JSRE11 – JS Real Estate Multigestão

O FII JS REAL é um fundo imobiliário multigestão, que atualmente direciona grande parte da sua carteira para ativos de renda fixa de natureza imobiliária, especialmente: (i) Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e (ii) Letras de Crédito Imobiliário (LCI).

JSRE11

O Fundo é administrado pelo Banco J. Safra S.A., em regime de condomínio fechado, com prazo indeterminado de duração.

Também pode investir em cotas de outros FII, Letras Hipotecárias, imóveis e outros ativos permitidos pela legislação e pelo regulamento do Fundo; trata-se portanto de um FII de FIIs.

No dia 30/09/2014 foi aprovada em assembleia de cotistas a incorporação pelo FII JS REAL dos fundos JS Real Estate Renda Imobiliária FII (JSIM) e JS Real Estate Recebíveis Imobiliários (BJRC), ambos também geridos pelo J. Safra Asset Management. Com isso, FII JS REAL passou a deter aproximadamente R$ 700 milhões de patrimônio e 6.452.470 cotas

O fundo beneficiou-se do ciclo de alta dos juros e defendeu-se das incertezas do mercado imobiliário, conseguindo assim preservar seu patrimônio em comparação com os demais fundos imobiliários representados pelo IFIX.

Taxas:
Administração: 1,0%a.a. sobre valor de mercado médio do fundo.
Custódia, escrituração e gestão já estão incluídos na taxa de administração.
Performance: A taxa de performance é 20% do que exceder 3%+IGPM no semestre, ou seja 6%+IGPM no ano

RI: safra.asset@safra.com.br

Tutor do FII: leoctba

Autor: Tetzner

Engenheiro, Investidor há mais de20 anos, autor de 2 livros e pioneiro em Fundos Imobiliários :)

573 comentários em “JSRE11 – JS Real Estate Multigestão”

      1. Mas a renda dele (DY, no caso) é ligeiramente maior do que a dos seus pares. Ou seja, estão precificando mais baixo o ativo, considerando riscos e qualidade similares.

        Curtir

      2. Tem uma pegadinha aí…
        Parte da distribuição tá vindo do lucro da venda das cotas de HGPO (JSRE tem uma boa participação).
        As próximas devem baixar, devido ao processo de liquidação do fundo HGPO (ainda não definido).
        Informação está no último RG.

        Curtido por 2 pessoas

  1. 0,53 na reda anuncida ontem nesse daqui. Então acho q acabou da raspar o tacho do que tinha de excedente, de acordo com o relatório do mês de agosto.
    Renda vai ficar por volta dos 0,46 nos proximos meses? Alguém aí fez uma conta mais aproximada?

    Curtir

    1. É isso aí mesmo.
      Renda e consequentemente Cotação devem seguir apanhando nos próximos meses.
      Gestão poderia ter linearizado melhor isso aí, bem como poderia das as caras em alguma entrevista pra mostrar a sua ‘cabeça’.
      Enqnt isso, cinquentinha é logo ali.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Sem grandes surpresas. O teletrabalho caiu no gosto das empresas e empregados. Redução de custos e melhora na qualidade de vida dos empregados.
        O futuro das lages corporativas seguem incertos nos grandes centros urbanos violentos, inflados e com trânsito insano.

        Curtir

      2. Tivemos um fii aqui não me lembro qual nem qual empresa, devolveu quase a metade dos andares q usavam, essa é a realidade, um arquivo obsoleto usado ainda por algumas empresas, foi substituído por um pen drive, hoje esse mesmo já está sendo substituído por uma nuvem e assim vai, ou seja cada vez menos precisa se de tanto espaço como antes. Sem dizer a questão de funcionários q vão perdendo função devido a tecnologia e home office, vídeo conferência também diminuiu as reuniões físicas, poupando tempo etc…
        Mas não vejo tudo perdido ainda, existe o essencial ainda e penso q esses lindos prédios podem ser transformados em residências e hotéis, hospitais escolas etc…

