20.000,00 (Vinte mil reais)

Limites de concentração

CRI: até 100% para CRI sênior, até 20% para CRI de qualquer classe subordinada e até 50% para créditos sem alienação fiduciária de bem imóvel, mas com outra garantia real imobiliária ou não e até 100% para créditos com alienação fiduciária de bem imóvel

LCI: até 100% para emissores com rating igual ou superior a A e até 30% para emissores com rating igual ou inferior a BBB ou sem classificação de risco e até 100% para ativos lastreados em créditos garantidos por alienação fiduciária

LH: até 100% para emissores com rating igual ou superior a A e até 30% para emissores com rating igual ou inferior a BBB ou sem classificação de risco

Anúncios

59 comentários sobre “UBSR11 – FII UBS (Br) Recebíveis Imobiliários

  1. Olha só!

    FII UBS (BR) (UBSR) Fato Relevante

    FII UBS (BR) RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS, inscrito no CNPJ/MF sob nº 28.152.272/0001-26 (“Fundo”), informa aos seus cotistas (“Cotistas”) e ao mercado que, na data de 18 de setembro de 2018, com fundamento no Artigo 18 do Regulamento do Fundo (“Regulamento”),

    foi aprovada a 3ª (terceira) emissão de cotas (“3ª Emissão”), para subscrição mediante oferta pública a ser realizada nos termos da Instrução CVM nº 400, de 29 de dezembro de 2003 (“Oferta”), com as características descritas no Ato do Administrador datado de 18 de setembro 2018, registrado perante o 4º Oficial de Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica da Comarca de São Paulo, Estado de São Paulo, em 18 de setembro de 2018, sob o nº 5.353.255, que se encontra disponível para acesso no site do Administrador informado no Regulamento (“Ato do Administrador”), da CVM e da B3.

    Os Cotistas e o mercado serão mantidos informados sobre o andamento da Oferta.

    Curtido por 5 pessoas

    • Durante o Período de Preferência, foram subscritas 163.539 (cento e sessenta e três mil quinhentos e trinta e nove) cotas, correspondentes ao montante total de R$ 16.353.900 (dezesseis milhões trezentos e cinquenta e três mil e novecentos reais), remanescendo, no âmbito da Oferta, 136.461 (cento e trinta e seis mil quatrocentos e sessenta e uma) cotas para subscrição pelos cotistas do Fundo durante o Período de Sobras (conforme abaixo definido), perfazendo o montante de:

      R$ 13.646.100 (treze milhões seiscentos e quarenta e seis mil e cem reais) Exceto quando especificamente definidos neste Comunicado ao Mercado, os termos aqui utilizados iniciados em letra maiúscula terão o significado a eles atribuído no “Prospecto Definitivo de Oferta Pública de Distribuição Primária de Cotas da Segunda Emissão do Fundo de Investimento Imobiliário – FII UBS (Br) Recebíveis Imobiliários” (“Prospecto”).

      Curtir

    • 1. DIREITO DE SUBSCRIÇÃO DE SOBRAS
      A partir de 08 de maio de 2018, os cotistas do Fundo poderão manifestar, durante o período de 5
      (cinco) Dias Úteis, o exercício de seu direito em subscrever, total ou parcialmente, as cotas
      remanescentes, não subscritas durante o Período de Preferência (“Período de Sobras” e “Direito
      de Subscrição de Sobras”).

      Durante os primeiros 3 (três) Dias Úteis, o exercício do Direito de Subscrição de Sobras poderá
      ser manifestado junto à B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”), por meio de seu respectivo agente
      de custódia, observados os prazos e os procedimentos operacionais da B3. No 4º (quarto) e no 5º
      (quinto) Dia Útil subsequente ao início do Período de Sobras, os cotistas somente poderão exercer
      o Direito de Subscrição de Sobras junto à Instituição Escrituradora.

      Cronograma completo

      Curtir

    • queria saber se é um bom FII, essa nova emissão chama atenção, mas acho estranho, tem 2 prefixado (11,80 a.a. e 12,50 a.a.a), ambos bruto o rendimento, e outros 5 com IGPM + 8a.a., BRUTO TB, só de pensar q esses 8% a.a., já está bem acima da SELIC, chega a ser atraente, mas o rendimento mensal não condiz com o pactuado, ou até rende, se tirar o IR e a taxa de ADM, talvez dê o valor que está sendo distribuído….. era mais fácil eu comprar esses 8% + IGPM direto hahahaha

      Todos estão adimplentes….eu acho que vou pegar um pouco, ta rendendo mais que meu fundo no laranjão hahahaha e se a cota der uma subidinha e a inflação tb, já ajuda, que supostamenteeeee é a tendência…

      Curtir

  2. Nova Emissão de Cotas aprovada:

    Quantidade de Cotas a serem ofertadas: Serão ofertadas 300.000 (trezentas mil) Cotas nominativas e escriturais, em série única, somando o total da emissão o valor de R$ 30.000.000,00 (trinta milhões de reais) (“Valor Total da Oferta”), sem considerar as Cotas do Lote Suplementar e as Cotas do Lote Adicional, conforme abaixo definidas, tudo em conformidade com as disposições estabelecidas no Contrato de Distribuição, no Regulamento, no Prospecto, no Ato do Administrador e na legislação vigente

    2.2. Preço de Emissão: O preço unitário de colocação das Cotas foi fixado em R$ 100,00 (cem reais) por Cota (“Preço de Emissão”)

    Curtir

    • Último Informe:

      Prezados Investidores,
      Em fevereiro de 2018, o Administrador, com base na recomendação dos Consultores de
      Investimentos, adquiriu novas cotas dos CRIs emitidos pela Brazilian Securities, série
      235, 1º emissão de junho de 2011. Tratam-se de cotas seniores, com risco de crédito
      pulverizado entre diversos devedores (com 97 devedores distintos¹), com o lastro
      proveniente de operações de crédito imobiliário. As seguintes características dos CRIs
      foram consideradas no que se refere a garantias e mitigadores de risco: i) alienação
      fiduciária dos imóveis, ii) cessão de recebíveis, iii) fundo de reserva, de liquidez e de
      despesas, iv) estrutura de CRI subordinado, que assume a primeira perda do risco de
      crédito e v) mecanismos de aceleração de pagamento/ amortização dos CRIs Senior em
      eventuais cenários de aumento de risco na carteira. A taxa de aquisição corresponde a
      11,8% ao ano + TR, representando um ganho sobre a taxa de emissão do CRI (11,0% ao
      ano + TR).

      Curtido por 1 pessoa

      • Com a aquisição realizada em fevereiro, o Fundo tem alocado 99,58% de seus recursos,
        distribuídos em 6 CRIs. O Fundo mantém, desde o primeiro mês que concluiu sua
        captação, mais de 90% dos recursos do Fundo em CRIs (ativos alvos)
        Em fevereiro de 2018, o lucro líquido total por cota corresponde a R$2,0291 com base no
        resultado contábil, apurado pelo regime de competência, que totaliza um lucro líquido de
        R$630.827,90. O lucro líquido efetivamente distribuído por cota corresponde a R$0,5176,
        apurado com base no regime de caixa, que totaliza um valor distribuído de R$160.922,76.
        A diferença entre o resultado contábil e o resultado distribuído decorre dos resultados
        contábeis que ainda não se converteram em resultado de caixa, mas que poderá ser
        distribuída aos cotistas futuramente quando convertidos em caixa.

        Curtido por 1 pessoa

      • Atualização monetária não recebida é efeito do regime de competência ou inadimplência?
        Tenho que parar um dia para analisar esse fundo com calma. Acabo deixando de lado por causa da complexidade em relação aos outros.

        Curtir

    • Tetzner, boa tarde. Nova emissão… será que teremos uma alocação de recursos rápida e eficiente (na minha opinião) como na primeira? Me posicionei nesse fundo por acreditar no recrudescimento da inflação, principalmente do IGPM (impulsionado por eventual retomada do setor imobiliário). Mas também me preocupa eventual queda de rendimentos decorrente de recursos “não alocados”.

      Curtido por 1 pessoa

      • Lucas Martins

        tudo leva a crer que sim, eles tinham destinação pra mais de R$ 100 milhões na última emissão… então creio que dessa vez vai ser igual

        como disse anteriormente, pessoal aqui é muito competente!

        😀

        Curtir

  3. São Paulo, 26 de fevereiro de 2018.
    FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII UBS (BR) RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS
    CNPJ/MF nº 28.152.272/0001-26

    FATO RELEVANTE
    BANCO OURINVEST S.A., com sede na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na
    Avenida Paulista, nº 1.728, sobreloja, 1º, 2º e 11º andares, Bela Vista, CEP 01.310-919,
    inscrito no CNPJ/MF sob o nº 78.632.767/0001-20 (“Administrador”), neste ato
    representado na forma de seu Estatuto Social, na qualidade de instituição
    administradora do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII UBS (BR)
    RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS, inscrito no CNPJ/MF sob nº 28.152.272/0001-26
    (“Fundo”), informa aos seus cotistas (“Cotistas”) e ao mercado que, na data de
    26/02/2018, com fundamento no Artigo 18 do Regulamento do Fundo
    (“Regulamento”), foi aprovada a segunda emissão de cotas (“Segunda Emissão”), para
    subscrição, mediante oferta pública (“Oferta”), com as características descritas no Ato
    do Administrador datado de 26/02/2018, em fase de registro junto ao competente
    Cartório de Títulos e Documentos da Cidade de São Paulo, SP, que se encontra
    disponível para acesso no site do Administrador informado no Regulamento (“Ato do
    Administrador”), da CVM e da B3. Os Cotistas serão mantidos informados sobre o
    andamento da Oferta.
    Atenciosamente,

    Curtir

    • Analisando os relatórios gerenciais é possível perceber uma grade diferença entre as receitas do fundo pelo regime de caixa e pelo regime de competência. De onde vem essa discrepância? Seria algum CRI que não está pagando?

      Curtir

  4. Em Dezembro de 2017, CRIs representavam 93,6% dos ativos detidos pelo Fundo.

    Um elevado percentual alocado no principal ativo-alvo buscado pelo Fundo tende a propiciar um maior
    retorno ao cotista caso os ativos selecionados apresentem boa taxa de retorno (8% a.a. +
    IGPM).

    Sujeito a determinadas exigências legais, os rendimentos distribuídos aos cotistas do
    Fundo pessoas físicas poderão estar isentos do imposto de renda¹.

    Curtir

    • Emissor Emissão/
      Série
      Código ativo Indexador Taxa de juros
      de aquisição
      Data de
      vencimento
      Quantidade PU Valor
      Brazilian
      Securities 1º / 297 13B0002737 IGPM 8,00% a.a. mai/42 28 101.609,29 2.845.060,03
      Brazilian
      Securities 1º / 353 14J0045610 IGPM 8,00% a.a. mai/43 93 24.646,35 2.292.110,96
      Brazilian
      Securities 1º / 361 15E0186329 IGPM 8,00% a.a. mar/40 43 183.863,87 7.906.146,21
      Brazilian
      Securities 1º / 369 15L0648450 IGPM 8,00% a.a. jul/35 260 27.897,58 7.253.371,25
      Brazilian
      Securities 1º / 371 15L0676023 IGPM 8,00% a.a. jul/35 228 33.262,50 7.583.849,87
      Total CRI 27.880.538,32

      Curtir

    • Em novembro de 2017, o Fundo de Investimento Imobiliário UBS (Br) Recebíveis Imobiliários
      (“Fundo”) concluiu a captação de recursos de sua primeira emissão de cotas. Ainda em
      novembro, o Administrador, com base em recomendação dos Consultores de Investimentos,
      alocou 96,7% dos recursos do Fundo em 5 CRIs.

      Para os 5 CRIs, foram adquiridos exclusivamente as cotas seniores dos referidos CRI, cujo
      risco de crédito encontra-se pulverizado entre diversos devedores (em Nov/17, com mais de
      400 devedores distintos), com o lastro proveniente de operações de crédito imobiliário, todas
      elas com garantia real imobiliária. As seguintes características dos CRIs foram consideradas no
      que se refere a garantias e mitigadores de risco: i) alienação fiduciária dos imóveis, ii) cessão
      de recebíveis, iii) fundo de reserva, iv) fundo de liquidez, v) fundo de despesas, vi) estrutura de
      CRI subordinado, que assume a primeira perda do risco de crédito e vii) mecanismos de
      aceleração de pagamento/amortização dos CRIs Senior em eventuais cenários de aumento de
      risco na carteira.

      Curtir

      • A taxa de aquisição corresponde a 8% ao ano + IGPM. Dos 5 CRIs, 3 foram adquiridos com
        deságio sobre o valor de face e 2 foram adquiridos ao valor de face.
        Em dezembro de 2017, o lucro líquido total por cota corresponde a R$0,9884 com base no
        resultado contábil, apurado pelo regime de competência, que totaliza um lucro líquido de
        R$307,2 mil. O lucro líquido efetivamente distribuído por cota corresponde a R$0,4654,
        apurado com base no regime de caixa, que totaliza um valor distribuído de R$144,7 mil. A
        diferença entre o resultado contábil e o resultado distribuído decorre dos resultados contábeis
        que ainda não se converteram em resultado de caixa, mas que poderá ser distribuída aos
        cotistas futuramente quando convertidos.

        Curtir

  5. Relatório Mensal
    Novembro, 2017

    Prezados Investidores,

    Com grande satisfação, anunciamos a conclusão da captação de
    recursos da primeira emissão de cotas do Fundo de Investimento
    Imobiliário UBS (BR) Recebíveis Imobiliários (“Fundo”). A oferta
    do Fundo foi encerrada no dia 30 de Novembro de 2017, com um
    valor total captado de R$ 31.088.800,00 e um total de 418
    cotistas.

    O Fundo tem o objetivo de proporcionar aos investidores
    rentabilidade alvo que busque acompanhar a variação do Índice
    de Mercado ANBIMA Série B (IMA-B), acrescido de 1,00% ao ano
    através de investimentos em Certificados de Recebíveis
    Imobiliários (CRI) e outros Ativos Alvo.

    Curtir

    • CRIs são títulos lastreados em créditos imobiliários com promessa
      de pagamentos periódicos conforme fluxo de amortização pré-
      estabelecido que advém de operações imobiliárias em geral.

      A UBS Serviços e a REC Gestão foram contratadas pelo Fundo
      como Consultoras de Investimento, com o objetivo de prestar
      suporte ao Administrador em suas atividades de análise, seleção
      e avaliação dos lastros imobiliários vinculados aos Ativos Alvo e
      dos demais ativos que possam vir a integrar a carteira do Fundo.

      Curtir

    • Tipo Emissor Emissão Série Ativo Indexador Taxa de Compra Data de vencimento Quantidade PU atualizado Valor do ativo Observação

      CRI Sênior Brazilian Securities 1º 297 13B0002737 IGPM 8,00% a.a. mai-42 28 102.054,87 2.857.536,50
      CRI Sênior Brazilian Securities 1º 353 14J0045610 IGPM 8,00% a.a. mai-43 93 25.353,59 2.357.884,24
      CRI Sênior Brazilian Securities 1º 361 15E0186329 IGPM 8,00% a.a. mar-40 43 188.845,57 8.120.359,49
      CRI Sênior Brazilian Securities 1º 369 15L0648450 IGPM 8,00% a.a. jul-35 260 28.258,06 7.347.095,73
      CRI Sênior Brazilian Securities 1º 371 15L0676023 IGPM 8,00% a.a. jul-35 228 34.296,17 7.819.527,51

      * Carteira de crédito imobiliário pulverizada (CRI’s lastreados em 433 contratos de crédito Imobiliário)

      Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s