        Curtir

  2. Será que com a aquisição anunciada hoje, o fundo ainda vai ter que se desfazer de mais cotas de Fiis ? Ele praticamente não diminuiu quase nada sua posição em HGPO….
    Estava na esperança de um leilão de HGPO, mas agora já não sei mais se vão precisar alienar a participação

    Curtir

      1. Já tinha 351 MM em caixa, o resto securitizou. Não sobrou nem pra comprar um picolé

        A participação adquirida pelo FUNDO, representada por 40% da Shaula, corresponde ao valor total de R$ 502 MM, dos quais R$ 312 MM foram desembolsados à vista pelo FUNDO (sendo parte como aumento de capital da Sociedade e parte como pagamento aos vendedores), R$ 40 MM foram retidos para eventual pagamento da Renda Mínima Garantida mencionada abaixo e R$ 150 MM são relativos a operação de securitização realizada pela própria Shaula para o pagamento de suas dívidas pré-existentes, com a consequente liberação de garantias a elas vinculadas, tendo como lastro recebíveis oriundos dos contratos de locação dos Imóveis.

        Curtir

  3. Será que com a aquisição anunciada hoje, o fundo ainda vai ter que se desfazer de mais cotas de Fiis ? Ele praticamente não diminuiu quase nada sua posição em HGPO….
    Estava na esperança de um leilão de HGPO, mas agora já não sei mais se vão precisar alienar a participação

    Curtir

  4. Será que com a aquisição anunciada hoje, o fundo ainda vai ter que se desfazer de mais cotas de Fiis ? Ele praticamente não diminuiu quase nada sua posição em HGPO….
    Estava na esperança de um leilão de HGPO, mas agora já não sei mais se vão precisar alienar a participação

    Curtir

  5. Será que com a aquisição anunciada hoje, o fundo ainda vai ter que se desfazer de mais cotas de Fiis ? Ele praticamente não diminuiu quase nada sua posição em HGPO….
    Estava na esperança de um leilão de HGPO, mas agora já não sei mais se vão precisar alienar a participação

    Curtir

  6. JS REAL ESTATE MULTIGESTÃO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO
    CNPJ nº 13.371.132/0001-71
    REF.: FATO RELEVANTE
    Prezado(a) Cotista,
    O BANCO J. SAFRA S.A., com sede na Av. Paulista, 2.150, São Paulo, SP, inscrito no CNPJ
    sob o n° 03.017.677/0001-20, na qualidade de administrador do JS REAL ESTATE
    MULTIGESTÃO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO (“FUNDO”), inscrito no CNPJ sob
    o nº 13.371.132/0001-71 (Código B3: JSRE11), vem, por meio deste, em cumprimento
    ao disposto nas Instruções CVM nº 358/02 e 472/08, COMUNICAR que, na presente
    data, protocolou, juntamente com outros investidores, pedido de anuência prévia,
    junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE, para a aquisição da
    totalidade das quotas de emissão da Shaula Empreendimentos e Participações Ltda.
    (“Sociedade”), proprietária dos imóveis correspondendo às unidades autônomas que
    conjuntamente representam 56.744 m² BOMA(1) de torres corporativas Marble e
    Ebony, de padrão triple A, localizadas na Av. Nações Unidas, 14.171 na região da
    Marginal Pinheiros, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo (“Aquisição”).
    A Aquisição encontra-se em estágio avançado de negociação e diligência e, caso seja
    efetivada nos termos ora entabulados, o FUNDO adquirirá 40% das quotas de emissão
    da Sociedade.
    Além da aprovação pelo CADE, a Aquisição está condicionada à verificação de condições
    usuais a negócios desta natureza, dentre elas a celebração de contrato vinculante de
    compra e venda e demais condições precedentes que nele estarão previstas. O
    administrador do FUNDO manterá o(a)s Sr(a)s. Cotistas informados acerca dos
    acontecimentos envolvendo a Aquisição.
    Atenciosamente,
    São Paulo, 28 de dezembro de 2020.
    BANCO J. SAFRA S.A.
    Administrador

    Curtido por 1 pessoa

NOVOS COMENTÁRIOS AQUI: (sem links, emails ou telefones)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: